1. Spirit Fanfics >
  2. Lovely Alpha- Jikook ABO >
  3. 02- Cherry Tea And Rice Cakes.

História Lovely Alpha- Jikook ABO - Capítulo 2


Escrita por:


Notas do Autor


🌈oi, oi meus doces, eu sei que eu disse que ia demorar pra postar att mas eu amo demais essa fic e decidi postar essa att, o spirit bugou um pouco mais eu consegui postar, não se acostumem com atts frequentes viu? Kkkk, è isso.

Boa leitura meus doces🍭
Título do capitulo: Chá de cereja e bolinhos de arroz.

Capítulo 2 - 02- Cherry Tea And Rice Cakes.


Fanfic / Fanfiction Lovely Alpha- Jikook ABO - Capítulo 2 - 02- Cherry Tea And Rice Cakes.

Passaram-se alguns minutos dentro do veículo e logo chegaram ao restaurante, Jungkook estava animado por conhecer o restaurante do melhor amigo, sabia que o mesmo tinha dons culinários de causar inveja.

– Hyung, estou morrendo de fome, o omma esqueceu de colocar um lanche pra minha viagem... Acabei de lembrar que ele mandou eu ligar quando chegasse, Hyung, você pode colocar um pouco de comida pra mim?- falou o alfinha animado.

– claro, ligue pro Jackson se não ele vai ficar preocupado, vou por um pouco de bibimbap pra você, pode sentar, depois que você comer vou te levar pro seu novo apartamento- falou o ômega mais velho, logo se retirando indo pra cozinha preparar o prato do alfinha, este que já discava o número de seu omma.

– Jungkook?

– oi, omma, acabei de chegar aqui em Seul, o Jin Hyung me trouxe no restaurante dele, ele e o Nam Hyung já estavam na rodoviária quando cheguei e deu tudo certo.

que bom filhote, você já comeu? Eu acabei esquecendo de por um lanchinho pra você, meu pequeno, desculpe o omma, sim? Tome cuidado quando estiver andando nessas ruas movimentadas, ok? Quando terminar de comer peça pro seu Hyung lhe levar pro apartamento, você deve descansar- ditou o ômega do outro lado da linha.

– ok, omma, ele já está chegando com meu bibimbap, quer falar com ele?

– sim, filhote, passe pra ele por favor.

– Jin Hyung, omma quer falar com você- disse o alfinha entregando o celular pro seu Hyung.

– certo, oi, Jackson, Jungkook chegou bem não se preocupe.

alimente meu bebê por mim, não fale palavrões perto dele, e guarde seus pensamentos pervertidos pra você, ouviu?

– ouvi! Mas você sabe que ele vai pra faculdade, ou seja, por ele ter um cheirinho bom, ser bonito, gentil, educado, e essas outras qualidades que ele tem, muitas ômegas vão se atirar nele, e com certeza, vão ter esses pensamentos impróprios, e palavrão è como qualquer palavra pra um universitário, e você sabe disso.

sei bem, e è por isso que dou a você a missão de protejer meu filhote de todo o mal da universidade, ele è meu bem mais precioso e você sabe disso, então, cuide bem dele, por favor.

– tá com o Jin, ta com Deus, não se preocupe.

sei, sei, mande um tchau pro Ggkie, e tchau.

– ok, tchau, aqui Jungkook- disse entregando o celular ao mais novo, este que comia como se não houvesse amanhã- calma garoto, vai acabar engasgando desse jeito, seu omma mandou um tchau.

– sua comida tá muito gostosa, Hyung, não conta pro omma, mas tá mais gostosa que a dele- falou sussurrando.

– ok, esse è nosso segredo agora- disse o ômega, Jungkook logo terminou de comer entregando o seu prato ao Hyung, que deixou por conta da casa- vamos, vou te levar pra conhecer seu novo apartamento.

– eba!- falou batendo palminhas animado.

Eles logo voltaram ao carro de Namjoon, e deram partida, indo para o novo lar de Jungkook, o que eles não sabiam, è que tal lugar seria próximo ao lar de Jimin, e quando digo próximo, quero dizer um andar de distância.

– estamos chegando?- perguntou pela quinta vez.

– calma Jungkook, se não vou te jogar desse carro se você perguntar denovo- disse o ômega, o que ele não viu, è que causou medo em Jungkook- calma Jungkook, estou brincando, nunca jogaria você do carro.

– que susto Hyung, mas eu prometo que não vou mais perguntar- disse sorrindo com seus dentinhos de coelho.

– que bom.

Andaram apenas alguns minutinhos e chegaram ao prédio, Jin foi o primeiro a descer do carro, logo cumprimentando o porteiro, senhor Lee.

– boa tarde, senhor Lee, meu amigo está se mudando para o sessenta e quatro hoje, pode me dar às chaves?

– Jeon Jungkook, certo?

– sim- disse o ômega, e o beta logo lhe entregou um molho com cinco chaves.

– amor, pegue as malas do Jungkook, por favor, vou subir com ele, sexto andar, apartamento sessenta e quatro, ok?

– ok, amor- falou o alfa.

– venha, Jungkook- disse o ômega- vamos de escadas, tudo bem? Você ficou muito tempo sentado naquele ônibus, tem que se mecher um pouco.

– tudo bem, Hyung.- respondeu e foi seguindo seu Hyung.

Já Jimin, estava em seu apartamento arrumando a caminha de Mochi, até que sentiu um cheirinho gostoso de hortelã passar no corredor, invadindo suas narinas e despertando o seu lobo, este que até então não dava sinal de vida a alguns dias.

– Hyung, já estamos perto?- ouviu alguém falando no corredor.

– Jungkook, para de perguntar isso, a cada andar que passamos você fala a mesma coisa, shiu, quando a gente chegar eu falo- Jimin reconheceu essa voz no mesmo segundo, era seu Hyung, logo abriu a porta de seu apartamento, mas já era tarde, ele não estava mais lá.

– ué, to ficando maluco, só pode- disse pra si mesmo, e voltou pra dentro de seu apartamento.

Agora, Jungkook e Jin estão na porta do apartamento do alfinha, este que faltava pular e quebrar a porta pra ver como era seu cantinho, que fora mobiliado do jeitinho que ele gosta, segundo seu omma, já Jin, estava tentando encontrar a chave da porta entre o molho, até que finalmente achou.

– faça as honras- disse entregando a chave pro alfinha.

Jungkook estava ansioso, mas logo pegou a chave, abrindo o local se deparando com um cantinho que refletia ele, a sala com um sofá macio cinza, um tapete felpuldo branco e uma televisão encaixada no painel, branco também, a cozinha com um balcão de mármore preto, um fogão simples, armários de madeira num estilo rústico, e uma pequena mesa de vidro pra acompanhar o lugar, com cadeira fofas, agora estava indo ao primeiro quarto, o seu, abriu a porta se deparando com paredes em um tom cinza claro, uma cama box, um guarda roupa simples, uma escrivaninha, e um criado-mudo de cada lado da cama, esta que ainda tinha de ser coberta, saiu do quarto indo olhar o banheiro, este que tinha cerâmicas brancas no piso, paredes claras, uma pia de mármore preto com um espelho grande, embaixo da pia haviam algumas gavetas com utensílios de higiene, e o box de vidro com um compartimento na parede para colocar sabonetes, shampoos e coisas do gênero, o segundo quarto não estava mobiliado, Jackson deixou vazio pro filho decidir o que era melhor fazer ali, e por fim a varanda tinha uma mesinha de centro e um sofázinho preto.

– Hyung, eu amei, eu to tão feliz!- disse se jogando no tapete felpudo da sala.

– que bom que gostou, seu omma deixou aquele quarto vazio pra você decidir o que quer fazer lá.

– cadê o Namjoon Hyung?

– está vindo com as malas.

– cheguei!- disse aparecendo com as duas malas do alfinha- onde posso colocar?

– pode deixar ai Hyung, depois eu levo pro quarto.

– filhote, agora tenho que ir, já deixei o restaurante sozinho por muito tempo, mas prometo que quando fechar venho aqui e te levo pra ver a cidade, combinado?- falou o ômega, abraçando o alfinha com cheiro de hortelã.

– combinado, Hyung!- ditou e abraçou Namjoon também- muito obrigado.

– denada, filhote, não saia daqui entendeu?

– entendi Hyung, vou arrumar minhas roupas, quando você chegar pode me levar em algum mercado? 

– tem um aqui nessa mesma rua, você sai do prédio e è só procurar uma placa vermelha e preta, não tem como se perder, mas se você preferir, podemos ir quando eu chegar.

– acho que vou com você, que horas você fecha o restaurante?

– vai demorar um pouco, mas eu venho e deixo o Nam cuidando de tudo por lá, certo amor?

– sim.

– ok Hyung, se cuide, amo vocês- ditou o alfinha acompanhando os Hyungs até a porta.

– não saia, ok?- falou o ômega.

– ok, tchau!- disse sorrindo esperando seus Hyungs irem pro elevador.

Logo Jungkook entrou de volta no seu apartamento, olhando todo o lugar denovo, estava amando aquilo, pegou suas malas e começou a arrumar suas coisas, o que ia demorar um pouquinho por haver roupas, acessórios, e outras coisas.

Enquanto isso, Jimin estava em seu apartamento dançando, enquanto Mochi o olhava, estava ensaiando algumas coreografias pra não chegar enferrujado na faculdade de dança que tanto sonhou, seriam quatro anos estudando, mas no fim iria valer a pena, iria ter seu diploma e ser formado no que mais ama. Estava cansado, já era a décima música que dançava sem intervalos, pausou a música na TV e foi tomar um banho pra relaxar depois de tanto treino, colocou um moletom azul bebê e uma calça- moletom também- preta, secou os fios rosas, estes que precisam ser tingidos em breve, e foi a cozinha beber um pouco de água, pegou seu celular e foi olhar suas redes sociais, guardou o celular e colocou a Netflix na TV, pra assistir algum anime, ele escolheu Kimi No Na Wa, foi na cozinha e fez um pacote de pipoca de microondas e pegou uma garrafa de coca-cola que havia em sua geladeira e colocou um pouco em um copo do Homem de Ferro, voltou pra sala, apagou a luz e colocou o anime.

Duas semanas depois.

Hoje è o tão sonhado dia por Jimin e Jungkook, o primeiro dia na faculdade, Jimin acordou animado, tomou um banho quente e colocou uma camisa azul-marinho de mangas longas e uma calça jeans branca junto a um converse azul, pegou sua mochila com o que era necessário, deu um beijinho em Mochi e foi pegar o elevador, logo saiu do prédio indo em direção a faculdade.

Jungkook acordou meio atrasado, o que è péssimo, tomou um banho frio e vestiu um moletom vermelho junto a uma calça preta, e calçou seus Timberlands pretos, pegou sua mochila e saiu em direção ao elevador, esperou descer e chamou um táxi pelo aplicativo, pois não daria tempo de ir a pé.

Jimin chegou na faculdade super animado, aquela mistura de cheiros, os alunos nos corredores, ele amava tudo, estava indo ver a lista de alunos de dança e foi procurar por sua sala, assim que chegou avistou Hoseok, um ômega, melhor amigo de Jimin e também ama dança, ele tem o seu cheirinho inconfundível de lavanda, e assim que viu o rosado sorriu, chamando ele pra sentar-se ao seu lado.

– oi Hobi, estou tão animado que fiquei na mesma sala que você!- falou abraçando o ômega ruivo.

– eu também, Ji!- respondeu animado.

Enquanto isso Jungkook acabara de chegar na escola e olhava em qual sala havia ficado, logo procurando por ela, assim que entrou apenas haviam três cadeira vagas, uma cercada de ômegas, outra cercada de betas, e outra cercada de alfas, preferiu sentar entre os betas, onde se sentiu bem mais confortável.

– oi, meu nome è Yoongi, e o seu?- perguntou um alfa que acabou de sentar ao seu lado, onde antes havia apenas uma mochila aberta, o alfa tinha um cheiro de madeira rústica, que com certeza atraia muitas ômegas.

– Jungkook- respondeu sorrindo.

– è novo aqui?- Yoongi pergunta.

– sim, e você?

– moro em Seul a três anos, mas só entrei na faculdade agora, mora aqui a quanto tempo?

– duas semanas- o alfinha responde, surpreendendo o garoto a sua frente.

– uau, pouco tempo, já conheceu a cidade? Tem lugares ótimos aqui.

– sim, meu Hyung me mostrou, ele e o namorado dele me mostraram a cidade toda.

– legal, conhece alguém da faculdade?

– não, aqui na cidade só conheço Jin Hyung, Nam Hyung e você, mas ainda tenho que conhecer um amigo do Jin Hyung, ele estuda dança aqui, mas eu não sei o nome dele.

– sabe como ele è? Eu posso ajudar você a acha-lo, conheço alguém  que também cursa dança, e ele è amigo de todo mundo.

– ah, não, Jin Hyung disse que vai marcar um almoço pra nos conhecermos, acho melhor assim- respondeu sorrindo e logo viu o professor entrar na sala cumprimentando alguns alunos, logo pediu pra que todos se apresentassem e deu início a aula.

Três aulas depois.

Agora acabou de tocar pro intervalo, Yoongi disse que vai se sentar com Jungkook, o alfinha apenas concorda e vai para a cantina comprar seu lanche, um chá de cereja com bolinhos de arroz, em toda a sua vida escolar seu lanche sempre fora esse, o que admira seu omma, já que o garoto lancha isso desde pequeno e até hoje come, o ômega não aguenta mais ver essa combinação. Jungkook compra seu lanche e vai a cantina procurar por Yoongi, logo encontrando, já que seus fios verde menta se destacam entre a multidão, mas não tanto quanto uns rosas, pertencentes a um ômega de bochechas fofas e boca cheinha, com um cheiro docinho de flor de cereijeira, ignorando isso, foi até a mesa onde estava o novo amigo.

– oi, Hyung.

– olá, o que comprou?- falou olhando a pequena xícara do alfinha e um potinho, com seu chá e seus bolinhos.

– chá de cereja e bolinhos de arroz, e você?

– bibimbap e suco de melancia.

– posso provar seu suco?- perguntou o alfinha envergonhado.

– claro, posso provar seu chá?

– sim, sim, pode pegar- disse empurrando a xícara para seu Hyung provar o chá, e pegou o copo do mesmo, bebeu um golinho de seu suco e devolveu o copo, e logo viu seu Hyung provar o chá, sorrindo em aprovação.

– uau, Jungkook, isso è muito bom- disse olhando o chá- vou ver se ainda tem e vou comprar um- disse levantando indo em direção a cantina, torcendo pra que tivesse mais do doce chá.

Enquanto isso Jungkook comia seus bolinhos e olhava o refeitório lotado, até que reparou na ômega do ônibus, vendo a mesma andando até si.

– Jungkook? Não imaginei te encontrar aqui, lembra de mim? Lia, lá do ônibus- falou sorrindo, sentando ao lado do alfa.

– ah, oi Lia, lembro sim, comecei a cursar arquitetura, e você?- falou simpático.

– eu curso dança, está sozinho?- falou olhando a mesa, vendo o bibimbap de Yoongi, junto a seu suco.

– não, meu Hyung foi comprar um chá, logo volta- falou e avistou Yoongi chegando sorrindo com um chá de cereja em mãos.

– olha o que eu achei- disse o alfa sentando novamente onde estava e dando um gole no seu chá docinho- isso è maravilhoso, não sei como nunca reparei antes- disse sorrindo pro alfa, e enfim se dando conta da presença da jovem ômega sentada a mesa- oh, desculpe, sou Yoongi, e você?

– não tem problema, sou Lia, prazer- disse sorrindo fofo.

– e ai, cuzão- apareceu um beta falando com Yoongi, este que se assustou, quase derrubando o seu chá, já Jungkook se encontrava surpreso, "era tão comum assim palavrões?" o pequeno alfa se perguntava.

– Tae, da próxima vez, eu arranco essa sua peruca vermelha que você chama de cabelo- falou enraivecido.

– ok, só tenta, oi menino, quem è você?- perguntou a Jungkook.

– Jungkook, e você?

– Taehyung, mas pode me chamar só de Tae, cursa arquitetura com o Yoon?

– sim, e você? Cursa o que?

– design gráfico.

– legal, posso ver algum desenho seu depois?

– claro, gostei de você, è bem simpático, diferente do Yoon, que è um cuzão- disse olhando o esverdeado.

– cuzão è você, esquece dos amigos, e só vem pra pedir comida, seu aproveitador- disse Yoongi.

– idai? Foda-se, mas me conta, como andam as coisas com o Hoseok? Vocês já se pegaram?- o beta pergunta.

– não, ele não me nota- disse encarando o ruivo do outro lado do refeitório, este que sorria conversando com o ômega de cabelos rosas.

– tá foda viu, e eu aqui, sem ninguém, eu to começando a achar que sou assexual, è sério. E você menina? Qual seu nome?- perguntou mudando de assunto.

– Lia, adorei seu cabelo- disse analisando os fios vermelhos.

– obrigado, pintei semana passada, por isso ainda está escuro- respondeu sorrindo.

Os quatro ficaram naquela mesa conversando até tocar, e cada um foi para sua sala.

Já na saída Jungkook viu o esverdeado encarando Hoseok, e então quis ajudar o amigo, mas não sabia exatamente como, então decidiu ir falar com o ômega, o que deixou o esverdeado confuso, mas esperou o amigo no portão.

– oi, você è Hoseok, certo?- perguntou o alfa olhando o ruivo.

– sim, sou eu, e você? Quem è?- perguntou o ômega.

– Jungkook, mas meu nome não importa agora, tá vendo aquele menino de cabelos verdes?- questionou e o ômega olhou pro esverdeado discretamente, confirmando com a cabeça- o nome dele è Yoongi, e ele gosta muito de você, eu não quero ser chato, mas, você pode conversar com ele? Ele fica olhando você o intervalo todinho, nem come direito, eu acabei ficando com pena, não diga pra ele que eu falei isso pra você, só conversa com ele, vira amigo dele pelo menos, só pra ver se ele para de ficar te encarando toda hora, por favor, e, desculpa incomodar.- ditou por fim.

– achei muito legal da sua parte querer ajudar seu amigo, gostei de você, Jungkook- disse sorrindo e saindo da escola- a gente se vê, e pode deixar que eu vou falar com seu amigo- deu uma piscadela e foi embora, Jungkook foi até o amigo de cabelos menta, este que lhe olhava confuso.

– você tava flertando com ele? Tu è mó fura olho em- falou o alfa indignado.

– calma Hyung, eu não fui flertar com ele, só pedi um favor, não se preucupe- disse sorrindo, e ele falou tão fofo que o esverdeado acabou percebendo que è verdade.

– ok, então já vou, a gente se vê amanhã- disse se despedindo do alfinha.

– tchau, Hyung- disse indo em direção a sua casa.

Algumas horas depois.

Agora estamos falando sobre Jimin, este que se encontra no escritório do amigo, decidindo como fica seu trabalho agora que começou a estudar.

– Hyung, acho que posso ficar no turno da noite, não tem problema- disse ao seu Hyung que insistia para que o ômega rosado ficasse no da tarde, trocando de lugar com Hoseok.

– não, o Hoseok pode trocar de turno com você, ele tem carro então è seguro trabalhar a noite, você só anda a pé, não è seguro, prefiro que fique de tarde- insistiu.

– mas-

– sem mas, Jimin, você vai ficar de tarde, não quer ver seu Hyung preocupado, quer?- perguntou vendo o ômega a sua frente negar com a cabeça- então me obedeça, ok? Não se preocupe, eu tiro meia hora do turno pra você chegar em casa mais cedo e fazer as coisas da faculdade- ditou.

– ok, Hyung, você è como um omma pra mim, obrigado- disse levantando e abraçando o ômega mais velho.

– não precisa agradecer, agora, vamos que temos trabalho pela frente, você pode fazer algumas compras pra mim? È lá pro apartamento, Namjoon não está tendo tempo e eu tenho que ficar aqui no restaurante.

– ok, Hyung, só me de a lista, o dinheiro e as chaves que levo tudo pra lá quando terminar.

– ok, filhote, aqui- disse entregando o que foi pedido- cuidado- disse e o ômega rosado saiu da sala, indo pro mercado mais próximo.

Estava olhando a lista quando viu uma coisa bem... Peculiar, vamos dizer, porque digamos que lubrificante anal não è uma coisa muito normal de se por numa lista de compras, o que fez o ômega perceber que seu Hyung anda tendo uma vida sexual bem ativa, e logo se pegou rindo de tal pensamento.

– Jimin, pare de pensar essas coisas do seu Hyung!- disse a si mesmo.

Já no mercado, estava tentando pegar o molho de tomate, que estava um pouco alto pro ômega baixinho, até que sentiu um cheiro gostoso de hortelã e viu mãos fortes pegar o molho pra si.

– licença, poderia pegar um pra mim também? Eu não alcanço- disse corado pro alfa a sua frente, que sorriu fofo, pegando um pacote de molho e entregando pro ômega- obrigado- disse sorrindo.

– de nada- o alfinha respondeu, sim, era Jungkook, mas ambos não se conheciam, apenas por comentários do seu Hyung em comum, e logo cada um continou o que estava fazendo.

– aish, que vergonhoso, não quero ir na farmácia comprar isso, credo, Seokjin tem que comprar seus utensílios sexuais por si mesmo, até camisinha tem nessa lista, e de chocolate, quem caralhos usa camisinha de chocolate?- o ômega resmungava, indo em direção a uma farmácia perto de onde estava, e logo adentrou a mesma, sendo recebido por uma alfa, que não se importou em disfarçar o olhar em Jimin- oi, aqui tem lubrificante?- questionou direto, surpreendendo a alfa.

– sim, por aqui- levou o ômega a uma sessão onde continham potes de diferentes tamanhos, e camisinhas, incluindo a de chocolate que seu Hyung pediu.

Jimin foi rápido em pegar o que tinha na lista, indo pro caixa e pagando com o dinheiro que lhe foi dado, saiu da farmácia e pediu um uber pelo celular, pra levar as compras até o apartamento do seu Hyung.

Assim que chegou ao prédio subiu de elevador até o andar certo e foi em direção ao apartamento, abrindo e colocando as sacolas dentro, entrou e foi para a cozinha organizar tudo, pois sabia que seu Hyung não tinha tempo pra isso.

Já Jungkook agora se encontrava pensando no ômega de cabelos rosados e seu cheirinho doce de flor de cereijeira, o ômega realmente chamou a atenção do alfa, ele era tão adorável, mas parou de pensar nele quando lembrou que nunca mais verá ele, por que a chance disso acontecer são de uma em um milhão, mas não perdeu as esperanças, afinal, ainda havia uma chance, mesmo que pequena.

No dia seguinte.

O segundo dia de aula, mágico pra alguns, trágico pra outros, Yoongi estava no portão esperando seu novo amigo quando o seu ômega do sonhos vai até si, fazendo suas mãos ficarem suadas e seu coração acelerar.

– oi, Yoongi né?- perguntou o ômega.

– s-sim- Yoongi agora se xingava mentalmente por ter gaguejado.

– relaxa, eu não mordo, quer sair comigo depois da aula? A gente pode ir numa lanchonete que tem aqui perto- sugeriu o ômega.

– sério? Espera... Você, Jung Hoseok, está me chamando pra sair?- questionou o alfa, estava muito confuso, aquilo não podia ser real.

– se não quiser ir eu entendo, afinal, sou só eu- disse sorrindo fraco.

– claro que eu quero, depois da aula, né? Me espera no portão, tchau- disse o alfa e foi correndo pra sua sala, deixando o ômega confuso pra trás, que depois começou a rir.

Passou um tempinho e Jungkook chegou na escola, indo direto pra sua sala, encontrando um Yoongi sorrindo olhando pro nada, logo se aproximou do citado.

– Hyung, você tá bem? Tá esquisito- disse encarando o esverdeado com cara de bobo.

– eu estou bem, Kook, você não acreditar no que aconteceu!

– o que?- perguntou o alfinha, já sabendo do que se tratava, mas deveria fingir que não sabia, caso contrario seu Hyung descobriria que ele foi o "Cupido" nisso.

– sabe o Hoseok? O ômega ruivinho. Ele me chamou pra sair depois da aula.

– que legal Hyung, você aceitou, não è?

– claro! Eu estou tão feliz, vou pagar seu lanche hoje, tá?

– por que? Não precisa Hyung- disse rindo do alfa.

– ok, vou deixar pra pagar meu lanche com o Hoseok, obrigado por negar- disse fazendo o alfinha rir.

Já com Jimin, Hoseok se encontrava surtando com o amigo rosado, este que só sabia rir do desespero do amigo.

– por que eu fiz isso? Meu Deus, obrigado por me dar coragem, Senhor, eu fui muito natural, sabe? Mas por dentro eu tava surtando, por que eu tava falando com o Yoongi, O YOONGI!- Hoseok se encontrava apavorado, ele havia se surpreendido de onde tirou tanta coragem para chamar o alfa pra sair.

– calma, Hobi, ele também parecia nervoso como você mesmo disse, não? Relaxa, vai dar tudo certo e vocês vão transar e ser felizes para sempre- disse fazendo o ômega ruivo rir.

– ai, ai, eu espero... Não, quer dizer, eu quero isso, mas sabe, eu queria algo a mais que uma noite, ou um dia, queria a vida toda, ele è tão lindo, fofo-

– pálido- interrompeu fazendo o ruivo rir.

– você já viu o sorriso dele? È tão, uau... Não da nem pra explicar- falou apaixonado.

– meu Deus, o Cupido te acertou em cheio viu.

– você não vai acreditar, um amigo do Yoongi me chamou ontem pra conversar depois da aula e disse que ele gostava muito de mim e que ele passava o intervalo todo me olhando, dai o amigo dele me pediu pra falar com ele, e ser pelo menos amigo dele, eu achei ele um fofo.

– que bonitinho, mas, ele foi bem direto em- disse causando risada em ambos, esta que logo acabou com a chegada do professor.

Três aulas depois.

E lá estava Yoongi, Jungkook, Tae e Lia no refeitório lanchando, menos Yoongi, este que estava ocupado demais admirando o ômega ruivo, que hora ou outra o olhava de volta sorrindo, e que sorriso meus amigos, que sorriso.

– ei, olha a baba- disse o beta da mesa, assustando Yoongi, que logo passou a mão na boca, mas não sentiu nada e só viu os outros rirem.

– Hyung, come um pouco, seu chá já esfriou- o alfinha disse.

– não estou com fome, Jungkook, pode beber se quiser.

– sério?- o alfa assentiu e Jungkook logo pegou o chá- o Hyung disse pra vocês que o Hoseok chamou ele pra sair?- o alfinha perguntou e bebeu um gole do chá docinho.

– O QUE!?- o beta gritou, chamando a atenção de algumas pessoas em outras mesas- desculpa, gente- disse sorrindo e logo as outras pessoas continuaram a conversar e comer normalmente.

– calma, Tae, ele me chamou hoje quando eu cheguei, eu vou sair com ele depois da aula, to tão ansioso.

– relaxa, mas ainda to putasso contigo porque não me contou- xingou, e Jungkook que tomava seu chá acabou engasgando com líquido, e começou a tossir e ficar vermelho- Jungkook? Jungkook, você ta bem?

– ele parece bem pra você?- Yoongi ironizou.

– aish, calma, Jungkook, respira, bebe mais um pouquinho pra descer o que ficou preso, toma- disse entregando a xícara ao alfinha, este que bebeu um gole devagar- isso, devagar, melhorou?

– sim, sim, obrigado Hyung- disse ao beta.

– olha que coisa mais fofa, Yoon, ele me chamou de Hyung- disse apertando as bochechas do mais novo.

– Tae, tá machucando o garoto- disse dando um tapa no braço do de cabelos vermelhos.

– aish, tá, parei, vou terminar de lanchar, já, já vai tocar- disse e assim fez.

Logo tocou, e foram pra suas devidas salas, e as aulas foram passando.

Na saída o alfa de cabelos verdes se encontrava nervoso.

– calma, Hyung, vai dar tudo certo, qualquer coisa è só me ligar, aqui meu número- disse entregando um papel pro esverdeado, onde estava escrito seu número- já vou indo, boa sorte- disse abraçando o alfa, diminuindo o nervosismo do mesmo.

– obrigado, se cuide e até amanhã- disse acenando vendo o alfinha indo embora- ok, Yoongi, calma, vai dar tudo certo.- falou pra si mesmo.

– oi, Yoon- disse Hoseok, assustando o alfa- oh, desculpe- disse sorrindo- vamos?

– cla-claro, vamos s-sim- disse nervoso- ah, me desculpa, eu to meio nervoso- confessou.

– por que? Eu não vou te sequestrar, vamos só lanchar, eu vi que você não comeu nada no intervalo, ficou só me olhando com carinha de bobo- disse fazendo o alfa corar.

– desculpe, eu só, sei lá, è que você è bonito e-

– vamos conversar na lanchonete, vem- disse o ômega, e assim foram pra lanchonete.

No restaurante, Jimin estava começando seu turno como garçom de tarde, e era bem movimentado já que a maioria dos universitários iam pra lá almoçar, olhava pra porta esperando os clientes entrarem até ver um beta de fios vermelhos junto a uma jovem ômega entrar no restaurante, e eles não lhe eram estranho, lembrou da ômega, era Lia, que cursa dança com ele, e o de cabelos vermelhos era Tae, de design gráfico, logo foi atender eles.

– boa tarde, o que vão querer comer hoje?- perguntou sorrindo.

– naengmyeon, e você, Tae?

– o mesmo- disse e Jimin acentiu, anotando e levando pra cozinha, onde Mark esperava algum pedido, apenas perdurou o papelzinho onde se deve e esperou o pedido ficar pronto, logo pegando e levando a mesa.

– aqui, aproveitem- disse se retirando.

Jungkook agora se via em dúvida entre ir comer no restaurante do amigo, ou pedir comida pelo aplicativo, mas decidiu a segunda opção, logo pedindo uma comida japonesa pro almoço, esta que não demorou a chegar e ele logo foi almoçar.

No outro dia.

Hoje Jimin acordou mais manhoso que o normal, só pelo fato de saber que não vai lanchar com o melhor amigo ruivo, por que? Porque ele vai estar ocupado demais com o alfa de cabelos verdes fazendo coisas inapropriadas, ele levantou tomou um banho morno e colocou uma camiseta listrada com uma calça jeans preta e seu all star vermelho, comeu uma maçã e escovou os dentes, deixou um beijinho em Mochi e saiu pra mais um dia na faculdade.

Com Jungkook não foi muito diferente, mas sabia que ia ficar sozinho na hora do lanche, porque Tae só senta com ele pelo Yoongi, e Lia está mais amiga do Tae, então irá lanchar sozinho já que provavelmente o alfa de cabelos cor de menta vai estar com o ômega ruivo, levantou e tomou um banho frio, vestiu um moletom cinza e uma calça jeans preta, colocou seu Timberland preto, pegou sua mochila e saiu de seu apartamento trancando tudo, entrou no elevador e sentiu denovo um cheirinho que sentiu na escola, no mercado, e no restaurante do amigo, flor de cereijeira, seu novo cheiro favorito, mas depois ignorou saindo assim que as portas abriram e chamou um uber, chegando rapidinho na escola, encontrando seu amigo sorrindo bobo com Hoseok, resolveu deixar o casal e ir pra sua sala esperar o sinal tocar, o que logo aconteceu e as aulas começaram, o esverdeado falou com ele um pouco, mas depois começou a prestar atenção na aula.

Três aulas depois.

O intervalo, e com ele, a solidão, mas calma que não vai ser bem isso, Jungkook havia comprado seu lanchinho de sempre e foi se sentar sozinho no final do refeitório, único lugar vazio, Jimin também foi comprar seu lanche, preferindo uma pequena porção de bibimbap, olhou em volta do refeitório e achou apenas uma mesa com espaço, no final do refeitório, com um alfinha tomando chá de cereja e comendo bolinhos, logo se aproximou, sentindo o maravilhoso cheiro de hortelã.

– oi, posso sentar aqui? As outras mesas estão ocupadas- perguntou.

– claro- o alfinha respondeu e então Jimin percebeu, era o alfa do mercado, o cheiro que havia sentido no corredor quando ouviu a voz de Seokjin, seria ele, o tal Jungkook?


Notas Finais


🌈e então? Estão gostando? Eu espero que sim, 5k de palavras, até eu me surpeendi kkkk, e esse encontro? O que será que aconteceu ͡° ͜ʖ ͡°
Não esqueça de comentar o que está achando, beijo e até a próxima att🙃💕


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...