História Love Yourself - Imagine Jeon Jungkook - Capítulo 4


Escrita por:

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens Jeon Jeongguk (Jungkook), Jung Hoseok (J-Hope), Kim Namjoon (RM)
Visualizações 104
Palavras 781
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Hentai, Romance e Novela, Shoujo (Romântico)

Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


💫🕊️

Capítulo 4 - IV


Fanfic / Fanfiction Love Yourself - Imagine Jeon Jungkook - Capítulo 4 - IV

'' Você brilha nessa escuridão, isso é o efeito borboleta.

Seus toques de luz, eu vou esquecer a realidade só uma vez. ''

 Butterfly.


Sem muito o que falar ,ficamos alguns minutos nós encarando e rindo daquela situação constrangedora. 


– Então, como vão as coisas com a sua namorada , Lílian? – Nem lembrava se tinha perguntado isso. – Nunca mais os vi na praça. Fiquei preocupada de ter acontecido algo entre vocês dois, vi que ela não gostou nada de mim. – Ri. 


– Vai bem , eu acho. Faz tempo mesmo.. Bom , ela viajou com a família a negócios.. Daqui duas semanas volta. – Sorriu envergonhado. A todo tempo Jungkook desviava o olhar, e seu sorriso era tão vergonhoso quando me via. 


– Ah, que bom que não aconteceu nada. Eu já vou indo ,não quero te atrapalhar. – Olhou em seu relógio. 


– Ah não ,por favor.. Acabamos de nós reencontrar. Está ocupada? 


– Quem eu? – Não ,sua anta. – Ah.. não eu peguei uns dias de folga. Só to passeando por Seoul , faço isso nas horas vagas. 


– Bem.. – Coçou a nuca. – Eu tenho terapia agora.. Você quer me acompanhar? Eu adoraria ter alguém comigo. – Desviou o olhar novamente. Eu sentia um friozinho quando olhava em seus olhos, mais é só vergonha. 


– E - e - eu? Sério? – Sorriu. – Não vai se incomodar? 


– Se incomodar com sua presença? Jamais. Vem ,por favor.. 


– Posso? – Segurou atrás da cadeira de rodas. Sorri com seu ato. Lilian nunca fazia isso , sempre mexia no celular, enquanto eu empurrava as rodas, até lá em cima nos andares que havia as sessões de terapia. Entramos e (s/n) ficou super encantada com a clínica particular. E eu abria um sorriso que não aparecia há tempos..


– Uuhh, aqui é bem legal. – Olhava ao redor. – Muito legal! – Chegamos, parando de frente à um elevador.


– 6° andar ,por favor. – Pedi, não demorou muito para o elevador descer e a garota mover minha cadeira para dentro. O elevador estava meio lento e o silêncio, predominante entre nós dois.


– (s/n).. – chamei sua atenção que logo me recebeu com um sorrisinho doce. – Sobre aquele dia.. Lilian não queria arrumar confusão. É que os pais dela estão em um longo processo de divórcio.. É por isso que ela é tão nervosa. 


– Ow.. Tudo bem! Já passei por algo parecido. Pra mim foi fácil, porque eu não queria ver meus pais juntos.. Sei que parece ser bem " destruidor ", um filho falar isso, mais tenho motivos profundos. 


– Entendo... É difícil demais encarar essa situação. 


– E seu pai Jungkook? – O rapaz Suspirou.  – Seus pais moram juntos? 

Meu erro era sempre tocar em assuntos de família. Mas esse assunto era o qual eu Sempre gostava de conversar.. De saber de como a família ia. Eu carregava isso comigo, além de não ter uma infância decente, meus pais viviam brigando. 


– Ele morreu.. No acidente de carro, estavamos voltando para casa em uma noite chuvosa e um carro fez com que a gente perdesse o controle. Foi tudo muito rápido... Não sei como espei, mas meu pai nem teve a chance de ir para o. hospital vivo.. – Fitou o chão. 

Levei as mãos até a boca. Aquilo doeu em mim ,porque eu via um rapaz tão bonito e sem esperanças.. 


– Desculpa tocar no assunto, não foi minha intenção... – Levei minha mão até a sua e senti o mesmo retribuir, apertando seus dedos na palma da minha mão. Notando - se um sorriso lindo. Seus olhos foram de encontro com os meus e minhas pernas perderam as forças. 


– Tudo bem.. Só queria ter ido junto...  – Ditou entre um sussurro. 

Seu rosto era divino. Cada detalhe, seu maxilar bem desenhado. Seu cabelo um pouco caído e bagunçado. Seu toque.. Por que meus pensamentos estavam tão elevados assim? 


– A vida é mais que isso Jungkook.. Não é porque está em uma cadeira de rodas que seus sonhos morreram. Não é porque está em uma cadeira de rodas que seus amigos deixaram de te amar.. Se alguém é tão desgraçado assim pra te abandonar e não te amar do jeito que você é , eu jamais faria isso. – Quando já percebemos ,já estávamos no 6° andar. 

– Qual sala devo te levar? 


– Aquela número 3. – Apontou. 

Bati 3 vezes e logo a porta Abriu, revelando um homem alto , cabelos pretos , sorriso sedutor e era lindo. 

– Doutor Seokjin. – Comprimentou Jungkook.


– Jungkook, vejo que trouxe companhia. Entrem ,por favor. 


– Essa é uma amiga , (s/n). (S/n) esse é o Doutor Seokjin , ele cuida das minhas sessões.. E são bastante dolorosas. 

Comprimentei o tal doutor que era bem elegante.


– Vamos começar? Fique à vontade (s/n)! 

Fiquei sentadinha ali , observando o Doutor e Jungkook interagirem. 

O dia só estava começando! 


•°•∆°•°•




Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...