História 'Lover of a Demon' - Capítulo 9


Escrita por: ~

Postado
Categorias EXO, Got7
Personagens Baekhyun, Chanyeol, Chen, D.O, Jackson, Kai, Lay, Personagens Originais, Sehun, Suho, Xiumin
Tags Exo, Got7, Jackson, Kai
Visualizações 103
Palavras 1.660
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Crossover, Drama (Tragédia), Hentai, Luta, Romance e Novela, Suspense, Violência
Avisos: Álcool, Drogas, Estupro, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Sun Hee está ficando louca, ou realmente ela está no inferno?

Por que Kai age dessa forma? Agressivo e abusivo?

Rolem a página e descubram o que o nosso mafioso tanto esconde..............

Boa leitura!!!!

Capítulo 9 - 'Hell'


Fanfic / Fanfiction 'Lover of a Demon' - Capítulo 9 - 'Hell'

Hell

(Inferno)

 

 

Sun Hee – P.O.V

Faz três dias que estou presa na cama, sem água, comida e totalmente nua. Vez ou outra Kai entra aqui para me infernizar, mas não se aproxima. Da porta fala desaforos e me xinga dos piores nomes possíveis. Mas hoje ainda não veio aqui, ou se veio não vi e nem ouvi. Estou zonza e não consigo me manter acordada por muito tempo.

Já está escurecendo, as luzes do meu quarto estão apagadas, a claridade é da lua que está bem de frente a janela. Lembro a última vez que admirei a lua, estava com Malcon, tínhamos ido jantar em um restaurante italiano, foi uma das melhores noites da minha vida. Agora estou infiltrada no meio da máfia responsável pela sua morte. Estou sendo obrigada a ser amante de um mafioso de vinte e dois anos, tudo isso para manter minha irmã livre das garras dele. Pensando nisso tudo acabo por dormir.

Não sei quanto tempo apaguei, acordo com uma sensação estranha, como se estivesse sendo observada. Com dificuldade abro os olhos e vejo um vulto no meu quarto.

_ Xiumin, é você?

Minha voz sai fraca e baixa. O vulto se aproxima sentando na cama e acariciando minha cabeça. Não sei se é a fome e a sede, ou o fato de estar machucada e sozinha, mas começo a chorar e viro meu rosto para o outro lado. Meu rosto é puxado, uma boca tampa a minha, uma língua invade e alcança a minha. Não sei quem é, mas pela delicadeza não pode ser o Kai. Seja quem for está me acariciando e beijando com carinho. Suspiro entre os lábios dele, logo levanta e ouço o farfalhar de tecido. Quando deita em cima de mim descubro que está sem roupa.

_ Não, por favor! Quem é você? Me deixa em pa...........

Sou silenciada com outro beijo, mais suave e mais delicado. Sinto suas mãos me tocando bem devagar e uma delas já está entre as minhas pernas. Dois dedos tocam a minha vagina. Tento tirar sua boca da minha, mas ele intensifica o beijo ao mesmo tempo que invade o meu corpo com seus dedos.

A outra mão tira as algemas e puxam meu cabelo forçando minha cabeça para trás. Seus toques são suaves e sinto vontade de chorar ainda mais. Seus dedos entram e saem tão devagar que fazem meu corpo estremecer. Não faço ideia de quem possa ser, talvez alguns dos garotos do grupo do Kai.

_ Para, por favor!

Peço chorando e ele para de imediato, beija meus olhos e todo o caminho das minhas lágrimas. De repente levanta pega as roupas e sai do quarto, me deixando sozinha novamente, mas pelo menos tirou as algemas. Choro até dormir novamente, estou fraca e meu corpo todo dolorido e cheio de feridas pelas mordidas do desgraçado do Kai.

Acordo com uma luz nos meus olhos, abro os mesmos e vejo que é Kim Ha.

_ Meu Deus, por que não avisou que estava aqui nesse estado? – Confusa não sei o que falar.

_ O que?

_ Sun Hee, você perdeu muito sangue, ainda não está recuperada totalmente. Kai ligou me falando para vir te ver, porque não conseguia falar contigo. Quando cheguei aqui a uns dez minutos de vejo aqui deitada, nua e machucada.

_ Espera como assim? O Kai não está aqui?

_ Não, está viajando desde segunda-feira de manhã com o Xiumin!

_ Como assim? Então quem esteve aqui comigo desde domingo à noite?

_ Kai chegou de madrugada e os seguranças da entrada da casa o avisaram que você tinha chegado. Ele não veio te ver, para não te acordar, saiu cedo e foi para Moscou!

_ Não Kim Ha, Kai estava aqui sim faz três dias que estou aqui presa, estava algemada e foi o seu irmão!

Mostro as marcas das algemas no meu pulso.

_ Sun Hee deve ter sido outra pessoa, mas o Kai ainda nem chegou de viagem, chegará hoje à noite.

_ Que dia é hoje?

_ Sexta-feira, você ficou aqui sozinha esse tempo todo. E quando meus irmãos não conseguiram falar com você, Kai me mandou vir dar uma olhada. Então te encontrei nesse estado.

Isso só pode ser um pesadelo, ou estou vivendo no inferno. Tenho certeza que Kai esteve aqui o tempo todo, ele vinha aqui e me xingava. Não sei o que está acontecendo, mas sei que boa coisa não é.

_ Obrigada, por cuidar de mim.

_ Não precisa me agradecer, gosto de você! Vou mandar trazerem o jantar, Kai logo chegará.

Ela sai sorrindo para mim, é uma boa garota ao contrário do irmão, que é um demônio saído do inferno.

 

 

Kai – P.O.V

Estou no escritório e minha irmã entra com uma cara de poucos amigos.

_ Espero que esteja satisfeito por me fazer mentir na maior cara dura para ela.

_ Vou te recompensar depois, pode falar o que quer em troca.

_ Quero a verdade. Por que mentir para Sun Hee? Por acaso você fez alguma coisa que te comprometa com ela?

_ Vá para casa, Kim Ha. Isso é assunto meu.

_ Por que você é assim? Se for por causa da sua ex-namoradinha do colegial é perda de tempo. Ela nunca passou de uma piranha, todos nós te avisamos, e agora todas as mulheres que aparecem na sua vida são maltratadas. Isso é errado, meu irmão.

_ Já falei para ir para casa!

_ Kai, um dia você amará loucamente novamente, então para de agir dessa forma! Assim acabará por afastar a pessoa que te pertencerá. E acabará ficando sozinho.

Kim Ha sai me deixando mais nervoso, jogo o copo de uísque na parede. Desde que Sun Hee apareceu aqui tudo está fora de controle. E para piorar tenho certeza que ela esconde algo de mim. Seja o que for tenho que descobrir. Noite passada quando dei por mim estava em seu quarto, beijando-a com carinho. Quase cometo o erro de transar com ela. Não sei se foi por estar fraca e chorando que quis conforta-la com o meu corpo. E isso está me matando por dentro, não posso esquecer que não passa de uma putinha qualquer.

 

 

Sun Hee – P.O.V

Não sei qual é o jogo daquele miserável, mas se quer jogar então vamos ver quem ganha esse jogo. Me levanto com dificuldade e vou até o guarda-roupa e pego o celular no compartimento secreto da mochila. Ligo e vejo que está sem carga, troco a bateria pela do celular que o Kai me deu. Ligo e vejo mais de vinte mensagens do Jackson, isso me trará problemas. Envio uma mensagem contando que estive doente. Ele demora a responder, mas quando chega a mensagem sinto algo estremecer dentro do meu peito.

Mensagens:

Ja: “Espero que esteja melhor. E se não quiser que eu invada a casa desse desgraçado, é melhor me manter informado todos os dias. Mulher minha não pode ficar por aí sem me dar notícias”.

Su: “Não sou sua mulher, mas te manterei informado. Preciso descansar ainda não me recuperei totalmente”.

Ja: “Tudo bem, mesmo que não aceite, você é minha mulher, e estou a semana toda sem fazer sexo, esperando para te ver. Me aguarde, vou tirar o nosso atraso. Com amor, Jackson”.

 

Com amor? Só pode ser brincadeira de mal gosto, me obriga a ser sua amante e me chama de sua mulher. Ouço barulho de passos no corredor e escondo o celular, pego o carregador e coloco o outro para carregar, visto um roupão e me sento na cama. Xiumin entra alguns minutos depois todo preocupado.

_ Por acaso quer me matar de susto, baixinha?

Ele se senta do meu lado e beija a minha cabeça. Olho para ele com atenção, para descobrir se foi ele quem esteve aqui comigo.

_ Sinto muito, cheguei e não tinha ninguém, vim para o quarto aí o seu irmão apareceu e brigamos, ele me algemou aqui na cama e acordei só hoje.

_ Como assim, o Kai te algemou? Sun Hee, meu irmão estava em Moscou desde segunda-feira, não ficamos no mesmo hotel, mas tenho certeza que ele foi tratar de negócios.

_ Xiumin eu não estou louca, Kai estava aqui sim. Olha o que ele fez!

Mostro a mordida do meu ombro.

_ Kai pode ser muitas coisas, mas mentiroso ele não é! Acabamos de chegar do aeroporto, juntos, entendeu?

Xiumin levanta e sai, em seguida a governanta entra com o meu jantar. Sento na mesinha de canto e começo a comer. Kai entra de repente e me pega pelo cabelo, me levantando da cadeira. Ele puxa o roupão e olha no meu ombro.

_ É melhor parar de mostrar isso para o meu irmão!

_ Por que? Por acaso tem medo dos seus irmãos verem o demônio que você é?

Ele aperta o meu pescoço por alguns minutos me fazendo parar de respirar. Me empurra até a cama e deita sobre o meu corpo. Tento esmurra-lo, mas não tenho força. Soltando o meu pescoço me beija de forma bruta machucando meus lábios. Já sem ar Kai interrompe o beijo e me olha com ódio.

_ O que eu te fiz, para me odiar tanto, Kai?

_ Nasceu mulher! E se tentar colocar o Xiumin contra mim, juro que te mato da forma mais dolorosa que conheço.

Cuspo na cara dele, irritado separa minhas pernas, vejo o desabotoando a calça e colocando seu membro para fora. Me contorço para sair de baixo dele, mas infelizmente não consigo me livrar. Kai me penetra com força me machucando. Suas estocadas são agressivas, minha visão escurece e não consigo respirar por causa da dor que me causa com a penetração.

_ Para, por favor, está doendo!

Lágrimas molham o meu rosto, ele para e ficamos nos olhando. Saindo de dentro de mim, levanta e ajeita a roupa, bate à porta do quarto. Agora tenho certeza, estou no inferno e não tenho onde me esconder.

 


Notas Finais


Algo está nas sombras.
Kai esconde algo, mas Sun Hee também não fica atrás.

Agora peço um pequeno favorzinho!!!!!!!!!!
Comentem, conversem comigo...................


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...