1. Spirit Fanfics >
  2. Love story >
  3. Três.

História Love story - Capítulo 3


Escrita por:


Notas do Autor


o último cap.

espero que gostem, beijinhos xxx ♡.

Capítulo 3 - Três.


O assunto que corria no palácio pela manhã era a "fuga" de Mason quando foi apresentado para futura noiva, ele ainda não tinha nem acordado e seu nome circulava por todo corredor. Talia batia na porta, mas nada de Mason abrir, ela pensava somente que o garoto havia fugido, mas ele logo apareceu, ele estava escondendo qualquer rastro de Declan que permanecia em seu corpo e sua cama antes que pudesse deixar ela entrar em seu quarto.

assim que ela olhou mason, ela sabia o que aconteceu, o conhecia tão bem quanto seus pés conheciam o mesmo sapato de todos os dias. Ela apenas suspirou fundo e se sentou ao lado dele e disse que aquilo não podia seguir adiante, não com um homem, ele precisava ter sentimentos por sua futura esposa, por isso ele iria viajar juntamente no domingo pela manhã para conhece-la melhor.

Talia o ensinou como tratar a garota, como comprimentar ela, o que sentir por ela e nada mais tinha importância, a não ser que tudo que ele desejasse fosse somente para a garota.

Mason odiou aquilo, ele odiou ter nascido naquela família, odiou que Talia sabia, mas não o apoiou, odiou que ele estava sendo ensinado como seus sentimentos deveriam ser. Ele podia sentir tudo dentro dele se revirar, ele já não ouvia nada. Talia apenas saiu do quarto e o deixou ali.

O dia passou e Mason sequer saiu do quarto, deu a desculpa que sentia dores de cabeça, mas o que realmente doía em si era seu coração, ele não tinha certeza de seu futuro, ele sequer sabia se Declan ainda queria o olhar ou realmente o queria, se todas as conversas ou promessas não passaram de um momento para se aproveitar do bobo do mason.
ele apenas aproveitou o momento para chorar ali em seu quarto como se a madrugada nunca tivesse existido, como se Talia não tivesse entrado em seu quarto e terminasse de estragar tudo com apenas uma lição sobre seus próprios sentimentos.

[...].




aquele dia não acabava nunca, mas Mason sequer não sabia a confusão, ele apenas estava em sua bolha, apegado a memórias que talvez nunca mais iriam se repetir.


Declan havia decidido lutar por algo extremamente impossível, ele iria lutar por mason, ele estava na porta quanto ouviu toda conversa de Talia, mas decidiu que iria resolver tudo primeiro.

O rei, pai de Mason, estava furioso, a rainha, mãe de Mason, não tinha reação. os pais de Declan estavam perplexos como aquilo havia acontecido embaixo dos olhos deles e eles nunca havia percebido.

O pai de Mason queria anular tudo, ele não queria alianças com aquele rei inglês, maldito ingleses e fique longe de Mason, foi o que ele disse antes de sair da sala furioso, seguido por sua esposa, que iria impedir que ele fizesse qualquer merda que poderia arruinar ainda mais as coisas.

Ninguém tinha coragem de ir até o rei ou até Mason. Mason, estava planejando fugir pra não lidar com o casamento. o rei ja se encontrava em crise, como ele iria lidar com aquilo, como aquilo foi acontecer logo com eles? ele passava a mão sobre seus cabelos, sua esposa por sua vez implorava para que ele não fizesse nada a nenhum dos dois garotos.

A situação no palácio não era uma da melhores e olha que ja passaram por coisas diferentes e ao ver, aquilo era novo pra se enfrentar, ainda mais dentro da monarquia a ser seguida, mason era o segundo na linha de sucessão, o que iria acontecer naquele país se Mason casasse com outro homem? Aqueles pensamentos rondavam a cabeça do rei como se ele fosse explodir, ele amava seu filho mais do qualquer coisa e estaria disposto, mas não sabe se iria continuar seu reinado se aquilo fosse um escândalo grande.

Declan por sua vez, andava tanto em círculos na sala que poderia abrir um buraco, seu pai tinha ido conversar com o pai de Mason, talvez daria certo ou talvez Declan nunca mais pudesse pisar naquele país.

Já Mason, escreveu uma carta pedindo desculpas e disse que Declan saberia onde encontrá-lo. Ele saiu de casa num silêncio que sequer os guardas o viram passar ali pelos fundos, ele desceu até onde se encontraram na noite passada e ficou por ali, esperando, ele sabia que Declan iria até lá por ele, mesmo que eles não pudessem ficar juntos.

[...]


Todo mundo estava apreensivo, ja fazia um longo tempo que os reis conversavam e também Mason não aparecia. Talia decidiu ir atrás e encontrou somente a carta já em cima da cama, a mulher sentiu a alma, espírito, ar e tudo que pudesse sair de seu corpo.


mais que depressa correu até onde o reis estavam junto com Declan e entregou a carta, de certa forma todos pensavam que Mason estava a uma grande distância deles, numa hora dessas. Talia não sabia se mandava Declan ir atrás, se ouvia a discussão que havia se iniciado ou se acalmava todo mundo ali, mesmo estando nervosa juntamente com todos.

apenas respirou fundo e gritou pedindo por silêncio, parecia que os três homens ali iria morrer a qualquer minuto, a cena era engraçada se o momento não fosse preocupante.

Declan saiu sem antes mesmo Talia disser algo, ela gostou, afinal toda hora mandava alguém ir atrás ou fazer algo, pelo menos ele tinha atitude. Ela não sabia a conversa que os três tinham tido antes, mas de certa forma a situação estava controlada e tudo estava bom.

Declan encontrou mason, após uma curta caminhada, até o lugar da noite anterior. o mesmo se encontrava sentado, era engraçado de ver, ele carregava uma coberta consigo e declan deixou um riso escapar ao sentar do seu lado.

— é pra mim não morrer de frio! — mason disse na defensiva e declan pode rir mais ainda e segurou em sua mão, acariciando a mesma. — eu achei que você tinha me deixado.

mason disse cabisbaixo e suspirou, com medo do que viria a seguir.

— a Talia sabe sobre a gente... — um longo suspiro saiu entre seus lábios. — mas ela disse que é errado e que eu preciso te esquecer, e ela me diz como me sentir em relação a nós dois. eu me senti tão sozinho depois daquela conversa e você não me disse mais nada. 

Mason estava se sentindo o ser mais pequeno e sensível de todo o universo, como alguém poderia mandar em seus sentimentos ou como ele devia reagir aquilo, acho que chorando era a melhor opção.

O de olhos claros observou tudo e ouviu tudo com atenção, ele chamou por Mason e se ajoelhou em sua frente, ainda mantendo suas mãos firmes segurando as do garoto.

— Case-se comigo e não precisa ter medo de nada, esse amor pode ser difícil, mas ele é real. você não precisa mais se sentir sozinho, eu te amo e só isso importa, o seu pai ja sabe de tudo. só basta você dizer sim e vamos poder ficar juntos!

Declan disse tudo rápido, mas de forma que Mason entendesse tudo. 
Mason, estava em choque, como que o pai dele havia permitido tudo aquilo, sendo que era contra as regras dele.
Ele apenas disse sim, animadamente, ele confiava em Declan e se ele disse que poderiam ficar juntos eles iriam ficar.

Mason, soltou a coberta e segurou o rosto de Declan, o tomando para um beijo calmo, o mais velho retribuiu ao beijo e levou a mão até a cintura de mason, o acariciando, logo após intensificar o beijo que não demorou a ser quebrado.

— sim, um milhão de vezes sim! eu quero me casar com você! — mason disse mais uma vez e selou os lábios de Declan outra vez, afastando minimamente antes de sorrir aliviado e saber que Declan foi a melhor coisa de sua vida e que seus pais os aceitaram. 



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...