1. Spirit Fanfics >
  2. Lovely >
  3. Capítulo 34

História Lovely - Capítulo 34


Escrita por:


Capítulo 34 - Capítulo 34


No dia seguinte:

Estava no pátio estudando poções enquanto todo mundo me olhava, era óbvio que todos já sabiam quem eu era, agora eu sou o centro das atenções, como um animal em uma gaiola no zoo. 

-Eai Merlin?

Draco se colocou na frente do sol fazendo sombra. 

-Está tapando meu sol garoto.

-Ah me desculpa.

O que? Draco pedindo desculpas? Eu o vejo se desviar e o sol bate em meu rosto outra vez.

-Então... Está estudando?

-Não, estou com o livro aberto porque me apetece.

-Não precisa ser grossa comigo.

-Fale logo o que você quer. Eu quero estudar.

-Eu estava pensando se não podia sair para uma cerveja amanteigada.

-Não estou interessada.

-Iria ser legal, você está sempre com seu namorado sabe-se lá fazendo o que.

-E isso te diz respeito?

-Sabe que estão todos falando sobre você não sabe?

-Já reparei que sim.

-Eu sempre desconfiei porém nunca quis falar nada.

-Ah que legal da sua parte.

-Você nem é uma garota insuportável como as outras não.

-Ai não?

-Não! E é isso que me deixa interessado.

-Que pena, eu prefiro ruivos.

-Isso porque nunca provou um loiro.

-Loiro? Seu cabelo é branco cara... Platinado eu sei lá.

-Por isso mesmo, aposto que iria adorar...

-Não... Continuo nos ruivos.

-Você provavelmente já deve ter ouvido sobre mim, sobre...Você sabe...

-Se é o que eu estou pensando eu nunca ouvi falar não...

-Pode fechar o livro e olhar para mim pelo menos uma vez?

-Hum... Não.

-Você é difícil... Eu gosto disso.

-Para você não sou difícil mas sim algo impossível de ser alcançado.

-Aquele Weasley não tem nada a oferecer a você.

-Tem mais do que você imagina Draco.

-Eu não imagino nada... Quer viver em uma casa pequena com apenas dois quartos?

Eu começo a rir.

-Ai Draco... Você sempre se achando o superior não é?

-Estou sendo realista.

-Eu não preciso de dinheiro, tenho três cofres cheios em Gringots, você não me compra.

-Você... Três cofres?

-Sim...

-Está blefando.

-Eu posso fazer uma tour um dia para você... Felizmente para mim o dinheiro não é o mais importante.

-E então o que é?

-A amizade, o amor, a lealdade, o companheirismo e o carinho.

-Você não precisa disso garota, é a bruxa mais poderosa da atualidade, pode fazer o que quiser e bem lhe apetecer.

-Pois mas eu não quero...

Eu vejo Fred chegando e dou um sorriso. Fred caminha até mim e se senta a meu lado beijando meu pescoço. 

-Oi Malfoy. - fred fala sorrindo beijando meu pescoço.

-Eu não sei se reparou Weasley mas eu estava falando com Lily.

-Pode continuar. - fred coloca seu braço em volta da minha cintura.

-Hum. - draco tosse - Como eu estava falando... - eu o vejo suspirar - pode parar de pegar ela? Isso está me incomodando.

-Ah que pena... - fred ri.

-Como eu estava dizendo Merlin... Talvez um dia podessemos ser amigos, se você der uma chance sabe...

-Minha namorada não está interessada.

-Eu não sei qual é esse interesse repentino em mim Draco... Até parece que alguém está obrigando você a falar comigo.

-Puff... Quem iria me obrigar a fazer isso?

-Eu sei lá, seus pais talvez... Eu soube de fonte segura que seu pai trabalha para quem-nós-sabemos.

-Quem falou isso? Aposto que foi o Potter... Acusações dessas são graves sabia?

-Diga a seu pai para mostrar o antebraço para eu dar uma verificada.

Fred ri.

-Onde está a graça Weasley pobre?

-A graça? Eu encontrei em sua cara.

-Sempre se achando o engraçadão não é? Sua figurinha repetida.

-O nome dele é Fred, não Weasley pobre, nem figurinha repetida, Fred Weasley.

Draco franze o cenho.

-Você é bem capaz de arranjar alguém melhor Merlin.

-Hum? Não... Eu gosto do meu ruivo.

Draco vira as costas e vai embora. Eu e Fred nos olhamos e começamos a rir. 

-Gosta do ruivo não é gatinha?

-É... Digamos que sim.

-O que está fazendo?

-Estudando poções... Vai haver uma prova daqui a alguns dias eu quero estar preparada.

-Nós podíamos fazer outra coisa... O que acha?

-Fred... Eu preciso estudar, além disso eu te dou atenção todos os dias.

-Mas... Eu estou necessitado neste momento.

-Então aguente... Me ajude a estudar vai.

-Mas eu não sou bom aluno lembra? Eu tiro notas medianas... Vou acabar prejudicando você.

-Ah você se esforça.

-Por favor Lily... Vá lá - Fred se aproxima para sussurrar em meu ouvido- eu quero sentir seu corpo no meu.

Eu fico arrepiada. 

-Não faz isso Fred, está me desconcentrando.

-É exatamente o que eu quero... Desconcentrar você.

-Lily?

Eu afasto Fred e me ajeito. 

-Dean. Oi.

-Estou interrompendo?

-Está!

-Fred? Pode falar Dean.

-Então... Eu sinto que fui meio injusto com você sabe...

-Foi um idiota.

-Fred por favor... Pode continuar Dean.

-Me desculpe pelas coisas que eu disse a você, eu não entendia o porquê de você ser desse jeito e agora eu entendo... Eu compreendo se você não quiser desculpar.

-Não... Eu desculpo sim, é sério.

-Que bom - Dean sorri - na verdade eu estava meio com receio de você fazer algo comigo mas eu já entendi que é gente boa. Além disso eu gosto dos seus olhos.

-Você o que? - Fred fala meio irritado

-Eu estou falando daquilo que você faz... Você sabe, mudar seu tom de olhos... É bem maneiro e emocionante.

-Obrigada.

-Simmas tinha razão, você é muito legal.

-Obrigada Dean.

-É sério... Seus olhos são legais, seu cabelo, sua pele.

-Cala boca e vaza antes que eu te quebre. - fred

Eu começo a rir.

-Desculpe, eu esqueci que você era namorado dela, desculpe Fred. - Dean se afasta

-É sério isso? Eu não posso ficar de boa que os caras já querem se aproximar?

-Não se preocupe eu amo meu Weasley.

-Você é muito linda, é sério.

-OH que fofo.

-Se corpo me deixa louco.

-Tabom... Já chega.

Fred ri e me puxa para um beijo. 

-Eu pegar ia você o dia inteiro se pudesse.

-Mas não pode... Se Umbridge nos vê iremos ficar em detenção.

-Que bom... Iria adorar ficar trancado com você em uma sala.

-Você tem a mente muito poluída mesmo não é?

-Você gosta.

-Você é doido.

-E você é gostosa.

-E bonitona...

Eu me viro e vejo George sorrindo. 

-Cara... Qual é a sua? - fred

-Temos de ir buscar mercadoria esqueceu? - george

-Mas agora? - fred

-As caixas estão a nossa espera no corujal, a menos que queira que as balinhas e os chocolates congelem.-george

Fred suspira fundo e me beija se levantando em seguida e seguindo o irmão. 



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...