História Loved true (Lucelo) As aventuras de Poliana - Capítulo 3


Escrita por:

Postado
Categorias Histórias Originais
Tags As Aventuras De Poliana, Lucelo, Poliana
Visualizações 198
Palavras 1.305
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Comédia, Drama (Tragédia), Famí­lia, Ficção, Ficção Adolescente, Mistério, Musical (Songfic), Romance e Novela
Avisos: Adultério, Álcool, Bissexualidade, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas do Autor


Boa leitura 📖

Capítulo 3 - O novo galã


–Você? - Ela estava mesmo surpresa

–Eu.. - Marcelo estava pálido. Ele via sua mente responder em modo automático e não era bem isso o que planejaram –Mundo pequeno. Quem diria que a Luísa D'Avilla de agora é a mesma de muito tempo atrás

– Pois é. - Ela sorriu– Marcelo, podemos conversar depois? - Ela encarou a porta - Não quero me atrasar pra próxima aula - Luísa também estava se sentindo deslocada, ela não esperava aquilo e rezava que um pouco mais de tempo pudesse clarear sua mente e ajudá-la a saber o que fazer

Ao mesmo tempo, Luísa quería ficar ali e que não parecesse tão idiota na frente dele como tinha certeza que era o que estava acontecendo

–Ah claro, acho que não temos muitas aulas em comum mas,, espero - Ele deu de ombros e riu

– Oi! - Claudia chegou ao lado deles, mesmo com Joana tentando puxá-la. - Então, você é o famoso Marcelo. 

- Famoso eu não sei, mas, Marcelo sou eu – Ele estava envergonhado e Claudia sorria, sorria demais. 

"Não acredito Luísa, você está com ciúmes" Ela recriminou a si mesma, "eu não tenho nem o direito de estar assim" Pensou- " Eu mal o conheço "

- Sou Claudia- Ela ouviu a amiga apresentar- se e beijar o rosto dele

- Prazer. - Marcelo já parecia à vontade. Esse era o efeito de Claudia, embora estivesse odiando essa característica expansiva da amiga no momento

- Claudia, a gente precisa ir - interveio Luísa- você sabe que o Salvador é um inferno

- Nos vemos depois- Marcelo entendeu a deixa e saiu da sala

Claudia, Joana e Luísa correram, mas é claro, atrasaram-se e o professor não as deixou entrar, e as três pararam na coordenação. 

- Ótimo- Luísa reclamou – Bela maneira de começar o primeiro dia. Obrigada Clau

-Luísa eu te amo. Mas o Marcelo valeu uma advertência

-Claudia deixa de ser atirada - Luísa queria rir, mas algo a estava incomodando. 

- Ai amiga, calma. - Claudia parecia não entender a gravidade da situação. 

– Não vai adiantar tentar explicar pra ela- Joana era a mais conformada das três

- Isso que ela não tem um pai como seu Manoel - Luísa estava nervosa

- Ai Claudia.. - Suspira Joana

– Luísa o que estás a fazer aqui? - Durval, o irmão deixava a sala da diretoria. 

- Cheguei atrasada na aula. - Luísa sabia que o irmão não gostaria nada disso – E você? - Rebateu

- Tornei - me representante de classe. Já você, desculpe a curiosidade, mas sabes que há dois avisos... 

- Durval. Você não é meu pai! - Finalizou Luísa

O irmão cumprimentou as outras presentes com a cabeça e retornou à sua sala. 

- Seu irmão é Mal-humorado. Desde sempre - Comentou Joana

- Ele é um saco, sempre parece que comeu e não gostou - Claudia ergueu a cabeça como se estivesse ofendida. 

- Ele sempre foi assim não sei o que te espanta, - Luísa parecia longe dali

- Ela gosta de implicar - Diz Joana sorrindo, tinha certeza que Claudia era apaixonada por Durval, embora não admitisse e Luísa também não percebera nada. 

– Ela não tem um Manoel D'Avilla como pai e o Durval como irmão - Luísa estava chateada

- Quer que eu fale com ele? - Claudia pensou um pouco- Quer dizer, seu pai? Seu irmão, olha, fico feliz em não ser você

-Não vai adiantar- Luísa ficou pensativa

- Meninas, podem entrar - Arlete, a Secretária da Sra. Goulart avisa. 

As três entram caladas e assustadas

- O que as trouxe até aqui? - Ruth pergunta, assim que Luísa lhe entrega o papel? - Violação de regras imprescindíveis? - Ela espera um instante- Luísa? 

- Bom, nós chegamos atrasadas à aula do Professor Salvador e ele nos mandou para cá - Luísa explica, nervosa

- Posso saber o que causou o atraso? -Ruth questiona

- Bom, eu... –Começou Luísa

- Eu perdi meu celular e Joana e Luísa ficaram pra me ajudar a procurar.. É... É isso - Salva Claudia. 

Joana e Luísa a olham com gratidão. 

–Bom, creio que a aula já esteja mesmo no fim.. - Diz ela olhando o quadro de aulas - E dar a autorização agora não será necessário- Ela olhou nos olhos de cada uma- Só Espero que não se repita

– Não vai -disseram as três em uníssono


Quando dispensadas, respiraram fundo

- Essa foi por pouco - Comentou Joana

- Luísa! Está tudo bem? - Mais uma vez Marcelo cruza o caminho das três- Fiquei sabendo que você foi mandada pra diretoria

- As notícias correm nessa Ruth Goulart - Claudia diz baixinho

- Ainda mais quando se é o novo galã, carne nova - Se irrita Joana

- Tudo bem- Luísa responde Marcelo - Eu só me atrasei

- Ah fico tranquilo- Marcelo sorriu

O sinal Soa. 

- Qual sua próxima aula? - Luísa se vê perguntando involuntariamente

- Música e a sua? - Ele responde imediatamente- A de vocês, quero dizer

- Música também - Luísa puxou o próprio horário e mesmo tentando disfarçar, sua alegria transparece. 


–Luisa, você pode começar cantando? - Pede Sophie, a professora

– Ah professora! Eu? -Luísa reclama pela vergonha

– Você mesma, vamos venha. - Chamou-a com a mão - Você canta bem, sabe a música e mesmo se não, estamos aqui para aprendermos não? - A professora sorri– Você começa e após alguém lhe acompanha. 

Luísa foi à frente, estava corada, mas assim o fez, obedecendo:

Ainda tenho tantas coisas pra te dizer

E saber.

Você que sempre me ganha

Antes de me perder

Me faz ver.

Ela se soltou,  deixando a vergonha de lado,  e sorri,  aos poucos todos prestam atenção. 

Para sua surpresa quem a acompanha é Marcelo. 

Em cada melodia e letra que eu vou escrever

Tem você.

Sua boca me leva aonde vou me perder


Ele também nervoso,  pega sua mão, e ela permite percebendo que ele também cantava bem e tão somente precisava de um incentivo.  Até que os dois,  começam a cantar tranquilamente. 

Mesmo se não for pra sempre


Volto pra te buscar

Mesmo que eu siga em frente

Um dia vou te levar,

Mas não vá.

Ainda é tudo seu aqui

É tudo seu.


As horas vivem com pressa

Eu ando devagar.

Segredos moram comigo

Eu gosto de contar, pro céu.

A vida inteira é muito pouco só pra começar

Ele a encarava com intensidade e Luísa não conseguia quebrar o contato. Havia algo nele,  que despertava a vontade de ficar ali para sempre. 


Desvendar.

E quando os olhos se esquentam,

Eu perco a direção e a razão.


Mesmo se não for pra sempre

Volto pra te buscar.

Mesmo que eu siga em frente

Um dia vou te levar,

Mas não vá


Ainda é tudo seu aqui,é tudo seu

Ainda é tudo seu aqui,é tudo seu

Ainda é tudo seu aqui,é tudo seu

Ainda é tudo seu aqui,é tudo seu

(....) 

Ainda é tudo seu aqui,é tudo seu

Ainda é tudo seu aqui ,é tudo seu

Ainda é tudo seu aqui,é tudo seu

Ainda é tudo seu aqui, ainda é tudo seu

E sempre vai ser seu.

Ninguém atreveu- se a interromper ou continuar a música. Quando terminaram todos pareciam enlevados e aplaudiram. 

-Muito bom! - Elogiou Sophie - É isso que espero que todos aprendam.  E não sintam vergonha de tentarem. - Obrigada aos dois

- O que foi isso?  - perguntou Claudia - Não sabia que você cantava tão bem! 

– É,  eu não canto tão bem.  Prefiro desenhar

- E eu não sabia que o galãzinho estava ou era tão caidinho por você!  - Joana chegou quase gritando aos lado, chamando atenção de quem estava ao redor. 

- Isso,  faz escândalo!  - Ela puxou Joana - Todo mundo ainda não ouviu

-Desculpa amiga,  o modo como ele te olha... 

– Não seja louca,  ele é apenas um amigo que conheci Há algum tempo

- Amiga você vai ter que explicar isso direito,  esse olhar é de alguém apaixonado.. 

–Não viaja gente- Luísa tenta que as amigas não insistam


Mas,  volhando pra casa,  ela não conseguia deixar de pensar no assunto. 

- Luísa?  Você tá muito longe- Comenta Alice- o que aconteceu? 

– Nada– Ela dispensou- É apenas um mal-estar estar



Notas Finais


.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...