História Loves conquers Death ( Adstem segunda temporada) - Capítulo 3


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Personagens Originais, Rap Monster, Suga, V
Tags Flex, Homicidios, Jikook, Morte, Namjin, Suicídios, Vhope, Yoongi
Visualizações 10
Palavras 1.799
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Comédia, Famí­lia, Fantasia, Ficção, Lemon, Mistério, Musical (Songfic), Policial, Romance e Novela, Sobrenatural, Suspense, Universo Alternativo, Violência, Yaoi
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Drogas, Estupro, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Sexo, Spoilers, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


FALA AE TRUTAS ?
MANO ERA PRA MIM TER POSTADO ANTES, MASSSSSS EU NÃO PUDE
MACHQUEI O BRAÇO HELP

BOA LEITURA MINHAS CRIA DE YOONGI

Capítulo 3 - 3 Life takes revenge


Fanfic / Fanfiction Loves conquers Death ( Adstem segunda temporada) - Capítulo 3 - 3 Life takes revenge

"Não me esconda a verdade

Ou eu me vingarei

Saiba que isso dói mais do que tudo

Me conte sobre o que quer que seja

Esse pouco de vida que eu tenho

Precisa ser restaurada."


Mariana olhava fixamente a única foto do pai que tinha guardado consigo em suas coisas.

Aquele homem era a cópia fiél de seu falecido pai quando jovem. 

Ela estava assustada. Como poderia ser tão parecido assim? Muitas coisas rondavam sua mente. Aparência física. Comportamento protetor. 

E o mais importante. Antes da polícia chegar , ela pediu ajuda ao seu pai. Aquilo a deixava super intrigada. Seu cérebro iria fundir a qualquer momento.

Antes que pudesse concluir mais alguma teoria e/ou hipótese de noite anterior, sua camapainha tocou.

Mariana_ Ah! Que bom que vieram, não vou passar o dia sozinha! (disse dando espaço para eles passarem).

Hoseok_ Nós soubemos que você foi roubada querida, como isso aconteceu? (Perguntou sem nenhum tipo de cerimônia, com um olhar preocupado, enquanto Taehyung levava algo até a cozinha).

Mariana_Vamso sentar, então eu explico com calma (sugeriu, guiando seu amado tio, até o sofá. Esperou alguns segundos até Tae se juntar aos dois).

Taehyung_ Pode começar querida.

Mariana_ Bom foi tudo muito rápido...Eu resolvi pegar uma rota diferente da que eu uso normalmente para chegar em casa. Depois meu carro parou de funcionar, então eu precisei chamar o reboque para trazerem carro até em casa, ou para alguma oficina, não sei. Enquanto eu esperava eles virem, dois homens me fizeram refém. Graças a Deus, a polícia estava passando bem na hora, os assaltantes tentaram fugir, mas logo, eles conseguiram conseguiram pegá-los, e recuparar minhas coisas. Levaram até meu material didático. Como eu ia dar nota para meus alunos sem as provas e trabalhos deles?? (omitiu a parte de que o ppolicialera idêntico ao seu verdadeiro pai, poderia ter visto uma miragem, ou algo do tipo).

Hoseok_ Não se preocupe tanto com seus alunos, se preocupe tanto com você. Eles poderia ter te agredido, de várias formas pequena (Hobi tinha costume de chamá-la assim).

Taehyung_ Vira essa boca pra lá amor, Deus me drible dessas coisas. Meu bebê que já tem vinte aninhos, mas pra mim ainda é aquela criança inocente, nunca, se depender de mim, vai sofrer com essas coisas. Eu sempre vou protegê-la, trabalho na polícia não é mesmo?

Mariana_Pra um policial, quarentão, você tá bem tio. Pode ser meu guarda costas.

Hosoek_ Vai precisar de algum advogado também? Eu tô aqui! (se manifestou).

Mariana_ Obrigado, mas não. Como foi flagrante, eu só preciso ir na delegacia registrar a ocorrência, nada demais. Eu posso ir daqui a alguns dias, sem pressa.

Taehyung_Eu trouxe torta de limão pra você. Sei que ama. Também trouxe um pote com lasanha e sprite. Seu Maravilhoso tio, não deixou eu trazer outra bebida. (o Jung deixou uma risada nasalado sair, enquanto via o Kim lhe fuzilar com o olhar). Deixei a torta e o refri na geladeira e a Lasanha no microondas tá bom?

Mariana_ Tá ótimo, obrigado. Estou me sentindo super mimada. Acho que vou ter que ser assaltada mais vezes. E eu amo sprite, não se preocupem. (lançou um sorriso para o casal).

Hosoek_ Temos uma última coisa pra te dizer, antes de irmos.

Mariana_ A meu Santo Expedito! O que é?

Taehyung_ Conseguimos adotar nosso filho! E o mais louco de tudo! Ele tem a idade que queríamos! Dezessete anos!

Mariana_ Parabéns! Meu Deus! (disse e pulou no pescoço do Kim, lhe dando um abraço apertado, depois fez o mesmo com Hoseok). Quando eu vou conhece ele?

Hosoek_ Nós vamos buscá-lo agora. Se tudo ser certo, logo logo, trazemos ele aqui! 


~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~


Jae tinha sua mala feita. Esperava ancioso pela chegada do casal que lhe daria sua tão sonhada família. Amou saber que seus pais era Hoseok e Taehyung. Simplesmente não se importava com "homem e mulher".  Ele só queria pessoas que o amassem de verdade.

Hoseok_ Olá Jae! (o rapaz virou com tudo e abraçou apertado o Jung, deixando sua mala de lado).

Taehyung_ Aish, eu também quero um abraço! (fez um bico fofo).

Jae_ Vemos que alguém está carente! (O garoto correu, puxando o braço de Hobi, que o seguiu no mesmo ritmo, entendendo o que o rapaz queria fazer. Logo o Kim já estava sendo abraçado por Jae e Hope).

Taehyung_ Eu já conversei com a tutora e a promotora, podemos ir. Tem mais alguém que queira se despedir querido?

Jae_ Não pai Tae, eu tô bem, podemos ir, só tenho que pegar minha mala que tá lá (disse apontando pra mala).

Hosoek_ Vão indo para o carro que eu pego.







~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~



Jae não sabia o que fazer. Agradecia a tudo que lhe foi dado. Seu quarto era enorme. Suas roupas novas eram lindas. E o mas Importante de tudo: Seus pais o amavam!

Era de fato o que ele sempre quis. Era de fato sua vida.


~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~



Jakeline chegou enfim em solo brasileiro. Mas, não em sua casa, e sim em seu estúdio. Aquela madrugada, ela não descancaraia, somente terminaria seu trabalho. Para, no outro dia, ir de encontro a sua filha. A quem tanto sentia saudade. Também ver seus amigos é claro. Seus tios que estavam tão velhinhos. Tudo lhe fazia querer largar suas fotos e correr ao encontro de todos, mas precisava terminar aquilo, e também era muito tarde.

Jake_ Aonde está meu cartão de memória?!?!? EEu não posso ter perdido ele! Meu Deus, meu trabalho de meses está lá. As vezes dá vontade de voltar a prender pessoas, Aish!

Acabou derrubando sua mochila no chão. Deixando cair algo que sempre levava consigo. O álbum de fotos do seu casamento e de sua gravidez.

Jake_ Ah! Yoongi, como você faz falta! (disse abrindo o álbum e vendo o sorriso gengival do Min, estampado na fotografia de seu ensaio fotográfico do casamento. Ele era perfeito. Ele não tinha que ter ido).

Sentiu seus olhos arderem, é uma pequena lágrima escorrer. Olhou para o chão enxugando sua lágrima, e o viu o bendito cartão.

Jake_ Te achei embsute!

Ficou da meia noite e meia até cinco horas da manhã para terminar de editar e organizar todas fotos que tinha selecionado para seu projeto. 

Acabou por dormir escorada em cima de sua mesa mesmo. Estava muito cansada, "desmaiou" ali mesmo.


"De novo aquele campo! De novo aquele mar de rosas vermelhas em que se via perdida. Jakeline olhava para tudo tão confusa, até encontrar um pequeno papel

"Siga as marcações"

Olhou em volta e viu que algumas rosas eram brancas, e levavam até a entrada de uma floresta. Então resolveu segui-las.

A mata estava um pouco fechada, estreita, mas isso não a fez desistir de saber aonde estava indo. 

Um pouco mais a frente, ela viu outra rosa branca. Pegou ela em suas mãos e viu que a mesma estava amarrada a um longo fio vermelho, que a levava ao um novo destino.

Continou seu caminho. Aquela fica corda vermelha era extensa. Já se sentia cansada. Mas nunca desistiria. Não era de deixar as coisas passarem.

Algum tempo depois ela encontrou a praia. Onde tinha vivido os melhores momentos com Yoongi. Viu alguns. Passos na areia e então resolveu segui-los.

Ele levavam a pequena a cabana onde tinha passado seus momentos mais marcantes com Yoongi. Aos poucos foi abrindo a porta. Viu um tapete vermelho no chão que dava até uma escada e então seguiu novamente, não sabia aonde estava indo, mas  não sentia medo algum.

Subiu as escadas com muita tranquilidade. Virou o corredor que levava até uma porta. Com calma, resolveu abri-la.

Viu seu anjo com um sorriso estampado no rosto, com um buquê de rosas vermelhas e brancas a sua frente 

Jakeline_ Yoongi! "


Acordou assutada com o barulho do despertador. Tudo tinha apenas sido um (triste) sonho.


Já se passavam das sete e meia da manhã. Resolveu se arrumar e enfrentar o trânsito intenso de São Paulo. Tinha que chegar ainda no mesmo dia, antes do almoço na casa de Mariana.

Tomou um banho no banheiro que tinha em seu estúdio. Pegou qualquer roupa de sua mala. Fez suas outras higienes matinais, depois arrumou seus materiais de trabalho em seus devidos lugares. Por fim, pegou seu carro e saiu para, enfim, reencontrar sua filha.

Parou em um posto de gasolina. Resolveu comprar algo para comer, pois sua fome já estava lhe "matando".

Tinha um policial ali. Não o reconheceu. Ele estava de costas. As vezes sentia falta de sua farda. Só às vezes.

Pegou qualquer coisa e pagou com a recepcionista da parte da conveniência. Saiu para seu carro que pediu para deixarem encher o tanque. 

Viu o políal entrar na viatura, ele virou o rosto em sua direção e sorriu. Jakeline teve seu coração parado por segundos, aquele sorriso gengival. Depois de poucos segundos a viatura já havia sumido.

Entrou em seu carro. Pegou os fones de ouvidos, discou para sua filha.


Mariana: Alô, mãe?

Jakeline: Mari, eu estou chegando em sua casa, e preciso ter uma conversa séria com você. Eu acho que enlouqueci.

Mariana: Eu também preciso lhe contar duas coisas. Uma que pode acontecer com todo mundo, outra acho que é fruto da minha linda e mirabolante imaginação

Mariana/Jakeline: Eu vi Min Yoongi, vestido de policial, dentro de uma viatura (disseram em uníssono).

Jakeline: Como assim Mariana Min Choi? Me epere que eu estou chegando aí!


Jakeline tinha suas mãos trêmulas é um coração acelerado. O que esyava acontecendo? Quem poderia ser aquele polícial? Será que teria que voltar a trabalhar com seu antigo emprego para saber quem era o dono de uma pele branquinha, um e setenta e quatro de altura, sorriso gengival, cabelos negros e um corpo perfeito?

" Min Suga, de onde quer que você esteja, não brinque comigo. Eu te amo, por favor. Eu quero ser amada também. Então cuide de mim. Açúcar do meu café!"

Sentiu sua garganta arder ao se lembrar de tudo. As máquinas parando de funcionar. Yoongi fechando os olhos, com um sorriso no rosto. Ele tinha partido. Ela nunca superaria aquilo. Apenas se acostumou com a dor.

Depois de mais algum tempo. A campainha foi tocada. Suas mãos tremiam demais. Seu sorriso estava sendo um pouco forçado. Só um pouco.

Viu a maçaneta ser girada com calma, e a porta ser aberta do mesmo modo. Viu a figura da pessoa, de quem mais amava nessa face da terra (ela achava).

Jakeline_ Minha filha! (exclamou, tendo, enfim, um sorriso totalmente sincero no rosto).

Mariana_ Mamãe! 

As duas se abraçaram. Precisava sentir o calor uma da outra. Mãe e filha. Um amor que nunca se saberá como é se não for vivido por si mesmo.

Jakeline_ Acho que temos muitas coisas para conta, não é mesmo? ( disse pegando no braço da filha e entrando na casa).


" Só me deixe saber o que está acontecendo

Eu vou me vingar de tudo e de todos

A vida é uma vingança. E ao mesmo tempo nossa única esperança!

A como dói saber que você se foi!

Mas será que tu fostes embora mesmo? 

Isso é apenas um jogo comigo? 

Ou é a realidade?

Me diga! Ainda me ama?

Sua vingança, sempre será me amar. 

Minha esperança, sempre será saber que você me ama!"





Notas Finais


Aaaa postei bicho
Os capítulos estão muito pequenos pq eu tô com a minha mão doendo bastante, então relevem


Dsclp os erros

Bajsbskddnn JAKELINE ENFIM APARECEU

VHOPE E UM FILHO? AHAUSBSISNDI

CALAM AINDA TEM JIKOOK E NAMJIM
E CLARO QUE VAMOS TER UM CAPÍTULO SOMENTE DO YOONGI (spoiler cof cof)

Bjss aaaaah to morta de sono com um braço doendo


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...