História Love vs Money - Capítulo 2


Escrita por:

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS), Big Bang
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Personagens Originais, Rap Monster, Suga, Taeyang, V
Tags Bangtanboys, Bts, Jikook, Jimin, Jungkook, Mpreg, Namjin, Taeyoonseok, Yaoi
Visualizações 66
Palavras 680
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Famí­lia, Lemon, Shoujo (Romântico), Universo Alternativo, Yaoi (Gay)
Avisos: Bissexualidade, Gravidez Masculina (MPreg), Homossexualidade, Insinuação de sexo, Nudez, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 2 - Jeon Jungkook


[ ¤_¤ ]

"Jimin, você viu Taehyung?" perguntou Yoongi assim que me viu, ele parecia preocupado com seu sumiço.

"Ele deve estar naquela casa grande, falando com aquele garoto do qual ele fica vinte e quatro horas suspirando de paixão" me senti um poeta depois disso, me aguentei um pouco para não dar risada.

Mas uma carinha triste é formada no rosto de Yoongi, ele se apaixonou pelo Taehyung mas o mesmo está de olho em outro. Eu fico triste por ele.

"Quantos reais conseguiu?" perguntou, mudando de assunto.

"Até que consegui bastante" digo sorridente assim que vi as notas de grande valor em minhas mãos, hoje eu fiquei cuidando de alguns carros no estacionamento e agora estou vendendo umas balinhas quando o farol não permite a passagem dos carros.

Yoongi e Taehyung passam pela mesma coisa que eu, eles vivem bem perto de casa e são meus únicos amigos.

"Acho que hoje teremos carne ou frango para comermos" digo sorridente, nossa já faz muito tempo que eu não coloco um pedacinho de frango ou carne em minha boca.

"Que bom! Acho que eu e Taehyung teremos a mesma coisa" disse observando a quantidade de notas e moedas que há em sua mão.

Ao contrário de mim, Taehyung e Yoongi não tem mãe e nem pai -apesar que eu também não tenho um pai-, os dois fugiram do orfanato quando tinhas dezessete anos, mas agora eles tem a mesma idade que eu.

"Jimin" ouço a voz do meu irmão me chamando, me viro para trás e vejo o mesmo sorrindo animado "me siga."

"O que você está aprontando?" pergunto já prevendo que coisa boa é que não é.

"Dá pra' confiar em mim pelo menos uma vez na sua vida?" disse batendo o pé, apenas bufo e me despeço de Yoongi, seguindo Jisang para sei lá aonde.

Depois de mais ou menos 15min andando, chegamos a uma enorme casa, ou melhor uma mansão.

Jisang me puxa pela mão e aponta para um homem de terno que lia um jornal sentado em sua poltrona.

"Quem é ele?" pergunto um tanto curioso.

"Ele é o viúvo que eu lhe disse" falou simples "o nome dele é Jeon Jungkook, bonito não?" perguntou o óbvio.

Apesar de estarmos atrás de um arbusto, a distância não é tão grande, dá para ver seu rosto que com certeza foi perfeitamente esculpido, seus cabelos negros só ressaltaram seus olhos negros como aquelas noites escuras, poderia ficar aqui para sempre, só admirando sua beleza de 'longe'.

"Acho que você nem precisa me responder" disse rindo da minha cara "Viu? Você daria certo com esse cara."

"Não" nego com a cabeça "uma coisa é achá-lo bonito, outro é gostar ao ponto de querer me casar com ele."

"Então você confessa que ele é bonito?" perguntou com os olhos arregalados. Dou mais um olhada e lhe dou os ombros, dizendo: "Ele é bonitinho!" só essas palavras fizeram Jisang gritar de empolgação, na mesma hora uma criança aparece no portão observando a rua.

Antes que o olhar do pequeno batesse em nós, eu puxo Jisang para se sentar, pois desse modo o arbusto não nos revelariam.

"O que houve, filho?" ouço a voz daquele homem, por conta da pequena distância.

Acabo me arriscando a me levantar um pouco, para ver o que está acontecendo.

"Pensei ter ouvido alguém gritando, papa" disse ainda olhando para todos os lados.

"Acho que talvez tenha sido apenas impressão sua" ufa, eles não desconfiaram de ninguém os observando. "venha, vamos entrar em casa."

Esse tal de Jungkook apoia a mão nas costas da criança, que adentrou a casa mancando.

"Seu louco" digo assim que vejo que já estar seguro conversar com ele "Por que gritou?"

"Porque você sentiu atração pelo moço" disse ainda pulando de animação. "esse é o primeiro sinal de uma pessoa que está preste a se apaixonar."

Reviro os olhos e o puxo para voltarmos a nossa casa, perdi uma boa parte do tempo vindo aqui com Jisang e observando o cara. Eu poderia estar conseguindo mais dinheiro do que já consegui hoje, mas por culpa dele só teremos isso por enquanto.

Ainda bem que esse é o suficiente para comprar um frango ou uma carne para a nossa mãe fazer.

[ ¤_¤ ]




Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...