1. Spirit Fanfics >
  2. Lovely >
  3. Capítulo 35

História Lovely - Capítulo 35


Escrita por:


Notas do Autor


Novo personagem 😳 espero que gostem.

Capítulo 35 - Capítulo 35


Fanfic / Fanfiction Lovely - Capítulo 35 - Capítulo 35

Continuação :

-VEJAM A HERDEIRA DE MERLIN.

Eu viro e vejo Angelina caminhar até mim.

*suspiro*

-Você me enganou bem heim Lily, que segredo estrondoso esse.

-De novo você Angelina?

-Eu nunca pensei, nem nunca sequer pude imaginar que alguém como você pode ser neta de Merlin.

-Me deixa em paz garota.

-Agora percebo o porquê dos gemêos terem tanto interesse em uma simples garota. Sem falar que você é muito rica.

-Como sabe que eu sou rica?

Eu a vejo abrir o jornal do profeta diário.

-Descendência de Merlin viva... A herdeira de Merlin foi descoberta em Hogwart's por Dolores Umbridge, considerada a bruxa mais forte da atualidade a adolescente não tem só poderes mágicos como três cofres em Gringots.

-Cala boca.

-Sem falar que com essa riqueza toda decidiu explorar os pobres.

-O que?

-A família Weasley, como pode você ir para a toca com esse dinheiro todo.

-O dinheiro não é tudo na vida.

-Não me venha com essa treta de conversa. Isso é conversa de gente rica. É claro que o dinheiro é importante Merlin.

-Para mim não é.

-Então o que é? O Fred? Ou o George?

-O George é seu namorado Angelina.

-Não ele não é.

-O que você quer?

-Eu quero que termine com o Fred.

Eu começo a rir.

-Isso não vai acontecer.

-Vai sim, ou você termina com ele ou eu faço você terminar.

-E o que vai fazer?

-Você lembra do Matteo?

-Que Matteo garota?

-Seu primeiro amor.

-O que tem ele?

-Eu soube que ele foi transferido para Hogwart's.

-Idai?

-Idai? Você lembra do sobrenome dele?

-Vai embora Angelina.

-Matteo Riddle. Ele não tinha medo de você, você mentiu... Era você que tinha receio do vossos sentimentos.

-VAI EMBORA.

-Você é muito mentirosa mesmo. Quem diria que o seu primeiro amor fosse filho de você - sabe-quem.

-Matteo faz parte do meu passado, além disso nunca aconteceu nada entre nós.

-Será mesmo?

-Se está assim tão curiosa pergunte ao Fred.

-Como assim?

-A minha primeira vez... Foi com o Fred.

-Mentirosa.

-Pergunte Angelina. Pergunte para o Fred.

-O que está acontecendo aqui?

-Professor Snape... - Angelina sorri.

-O que faz aqui garota? O que faz fora da sala de aula de feitiços?

-Me desculpe professor eu estava... - Snape interrompeu

-Está a conversando em vez de estar estudando. Não tem vergonha de estar importunando sua colega de casa? 

-Eu só estava contente em saber quem Lily era.

-Pare de ser tão falsa senhorita. Eu ouvi bem o que disse a sua colega. Cinquenta pontos irão ser retirados a você. 

Angelina revirar os olhos e vai embora. 

-Professor...

-Eu avisei você não foi Lily?

-Todos estão olhando para mim como se eu fosse uma aberração, algo fora do contexto.

-E você não é?

-Eu sou uma aberração?

-É claro que não, você é diferente, como disse fora do contexto, eles estão se sentindo inferiores.

-Me ajude... Me ajude a lidar com isto tudo.

-Eu não sou seu pai criança.

-Por favor, me ajude a ser forte como o senhor.

Snape me olha levantando sua sombracelha direita. 

-Me ensine professor.

-Seu amigo Potter não falou que eu não sou amigável?

-Eu gosto do senhor, apesar de as vezes ser rude, você sempre fala as coisas certas.

Snape suspira. 

-Tudo bem.... Me siga.

Eu me levanto e o sigo até a sala. 

-Aja com desdém... Não deixe que ninguém a afete.

-Tudo bem...

-E o mais importante, tente manter a calma. Eu estou falando sério.

-Sim... Eu entendi.

-Não bata de frente com Umbridge, não vale a pena, isso irá complicar sua vida.

-Professor?

-Sim?

-O que faço com Malfoy?

-Como assim?

-Eu acho que alguém mandou ele me persuadir... Ele está querendo ser meu amigo...

-Entendo...

-O que o senhor acha?

-Não se preocupe com Draco, ele sairá do seu caminho...

-Como tem tanta certeza professor.

-E aqui é a aula de poções... - McGonagall entra na sala.

Eu vejo um rapaz saído por trás dela me assusto. 

-Professor Snape? Me desculpe interromper, a menina Lily cometeu algum erro? - McGonagall

-Não porque pergunta? - snape

-Lily faz parte da minha casa, eu tenho obrigação em saber. - McGonagall

Eu começo a tremer e olho para o rapaz. Era ele, Olhos castanhos brilhantes, cabelos castanhos encaracolados e um sorriso de galã. 

-Muito bem... Já que está aqui, Riddle está na Sonserina, ele pode ficar com o diretor da sua casa. - McGonagall

-Minerva estou tenho uma conversa com Merlin. - snape

-Ora não deve ser tão importante. - McGonagall

Eu vejo Matteo sorrindo para mim. 

-Lily? Ouviu o que eu disse? - snape

-Me perdooe professor, pode repetir?

-Vocês dois se conhecem? - McGonagall

-Eu conheço muito bem Lily, não é mesmo? - matteo

-Nós... Nós fomos colegas em Beauxbatons...

-Você e o Riddle foram colegas? - snape

-Sim professor... 

-Muito bem, se já conhece Riddle que tal mostrar a escola? - snape

-Professor... 

Eu olho para Snape. 

-Iria ser ótimo, Lily não tem mais aulas hoje. - McGonagall 

-Eu iria adorar. - matteo

-Terminamos depois a nossa conversa Merlin, pode ir. Aproveite e mostre o pátio e os jardins. - snape

-Mas professor... 

-Faça o que eu digo. - snape

-Tudo bem. - eu suspiro e saio da sala com minha bolsa no ombro. 




Notas Finais


Desculpem não estar postando é que nos últimos dias tenho estado muito ocupada. Sorry 😣


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...