História Love u Baby - Capítulo 24


Escrita por:

Visualizações 49
Palavras 625
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Crossover, Drama (Tragédia), Famí­lia, Romance e Novela, Shoujo (Romântico)
Avisos: Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


sou a melhor pessoa do mundo....
Não mesmo

Capítulo 24 - Lee Dong Wook (ator)


Fanfic / Fanfiction Love u Baby - Capítulo 24 - Lee Dong Wook (ator)

Não é fácil namorar um idol dos dramas coreanos. Ainda mais quando você trabalha como staff e ele se chama Dong Wook ou como eu o conheci por ser o ceifeiro mais gato que conheci nas telas coreanas. Começamos a nos conhecer na época do drama e não demorou de muito para ele me pedir em namoro.

E agora eu estou aqui esperando ele sair das filmagens para tirar o make e deixar ele em paz o restante do dia:

- Oi... – ele surgiu do nada dando aquele sorriso de quebrar coração. – Demorei muito?

- Mais ou menos. – falei a ele mandando logo ele se sentar. – Como foi a filmagem?

- Ótima. – ele segurava minha cintura com um dos braços e circulava seu polegar por debaixo da minha blusa. – Podemos jantar hoje.

- Pode ser. – respondi distraída, passando o algodão pela extensão do rosto. - Fecha os olhos. – ele obedeceu, mas me apertou ainda mais em seu braço. – Pode me soltar?

Ele abriu os olhos me encarando e sorriu minimamente e negou voltando a fechar os olhos. – Não consigo discutir com esse cara, é impossível. – Continuei limpando o rosto dele e depois de ter terminado, ele fez seus próprios cuidados. – Deu uma retocada na minha maquiagem para seguir ao meu próximo trabalho. – Eu não sou uma staff oficiam do Lee Dong Wook, mas sempre que a dele se ausenta, o Manager dele me liga. – Essa é minha segunda vez. E tomara que seja a última.

Olhei ele pelo reflexo do espelho, ele está com o celular em mãos, bem provável que esteja falando com o amigo dele, parceiro de gravação se pudessem, seriam irmãos de sangue. – Mas voltando, vejo a tela do meu célula brilhar, olho as notificações e adivinha, meu outro emprego me aguarda. E sim esse é o verdadeiro, irei acompanhar o grupo para qual eu trabalho. O que não preocupa muito o Wook. Mas ele nem sabe que eu mudei de grupo e de empresa, até hoje:

- Eu tenho ir. – avisei tendo atenção dele. – Não vou poder jantar com você hoje.

- Posso saber o motivo. – ele cruzou os braços sobre o peito.

- Vou passar o dia todo com os meninos. Eles estão hoje com agenda lotada e o manager vai precisar de ajuda. – arrumei todos meus materiais e estava terminado de confirmar minha saída:

- O NCT Dream está com agenda lotada de quê? – ele citou o antigo grupo.

- Na verdade oppa... – eu fui onde ele toda meiga. – Eu mudei de empresa. – ele ficou pensativo.

- Porque se mudou? – ele ficou sério.

- Isso não vem ao acaso. - nem eu sei, só pedi uma indicação e deu certo. – O que importa é que não vou poder ficar substituído a Jaehi-shi.

- Posso saber qual é? – ele perguntou mais calmo.

- BTS. – me preparo para o tiro, porque eu vivia falando pra ele sobre os membros que acho mais bonitos e qual eu pegaria se desse mole, isso foi antes de namorarmos.

- Calma. – ele me tocou, passou a mão por meu rosto, beijou meus lábios e me deu aquele olhar calmo, que dá medo. – Se você ousar em ter pensamentos impuros com algum deles, especialmente Yoongi e Taehyung. Se considera um garota sem namorado. – traduzindo isso tudo da maneira assustadora.

- Entendi paixão. – beijei ele e sorri. – Caso eu pense em pegar algum deles de maneira romântica. Principalmente o Yoongi e Taehyung. Serei morta, entendi tudinho. – aprofundei aquele beijo, mordendo seus lábios no final. – Te amo Wook.

- Te amo mais. – ele me apertou no abraço e suspirou próximo do meu pescoço. – Vou te levar até lá.

Ele só segurou meu pulso e me arrastou no corredor até o carro que me levaria, no propósito o dele.


Notas Finais


amei... Quero apoio


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...