1. Spirit Fanfics >
  2. Love Song >
  3. One

História Love Song - Capítulo 1


Escrita por:


Notas do Autor


Bom gente, acabei de ter essa ideia vendo videos no Youtube. Espero que dê certo.

Me avisem se estão gostando.

A história não pretende ser longa! Poucos capítulos e muito amor.

SANVERS porque é ENDGAME e não canso de dizer!

Capítulo 1 - One


Depois de um longo e árduo dia de trabalho, finalmente Maggie pôde andar pelas ruas e conhecer um pouco de sua vizinhança. Ela está na cidade há cerca de duas semanas e agora acredita em todas as coisas que as pessoas dizem sobre como é cansativo se mudar. Encontrar um lugar novo e bom, empacotar tudo, colocar em um caminhão de mudanças, desempacotar todos os móveis novamente, ajeitar tudo no novo lugar ... Maggie revira os olhos apenas lembrando os últimos dias.

Mas agora, andando e sentindo o ar, ela pode respirar. O dia dela foi difícil, mas foi um bom dia no trabalho. Seus colegas parecem boas pessoas e ela tinha um bom pressentimento sobre sua nova equipe.

Ela veio à Cidade Nacional para ocupar um cargo de sargento na Divisão de Ciência do Departamento de Polícia da Cidade Nacional. Com toda sua experiência na cena de Gotham, foi uma grande surpresa quando seu sargento contou a ela sobre essa oportunidade. E não poderia estar em um momento melhor, as últimas palavras que ouviu quando terminou com a ex namorada ainda podiam ser um problema em algumas noites e apenas uma palavra é suficiente para descrever como foi o relacionamento: intenso.

Pensando nisso, ela sorri e faz uma anotação mental para enviar uma mensagem para sua amiga Julia quando ela chegar em casa.  Sua amiga tinha sido sua âncora nos ultimos tempos e ela não podia deixar de saber como estavam as coisas por lá. Seus pensamentos mudam quando ela passa por uma escola de dança e ela não precisa pensar duas vezes antes de entrar no local.

Quando ela passa pela porta, ela ouve um som silencioso vindo de trás da mesa anunciando sua presença e mal pode esperar por 10 segundos antes que uma moça sorridente apareça pela porta e a cumprimenta.

- Olá, senhorita. Como posso ajudá-la? – A atendente pergunta, quando se posiciona atrás do balcão.

- Boa tarde. Então, eu quero saber mais sobre as aulas de dança. – Maggie sorri e acena para os cartazes de dança que estavam dispostos na parede atrás da atendente.

- Oh, ótimo. – A atendente sorri antes de continuar. - Você costumava dançar antes?

- Bem, era apenas um bom hobbie, mas sim, algo como 3 anos? – Responde Maggie incerta.

- Oh, isso é um tempo considerável. – A atendente ri de sua ironia, 3 anos não era pouca coisa para apenas um hobbie.

Maggie dá de ombros antes de dizer. – Pode se dizer que sim.

- Que tipo de dança você costumava fazer? – A atendente pergunta enquanto investiga as opções de turmas disponíveis pelo computador.

- Ah, foi um ponto difícil, eles não deram um nome específico, mas era um pouco de jazz contemporâneo, com dança contemporânea e alguns movimentos de R&B de coreografia? – Maggie responde ainda meio incerta.

Suas aulas eram no clube de dança de sua amiga Julia. A melhor coisas das aulas era exatamente não ter um único tipo de dança ou música. Maggie fazia o tipo eclética o que lhe serviu como um prato cheio pela variedade que as aulas da amiga lhe ofereciam.

A atendente riu um pouco e acenou com a cabeça entendendo a ideia. Rolando as opções ela percebeu que tinha algumas turmas avançadas que começaram há pouco tempo e que se encaixariam na descrição apresentada.

- Bom, acho que temos o que você quer.

- Sim? – Maggie respondeu um pouco animada demais e forçou uma limpada de garganta tentando amenizar a exposição.

- Sim! Obviamente você tem experiência, então não vou sugerir o grupo inicial. Então, o que você acha da turnê avançada da aula de dança contemporânea? É uma boa equipe e tenho certeza que você vai gostar.

- Oh.. sim.. é... - Maggie resmunga meio desconfiada.

A atendente nota o desconforto e questiona:

- Desculpe, algum problema?

- Estou assumindo um novo cargo no NCPD e receio que não conseguirei acompanhar uma turma avançada. - Maggie explica sucintamente. 

- Bom, pelo o que me contou acho que podemos tentar, e aí se você não se adaptar podemos voltar algumas casas, o que acha?

- Bom... É... - Maggie reflete sobre a opção. Julia dizia que ela dançava bem, mas bom, era sua melhor amiga dizendo, ela não podia acreditar totalmente, podia?

- Vamos lá, é só uma tentativa. Não há nada de errado se não der certo. - A atendente reforça tentando convencer.

- Ok, você me convenceu!

- Ótimo, agora só preciso dos seus dados para fazer sua inscrição.

Com isso, Maggie passa os próximos minutos preenchendo seus dados e confirmando os horários/dias das aulas e o valor a ser pago. Ficando combinado que seriam duas aulas por semana, terça-feira (o dia seguinte) e quinta feira, das 20 às 21hs, o que lhe garantiria conseguir participar das aulas mesmo quando houvesse horas extras do serviço a cumprir.

No dia seguinte, após novamente um dia longo e difícil no trabalho, Maggie estaciona sua moto na frente da escola de dança e suspira feliz. Ela realmente amava o serviço, mas a dança tinha sido nos últimos anos sua válvula de escape para todo o estresse que acompanhava sua carreira. Era um ponto de paz e calma em meio a correria e agitação.

A morena suspira novamente e tira o capacete saindo da moto. Seu coração acelera minimamente quando entra na sala de dança designada e vê tantos rostos desconhecidos. Ela relaxa por um momento quando identifica Lucy, a atendente do outro dia, acenando para ela a convidando para se aproximar.

E ela finalmente relaxa quando se sente acolhida por todas aquelas pessoas novas que formavam um grupo variado: James, que era fotógrafo, Winn, engenheiro de computação, Lucy, recepcionista da escola e Nia, que era jornalista. Ela podia sentir que se daria bem com aquele novo grupo de colegas e já imaginava gastar alguma sexta feira dançando e bebendo com aquelas pessoas em algum bar da cidade.

Os risos são silenciados quando a professora finalmente adentra a sala e começa a aula. A professora é interrompida no meio de uma demonstração pelo barulho da porta batendo anunciando um aluno atrasado, ou melhor, uma aluna.

Maggie não perde um segundo ao virar o rosto em direção ao som e se deparar com uma mulher toda apavorada, visivelmente angustiada pelo próprio atraso.

- Mil desculpas, Cat, tive um imprevisto no trabalho e não pude chegar antes.

A mulher ruiva anuncia toda exasperada e Maggie não pode deixar de se encantar pela mulher. Os cabelos ruivos bagunçados e o capacete embaixo do braço e Maggie não pode conter a curiosidade em saber mais sobre a mulher. A pergunta ‘Qual é o nome dela?’ não dura 5 segundos antes que a própria professora lhe responda.

- Não se preocupe, Alex, estou apenas repassando os últimos movimentos da aula passada. Temos alunos novos!

Alex acena em concordância, observa rapidamente a turma e quando seus olhos encontram o de Maggie nenhuma das duas sabe o que contagia o sorriso tímido em ambas as mulheres. Alex desvia o olhar rapidamente e se direciona para o fundo da turma e Maggie sente um cutucão na costela. Olhando para o lado ela percebe que é Lucy.

- Você não perde tempo hein?

- O que? – Questiona Maggie confusa. Ela nem tem tempo de saber a resposta antes que Cat chame a atenção dos alunos ao retomar a aula.

Maggie sente uma leve dificuldade em alguns movimentos que nunca tinha feito, mas a professora era realmente dedicada e gostava de acompanhar de perto a evolução dos alunos tentando dar igual atenção a todos. Nenhum deles era totalmente iniciante, o que permitia a Cat passar movimentos mais complexos, exigindo cada vez mais. No final da aula todos estavam igualmente cansados e animados pelo desempenho.

- Ótimo, grupo. Foi incrível hoje! Vejo que temos rostinhos novos, mas que não deixaram a peteca cair, o que eu adoro.

Todos riem e Maggie cora quando o olhar de todos os alunos lhe é redirecionado e ela encontra o olhar de Alex do outro lado da sala. Elas trocam outro sorriso tímido e Maggie sente o coração acelerar com a sintonia.

Alex estava toda suada, cabelos colados na testa, mas Maggie não pode deixar de notar o quão agradável era a vista. Não lhe passou despercebida como a ruiva dançava bem e se entregava aos movimentos durante a aula, deixando a sargento ainda mais curiosa sobre o que a outra mulher fazia.

- Tendo isso em vista, estou totalmente confiante em anunciar nosso próximo desafio.

Burburinhos começam a soar enquanto Maggie olha confusa para Nia que estava ao seu lado. A jornalista dá de ombros como quem diz ‘espere e verás’, e a sargento não precisa esperar muito tempo antes que lhe seja explicado.

- Explicando aos novos alunos, todo mês deixamos uma aula para apresentação dos desafios. Pode ser individual, em dupla ou em grupo, mas eu seleciono uma música, dou alguns movimentos obrigatórios e vocês tem que criar uma coreografia e apresentar para a turma nesse dia específico.

Todos acenam com a cabeça e Maggie sente o coração acelerar ao pensar em dançar na frente de todos os alunos, ela não sabia se estava preparada para isso. Antes que pudesse surtar novamente, a professora chama a atenção dando continuidade a explicação.

- Como o dia dos namorados está chegando, vocês serão divididos em duplas e terão que coreografar a música ‘Best Part’ do Daniel Caeser com a H.E.R., todos conhecem?

Ao coro de sim dos alunos, a professora continua.

- Ótimo! Acredito que todos já estejam no grupo do whatsapp, então amanhã liberarei a lista com a relação de casais. Vocês terão 3 semanas para ensaiar e poderão usar essa sala em horários alternativos de acordo com prévio agendamento que deverá ser feito com a nossa querida Lucy, que gerenciará os horários disponíveis. Os passos obrigatórios começarão a ser repassados na próxima aula, ok?

Novamente todos os alunos confirmam e Cat continua.

- Boa! Por hoje é só e vejo vocês na quinta feira.

Cat se despede e os alunos começam a se movimentar para irem embora. Maggie observa quando Alex se encaminha para a parede de armários para pegar sua bolsa e antes que possa ir se apresentar e tentar alguma aproximação, sente um puxão no braço.

- Mags, você ainda não está no grupo, né? - Era Lucy novamente.

- O quê? - Maggie questiona confusa.

- O grupo nosso do whats!

- Ah sim! Não, não estou.

- Eu imaginei que não, me passa seu contato que eu já te adiciono lá.

- Claro, claro.

Maggie levanta o olhar enquanto Lana está abrindo a lista de contato e consegue ter um último vislumbre da ruiva passando pela porta indo embora ‘Droga!’. Qualquer chance de saber mais sobre a ruiva teria que esperar um pouco mais.


Notas Finais


Espero que tenham gostado desse começo.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...