1. Spirit Fanfics >
  2. Lovesick Boy. (Drarry) >
  3. Pode confiar em mim.

História Lovesick Boy. (Drarry) - Capítulo 6


Escrita por:


Notas do Autor


Oiii!!

Sei que sempre peso desculpa pela demora mais é que eu estou super sem tempo, pra quem não sabe eu tenho uma outra fic chamada "meu primeiro amor (Drarry)" aí eu tenho que dar atenção para está fic e para outra também.

Link da fic:

https://www.spiritfanfiction.com/historia/meu-primeiro-amor-drarry-21043913

Vocês chutaram tanta gente no último capítulo, até o ex do Harry entrou na roda menos uma pessoa...

Capítulo 6 - Pode confiar em mim.


Fanfic / Fanfiction Lovesick Boy. (Drarry) - Capítulo 6 - Pode confiar em mim.

                        Harry on:


- Meu Deus… - diz Draco com os olhos arregalados. - Nunca vi tantos ruivos em um lugar só. - Isso me fez soltar um riso alegre.


- Olá querido! - diz Molly com uma forma na mão com um pano por cima.


Rony, Mione e Gina vem e me abraçam, era um abraço de conforto, proteção e… carinho.


- O que vocês estão fazendo aqui? - pergunto quando quebramos o abraço.


- Achou mesmo que não viramos para te dar apoio? - Pergunta Mione fazendo uma voz como se estivesse triste.


- Somos seus amigos, vamos estar sempre contigo. - Gina diz segurando minha mão.


- Como vocês souberam? 


- Bom… antes de você sair estávamos conversando e vc falou que quando chegasse iria contar como foi e tudo mais. - diz Rony dizendo calmo para mim que asinto.


- Você não postou nada ontem e nem nos respondeu, aí ligamos para o Lupin, ele nos contou o que aconteceu e nos convidou para vir aqui. - diz Gina enquanto eu olhava para Lupin que estava com um sorriso mínimo.


- Obrigado por eu ter vocês. - Nos abraçamos mais uma vez.


- Ah, esses são os Malf…


- Relaxa cara Sirius já nos apresentou para o Sr. e a Sra. Malfoy só falta o Draco. 


- É bom conhecer vocês. - diz Draco estendendo a mão para os três que apertaram sorrindo.


- Harry querido, fiz a sua sobremesa favorita. - diz Molly tirando o pano de cima da forma revelando um lindo bolo de cenoura com cobertura de brigadeiro que eu amo, mas não estava com fome.


- Obrigado tia Molly mais eu… 


- Harry acho que você esqueceu o seu celular lá fora. - diz Draco segurando minha mão e já me levando para o quintal novamente.


- Chegando lá ele fecha a porta e me olha preocupado.


- Draco o meu celular está no meu bolso. - digo tirando o aparelho do bolso para mostrar para o maior.


- Harry aquilo foi uma desculpa para sairmos dali pois sei muito bem o que você iria dizer.


- É o que eu ia dizer? 


- Que não estava com fome. - Draco chega mais perto de mim e coloca suas mãos em meus ombros.


- Sei que você está triste por ter terminado o seu relacionamento, mas todas as pessoas que estão nessa casa se preocupam muito com você. - ele diz com uma voz calma e isso me acalmou um pouco.


- Sei que não nos conhecemos direito mas pode confiar em mim pra tudo, se quiser sorrir, chorar, pular, dançar, tocar ou cantar.


Com Draco me sentia seguro, uma parte de mim confiava muito nele.


- Ontem ele disse… disse que só estava comigo por causa do meu… - meus olhos se encheram de lágrimas e Draco me abraçou e isso me acalmou.


- Sei o que quer dizer Harry, não precisa falar mais nada ok? - murmuro um "sim" enquanto nós abraçamos.


- Aquele idiota do seu ex-namorado é quem perdeu, você não precisa dele. 


- Agora… - ele diz quebrando o abraço e com um sorriso simples. - Vamos entrar lá e comer aquele bolo de cenoura que está com uma cara maravilhosa, promete que vai comer o bolo? - Ele estendeu o seu dedo mindinho na minha direção e cruzo o meu com o dele.


- Prometo. - Entramos na casa novamente e Rony estava fazendo um prato de comida para ele. 


A campainha tocou e Sirius foi atender ela sorrindo, provavelmente ela já sabia quem era e não me contou.


- Surpresaaaa! - diz minha tia Bellatrix cantarolando enquanto entrava pela casa.


- Oi irmã. - diz Narcissa abraçando Bellatrix.


- Até que enfim você voltou Cissa. - diz Bellatrix rompendo o abraço. - e aí Lucius. - ele diz dando um abraço em Lucius que ficou meio sem reação no início, olho para o lado e vejo Draco rindo.


- Nossa. - Bellatrix vem até Draco e coloca a mão em seu rosto e o vira de um lado para outro, para cima e para baixo. - você é a cópia fiel do seu pai em garoto.


- Ahh… valeu? - agora era eu quem escondia o riso.


- Vem filho. - olho para o lado e vejo meu primo que provavelmente estava com vergonha pelos Malfoys.


- O-oi. - ele diz corando um pouco. - prazer me chamo Neville.


- Não precisa ter vergonha, me chamo Narcissa, aquele é o meu marido Lucius e o meu filho Draco.


- Vem Nev. - Neville perdeu seus pais em um incêndio quando tinha seis anos. Bellatrix é médica quando Neville estava internado devido ao incêndio ela era a única que o fazia rir mesmo que pouco, ela o adotou e para comemorar ela meus pais e Régulo prepararam uma festa de boas vindas a ele.


- Sinto muito pelo seu término Harry. - diz Neville quando ele chegou perto de mim.


- Tudo bem. - por que quando acontece alguma coisa as pessoas falam "eu sinto muito"?


- Olá, como minha mãe disse meu nome é Draco. - Draco estendeu sua mão para Neville com um sorriso amigável.


- Me chamo Neville… bom, acho que você já sabia. - ele coloca sua mão na cabeça e sorri envergonhado.


- O que vocês acham de comer o bolo que a Molly trouxe? - diz Lupin animado.


- Eu acho ótimo. - diz Rony animado com a mão na barriga.


- Acho melhor você se acostumar Draco, o Rony não tem fundo. - diz Mione fazendo ele rir .


- Sério que vocês vão falar mal de mim na minha frente. - Rony diz um pouco irritado.


- Dramático. - diz Gina fazendo Rony revirar os olhos.


Essa tarde foi bem divertida, Sirius Narcissa e Bellatrix contaram história de quando eram crianças, infelizmente meu tio Régulo não pode vir para participar pois ele estava de plantão na delegacia.


                 Quebra de tempo.


Já estava de noite quando os Malfoys estavam indo embora, eu não queria que eles fossem embora pois eles me animaram muito em um dia que era para ser cinza para mim.


- Foi muito bom reencontrar você Cissa, vocês três são sempre bem-vindos em nossa casa. - diz Sirius se separando do abraço com Narcissa.


- O próximo almoço vai ser em casa, vocês vão estrear aquela casa. - quando Draco ouviu isso ele abriu um sorriso enorme e ficou super animado, parece que ele gostou mesmo da ideia.


- Foi muito bom te conhecer Harry, espero que eu não tenha sido um idiota. - ele diz meio receoso provavelmente de eu ter achado ele um idiota.


- Para com isso Draco, sabe que eu gostei de você. - digo dando um soquinho em seu ombro.


- Obrigado por ter me ajudado hoje, isso me acalmou muito. - digo dando um sorriso meio envergonhado.


- Tudo bem Harry conta comigo para tudo. - ele diz colocando sua mão em meu ombro. - você tem o meu número agora, qualquer hora ou dia pode me mandar mensagem ok?


- Ok. - ele tira sua mão do meu ombro e sorri.


- Draco vamos? - Pergunta Narcissa já na porta com Lucius e meus pais.


- Ah sim. - vou com Draco até a porta para me despedir deles.


- Quando vocês quiserem podem voltar qualquer dia. - digo olhando os três sorrindo.


- Pode apostar que vamos voltar querido. - Narcissa vem até mim e me abraça e dá um beijo na minha testa. 


- Tchau Harry. - diz Draco quando eles passaram pela porta.


- Tchau Draco. - ele me dá um sorriso e vai até o carro, abre o vidro e acena para mim e meus pais.


Quando o carro deu partida eu e meus pais entramos e Remus trancou a porta.


- Você está melhor meu amor? - diz Remus vindo até mim um pouco preocupado.


- Tô sim pai, todos eles me animaram bastante. 


- Bem que eu percebi que você estava um pouco mais animado do que hoje de manhã.


- Amor vou dar um banho no Teddy e colocar ele para dormir. - diz Sirius com Teddy em seus braços que estava cosando os seus pequenos olhinhos.


- Boa noite meu anjinho. - Remus dá um beijo na testa do menor que bocejou.


- Boa noite meu pestinha. - dou um beijo em seu nariz.


Remus se senta no sofá e pede para mim sentar ao seu lado.


- Parece que você e o Draco se deram bem. - Remus diz com uma voz carinhosa.


- Sim ele é bem divertido. - falo um pouco animado pois não estava mentindo.


- Foi impressão minha ou você estava cantando no quintal e o Draco estava junto? Pensei que tivesse vergonha.


- Mais eu tenho, eu estava tão entretido com a música que nem percebi ele do meu lado. 


- Tudo bem meu amor, isso é ótimo logo logo você perde essa sua vergonha. - meus pais e meus amigos sempre falam isso para mim mais não sei se um dia isso irá acontecer.


- Bom… vou tomar um banho e ir dormir, infelizmente tenho aula amanhã.


- Para de reclamar Harry, essa é a melhor fase da sua vida tirando a infância. - ele diz de forma repriendora.


- Oookkk. - Digo subindo as escadas. - boa noite pai. 


- Boa noite meu amor.


Vejo Sirius fechando a porta do quarto de Teddy, vou até ele e o abraço.


- Boa noite pai. 


- Boa noite filho, se precisar de alguma coisa pode chamar eu ou seu pai. - nos separamos do abraço e fui até o banheiro.


Tomo um banho quentinho, escovo os meus dentes e vou até o meu quarto com uma toalha na cintura, abro o meu guarda-roupa e pego um conjunto verdade bem clarinho de pijama para dias um pouco mais frios.


Deito na minha cama e fecho os olhos para dormir.


"Amanhã será um dia bem cheio".








Notas Finais


Então foi isso espero que vcs tenham gostado.

Obrigado pelos comentários e favoritos isso me motiva de mais, amo ler os comentários de vcs💖💖💖.

Até o próximo capítulo ❤️❤️❤️.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...