1. Spirit Fanfics >
  2. Lover >
  3. Faixa 01

História Lover - Capítulo 2


Escrita por:


Notas do Autor


Ei pessoal, como estão?

Resolvi trazer esse capítulo na esperança de alegrar a sexta feira de vocês e o fim de semana, ou qualquer dia da semana que estejam lendo isso ❤️

Prontos? Desculpe qualquer erro e...

Boa leitura! ❤️

Capítulo 2 - Faixa 01


Saindo do metrô e andando um pouco apressada até a saída da estação Vila Mariana desviando da multidão, os passos de Yerin se intensificaram ainda mais quando olhou a tela do seu celular que marcava 07:05 da manhã.

Ela só tinha vinte cinco minutos para chegar na escola, encontrar sua sala e amigas para colocar rapidamente o papo em dia antes do professor entrar.

Os muros da escola logo entraram em seu campo de visão assim que "Ready for It" começou a tocar, a multidão de alunos enchia a rua conforme alguns eram deixados pelos seus pais, ou pelo transporte escolar estacionado do outro lado da rua.

Com as bochechas coradas e um pouco ofegante por sua leve corrida, Yerin passou pelos portões da escola indo direto para as escadas, como estava no terceiro ano significava que sua sala era no último andar.

E ela ainda não sabia se aquilo seria bom ou ruim.

Olhando novamente no celular e vendo que havia passado dez minutos desde que saiu da estação, ela constatou que ainda daria tempo de passar no banheiro para se ajeitar antes da aula. O lugar estava vazio para a felicidade de Yerin, ela parou a música colocando o celular na mochila, usou uma das cabines rapidamente e lavou as mãos. Olhando-se rapidamente no espelho viu que calça azul escura do uniforme com a blusa branca ainda estavam impecáveis, para seu alívio ou sua mãe a mataria.

– Yerin!

A voz de Yewon a chamando assim que saiu do banheiro fez a sorrir e correr para abraçá-la. Fazia dois meses que ambas não tinham mais se visto pessoalmente desde que entraram de férias visto que cada uma foi fazer algo com a família, sobrando apenas o grupo de mensagens para conversarem.

– Yewon! Você está linda, não acredito que cortou o cabelo – Yerin disse vendo os fios negros da amiga que antes eram longos, agora estavam um pouco repicados.

– E você fez franja!? Como isso aconteceu?

– Ato de loucura – deu de ombros – A Yuna já chegou?

– Já, e guardarmos seu lugar na sala – Yewon respondeu enquanto enchia sua garrafinha de água, um costume que tinha antes das aulas.

– Por favor, me fala que conseguiram pegar as carteiras da parede.

Yerin adorava o lado da parede, ali podia encostar com tranquilidade na troca das aulas para conversar o que fazia essas carteiras serem bastante disputadas, só não mais que as do canto no fundo.

– Felizmente sim, quase que a Yuna arranja encrenca no primeiro dia.

– E quando ela não arranja?

– Vamos? – perguntou fechando a garrafa – Você não chegou a ver o horário no grupo da sala né?

– Já enviaram? Que rápidos.

– Nossa semana vai começar bem, as duas primeiras aulas são com o professor Junmyeon – ela sorriu empolgada.

– Duas de química logo na segunda? Que merda!

– Como merda amiga? É o Junmyeon esqueceu? Poderia ser pior.

– Ainda sim é química Yewon.

– Você é chata, não entende a importância dos átomos e nêutrons na vida.

Yerin sorriu com a empolgação da amiga que tinha um crush pesado no professor desde quando ele entrou ano passado, na verdade boa parte das alunas do ensino médio olhavam para o Junmyeon de forma apaixonada, ela diria que até algumas professoras também.

A sala estava começando a ficar cheia, as duas logo viram Yuna de longe praticamente fazendo guarda nas três primeiras carteiras da parede para que ninguém sentasse.

– Yerin, você chegou para alegrar minha manhã.

– E você pintou o cabelo de vermelho, fez franja e ainda por cima cortou. Pra onde foi? – perguntou abraçando rapidamente a amiga.

– Longa história – revirou os olhos. O sinal tocou e alguns segundos depois os alunos começaram a entrar aos montes – Depois conversamos melhor.

Yerin sentou no meio das duas, Yewon como a boa aluna que era preferia ficar na frente enquanto Yuna preferia ficar longe dos holofotes dos professores.

O professor Junmyeon entrou na sala com um sorriso simpático, cabelos bem arrumados com uma mochila no ombro, fechou a porta e se dirigiu a sua mesa. Algumas alunas estavam sorrindo bobamente, outras até passavam um leve batom nos lábios e arrumavam os cabelos.

– Bom dia pessoal, acho que não temos calouros nesta sala né? – ele passou os olhos pela sala – Todo mundo me conhece, sou o professor Kim Junmyeon e dou aulas de química. Como sei que o cérebro de vocês pode estar enferrujado por conta das férias, vou dar uma rápida revisão somente hoje na matéria e algumas prévias do que virá para o terceiro ano. Copiem, por favor.

Ele pegou o material dele e começou a anotar na lousa o conteúdo, a sala estava parcialmente silenciosa se não fosse os burburinhos que vinham do fundo.

Yerin pegou seu material, abriu na primeira divisória do caderno e destampou a caneta preta para começar a anotar o conteúdo quando sentiu um beliscão no ombro.

– Cutuca a Yewon e passa para ela – Yuna disse dando um papelzinho dobrado com um sorriso nos lábios.

Chamando a morena na sua frente e passando o papelzinho pelo canto da parede, ela pegou e poucos segundos depois virou para trás dando o dedo do meio para as duas. Yuna abafou uma risada.

– O que estava escrito naquele papel Yuna? – Yerin questionou confusa, para Yewon mandar um dedo do meio logo de manhã era sinal de que houve alguma provocação.

– Para ela fechar a boca ou vai alagar a sala com a baba dela, ai o professor vai morrer afogado.

– Você não presta.

O barulho da porta abrindo fez todo mundo se virar para ela, inclusive Yerin que sentiu seu coração acelerar levemente após ver quem era.

Byun Baekhyun entrou rindo acompanhado de Kim Taehyung.

– Bom dia meninos – o professor disse num tom sério chamando atenção de ambos – Um pouco atrasados, não acham?

– Desculpa professor, estava resolvendo algo na secretária porque não tô na outra turma, o  Baekhyun estava me acompanhando – disse Taehyung – Acho que estou na lista de chamada do terceiro ano A.

– Deixe eu ver – o professor pegou a lista na sua mochila e correu os dedos pelo papel – Você está aqui sim Taehyung, pode se sentar.

– Obrigado professor.

Os olhos de Taehyung passearam pela sala, por alguns instantes ele focou em Yerin por mais tempo do que ela imaginava fazendo-a corar. Baekhyun sentou na fileira ao lado, e antes que pudesse falar alguma coisa, o professor retomou a aula.


「♡」


– Vão descer hoje? Tô afim de ficar aqui mesmo – Yewon disse assim que a professora de história saiu da sala na hora do intervalo.

– Vamos ficar aqui – comentou Yerin fechando o caderno – Então, como foram as férias de vocês? Qual é a história desses cabelos Baek?

– Perdi uma aposta que fiz com uns amigos e tenho que ficar assim que o carnaval – Baekhyun passou os dedos no mullet, os fios vermelhos se misturavam com os castanhos naturais dele – Não tá tão ruim né?

– Acho que não – Yewon entortou a boca – Mas é estranho te ver assim, tava melhor com o cabelo preto.

– Provavelmente tentarei o castanho ou loiro depois – ele deu de ombros – Até lá, temos que tirar fotos para eu aproveitar a minha era do mullet.

– Você vai se arrepender mais tarde isso sim – brincou Yuju.

– Minha prima vai vir estudar aqui – comentou Yewon – Ela vem depois do carnaval porque minha tia precisa arrumar as coisas da mudança ainda, mas a matrícula dela está feita, acho que ela vai ficar no terceiro B.

– Ela é legal? – perguntou Yerin.

– Pra mim é normal, conversei com ela poucas vezes antes dela se mudar para a Flórida. Meus tios se separaram.

– Que triste, mas apresenta ela pra gente, apenas para não ficar perdida no primeiro dia de aula, conheço um pessoal legal lá no B que pode ajudar ela – comentou Baekhyun.

– Hyeran era bem popular na outra escola, acho que aqui não será muito diferente – Yewon deu de ombros e olhou para Yuna que estava séria – O que houve? 

– Eu me assumi pros meus pais nas férias.

– Como foi? – perguntou Yerin. Os três sabiam da bissexualidade de Yuna desde as férias de julho do ano anterior, quando a garota se sentiu confiante em falar sobre o assunto.

– Eu fui para Ubatuba nas últimas semanas de dezembro, ficamos num hotel e lá conheci uma garota que também estava hospedada. Eu vi ela poucas vezes, só quando eu ia para a piscina até ela puxar assunto comigo, trocamos números e...

– Qual era o nome dela? – Yewon perguntou curiosa interrompendo.

– Hwang Eunbi. A gente conversou na festa havaiana que teve, e rolou uma química das duas partes. Só não esperava que meus pais resolvessem aparecer na festa bem na hora que estávamos nos beijando.

– Eles brigaram feio com você? – perguntou Baekhyun.

– Minha mãe entendeu quando expliquei, meu pai não falou comigo até alguns dias atrás e cheguei até a pensar que poderia me expulsar de casa. Semana passada ele chegou do trabalho me dizendo que tentaria entender aos poucos, só pediu tempo.

Os três ficaram em silêncio enquanto Yuna tentava não fazer suas lágrimas caírem.

– Qualquer coisa que acontecer você pode morar lá em casa, tem bastante espaço – Yewon disse pegando na mão da amiga que tinha os olhos cheios de água.

– Eu tô bem, mas agradeço Yewon pelo apoio – ela limpou as lágrimas que começavam a cair – Pensei que seria um pouco pior, é que o silêncio dele me incomodou bastante, ele nem olhava na minha cara direito.

– Estamos sempre aqui para te apoiar Yuju, você é nossa esquentadinha favorita, agora literalmente com esse cabelo vermelho – brincou Baekhyun para aliviar o clima.

– Não pode falar muito do meu cabelo Byun. Vamos ter que tirar foto desse cabelo ainda, porque com toda certeza um dia vai se arrepender de ter esse corte – Yuna disse pegando o celular e virando na câmera frontal – Todos estão prontos?

– Agora? Sem eu me arrumar? – Yerin começou a passar a mão na franja e no comprimento do cabelo.

– Você está linda Yerin, vamos logo – Baekhyun puxou a garota para o seu lado mantendo-a assim pela sua cintura, a garota teve que se segurar para não corar.

Yewon trocou olhares com Yuna, que sorria maliciosamente vendo os dois.

– Agora digam cachorro quente – pediu a Choi.

– Cachorro quente!

A foto foi tirada e segundos depois o sinal tocou, o intervalo havia acabado.


「♡」


– Sério, acho que segundas feiras ficará anotado na minha agenda como dias que eu posso faltar, ninguém aguenta duas de química, duas de história, duas de física e uma de matemática – protestou Yuna descendo as escadas junto com Yewon e Yerin.

– Ah, não achei tão ruim – Yewon deu de ombros – Foi legal até.

– Legal? Fala isso por causa do professor de química – retrucou Yerin – Não tem nada de legal, exceto história porque a professora explica de modo que não deixa cansativo.

– Quarta feira temos educação física na última aula, não sei se reclamo ou agradeço.

– Você adora esportes Yuju, por que reclamaria?

– Porque sei que ficaremos quebradas na quinta e sexta, isso não é legal.

As três passaram pelo portão da escola quando ouviram alguém se aproximando.

– Alerta, Taehyung está vindo e encarando você Yerin – Yewon comentou baixinho.

– Como?

Foi somente o tempo da Jung virar para trás que se deparou com Taehyung atrás de si, ela olhou levemente para cima por conta dos centímetros de diferença que possuía entre os dois.

– Oi Yerin, tudo bem?

– Hã...tudo sim, e você?

– Bem.

O garoto se calou olhando de Yerin para as suas amigas e voltando para a Jung.

– Olha só a hora, nós já vamos indo. Até amanhã Yerin, qualquer coisa manda mensagem – Yewon saiu com Yuna segurando uma risadinha, era mais do que óbvio que Taehyung queria conversar com a amiga sem as duas por perto.

– Eu queria saber se sábado que vem está livre? – Taehyung perguntou diretamente assim que estavam a sós.

– Acho que sim, não planejei nada até agora.

– Eu estava querendo ir até a Casa das Rosas para fotografar um pouco, queria saber se gostaria de ir comigo?

– C-com você? – perguntou arregalando os olhos surpresa – Tipo como...um..eerr...encontro?

– Sim, depois podíamos assistir um filme no Pátio Paulista ou no Cidade São Paulo, ou então andar um pouco pela Paulista enquanto conversamos. O que me diz?

Yerin sentia suas mãos suando de nervoso, ela nunca havia passado por aquela situação antes. Um encontro? Com Kim Taehyung?

– E-eu…

– Se não quiser vou entender, acho que te assustei não é mesmo?

– Não! Só estou um pouco surpresa, nunca pensei em sair com você.

Certo, essa parte era uma levemente mentira porque Yerin já havia reparado o quanto Taehyung ficou ainda mais bonito, principalmente no fim do ano anterior quando houve a feira de artes e ele apresentava as fotos do clube de fotografia com tanta maestria que era lindo aos olhos da garota.

Na verdade não só aos olhos dela como das garotas do ensino médio inteiro, havia até uma eleição interna declarando que ele estava no top 3 dos mais bonitos da escola.

– Então, teremos um encontro sábado que vem?

– Sim, teremos – ela respondeu tentando fazer com que sua voz ficasse firme.

– Aqui meu número – ele disse estendendo um papelzinho dobrado – Podemos nos falar mais tarde?

– C-claro.

– Legal! Até amanhã Yerin.

E num ato totalmente inesperado, Taehyung deu um rápido beijo na bochecha da garota antes de ir até um carro preto, a Jung notou pela semelhança do motorista que aquele deveria ser o pai dele.

Guardando o papel num dos bolsos da mochila, Yerin começou seu trajeto até a estação de metrô, desta vez com o coração flutuando.


「♡」


Notas Finais


Parece que nossa Yerin tem um encontro, para alguém que começou o terceiro ano ela até que está bem não é mesmo?

Uma adendo que a fanfic é passada no Brasil, especificamente na cidade de São Paulo.

Quem aí amou a interação dela com as meninas? Amo que amo.

Me digam o que esperam para os próximos capítulos.

Até o próximo! ❤️


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...