1. Spirit Fanfics >
  2. Lovely. - Taekook - Vkook. >
  3. Encontra.

História Lovely. - Taekook - Vkook. - Capítulo 14


Escrita por:


Notas do Autor


Esse capitulo é a continuação do outro.
Boa leitura.

Capítulo 14 - Encontra.


Fanfic / Fanfiction Lovely. - Taekook - Vkook. - Capítulo 14 - Encontra.

O vento gelado espantava a maioria dos sinais de vida humana ou animal, e o fato de ser de noite agravava ainda mais esse fato, afinal a maioria queria estar em um ambiente quente e confortável. Mas Jungkook não podia se dar ao luxo disso, não quando tinha Taehyung o chamando em sua cabeça, não quando o pequeno garoto estava em algum lugar longe de sua casa confortável e correndo perigo.  

 O vampiro estava na rua em que Yoongi disse que o carro foi visto pela última vez, a rua que se seguia depois dessa era de barro e pedra do qual levava para uma área mais fechada e florestal, eram poucas pessoas que entravam ali por não ser um ambiente muito aberto e alguns animais selvagens habitarem o lugar, contudo seus instintos o chamavam justamente pra aquela área, e se era Taehyung que o estava chamando não hesitaria em ir até aonde fosse pelo humano, sabia que provavelmente encontraria uma cilada, mas como dito iria até mesmo no inferno por Taehyung. 

Ainda estava escuro mais Taehyung não conseguia dormir, já não tinha sono nenhum e havia uma agitação dentro de si que não o deixava ficar totalmente quieto. Ao menos Jimin estava consigo, nunca havia pensado que o outro vampiro seria um conforto para si, não entendia como ele ainda não havia pedido para o tirarem da posição de cabeça pra baixo, deveria ser bem desconfortável, mas talvez para vampiros aquilo não fosse capaz de os deixar tontos ou desmaiados. Olhando-o podia ver que o Park estava com os olhos fechados, não sabia dizer se estava dormindo ou apenas descansando os olhos.  

O pobre humano já estava fraco, pois fazia quase dois dias que não se alimentava, e todo o desgaste de estar raptado desgastava ainda mais suas energias. Seu braço doía, tanto nos pulsos em que suas mãos estavam amarradas como na mordida que havia levado no braço, no chão havia uma pequena poça de sangue que escorreu, ao menos a tatuagem maluca no braço havia sumido, mas o cheiro e a visão do sangue no chão juntado a fraqueza o deixava com uma certa vertigem, sem contar que estava com vontade de ir no banheiro. Como pra confirmar ainda mais sua situação deteriorante, seu estomago roncou alto. 

-Seu estomago não me deixa dormir. - Jimin dizia ainda de olhos fechados. - Parece que existe um monstro em sua barriga reclamando por um pedaço de carne. 

-E é bem assim que me sinto. - O garoto fez um biquinho, e Jimin abriu os olhos fitando o rostinho pálido do humano. - Além de fome estou com vontade de fazer xixi, acho que vou fazer nas calças. -Mexia as pernas tentando segurar a vontade que sentia. 

-Eu vou chamar alguém para o levar pra fazer suas necessidades, espere aí. - Taehyung assentiu e Jimin começou a gritar. -EIIIII!!! ALGUM IMBECIL AI FORA, VENHA AQUI JÁ! BENEDICT VENHA AQUI, ESTOU CHAMANDO!!! - O vampiro dizia com uma voz estridente, até que a porta foi aberta. 

-Pelos céus Jimin! O que ouve? - Benedict entrava olhando feio para Jimin que apenas ignorou. 

-Taehyung quer fazer suas necessidades humanas, leve ele em algum lugar para se aliviar, afinal o rapaz é humano. - O vampiro apenas olhou de Jimin para Taehyung que já se contorcia. 

-Tudo bem, vou pedir para levarem o garoto. - O vampiro se aproximou de Taehyung e o desamarrou do ferro em que ele estava, deixando-o ainda com as mãos amarradas pelas cordas mas um pouco mais folgado para que ele pudesse usa-las. - Venha menino! 

-Se fizer alguma coisa com ele.... - Jimin o ameaça. 

-Não se preocupe, ele vai voltar são e salvo. - Benedict puxa a corda levando Taehyung para fora da sala aonde ele estava. 

Taehyung como um bom curioso olhava tudo em volta, vendo um lugar bem abandonado com buracos nas paredes e no teto de madeira, não sabia dizer o que era aquele lugar, mas parecia que estava fora de uso a muito tempo. Um frio na espinha correu por seu corpo ao perceber cerca de três sombras existentes ali junto dos olhos vermelhos dos vampiros olhando para si. 

-Greny, leve o garoto até alguma arvore para se aliviar, depois volte com ele. - O vampiro passou a corda para o outro. 

-Como quiser, cherry. - O vampiro que pegou a corda puxou Taehyung um pouco fazendo-o tropeçar já que suas pernas estavam fracas pelo desuso. 

Taehyung não gostou como foi puxado, e não gostou daquele vampiro, mas não estava no direito de falar nada ali já que era um refém. O vampiro o levou pro lado de fora, e o frio que estava no ambiente o acertou em cheio, era pior do que a sala em que estava, e a blusa fina que estava não facilitava em nada, provavelmente pegaria um resfriado pelo sereno e a friagem. 

Vendo que estava distraído o vampiro puxou Taehyung pela corda fazendo-o ir até aonde ele estava, e o menino viu mais dois vampiros andando ao redor do local da construção abandonada. Esperava que Jungkook viesse, mas queria que ele estivesse com reforços, afinal era muitos vampiros, e não queria que ele se machucasse ou se ferisse.  

-Aqui, pode ir naquela arvore. - O vampiro disse soltando a corda, deixando Taehyung se aproximar do local. 

Assim que parou em frente a arvore Taehyung olhou pra trás vendo o vampiro ali o observando, seria difícil fazer aquilo com alguém o olhando, mas não podia mais esperar e fez o que tinha que fazer. Ao virar um pouco a cabeça pode ver que o vampiro ainda estava ali, mas não conseguia se mexer e ir até ele, suas pernas pareciam travadas no lugar, e seu cérebro começava a disparar sinais de alerta em sua mente, então num instinto louco começou a correr. 

Não foi necessário que Taehyung desse nem cinco passos para o vampiro o alcançar o prendendo entre seus braços e o apertando, enquanto o menino se debatia e gritava na tentativa vã de se libertar. Perdendo a paciência inexistente o vampiro o jogou no chão com força. 

-Cale a boca humano! - Ele rosnou olhando furioso para Taehyung que o fitava assustado. - Você não vai conseguir ir a lugar nenhum, então não precisa nem tentar. 

-Por favor.... - Taehyung choramingou, mas de nada adiantou, só fez com que vampiro pegasse no seu braço com força e o puxasse o levantando fazendo com que os dois ficassem bem próximos.  

-Não adianta choramingar rapaz, e pro seu bem fique quietinho. - Ele dizia sorrindo de forma macabra como um perverso, fazendo Taehyung se assustar ainda mais. - Seu gosto pode até ser ruim, mas você é bastante cheiroso e atraente também, quando Jungkook vier mataremos Jimin e venderemos você para um harém, com certeza muitas pessoas dariam uma quantia muito alta pra ter seu corpinho nas mãos. - E para validar o que falou o vampiro desceu suas mãos apertando a bunda de Taehyung, sorrindo ainda mais e aproximando o rosto do pescoço dele. 

-Não...por favor não faça isso. - As lagrimas já preenchiam o rosto de Taehyung, a possibilidade de algo cruel circundando sua mente, não queria aquilo, não queria ser tocado e ter esse vampiro tão perto de si.  

Seus olhos começaram a vagar pela floresta escura em busca de uma saída, um milagre ou qualquer coisa, até que seus olhos se focarem em uma sombra ao longe, e pelo olhar vermelho que a criatura tinha só podia ser um vampiro, mais uma criatura cruel. 

-Acho que vou me dar ao luxo de ser o primeiro á... - Antes que pudesse terminar o que dizia ao seu ouvido, uma faca atravessou o ar chegando na cabeça do vampiro o que o fez cambalear para trás afastando o corpo de si e se virando, enquanto Taehyung ainda tinha as orbes fixas na outra sombra que jogou o objeto. -Mas o que...? - Quando ia pegar a estaca, a sombra veio até o outro vampiro e o fez cair no chão.  

Focando a imagem Taehyung viu o exato momento em que Jungkook virou para si, o coração do outro vampiro em sua mão enquanto na outra estava a cabeça do mesmo desmembrada do corpo. Mas aquele não parecia seu Jungkook, os olhos dele estavam tão vermelhos que brilhavam dominando todo o olho. O dia que começava a nascer iluminava pouco o ambiente, mas era suficiente para ver a pele do Jeon branca como gesso com veias negras ressaltando entre as mãos e o pescoço indo até o rosto circulando a área dos olhos, fora o cabelo negro e as roupas pretas o davam um ar ainda mais obscuro, e se não fosse Jungkook ali, o pobre garoto poderia jurar que estava de frente a um demônio de tão assustador que era a imagem. 

O susto de ver Jungkook daquela forma no entanto não durou nem dez segundo para logo ver mais dois vampiros indo até ele o atacando e o tentando segurar. O transe pareceu finalmente ceder e Taehyung correu para ele, só que antes que pudesse realmente se mover foi puxado para trás por braços gelados, sendo levado para longe de toda a situação, vendo apenas os vampiros atacando Jungkook enquanto ele gritava loucamente o nome do Jeon. 

-TAEHYUNG!!! - Jungkook gritou assim que viu o garoto sendo levado por algum vampiro. 

Aquela situação deixava o Jeon ainda mais possesso, tanto que soltou a espada da bainha que brilhou reluzente a luz do sol e da lua que habitavam ao mesmo tempo o céu que amanhecia. Sem dar tempo ou chance para os outros apunhalou o primeiro no coração e depois cortou o outro no meio. Conseguia sentir o poder da espada em si, o dominando como se fizesse parte do seu próprio corpo, uma sensação de poder e sede de vingança, de justiça.  

Aproveitando da situação usou a espada para apunhalar o coração do primeiro vampiro que matou, assim anularia qualquer chance dele voltar a viver. Com seus sentidos aguçados como nunca ouvia a agitação de passos e falatórios, guardou a espada na bainha e veloz correu na direção em que a movimentação acontecia. 

O lugar era uma espécie de fabrica abandonada, um galpão não muito grande mas que parecia estar caindo aos pedaços. Nem esperou a recepção e arrombou a porta com um chute que a fez quebrar no meio e ir parar longe, e sem nenhuma novidade um grupo pequeno de vampiros já o aguardava todos com estacas nas mãos. Mesmo com a raiva fluindo por todo seu corpo e a sede por mortes se apoderando de si, conseguiu reconhecer o rosto de alguns, um inclusive sendo o de Benedict, que por sinal era o que estava mais afastado de si. Ele era esperto, mas não o suficiente. 

-Vejo que finalmente consegui chamar a sua atenção até aqui milorde! - Benedict dizia se curvando, um sorriso presunçoso adornando seus lábios. 

-Se queria chamar minha atenção para conversar receio que conseguiu da pior forma possível Benedict, poque eu estou aqui é para matar. - O Jeon dizia sério sem nenhum pingo de sarcasmo na voz, na verdade só de ficar falando já o deixava mais irritado ainda, não era alguém de enrolação e sim de ação. 

-Pode parecer estranho, mas meu único objetivo era atrair você, nunca nem passou pelos meus pensamentos fazer mal a ninguém, eu juro.... 

-E aonde eles estão? Aonde está Taehyung e Jimin? - Jungkook trovejou, sua voz fazendo um eco enorme no recinto. 

-Eles estão bem... 

-AQUI!!! - Jimin gritou de algum lugar. - Me tira daqui Jungkook! 

-Viu? Ele está bem, não há com o que se preocupar. - O Jeon deu um passo à frente, porém os outros vampiros reagiram em posições prontas pro ataque, mas ainda sim conseguiu perceber a reação de medo passar pela face de Benedict, e gostou daquilo. - Calma aí Jeon! Como está vendo estou aqui para barganhar, venha comigo desarmado claro e eu os solto, eles vão ficar bem. Meu objetivo é você, e a pessoa que me procurou o deseja vivo, por isso não vamos mata-lo, tem a minha palavra. 

-Solte-os! - A voz de Jungkook novamente ecoou pelo local. 

-Primeiro você vem com a gente, e quando chegarmos ao local eu mando solta-los. 

-Mentira! Eles vão nos matar Jungkook, me tira daqui. - Jimin novamente gritou, fazendo Benedict revirar os olhos. 

-Desejo vê-los. Agora!  

-Tudo bem, abram a porta pra ele e deixe ele os ver. - Benedict ditou para um vampiro, este que estava mais perto da porta e acenou a abrindo.  

O vampiro olhou para todos inclusive para Benedict e entrou em uma sala que era um pouco menor, encontrando Jimin pendurado de cabeça para baixo, os olhos já vermelhos, só esperando o momento certo de agir, afinal conhecia o Jeon. Olhando ao redor Jungkook notou uma coisa, Taehyung não estava ali. 

-Cadê ele? AONDE ESTÁ O TAEHYUNG? - Falou rude, sua voz trovejando enquanto olhava ao redor inclusive para Benedict. Farejando o ar pode sentir o cheiro de sangue, e ao se abaixar perto de alguns respingos passou o dedo e colocou na boca, sentindo o gosto de sangue humano, do sangue de Taehyung, aquilo foi o estopim. 

-VOCÊ MENTIU PARA MIM! AONDE ELE ESTÁ? O QUE FIZERAM COM ELE? - O vampiro disse furioso, as veias negras começando a ganhar cor em sua pele pálida novamente, os olhos vermelhos, além das garras afiadas e os dentes pontudos prontos pro massacre. 

-Era para ele está aqui, ele saiu para ir se aliviar, mas daqui a pouco ele estará aqui. - Benedict disse assustado, aquilo não era bom, Jungkook estava muito raivoso, mais do que costumava, aquelas veias negras deixando uma imagem sinistra nele assim como os olhos puro sangue. - Ele já.... 

-MENTIRA! AONDE ELE ESTÁ? EU VOU MATAR TODOS VOCÊS!!!! -  

Sem esperar mais Jungkook sacou sua espada da bainha novamente, mas antes de ir atacar jogou a lâmina brilhante da espada nas correntes de Jimin, soltando seus pés do teto e suas mãos do chão, o libertando completamente.  

Contudo os vampiros inimigos também agiram imediatamente e o empurrou contra a parede fazendo com que largasse a espada, a horda de vampiros voara em cima de si tentando o atacar, enquanto tentava se defender socando alguns e desviando dos golpes de outros. Todavia o Jeon não estava sozinho, não quando Jimin estava ali segurando Markab, apunhalando todo vampiro que aparecia pela frente querendo ir pra cima de si ou do Jeon, a espada era mortal contra os corpos dos inimigos. 

-Chega disso, mate-os! - Um dos vampiros gritou, fazendo com que tentassem matar os dois de verdade dessa vez, ao invés de só os conter. 

Cinco deles conseguiram prender Jungkook o segurando pelos membros enquanto três o açoitavam se preparando para o matar, mas antes que um deles conseguisse o perfurar, Jimin emperrou a espada na cabeça do inimigo empurrando os demais e dando a lamina na mão do Jeon para se defender enquanto ele mesmo usava suas garras e seus instintos para lutar.  

A espada na mão de Jungkook o deixava com uma força sobrenatural, fazendo com que seus gestos fossem certos e preciso em suas vítimas, o dando gloria e poder assim como tinha de ser. 

Quando os que tentaram lhe matar estavam já no chão mortos, Jungkook se virou para a saída vendo Benedict ainda ali parado sem ter movido um único musculo, o vampiro o encarava com os olhos vermelhos vivos, e ao invés de partir para o ataque ele simplesmente deu a volta e correu para longe usando sua velocidade.  

Jungkook iria atrás dele, contudo um vampiro estava prestes a apunhalar Jimin pelas costas, e sem pestanejar cortou o outro ao meio, Jimin quebrando o pescoço do que estava a sua frente do mesmo jeito que o tal vampiro havia feito consigo antes quando o raptou, tendo o Jeon finalizando com a lamina entrando no corpo dele para o matar de vez.  

Os dois vampiros se olharam por instantes, estavam cansados da luta e do poder que a espada demandava das habilidades dele, fora que Jimin estava fraco por ter ficado na mesma posição e ainda não estar alimentado, mas ainda tinham mais o que fazer. 

-Aonde ele está Jimin? 

-Eu não sei, eles o levaram para se aliviar e não voltou. - Jimin se aproximava do Jeon. 

-Merda! Eu vou matar o Benedict! - Usando sua velocidade Jungkook saiu do galpão, olhando para todo lado só vendo floresta ao redor e mais nada. Só que seus instintos novamente o estavam chamando, chamando-o para Taehyung, e por isso se pós a correr aonde achava que era a direção certa. 

Seus olhos capitavam tudo ao redor, sua velocidade era incrível até mesmo para um vampiro, mas seu objetivo era Taehyung, havia o visto e mesmo assim deixou com que fugissem com ele, mas iria encontra-lo. Quanto mais corria mais o Jeon podia distinguir sons, inclusive as batidas de um coração, tão forte que parecia martelar em seu ouvido, fazendo com que cada som fosse sentido no próprio peito, como se o seu próprio coração estivesse no mesmo ritmo. E não só isso mais o som do ar sendo puxado e solto também estava presente, todos aqueles barulhos soava como uma melodia, mas uma melodia triste e desesperada.  

O vampiro ouviu quando passos havia parado, o cheiro de Taehyung agora impregnava o ar, ele estava perto, muito perto, se avançasse mais um pouco o encontraria, mas resolveu parar, seus instintos o mandando ficar mais atento agora. 

-Eu sei que está aí Jeon, saia agora! Revele-se! - Um vampiro gritou. 

Jungkook fez o que ele havia mandado, chegando cautelosamente mais perto, aonde pode ver a imagem de dois vampiro um ao lado do outro no topo de uma pedra em um penhasco, no entanto um deles estava com Taehyung a sua frente, o tendo preso pelo pescoço enquanto a outra mão adornava o topo de sua cabeça pronta para se mover a qualquer momento e quebra o pescoço do garoto em um ato simples mais mortal. E aquilo só fez a irá voltar a habitar o corpo do Jeon o deixando com o mesmo aspecto assombroso das outras vezes. 

Taehyung não podia negar que estava com medo da imagem de Jungkook a sua frente, ele era um mostro de aparência demoníaca, no entanto sabia que ele estava ali por causa de si, ele viera o resgatar e estava ali para o proteger. Então se aquele monstro iria o livrar das garras dos que estavam presas em seu pescoço, ele correria para ele de braços abertos, afinal era Jungkook ali, não havia o que temer em sua presença. 

-Gukk...- Antes que pudesse falar mais o vampiro apertou a mão ainda mais em sua garganta e Taehyung deixou uma lagrima sair de seus olhos. 

Vendo a cena Jungkook soltou um rosnado enfurecido como uma besta, não podiam tocar em Taehyung, muito menos machuca-lo. Deu um passo à frente pronto para atacar, mais o vampiro o reprendeu. 

-Se chegar mais perto eu quebro o pescoço dele. - O alertou, e aquilo fez mais um rosnado sair da garganta do Jeon. - Eu não sei qual a sua ligação com o garoto, mas sei que ele é importante para você, e se quiser que ele vive vamos fazer uma troca. 

-O que quer? - O Jeon perguntou sem muita paciência, seus olhos não saiam da face de Taehyung, capturando cada reação dele, o fazendo ficar transtornado. 

-Me dê a espada e eu largo ele. - O outro que estava ao lado finalmente se prontificou, e Jungkook o reconheceu como um dos que estava na sala antes, provavelmente havia fugido, covarde. 

-Solte-o e eu dou a espada. - O vampiro a tirou da bainha mostrando para os dois, nada era mais importante do que Taehyung, nem mesmo a espada dos anjos. 

-Me entregue a espada e eu o solto. - O vampiro contrapôs. 

-Solte-o e eu... 

-Eu mandei me dar a espada antes que eu quebre o pescoço dele. - O vampiro gritou impaciente. 

Jungkook rosou mais jogou a espada no chão um pouco perto deles, o vampiro então soltou Taehyung que devagar foi descendo da pedra lisa andando em direção a Jungkook. Mas havia um porém, assim que o vampiro pegou a espada na mão, ela o queimou, o fazendo gritar de dor e pegar fogo virando cinzas, ele não era digno. 

-Não!!! - O outro gritou horrorizado. - Você mentiu! 

Em um ato rápido o vampiro avançou até Taehyung que estava na metade do caminho e o puxou para trás, o jogando para longe fazendo com que ele fosse além da extremidade e caísse no abismo, deixando Jungkook em choque ao constatar o que se passava em câmera lenta demais pelos seus olhos. 

-TAEHYUNG! - Jungkook gritou, correndo e se jogando no abismo também, caindo. 

Taehyung viu o exato momento em que Jungkook se jogou atrás de si, e por mais rápido que fosse o momento, sua mente processava tudo de forma ainda mais ligeira. Ele se perguntava porque Jungkook se jogou no abismo, o que ele achava que estava fazendo? Não queria que ele morresse daquela forma, não queria morrer, não queria que aquele fosse o fim de tudo para si, mas se fosse podia dizer que ao menos teve uma boa vida, mesmo que curta. Levantando os braços ele chamava Jungkook, mantendo seu olhar no dele o vendo seu lado sombrio sumir e dar sinal aos seus olhos escuros de cor natural. Esse era o seu Jungkook, ao menos morreria vendo aqueles olhos, os olhos que tanto reconhecia, sentiu uma sensação de deja-vu, como se estivesse vivendo o mesmo momento novamente ao olhar aqueles olhos que já o viu tantas vezes, já chorou por si e o amou profundamente, então sorriu com a sensação de que estava tudo bem. 

Enquanto caia Jungkook vislumbrava a imagem de Taehyung, ele não parecia ter medo, parecia que queria dizer que estava tudo bem, era até confortável olhar para ele correndo tão rapidamente para os braços da morte. Morte... Jungkook não podia deixar que Taehyung morresse, aquele não podia ser o fim, todavia o abismo estava chegando ao final, aonde Jungkook podia ver um rio congelado que os encontraria. Mas aquele não seria o fim, não para o seu humano, não para o garoto do qual trocou a própria vida.  

Usando da gravidade conseguiu alcançar Taehyung e o abraçar apertado mas sem o machucar, encolhendo o corpo dele ao seu para que ficasse protegido do impacto, e mais uma vez estava tudo bem, ele estaria seguro enquanto estivesse em seus braços. 

As pernas do Jeon foram as primeiras a encontrar com a dura superfície do lago congelado o quebrando, tendo todo o impulso que precisava para tentar ao máximo não machucar o corpo de Taehyung que ficou por cima do seu, enquanto penetravam a rachadura do gelo juntos e entravam na agua congelante, todo o corpo do Jeon protegia o de Taehyung como uma concha. 

Ao que afundaram o Jeon rapidamente começou a nadar ainda segurando Taehyung por baixo do lago, a água era escura mas pode ver quando abeiravam o lugar. O vampiro deu um soco por baixo da água e foi fazendo rachaduras até que o gelo estivesse aberto e ele pudesse sair levando Taehyung junto consigo. Colocou primeiro ele na beirada do lago e depois ele próprio foi se arrastando, puxando Taehyung para o mais longe possível de todo aquele gelo. 

-Taehyung! - Jungkook o chamava, mas o garoto estava desacordado. - Taehyung acorde, está tudo bem. - O vampiro dizia o sacudindo. - Por favor acorde. - Mas nada do Kim responder. - Taehyung... 

O desespero novamente tomava conta de Jungkook, ele era apenas um corpo mole que não respondia. Precisava fazer algo, e por isso fez massagem cardíaca e respiração boca a boca, fazendo com que um pouco de água saísse dos pulmões dele enquanto o virava de lado, mas mesmo assim parecia não ser o suficiente, a batida do coração estava fraca. E mais uma vez agiu por impulso fazendo a única coisa que podia pensar em salva-lo, sem medir as próprias consequências do ato. 

Jungkook mordeu a própria mão e a estendeu até a boca de Taehyung dando do seu sangue a ele, afim de que o pacto fizesse mais uma vez seu trabalho e o curasse, juntando a vida e a morte de ambos. 


Notas Finais


Próximo caps nós terminamos essa fase e vamos para outra parte, por isso quero saber a teoria de vocês até aqui.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...