História Lovers - FACK - Capítulo 12


Escrita por:

Postado
Categorias It: A Coisa, Stranger Things
Personagens Bella Thorne, Eleven (Onze), Joyce Byers, Maxine "Max" Mayfield / "Madmax", Mike Wheeler
Tags Bella Thorne, Fack, Finn Wolfhard, It: A Coisa, Jack Dylan Grazer, Jhonny Deep, Kaya Scodelario, Millie Bob Bronw, Stranger Things, Winnonna Ryder
Visualizações 96
Palavras 1.456
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Comédia, Drama (Tragédia), Festa, Ficção Adolescente, LGBT, Romance e Novela
Avisos: Adultério, Álcool, Bissexualidade, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Sexo, Tortura
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Oi meus xuxus, eu queria pedir desculpa pela frequência horrível and agradecer pelos favoritos e pelos comentários, vocês são demais!
OBS. Escutem Obsessed da Mariah e Cherry da Laninha

Capítulo 12 - Why you so obsessed with me?



Pov Millie

- ELE DISSE O QUE? - Perguntei indignada e estupidamente brava

- Calma Millie, eu sei que você vai resolver  e...

Interrompo o Finn antes de finalizar sua frase

- Finn, ele tá espalhando boatos que eu transei com vários caras, inclusive com aquele BOSTA e eu não vou fazer nada? Eu Millie Bobby Brown não vou fazer NA-DA? VOCÊ TÁ ME ZOANDO NÉ FINN?

- É amor, ela tá certa, eu quebraria o pau- Observo Jack se sentar no colo do maior- Mas millie, você já transou com alguém da escola?

- Não, eu só pego os meninos do acampamento de verão- Respondo impaciente - Se eu ver ele eu vou acabar com a raça do verme desenvolvido

Me sento no sofá e massageio minhas temporas, Finn fica dando um discurso pacifista insuportável e Jack discorda dele sempre, mas com a delicadeza do Jack, que faz você querer apertar ele e morder suas bochechas, quando se cansaram da discussão eles sorriem um para o outro e se beijam de um jeito bem apaixonado

Cara, como eles se gostam!


Pov Jack

- Gente, vocês podiam dormir na minha casa né? A gente assistia um filme, comia uma tranqueira- Sugiro

- Eu acho uma ótima ideia gatinho - Vejo o Finn sorrindo e descendo sua mão, que do meu rosto foi parar na minha bunda em pouco tempo, e eu amava quando o Finn me alisava- Principalmente porque a senhorita tá de TPM e recebeu um desaforo indireto - Ele completa e leva os olhos pra Millie

- Ai gente, eu prefiro ir pra casa, meu pai chega de viagem hoje e eu queria ficar um pouco com ele, na semana que vem eu vou- a morena sorri fraco

- Tá bem gata, te vemos depois- Eu e finn nos despedimos dela e enquanto ela vai pra casa de ônibus eu e Finn vamos em direção a minha casa abraçadinhos

Chego em casa e destranco a porta, meus pais tinham viajado e o Costelinha tava desmaiado no sofá, ouço Finn dar uma gargalhada gostosa

- Seu cachorro é demais Jack- Ele sorri pra mim e eu fico todo derretido

Fomos pro meu quarto e Finn tira seus sapatos e deita na cama, me deito do seu lado e começo a beijar seu pescoço, sinto as mãos do moreno passearem pelas minhas costas e chegarem na minha bunda dando um apertão, gemo de leve e sento no colo do Finn, beijo ele bem igualzinho quando beijei ele no telhado, era como se eu falasse "Tô louco pra transar" sem dizer nada, Finn retribuiu o beijo ainda mais intenssamente,o que me fez pensar que "ele queria muito transar". Tiro minha camiseta revelando meu corpo magro e levemente definido, Finn faz o mesmo, era impressionante o fato dele ser tão branco

- Eu vou te deixar todo roxinho bebê- Digo e sinto ele arrepiar

Começo a beijar seu pescoço, quando chego um pouco depois da clávicula e começo a espalhar vários chupões e mordidas por seu abdômen, ouço a respiração ofegante de Finn e alguns leves gemidos, assim q chego no final de seu abdômen eu abro o zíper da calça dele e o mesmo me olha com um certo receio.

- Tá tudo bem amor?- Pergunto

- Tá sim meu bem, pode contínuar-ele responde 

Sorrio e removo suas calças vagarosamente, as jogo em qualquer canto e sorrio pro Finn

- Seu sorrio é tão lindo Jack...

Coro imediatamente e sorrio pro Finn

- O seu é maravilhoso também.Quer começar? - Pergunto meio envergonhado

- Aaah...Claro...- Ele responde vermelho como um pimentão

Vou até ele e tiro sua cueca, era impossível não olhar. Quem via o Finn de longe nem poderia imaginar, mas cara, aquilo era um pau que se preze.

Pov Finn

Não tinha mais como eu voltar atrás, fico meio recioso pelo fato do Jack ficar olhando demais para o meu membro. 

Será que eu decepcionei ele? Ele pode  ter achado muito pequeno, ou talvez tenha um formato esquisito? Vou ser obrigado a perguntar.

- J...Jack? T..tá tudo bem? - Olho pra ele - Tem algo de errado com o meu...

Ele me olha e lança um sorriso

- Finn, tá tudo certo, eu só tô meio impressionado...- O menor cora e eu acabo corando também

Eu estava muito tenso, realmente não fazia a menor idéia do que fazer, fico observando o Jack se levantar, ele tira a cueca e eu fico prestando antenção nele, ele tinha um corpo realmente lindo.

Pov Jack

- Aaah, Finn, eu vou...apagar a luz e colocar uma música tá? - Digo sem fazer contato visual, vou até o computador e coloco uma playlist no youtube com o título de "Músicas Para Transar" a príncipio começa a tocar Pillowtalk, apago a luz, deixando apenas a luz das frestas da janela, o suficiente para ver a silhueta do Finn e os lugares que eu provavelmente tropeçaria. Vou engatinhando até o Finn, sento no seu colo.

Pov Finn

Assim que Jack senta no meu colo eu sinto um arrepio, aliso sua bunda, e me aproximo para beija-lo, porém acidentalmente acabo enfiando a língua em seu nariz, coro na mesma hora e o menor começa a rir

- FINN!- Ele quase morria de rir enquanto eu não sabia onde enfiar minha cara, como que eu não tenho capacidade nem pra beijar ele? Após a crise de riso, ele me beija, dessa vez ele acertou o lugar, porque o Jack é bem mais esperto nesse assuntos.

Ouço um barulho de plástico sendo rasgado e sinto as mãos de Jack no meu membro inserindo a camisinha no mesmo.

- Eu vou cuidar de você Finn- Jack sussurra com uma voz rouca e super sexy no meu ouvido, arrepio por inteiro.

O menor se posiciona e senta no meu membro lentamente, ouço um gemido manhoso vindo dele e sorrio, ele começa a rebolar e eu gemo, em conjunto ele diz várias bobagens imorais no meu ouvido, com a mesma voz rouca que me fazia delirar, me sinto ainda mais excitado e aperto a bunda dele com bastante vontade, o menor arfa.

- Finn...Me fode com força...

Ele diz no meu ouvido e eu sorrio, troco a posição ficando por cima dele, me ajeito de uma forma com que eu pudesse me movimentar com mais agilidade. Começo a me mover vagarosamente, suspiro e vejo que Jack anciava para que eu fosse mais rápido, mas eu queria aproveitar o momento, então resolvo provoca-lo mais um pouco. O mais velho finca os dedos em minha nuca e eu vou mais rápido, ele começa a gemer de forma manhosa, seus gemidos eram música para meus ouvidos, aperto suas coxas e gemo

- Isso Daddy...- Ele diz de forma manhosa, nunca imaginei que seria o termo pejorativo de alguém, abro um sorriso largo e pego ele em meu colo, o deito em sua cadeira e coloco suas pernas para cima, movimento com rapidez e vejo os gemidos de prazer dele aumentarem.

Pov Jack

Estava tentando segurar os gemidos, mas sem sucesso, cravo minhas unhas curtas no estofado da cadeira e com a minha livre começo a me masturbar no mesmo ritmo dos movimentos do Finn, a cada minuto ele estava aumentando a intensidade das estocadas,reviro os olhos de prazer e sinalizo pra ele me bater, ele me dá um tapa forte na bunda e eu gemo alto, olho para seus olhos iluminados pela luz da janela e mordo meu lábio, ele me beija mais uma vez.

 Apósa a terceira série de estocadas que ocorreram no chão, nós dois acabamos gozando, deitamos cansados e eu aliso o peito do Finn enquanto ele alisa meus cabelos

- Tem certeza que foi sua primeira vez? - Pergunto desconfiado

Finn ri

- Claro que foi Jack, eu sou um nojo pra me relacionar com pessoas.

- Me fale sobre seus ex's, adoro saber - Sorrio largo

- Bom...Eu nunca namorei, mas até ano passado eu tinha um peguete na casa de praia da minha avó, eu vou pra lá todos os anos, e...a gente se pega desde os 11 anos, porque ele não é garoto de um só entende? Então ele nunca namorou também...

- Ainda bem, porque se não eu não teria você pra mim - Aliso o rosto dele e sorrio

- E os seus ex's - Ele pergunta sorrindo

- Bom, eu era uma verdadeira piranha em Chicago, pegava geral, mas só namorei duas vezes. A primeira vez que eu namorei eu tinha 13 anos, e foi com um cara do 2° ano do ensino médio, de certa forma eu fui apressado, e acabei transando muito cedo, namoramos por 6 mêses e ele me trocou por uma garota do clube de teatro, e no caso do 2° namorado, ficamos juntoa por 8 mêses, mas eu me mudei pra cá e achei melhor terminamos sabe?

- Ah sim, entendo...- Ele sorri e me puxa pra deitarmos na cama - Posso dormir?

- Claro, eu também vou...- Sorrio e beijo a bochecha dele.

Vestimos uma cueca e assim, dormimos agarradinhos.


 




Notas Finais


Espero que tenham gostado, esse foi meu primeiro hot, então deve tá um lixo kkkkmkkk sorry...🙊


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...