História Lovers - Capítulo 17


Escrita por:

Postado
Categorias Naruto
Personagens Asuma Sarutobi, Deidara, Hidan, Itachi Uchiha, Kakuzu, Karin, Kisame Hoshigaki, Konan, Neji Hyuuga, Pain, Personagens Originais, Sasori, Suigetsu Hozuki
Tags Drama, Itahina, Kakuhidan, Menção Sasoanko, Menção Sasunaru, Naruto, Painxkonan, Romance, Yaoi
Visualizações 8
Palavras 3.750
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Comédia, Drama (Tragédia), Ecchi, Famí­lia, Hentai, Lemon, Mistério, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Suspense, Universo Alternativo, Yaoi (Gay)
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Drogas, Estupro, Gravidez Masculina (MPreg), Heterossexualidade, Homossexualidade, Incesto, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Yo mina!

Por favor sem pedras ><
Eu sei que demorei e muitooo para postar .. eu tive alguns imprevistos mais aqui esta
E tem lemon!! E tem 3some!!
Me desculpem se não estiver tão bom, é o primeiro 3some e escrevo .. desculpem também se tiver algum erro. Boa leitura!

Capítulo 17 - O que acontece no campo, fica no campo.



~~~~NA CASA GRANDE~~~~



Neji: tudo bem? -* perguntava olhando o menor enquanto segurava o riso *-


Nit: idiota -* dizia com as bochechas coradas dando alguns tapas no ombro do mesmo *-


Neji: você vai dizer que não gostou? -* ria baixo da reação do menor *-


Nit: claro que gostei -* fazia um pequeno bico olhando o maior e virava de lado levando uma mão a nádega e abrindo um sorriso malicioso *- vem aqui, terminar o que começou


Neji: -* mordia os lábios vendo o que o menor fazia *- tem certeza disso?


Nit: eu tenho certeza, de que você me deixou todo molhado, excitado e envergonhado por estar sendo chupado enquanto me chamavam do outro lado da porta, então é melhor você vir aqui e fazer o serviço completo seu hyuuga safado -* dizia emburrado *-


Neji: ta certo, você me pegou -* ria baixo da reclamação do menor e logo se ajeitava ao lado do mesmo terminando de retirar o short alheio e tirava a toalha que era a única coisa que cobria seu corpo já que avia saído do banheiro a pouco tempo *-


Nit: -* mordia os lábios sentindo o maior atrás de si acariciando sua barriga e logo sentia o mesmo afastar um pouco suas pernas se posicionando podendo assim sentir o membro alheio roçar em sua entrada *- N-Não tinha notado que era tão grande


Neji: quer parar? -* perguntava em sussurros no ouvido alheio apenas roçando seu membro rigido ali *-


Nit: n-não -* suspirava fechando os olhos e engolindo em seco, estava visivelmente nervoso, não que fosse sua primeira vez, a verdade era que, aquela seria a primeira vez que faria aquilo depois do que lhe aconteceu e ainda se sentia nervoso ao pensar nisso *- N-Neji...


Neji: sim? -* olhava o menor preocupado e atento *- se senti bem?


Nit: s-sim -* mordia os lábios sorrindo leve *- eu quero olhar para você


Neji: -* sorria leve passando a se ajeitar como o menor pedia, ficando por cima do mesmo entre suas pernas *- assim esta melhor?


Nit: sim -* se ajeitava tirando a camisa e abraçava o maior rindo baixo *- você não vai me machucar se deitar sabia?


Neji: eu fico reseioso de machucar a criança -* dizia sorrindo leve e levava a mão a barriga do menor a acariciando *-


Nit: não vai machucar, minha barriga não esta tão grande -* ria baixo acariciando os cabelos do moreno *- eu li que sexo é um ótimo exercício na gravidez, além disso, só tem que se preocupar quando estiver perto de parir, mais podemos dar um jeito


Neji: hmm, então anda pesquisando sobre sexo na gravidez? -* sorria de canto voltando a se posicionar *- posso saber o motivo?


Nit: hormônios, sabe como é -* ria baixo selando os lábios do moreno enquanto sentia o mesmo o penetrar de maneira lenta *-


Neji: então, isso quer dizer que você é oficialmente meu? -* sorria de canto mordendo os lábios ao penetrar o menor se mantendo parado para que o mesmo se acostuma-se com seu volume *-


Nit: talvez -* sorria de canto olhando o moreno nos olhos e mordia os lábios *- o que quer dizer com oficialmente seu?


Neji: quero dizer, oficialmente meu namorado -* dizia o olhando e sorria de canto acariciando o rosto do menor *- você aceita?


Nit: é o que você quer? -* sorria de canto mexendo o quadril para que o maior se mexe-se *- de verdade?


Neji: claro, não teria chego até aqui com você se não quisesse algo sério -* mordia os lábios passando a se mexer de vagar para não machucar o menor *- sei que... Não me vê dessa forma.. mais.. -* dizia logo sendo calado pelo menor que o puxava para um beijo *-


Nit: somos... amigos a tento tempo -* dizia ao separar o beijo mordendo os lábios *- você já.... me provou ser digno... da minha confiança... tantas vezes -* dizia entre gemidos baixos *- cuida de mim.... me da carinho... mesmo eu sendo ...grosso com você ... -* ria baixo o olhando *- eu quero Neji...


Neji: quer? .. o que quer meu anjo? -* sorria de canto ouvindo as palavras sinceras do menor dando selares por seu rosto corado sem parar seus movimentos *-


Nit: -* mordia os lábios reprimindo alguns gemidos *- eu quero... ser ..seu.... quero...ser seu namorado .. Neji -* dizia entre gemidos manhosos *- e-eu ... aceito ..


Neji: você não irá se arrepender -* dizia com um sorriso no rosto selando os lábios do menor *-





~~~~~NA FLORESTA~~~~~





~3:00 AM~




Wailly: shii, esta tudo bem, vem por aqui -* dizia baixo em um tom calmo levando o maior de volta para a caverna *-





~NA CAVERNA~






* Todos já dormiam tranquilamente, apesar de ser um pouco desconfortável. Estavam conseguindo dormir bem naquela caverna. *





~TAYLOR POV ON~





* não estou conseguindo dormir, não sei porque, todos já estão dormindo e eu acordo o tempo todo, deve ser preocupação ou algo do tipo sei lá.

Agora, estou aqui deitado de olhos fechados, depois de ter acordado novamente. Sabe, até que não é ruim dormir na floresta, é calmo até, tirando o som dos animais noturnos é até agradável.

Falando em animais noturnos, o Suigetsu dormiu sentado e acabou de cair bem em cima da minha perna e doeu cara, o mais incrível é que ele não acordou e ainda por cima esta sonhando com comida, eu acho,vai saber né?.

Logo abri meus olhos e lá esta ele, fazendo minha coxa de travesseiro,levei minha mão a seus fios albinos o observando e ele dormia com o dedo na boca como uma criança. Sabe, eu não acho que ele seja uma pessoa ruim, apesar de ser um babaca no colégio, eu acho que ele anda com as pessoas erradas e deve estar passando por momentos difíceis, afinal ele tem um problema sério que se eu não tivesse presenciado com meus próprios olhos, eu não acreditaria.

Eu já estava quase dormindo novamente quando ouvi alguns passos, continuei de olhos fechados apenas ouvindo, deve ser um dos meninos que deve ter ido ao "banheiro", na verdade eu estava de costas para os outros então não vi se estava faltando alguém, talvez algum deles tenha levantado enquanto eu cochilava.

Nessa mesma hora senti Suigetsu se mexendo sobre mim e puta que pariu, ele precisava por a cara logo ai? Não tinha outro lugar não? Ninguém é de ferro não é?  Não me entendam mal, eu sou muito hetero desde que me entendo por gente, mais a verdade é que desde que beijei o Wailly eu venho sentindo umas coisas estranhas sabe? Não pensem que sou um tarado, eu não sou e estou longe disso. Enfim, e ai também tem esse lance do Suigetsu e cara ele é uma delícia, tão gostoso e.... meu jashin eu estou parecendo o Ricki falando, não que eu seja todo certinho e não fale uma merda as vezes, mas né.

E pensar em tudo isso me deu vontade de bat.... erh mijar, isso vou arrumar um canto para fazer minhas necessidades.

Então, sabem quando você tem um cachorro que dormir com você no quarto e ele lambe sua mão? Estou me sentindo assim, porque o Suigetsu esta literalmente chupando minha mão, como assim senhor?! Essa criança não é normal.

Ao abrir meus olhos lá estava ele, chupando minha mão, fui me levantando de vagar para não acordar a peste e o tirei de cima de mim me levantando em seguida e caminhei para fora da caverna. 

Me afestei um pouco da caverna procurando um bom lugar para vocês sabem o que, mais parece que o destino tem gostado muito de zoar com a minha cara. E lá estavam meus dois queridos amigos quase se comendo atrás de uma das árvores e eu não consigo parar de olhar para essa cena, eu tenho que sair daqui. Dei meia volta, mais acabei pisando em um graveto que fez um barulho da porra, valeu em jashin sama, muito obrigado mesmo, espero que não tenha chamado a atenção deles.

Engano meu, logo ouvi meu nome ser chamado, é parece que hoje não é meu dia mesmo.*


Ricki: Taylor! -* chamava ao ver o loiro de costas *-


Taylor: o-oi -* sorria sem graça se virando para o amigo *- e-eu não quis atrapalhar, podem continuar


*e nessas horas não tem um fucking buraco para se enfiar, eu estava envergonhado? Claro, não é todo dia que se presencia seus amigos se engolindo na floresta não é?.*


Wailly: v-você não atrapalhou -* dizia com as bochecha coradas *-


* ah se ele soubesse o quanto fica fofo assim, não faria mais isso só por vergonha. *


Ricki: o que faz acordado a essa hora ? -* perguntava olhando o loiro arqueando uma sobrancelha *-


Taylor: e-eu não consigo dormir, e vocês?  -* olhava os dois de cima a baixo percebendo o moreno se aproximar *-


Wailly: Ricki ficou sonâmbulo novamente -* explicou atento aos movimentos do namorado *-


Taylor: uhum, estou vendo -* dizia em tom descontraído fazendo o ruivo rir baixo *-


Ricki: e o que o deixou sem sono? Ou melhor qual foi o sonho erótico? -* sorria de canto apertando a ereção do loiro sobre a bermuda *- e nem adianta dizer que não teve porque isso aqui entrega você


* eu já disse que o Ricki é muito inconveniente? Pois é, ele é e não tem quem segure esse ai.*


Taylor: você não presta mesmo não é?  -* ria baixo negando com a cabeça corando um pouco*- Wailly como aguenta ele?


Wailly: alguém tem que controlar a fera não é? -* ria baixo vendo o moreno fazer uma careta *-


Taylor: o-o que você esta fazendo? -* arregalava os olhos ao perceber o moreno abrir minha bermuda e colocar a mão dentro da mesma o massageando *-


Ricki: eu estou te ajudando com o seu problema -* dizia simples dando de ombros *-


* Espera ai ... o que?! Eu já disse que Ricki é um grande pervertido? Como ele pode agir como se não fosse nada, assim? Na frente do namorado ainda? E o pior é que ele me puxou para detrás da árvore e eu nem reparei, eu só consigo pensar que isso esta bom de mais e... que merda eu to falando ?.*


Ricki: apenas relaxe -* dizia no ouvido do loiro enquanto colocava o membro do mesmo para fora e distribuia selares em seu pescoço *- 

Taylor: i-isso esta muito errado -* mordia os lábios segurando a mão do moreno *-


Ricki: você vai dizer que não quer? -* dizia se afastando um pouco *- vai dizer que não ficou com um gostinho de quero mais depois que beijou o Wailly?


* ficou tão óbvio assim? Espera! O que? Lógico que não fiquei querendo beijar de novo o Wailly, só porque não consegui tirar da cabeça aquela boca maravilhosa que ele tem, toda vermelhinha e convidativa, que deve fazer um boquete maravilhoso.... céus eu não posso pensar nisso! Assim eu fico mais duro.*


Wailly: Ricki! -* repreendia o maior corado *-


Ricki: ursinho eu também estou duro, me da uma mãozinha vai? -* sorria malicioso soltando o membro do loiro *-


Wailly: se vira meu amor -* falava em tom divertido e ria baixo se aproximando do loiro *-


Taylor: Wailly, você vai compactuar com isso? -* perguntava olhando o menor incrédulo *-


Wailly: s-só porque é você Taylor -* dizia mais próximo ao loiro deixando um selar nos lábios do mesmo envergonhado *- mais isso fica entre a gente, certo?


Ricki: hmm... da um tesão ver vocês dois assim -* sorria de canto abaixando um pouco a bermuda e se masturbando enquanto via os outros dois se beijando *-


* eu estaria mentindo se disse-se que não estava gostando, e aqui estou eu novamente beijando o Wailly e dessa vez com total liberdade. Parece estranho e inesperado, o beijo sessou e ele se ajoelhou a minha frente me masturbando e passou a lamber todo meu membro em pouco tempo o colocando na boca e o chupando,contive alguns gemidos e eu estava certo, a sensação da boca dele no meu pau é a melhor que já experimentei, enquanto ele me chupava senti um selar em meu rosto e olhei para o Ricki que sorria malicioso e logo selou nossos lábios em um beijo intenso e necessitado.*





~~~ALGUNS MINUTOS ANTES~~~





~WAILLY POV ON~




Wailly: vamos, não tem nada aqui hn? Esta tudo bem -* suspirava baixo abraçando o maior *- só estamos nos dois aqui, foi somente um pesadelo


* e mais uma vez, estava eu ali, consolando ele como sempre fazia depois que ele acordava totalmente assustado e confuso. 

Ricki voltou a ter pesadelos e sonambulismo, depois que Suigetsu o entregou aquela carta, ele estava se recuperando bem, mais pelo jeito tudo voltou a estaca zero. 

Se isso me preocupava?  Sim, e muito. Ele podia parecer forte, mais eu melhor que ninguém, sei o quanto ele é frágil por dentro.

Ricki, é uma pessoa que passa segurança, força e determinação, mais não passa de uma máscara. Ele ainda sofre com seu passado tumultuado e tem uma saúde estável, o que mais me preocupa na verdade, ele chegou a usar drogas variadas, fumar varias vezes por dia e beber até não se lembrar mas de quem era, tudo isso gerol inúmeros problemas em seu organismo e apesar de ter sido tratado em tempo, ainda me deixa preocupado.

Agora ele voltou a ter sonambulismo, sempre o mesmo pesadelo, sempre com as mesmas pessoas, as vezes tentando fugir, as vezes falando coisas confusas ou até mesmo chorando.

Seu passado é o que o assombra todas as noites.*


Ricki: ele estava aqui ... -* dizia em tom baixo e confuso abraçando o menor após despertar de mais uma crise de sonambulismo*- ele estava ...


Wailly: foi apenas um sonho ruim -* tentava acalmar o maior e o olhava levando uma mão ao seu rosto e limpando algumas lágrimas que caiam *- esta tudo bem


Ricki: obrigado -* dizia baixo com um sorriso no rosto e selando simples os lábios do menor *-


Wailly: eu faço o que qualquer um no meu lugar faria -* corava retribuindo o selar, por mais que estivesse acostumado ainda se sentia envergonhado *-


Ricki: você é meu anjo da guarda, que apareceu para cuidar de mim -* dizia com um sorriso no rosto *-


Wailly: eu não sou um anjo -* ria baixo olhando o maior e ajeitando os óculos * -


Ricki: você é todo anjinho, puro, inocente, fofo, só falta as asas -* ria baixo cutucando as bochechas do menor e sorria de canto *- até gemendo meu nome você é fofo


Wailly: eu não sou nada fofo nessas horas -* corava envergonhado *- é constrangedor


Ricki: aah, mais não ficou constragido quando beijou o Taylor -* dizia sorrindo de canto implicante*-


Wailly: é d-diferente -* corava ajeitando o óculos *- não era m-minha intenção beija ele


Ricki: mais foi a intenção dele -* sorria de canto abraçando o menor *-


Wailly: mais ele não é gay -* olhava o maiir confuso *-


Ricki: ele pode até não ser, mais que ele ficou curioso, ficou -* dizia sorrindo malicioso *- podiamos ajudar ele a descobrir o que senti


Wailly: como fariamos isso? -* olhava o moreno com curiosidade, já tendo uma idéia do que planejava, já que não era de hoje que tinham esse tipo de conversa *-


Ricki: podemos mostrar como é e assim ele vai saber se gosta ou não -* sorria de canto dando alguns selares no pescoço do menor *-


Wailly: c-como aquele mangá que você me mostrou? -* dizia se lembrando do mangá yaoi que leu com o maior a alguns dias atrás *- v-você quer fazer aquelas coisas?


Ricki: só se você quiser -* sorria malicioso e segurava o menor o pegando no colo, fazendo com que entrelaça-se os pés em sua cintura e o imprensava contra a árvore *- você quer tentar?


Wailly: m-mais, como vamos fazer isso? -* pergutava envergonhado com a conversa tendo as bochechas coradas *-


Ricki: eu te mostro -* sorria de canto selando os lábios do menor dando inicio a um beijo intenso, logo ouvia um barulho por perto e se afastava olhando em volta*- Taylor! -*chamava ao ver o loiro de costas *-






~~~~AGORA~~~~





~AUTO POV ON~




* Após o desejo e a luxúria tomarem conta da noite, assim iniciava-se uma bela noite de prazer para aqueles três.

Apois o moreno se incarregar e despir o loiro, esse fez o mesmo com o ruivo. Assim o loiro se abaixou e segurou o membro do moreno logo o pondo na boca passando a chupar enquanto o moreno beijava o ruivo levando os dedos as suas nádegas o estimulando, depois o loiro se deitou e então o moreno se sentou em seu colo fazendo assim o loiro o penetrar, logo o moreno colocou o ruivinho sentado sobre a barriga do loiro e o penetrou também segurando sua cintura, enquanto o último puxou o ruivinho para um beijo desejoso e passou a estocar o interior do moreno que com isso passou a estocar o interior do ruivinho, aumentando o ritmo cada vez mais.

E logo só podia se escutar os gemidos de prazer dos três amigos que agora compartilhavam daquela intimidade, e assim se foi até que estivesse satisfeitos e por fim o loiro gozou no interior do moreno que por sua vez gozou no interior do ruivo, logo os três cairam ofegantes lado a lado e assim ficaram até recuperarem o folego.*



Taylor: isso foi ... -* começava a falar ao recuperar o fôlego *- 


Ricki: incrível?, muito bom?, perfeito? -* o interrompia rindo baixo *- é eu sei


Wailly: convencido -* resmungava baixo enquanto limpava o óculos *-


Taylor: você não tem jeito mesmo -* ria baixo *- 


Wailly: eu to cansado, vocês vão me carregar de volta para a caverna -* dizia deitando sobre o peito do moreno tendo seus fios rubros acariciados *-


Ricki: -* ria baixo o abraçando e olhando o loiro vendo que o mesmo estava pensativo *- que foi?


Taylor: me pergunto se algum dia vou saber a verdade por trás dessas cicatrizes -* dizia baixo *-


Ricki: -* olhava o loiro por um tempo e então encarava o céu suspirando *- não são tão interessantes





~~~~~~~LONGE DALI~~~~~~~





~KISAME POV ON~



Kisame: sim, sim, mais você sabe onde é? -* dizia no telefone*- eu vou sim, sem problemas, os papéis já estão prontos ele só precisa assinar, sim, estou de olho, então até daqui uns dias -* suspirava ao desligar o celular *-


* Esses dias esta cada vez mais difícil de lidar com os problemas, mas como dizem, vida que segue?.

E quem diria que depois de anos, eu reencontraria meus amigos de trabalho. Claro, que eu já tinha encontrado com Itachi, para falar a verdade, nunca deixamos de nos falar, até fui padrinho do casamento dele com Hinata.

E olha como tudo acabou, mais uma vez o grupo está reunido, Sasori e Deidara estão casados, Sasori agora é professor de artes plásticas e cuida dos filhos, já que ganhou a guarda dos mesmos e sua ex-esposa sumiu pelo mundo junto de Kakashi Hatake, quem diria, Konan e Pain são pais de uma linda menininha, possuem o próprio negócio de artesanato e costura, Hidan e Kakuzu, bem, eles formam um casal estranho, mas Kakuzu cuida dos filhos de Hidan como se fossem dele próprio, desejo que sejam felizes assim mesmo.

E ainda tem Obito e Zetsu, eles se casaram e adotaram duas crianças. Soube que Obito foi preso, depois de cometer varios crimes graves e Zetsu foi internado em um hospício fora da cidade, parece que ele não aguentou a pressão e envenenou as crianças. 

Apesar de tudo isso, fico feliz que a maioria de nos tenha seguido um rumo certo na vida.

Eu? Bem, não tenho pressa para encontrar alguém, no momento apenas quero cuidar de meus filhos.*



Konan: Kisa-chan, ainda acordado? -* sorria ao se aproximar do amigo *-


Kisame: eu estava no telefone -* sorria gentil levantando o celular enquanto falava *-


Konan: precisa descansar, acho que você e Itachi vão ter que buscar as crianças sozinhos -* dizia suspirando baixo em frustração*- Deidara acordou passando mal ainda a pouco, então provavelmente Sasori ficará com ele, Pain bebeu e agora esta dormindo feito uma pedra, com certeza não ira acordar antes do almoço, as meninas e eu vamos ficar arrumando a casa e Hidan e Kakuzu, bem, eu não tive coragem de atrapalhar aquele love todo -* dizia por último e ria baixo *- talvez, Neji vá com vocês


Kisame: entendo, não há problema -* guardava o celular *- que bom, que ao menos conseguimos contato com as crianças


Konan: acho que deveriamos ter mandado algum adulto com eles, bem, o importante é que estão bem.




~~~~~DIA SEGUINTE~~~~~



~AUTO POV ON~




* No dia seguinte, Kisame, Itachi, Sasori e Neji foram atrás das crianças, na caverna onde tinham dito que estariam, perto da cachoeira. Assim todos voltaram para a casa grande, e a alegria que era perceptível de longe tomou conta do lugar, e a noite, a janta forá regada por história que os mais velhos contavam sobre quando eram jovens e muita risada.

Sasori, ficou feliz ao saber que seu filho mais novo, avia dito uma palavra, mesmo que um simples nome, mas para ele já era um grande avanço e ficou ainda mais feliz ao ouvir a palavra "Pai" ser dita pelo menor, o que causou grande euforia da parte de todos os presentes, logo seu filho já estaria falando e isso era uma ótima notícia. 

Hidan, mesmo que sem jeito, revelou para os filhos seu novo relacionamento com Kakuzu e diferente do esperado por ele, a notícia forá recebida muito bem e com grande alegria pelos mais novos, o que também o deixou muito feliz.

Kisame, como um bom pai coruja, não desgrudou dos filhos um só minuto, o que causou grandes risadas a todos.

E assim os dias foram se passando em meio a grande felicidade.*




~TRÊS SEMANAS DEPOIS~




Hidan: vamos cambada de preguiçosos! Levantem! -* gritava pela casa batendo panelas *-


Konan: Hidan! Para com isso, até os pássaros já acordaram com essa barulheira toda -* entrava na sala com a filha no colo estressada enquanto a menininha tapava os ouvidos *- 


Itachi: alguém quer levar o despertador Hidan para casa? Esse é 100% garantido de acordar a casa inteira -* brincava ao chegar na sala ao lado de Hinata *-


Hidan: vocês reclamam demais! O café ta na mesa -* dizia indo acordar as crianças *- 


Kisame: Hidan fez o café? Já é o fim dos tempos? -* brincava rindo da careta do amigo *- 


Hidan: palhaço! Kurenai-san e Kakuzu fizeram -* dava de ombros e seguia em direção ao quarto do filho, batendo na porta e logo entrando *- meninos, o café está na mesa 


Taylor: j-já vamos pai -* dizia com a voz baixa *- 


Hidan: o que estão aprontando? -* perguntava entrando no quarto, vendo que os meninos estavam quietos *- 


 



Continua....



Notas Finais


Até a próxima!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...