História LOVERS | Imagine Jeon Jungkook - Capítulo 22


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Personagens Originais, Rap Monster, Suga, V
Tags Bts, Hoseok, Jhope, Jimin, Jin, Jungkook, Namjin, Namjoon, Rap Monster, Seokjin, Suga, Taehyung, Texting, Vhope, Yoongi, Yoonmin
Visualizações 221
Palavras 686
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ficção Adolescente, Fluffy, Hentai, Lemon, Romance e Novela, Shoujo (Romântico)
Avisos: Álcool, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Nudez, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


relou

Leiam a minha fic nova (link nas notas finais)
Por favor, me apoiem nos meus outros trabalhos :/

Capítulo 22 - Yoongi III


Tae: É sério, hyung?


: Claro q é

Vem logo


Tae: Vc não vai me matar?


: Vem logo

Já ate falei c minha mãe p ela trazer comida pra gente

Ela ficou feliz q vc vai vir


Tae: Caramba…

Eu vou

Espera um pouco

Ja ja tô saindo de casa


Bloqueei o celular e me esparramei na cama. Eu espero poder acertar as coisas com o Taehyung de vez, faz tempo que não somos mais os mesmos um com o outro. Taehyung e eu somos muito orgulhosos, mas eu já sofri demais por brigar tanto com ele, e quando estamos no mesmo ambiente o clima não costuma ser tão bom assim. Esperei Taehyung por exatos vinte e três minutos e ouvi a campainha. Respirei fundo ao sair do meu quarto e fui abrir a porta pra ele.

— Hyung?

— Acho que sou eu sim, Taetae. – ele arregalou os olhos por eu o ter chamado pelo apelido sem formalidade alguma – Vamos, entre!

— Você não vai me matar mesmo? – perguntou receoso. 

— Prometo que não. Vamos pro meu quarto. – fui na sua frente e subi as escadas.

Entramos no cômodo e ele ficou parado na frente da porta enquanto eu me sentava na cama.

— Senta aqui. – o chamei e ele veio nervoso. 

— Yoongi, eu…

— Deixa eu falar primeiro. – ele assentiu e eu continuei – Eu te chamei aqui pra dar um em tudo isso. Tae nossas brigas são ridículas, e pior, não tem motivo algum. Eu perco a cabeça fácil, você sabe como eu sou sensível com esses tipos de emoções. Me machuca muito brigar com você, então… eu não quero mais isso. Eu quero ser seu amigo de novo, quero nossa amizade de volta. Eu te amo muito Tae e… – ele me interrompeu me abraçando. Rapidamente retribui sorrindo e afaguei seus cabelos.

— Eu amo você, hyung! – falou e eu percebi que ele estava chorando – Por favor, me desculpe por tudo, por ter sido tão idiota com você. Se você tivesse morrido naquele dia eu me culparia pra sempre. Me desculpe por ser orgulhoso e não ter pedido desculpas antes, eu sinto muito sua falta.

— Eu também, Taehyung. – e eu já me acabava em lágrimas como ele.

Continuamos por mais alguns minutos chorando nos braços um do outro sem trocar palavra alguma. Paramos de chorar, ele se afastou olhando em meu rosto e sorrindo.

— Amigos de novo? – ele perguntou.

— Sim, Taetae, amigos de novo! – sorri para ele e o mesmo tascou um selinho na minha boca, me deixando envergonhado – Taehyung! 

— Oh, meu deus! Desculpa, é que eu e o… o cara com quem estou saindo fazemos isso toda hora.

— Tá, mas não faz mais isso. – ele sorriu e assentiu – Taehyung, eu te conheço muito bem, eu sei desde que vocês começaram a sair.

— Pera, que?

— Eu sei que você tá de rolo com o Hoseok, e tem tempo já, por que não assumem?

— A gente não namora, e provavelmente nem vai. A gente só fica por ficar mesmo, quando não tem mais nada pra fazer e tals.

— E você não gosta dele?

— Só como amigo mesmo. – deu de ombros – Como está com o Jimin?

— Tem umas duas semanas que a gente começou a ficar mesmo.

— Caramba, demoraram hein.

— Eu queria ter a certeza do que eu sentia por ele.

— Você o ama? – deitamos na cama e ficamos de frente um para o outro.

— Claro que amo, sempre amei.

— Tô dizendo tipo namorado, tonto.

— Não sei… eu gosto dele mas não sei dizer ainda se é amor ou não. – ele segurou uma de minhas mãos entre as suas e sorriu.

— Com o tempo você vai descobrir.

Ficamos naquela posição jogando conversa fora, como os grandes amigos que éramos. Minha mãe chegou e só faltou gritar ao ver Taehyung deitado comigo. 

“Tae você cresceu tanto!”

“Você continua tão lindo!”

“Ainda gosta de sanduíche de queijo com pasta de atum? Foi isso que comprei pra você”

“Dorme aqui com o Yoongi!” Sim, minha mãe convidou Kim Taehyung pra dormir COMIGO. Tipo, NA MESMA CAMA. @Mãe, leva ele pra dormir na sua cama então!

Sou um pouco rabugento mas admito que fiquei feliz por dormir ao lado do meu antigo-novo-grande amigo.


Taehyung é e sempre foi o meu melhor amigo. 


Notas Finais


ESPERO Q N TENHA FICADO MUITO POMBO BJS TCHAU

Dêem uma lida na minha fic nova, por favor!!!!?!?!??!

> https://spiritfanfics.com/historia/mingau-estragado-10899511 <

Gente, pfvr, leiam essa fic ;-;
Mesmo que algumas pessoas não conheçam os grupos, eu prometo que vai ser legal


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...