1. Spirit Fanfics >
  2. Love You-Soah >
  3. 007- A Casa Do Noah

História Love You-Soah - Capítulo 8


Escrita por:


Capítulo 8 - 007- A Casa Do Noah


Sadie On

Já era quase oito horas da noite e eu estava exausta, estava sentada em uma mesa, e Noah estava ao meu lado. 

-O show já vai terminar, eu acho melhor eu já chamar um Uber. E ele poderia te deixar em casa, acho que você não vai achar o Caleb muito cedo nessa multidão. 

-Você tem razão, mas eu VOU pagar o Uber!

-Nada disso! Eu tou convidando eu pago! 

-Claro que não No....- Antes que eu terminasse a frase, o meu celular toca, eu tiro o celular do bolso e atendo a ligação que era da minha mãe, ela já devia estar preocupada. 

Ligação On

Sadie: Oi mãe

Mãe da Sadie: Filha, aconteça o que acontecer, não volte para casa hoje! Por favor Sadie!- Parece que ela estava chorando-

Sadie: Mãe? Você tá chorando? O que aconteceu? Porque não posso voltar pra casa hoje mãe?

Mãe da Sadie: O seu pai voltou de viagem bebâdo como sempre, ele está xingando todo mundo aqui em casa. Se ele sonhar que você foi para um show ele vai ficar muito bravo! Você sabe bem como ele é. Só por favor filha, não volta hoje! Volta amanhã que ele vai tar descansado, ele vai estar sóbrio! Você sabe as coisas que ele já fez quando estava assim! Pela a sua segurança: NÃO. VOLTE. PARA. CASA. HOJE! Dorme da casa da Millie ou do Caleb, só esteja em segurança! 

Sadie: Mais e você e os meus irmãos?- Falo deixando algumas lágrimas em meu rosto. 

Mãe da Sadie: Nós vamos ficar bem! Nós sempre ficamos! Não tem razões pra ele ficar muito nervoso a não além de você ter saído de casa. Agora eu preciso falar com os seus irmãos Sadie, eu te amo! Depois te ligo pra ver se está bem. 

Sadie:  Por favor mãe, não esqueça de me ligar, eu vou ficar bem! Prometo!- Eu faço um promessa, não sabendo se eu poderia cumprir!-Eu também te amo muito! 

Ligação Off

Quando desligo, percebo que Noah estava olhando pra mim com um expressão preocupada. Ele levou as maos até meu rosto, e começou a enxugar as minhas lágrimas. 

-O que aconteceu? Sua mãe está bem? 

-Por enquanto sim, mas não sei o que meu pai pode fazer com ela, ele está bebâdo!- Falo em meio de lágrimas- Eu não posso voltar pra casa hoje, por segurança Noah!

-Por segurança?

-Se meu pai souber que eu fui em um show, ele pode fazer coisas terríveis, ele pode me bater por causa disso, ou bater na minha mãe Noah! Na minha mãe! 

-Ele já fez isso???- Ele pergunta intrigado, e eu apenas balancei a cabeça dizendo “sim”. 

-Como pode existir alguém tão...tão....- Vi ele apertar o seu punho, ele realmente estava com raiva das atitudes do meu pai. 

-Desculpa Ruivinha. Por mais que ele faça essas coisas ruins, ele é seu pai! 

-Tudo bem, eu sei que ele é um babaca, ele bate na gente! Nos próprios filhos e na esposa. 

Ele se levantou da cadeira, e me abraçou. Foi um abraço que eu me senti tão segura, foi como se nada de ruim iria mais acontecer, ele estava aqui comigo! 

-Vai ficar tudo bem! Eu prometo!- Suas mãos afundadas nos meus cabelos ruivos ele acariciava os mesmos. Aquele abraço foi meu Porto Seguro, eu realmente senti que iria ficar tudo bem!

Nos separamos do abraço, e logo uma nova preocupação veio em minha mente “onde que eu vou passar a noite?”, não vi nenhum sinal da Millie, e não faço a mínima ideia de onde está Caleb! O que eu vou fazer? Prometi a minha mãe que ficaria segura! 

-Você quer passar a noite na minha casa? Eu quero muito te ajudar!

-Na sua casa? Mais isso não seria estranho? 

-Seria, mais nos somos apenas amigos, é como se você fosse para a casa do Caleb. 

-Mas tipo, e o seus pais? Eles não vão achar estran...

-Eles não vão nem saber, estão viajando. E a minha irmã não vai dormir em casa hoje. 

-Não sei não, e se e...

-Aceita Ruivinha! Você não tem outro lugar melhor para ficar. Ou tem? 

-Você tem razão! Eu não tenho! -(também seria difícil achar um lugar melhor do que a casa do Noah haha)- Então eu vou para a sua casa! 

-Partiu! Eu vou chamar um carro!- Ele sorri, e eu dou um sorriso fraco, ainda triste pelo o que estava acontecendo. 

No carro a viagem inteira o Noah foi cantando as músicas que tocava no rádio! Foi muito engraçado, ele cantava, dançava, dublava, fazia cócegas em mim, o motorista ficou pensando que ele era doido! Ele fazia de tudo só pra arrancar um sorriso meu, e ele conseguiu, fiquei bem mais sorridente depois daquilo. Ele tava fazendo de tudo por mim! Isso tava ficando muito fofo! 

-Posso te fazer de travesseiro?- Pergunto em meio de gargalhadas. 

-Claro, senhorita Sink Ruivinha- Ele me da um sorriso e se acomoda no banco de trás. 

Eu deitei, e coloquei a minha cabeça no seu colo, ele começou a fazer carinho nos meus cabelos, ele fitava os olhos em mim, e as vezes quando eu ia olhá-lo, nossos olhares se encontravam, e eu corava. 

Sadie Off

Noah On

Chegamos na minha casa, paguei o Uber e entrei em casa, verificando se todos já haviam saído. A Ruivinha ficou esperando do lado lado de fora. 

-Pode entrar, eles já foram!- Ela entra, e subimos até o segundo andar da casa, apesar de ter dois andares, eu tinha uma casa bem simples. 

-Como você não trouxe nada, eu peguei essa roupa minha para você! Eu até pegaria da minha irmã, mas, o quarto dela fica trancado quando ela sai.- Falo entregando a roupa a ela. Era uma blusa branca da Adidas, e um calção, aqueles de jogar futebol. 

-Isso vai ficar imenso em mim!- Ela abre um sorriso, pega a roupa, e vai em direção ao banheiro- Muito obrigada Nozi!- Por mais que ela não esteja me vendo, eu retribui o sorriso. 

Eu também fui tomar banho, quando voltei, a Sadie já estava no quarto, e realmente a roupa era 3X maior que ela. Mas tinha ficado até bom! Como ela consegue ser bonita até assim?

-Ficou um POUCO grande, mas por hoje tudo bem- Ela da um breve sorriso olhando para mim. 

A Ruiva estava sentada no canto da minha cama, eu estava na porta da minha suíte, ainda com o cabelo molhado. (Mas já estava de roupa). 

-Eu acho que ficou ótimo Ruivinha! Voce continua linda!- Deixei escapar e percebi que ela corou. 

Dou um sorriso e me sento do lado da mesma. 

-O que quer fazer agora? Ainda está cedo, ainda são 21:00.- Pergunto.

-Podíamos assistir um filme?

-Gostei, então pode pegar o meu computador, e escolher alguma coisa na Netflix. Eu vou buscar um saco de dormir para mim. 

-Como assim Noah?

-Eu vou colocar um saco de dormir, do lado da cama. O nosso colchão reserva fica no quarto da Chloe que está trancado. Aí você dorme na minha cam...

-Claro que não Noah! 

-Quer que eu durma na sala? Pode ser também! Lá tem o sofá...

-Noah não, eu sou a visita. Você dorme na sua cama e eu no chão! 

-Sadie Sink, para de ser teimosa!

-Noah Schnapp, me obedece!

-Você não vai parar de insistir não é mesmo?

-É!

-Então vamos jogar pedra, papel, tesoura. Quem ganhar dorme na cama!- Eu sugiro.

-Fechado!

Nos jogamos e eu venço. 

-Agora eu vou buscar o saco de dormir!- Ela fala saindo do meu quarto e eu seguro o seu pulso. 

-Sadie você não vai fazer isso, vamos nos dois dormir na cama então!- Falei um pouco envergonhado- Ela é um pouco maior do que a cama de solteiro! E assim ninguém dorme no chão. 

Ela me pareceu um pouco pensativa, mas concordou. Nós nos deitamos na cama e... olha que cabia mesmo! Era um pouco apertado, sem espaço, ficamos a centímetros de distância. Eu abri a Netflix e a Sadie escolheu o que iríamos assistir. “Para Todos os Garotos Que Já Amei”, eu gostei da escolha, nunca tinha visto o filme. 

Estávamos abraçados, meus braços a envolvia. Ela estava com a cabeça apoiada em meu peito, estava passando um cena (link nas notas abaixo), que tem tipo uma declaração de amor. Eu acabei tirando os olhos em Sadie, sem querer, imaginava tudo aquilo acontecendo entre nós. Eu sorria enquanto a olhava, quando eu senti.............. borboletas no estômago? Pera! Eu senti borboletas no estômago? Será que eu tou apaixon...? Não pode ser!!! Sadie é só minha amiga! 


Notas Finais


Vou trazer capítulos toda terça e quinta 😊


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...