História Lovely - Clace - Capítulo 2


Escrita por:

Postado
Categorias Os Artifícios Das Trevas (The Dark Artifices), Os Instrumentos Mortais, Shadowhunters
Personagens Alexander "Alec" Lightwood, Céline Herondale, Clary Fairchild, Emma Carstairs, Imogen Herondale, Isabelle Lightwood, Jace Herondale, Jem Carstairs, Jocelyn Fairchild, Jonathan Christopher Morgenstern, Julian Blackthorn, Livia Blackthorn, Luke Graymark, Magnus Bane, Mark Blackthorn, Maryse Lightwood, Max Lightwood, Robert Lightwood, Simon Lewis, Stephen Herondale, Valentim Morgenstern
Tags Clace, Malec, Sizzy
Visualizações 134
Palavras 470
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Bishoujo, Comédia, Crossover, Drama (Tragédia), Esporte, Famí­lia, Festa, Ficção Adolescente, Hentai, Literatura Feminina, Romance e Novela, Saga, Shoujo (Romântico), Yaoi (Gay)
Avisos: Adultério, Álcool, Bissexualidade, Cross-dresser, Drogas, Estupro, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo, Spoilers, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Olá!
Tudo bem?
BJ 💗
Espero que gostem!

Capítulo 2 - Prólogo: Pai?


Fanfic / Fanfiction Lovely - Clace - Capítulo 2 - Prólogo: Pai?

Clary Fairchild. Mansão Morgenstern.

3 P.M.

A deus se seu irmão não fosse tão cafageste a ponto de trazer Suzanne para dormir em casa, ela poderia dar um desconto, mas nada a deixava mais envergonhada por ter de escutar gemidos e roncos vindos do quarto ao lado, é claro que uma dama como Clary Fairchild jamais iria sair de seus aposentos para reclamar de barulhos à noite.

Obvio que SIM.

Ela caminhou furiosa pelo corredor seguindo até o quarto de irmão, sua camisola estava com a barra suja por andar da cozinha da casa até o quarto, mas pelo amor do anjo! Seu irmão nunca se tocaria! Haviam damas em casa, e tudo o que elas queriam era um pouco de sossego!

- Jonathan! - Clary bateu na porta uma vez, duas, três. - JONATHAN! - ela gritou e o irmão abriu a porta mostrando o abdômen tanquinho que Clary tapou os olhos para não ver e falar "ECA!" e então ele disse:

- O que quer Clary? - perguntou esfregando os olhos.

- O que eu quero Jonathan?! O que eu quero?! - ela bufa e o irmão revira os olhos. - Eu. Quero. Dormir! - diz ela, e o irmão balança a cabeça concordando, Clary de braços cruzados olha para o irmão.

- OK! OK! - ele joga os braços pro alto desistindo - Vamos dormir agora. -  ele encara a irmã. - Conseguiu o que queria? - Clary abre um sorriso convencido e então assente e se vira para ir em direção ao seu quarto, de longe ela vê i irmão soltar uma risada então a porta de seu quarto se fecha.

****

Primavera. Janeiro de 1850.

Clary não costumava acordar cedo mais aquela manhã parecia o tempo de isso acontecer, a mulher desceu as escadas e encontrou nada mais nada menos que o pai sentado na sala de estar com um copo de whisky na mão, ele levantou o olhar e sorriu para a filha, ela correu e o abraçou.

- Papai! Senti tanta saudade! - diz e abraça mais forte o mais velho, a garota estava realmente feliz em ver o pai, faziam seis semanas desde que viraram-se da última vez.

- Oh querida, também senti sua falta! - diz passando as mãos nos cabelos da filha mais nova, que olhava atentamente - agora fora do abraço do pai - para suas medalhas e a roupa do exército, ela brilhou en escarlate quando viu a última medalha que ele ganhou, por ser um bom parteiro e ter a coragem de ajudar uma mulher no parto. - Onde está Jon? - pergunta e a filha gargalha um pouco.

- Deve estar lá em cima dormindo, como sempre! - diz e eles caminham de braços dados subindo as escadas.

- Conte-me tudo o que aconteceu! Desde o dia em que saí! - diz Valentim e os dois andam, para escada à cima.




Notas Finais


E então?
Continuo?


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...