1. Spirit Fanfics >
  2. Love,War and Obsession >
  3. Um Pedido Especial

História Love,War and Obsession - Capítulo 3


Escrita por: e NoErnergy


Notas do Autor


Olá Amores, o capitulo demorou um pouquinho para ser postado,mas foi feito com muito carinho para vocês. Boa Leitura!

Capítulo 3 - Um Pedido Especial


Corpo de Investigação 

 

Mais uma manhã se inicia no Corpo de Investigação ou CDI, os pássaros a fazer melodia e voando pela paisagem de um céu azul lindo, nuvens como algodão doce a enfeitar tamanha beleza, um dia perfeito para estar sorrindo e descansando, não é? 

 Errado…  

Neste exato momento no CDI encontra-se um Alfa abatido pela exaustão do trabalho e com olheiras deixando evidente que não teve uma boa noite de sono. Erwin bocejou e em seguida voltou a se concentrar nos papéis à sua frente,mas​, logo sua atenção foi desviada quando ouviu algumas batidas, a porta foi aberta suavemente e o loiro sorriu interno quando o odor de camélias invadiu suas narinas. 

 

_ Ah, é você - disse simplista, mas com um tom doce em sua voz, seus olhos se retiraram dos documentos em suas mãos e foram de encontro a Mike, o marido de Erwin, que vinha sorrindo na direção do esposo. 

 

_ Atrapalho? - o também alfa perguntou com um sorriso doce beijando o arco da cabeça do seu amado. 

 

_ Você? Jamais - Sorriu ladino e convidou seu esposo para sentar em seu colo. 

 

_ Amor, você sabe que não podemos ficar desse jeito aqui dentro - Mike disse após depositar um selinho nos lábios de Erwin.

 

_Eu sei - suspirou e abraçou o marido em seu colo , aproximando seu nariz nas glândulas do mesmo e inalou o cheirinho que sempre o acalmava - só me deixe ficar assim um pouquinho - disse de forma manhosa. 

 

_ Tudo bem-Mike riu soprado levando um de seus palmares aos fios loiros do alfa manhoso,e ali começando um afago gentil. 

 

 

Quem visse o Alfa nesse estado, não acreditariam que o Comandante poderia ser tão carente de atenção e carinho. Erwin Smith era o décimo terceiro a comandar o Corpo de Investigação, uma das características do Alfa é ser racional, inteligente, respeitado e com uma presença dominante. Ele é alto, mais alto que a maioria dos membros do Corpo de Investigação, com seu cabelo loiro cuidadosamente separado no lado esquerdo, sempre com uma expressão calma em seu rosto, olhos azuis frios, e as sobrancelhas sendo muito grossas, o que é alvo de piadas de Hanji Zoe. 

 

Seu objetivo final era que a humanidade voltasse a se erguer e se tornasse a espécie dominante sobre os Titãs e não ao contrário. É um ótimo líder, embora ele se importasse profundamente com seus homens, não hesita em sacrificar pelo bem e prosperidade da humanidade, e bom..seus homens mostram-se mais do que dispostos a apostar suas vidas sob suas ordens. Muitas vezes questionou se o que estava fazendo era a coisa certa. 

 

O pai de Erwin era um professor brilhante, mas também intensamente curioso sobre os mistérios do mundo, durante uma lição sobre a história da humanidade ele fez uma pergunta que seu pai não poderia responder, porém, mais tarde naquela noite, seu pai compartilhou secretamente com ele uma teoria herética: os livros oficiais distribuídos pelo governo continham muitas contradições. Todo conhecimento do mundo exterior foi declarado tabu 107 anos antes, mas isso não teria impedido a primeira geração de contar histórias para seus filhos, Ele havia concluído que as memórias da primeira geração haviam sido alteradas, permitindo que a monarquia as controlasse melhor. 

 

Erwin inocentemente compartilhou essa teoria com outras crianças e isso chamou a atenção do Primeiro Esquadrão Interior da Polícia Militar, que se aproximou dele e perguntou sobre as teorias de seu pai, Mais tarde naquele dia, seu pai foi morto em um "acidente" em outra cidade mas o pequeno Alfa sabia que seu pai tinha sido assassinado. 

 

Futuramente se alistou nas forças armadas e juntou-se ao Corpo de Investigação, serviu como um oficial de confiança ao comandante Keith Shadis , eventualmente tomando seu lugar quando o outro aposentou-se e tornou-se instrutor. Durante seu tempo como um oficial, lutou ao lado de soldados notáveis tais como Mike Zacharius, e eventualmente, Levi Ackerman. 

 

E por falar em Levi, ele não poderia esquecer-se de como conheceu o Alfa Lúpus, certo dia, o Alfa e seus companheiros, Farlan e Isabel ,foram contratados por Lobov, que em troca daria a cidadania para morarem na superfície.  No momento que estava percorrendo o subterrâneo com seus amigos, começaram a ser perseguidos. Além da Polícia Militar, a Tropa de Exploração também estava atrás deles. Para fugir o trio se separou, sendo que Erwin foi atrás de Levi, Isabel e Farlan acabaram sendo capturados, o comandante perguntou-os onde aprenderam a usar o DMT e não acreditou quando disseram que o fizeram sozinhos. Então ele propôs que se juntassem ao Corpo de Pesquisa, em troca teriam todos seus crimes perdoados, mas, caso não aceitassem, seriam levados e julgados pela polícia. 

 

Não foi preciso insistir muito, o motivo de Lobov tê-los contratado era para que roubassem um documento que estava em posse de Smith, e, em seguida, matassem-no. Erwin e Mike "adotaram" Levi e seus companheiros como filhos, os alfas loiros já tinham uma relação, no começo a relação de Erwin, Mike e Levi não foi chocolates e flores, mas, com o tempo os três se tornaram uma estranha família, principalmente após a perda de Farlan e Isabel, o que é uma história triste e que os Alfas preferem não tocar no assunto. 

 

_ No que está pensando?- Erwin é tirado de seus devaneios pela voz suave de seu esposo. 

 

_ Nada demais amor, só estava lembrando-me de como conhecemos o nosso "doce" - fez aspas com as mãos e com o rosto no ombro de Mike. _E amado filho Levi - inspirou mais uma vez o cheiro de Camélias, o que fez seu amado arrepiar, e mirou seus olhos azuis, cheio de ternura e adoração, ao Alfa sentado em seu colo com o rosto corado. 

 

_ Eu te amo - pronunciou com o rosto corado e um sorriso brilhante. 

 

_ Eu também te amo- declarou de volta, feliz e com a energia renovada, apenas Mike trazia calma e paz para seu coração. 

 

_ Eu também amo manter minha sanidade mental, então, por favor.. os velhotes poderiam parar com essa cena? Eca- e então o clima de romance foi completamente arruinado. 

 

Parado no batente da porta, com braços cruzados e com uma cara de tédio, estava o baixinho

ranzinza. 

 

_ LEVI- Mike pulou pelo susto de ser flagrado em um momento vergonhoso pelo seu filho- N-não é nada disso que você está pensando - disse após se posicionar ao lado do Alfa que estava com uma carranca nada boa. 

 

_ Que feio papai Smith, nessa idade sendo um completo devasso em plena manhã- o menor disse com uma voz de deboche, sorrindo internamente pela carranca do Alfa aumentar. 

 

_ Já cresceu ao menos 2 cm pra poder falar comigo desse jeito? Pirralho- o loiro disse de forma sarcástica. 

 

_ Já tomou o seu remedinho para o Smith Jr subir? - respondeu com outra pergunta de forma ácida. 

 

 _ Ora seu..- o Alfa ia partir pra cima do outro, mas seu marido fez um sinal para ele parar. 

 

Mike sabia que essas provocações eram só brincadeiras e que nenhum dos dois partiria para a violência, mas, caso ele não interrompa essas farpas.. pode durar vários minutos. 

 

_ Levi meu amor - o loiro castanho saiu do lado de Erwin e caminhou até seu filho, o mesmo ainda estava parado no mesmo lugar, o envolvendo em um forte abraço- Eu estou com saudades, faz um tempo em que você não vai na nossa casa nos visitar- se distanciou do abraço e analisou o Alfa à sua frente. 

 

_ Eu estou ocupado com os deveres Pai- Levi raramente demonstra carinho por outra pessoa, mas com seus pais adotivos, principalmente Mike, ele não veste a máscara de indiferença. 

 

_ Ah não, olha só pra você - fez uma cara de descrença- você está magro, pálido e com uma cara abatida- arrastou o menor até a cadeira em frente ao Loiro que só observava e ria da cena, que a

seu ver era engraçada e adorável, mas sabia que logo a seguir o " Modo Mãe" de Mike começaria. 

 

 Levi sabia o que viria a seguir, e como um bom garoto, só iria ouvir calado. 

 

_ Tem se alimentado direto? Quantas horas de sono você está tendo? Está com insônia? É excesso de trabalho? Quer que eu puna o Erwin por isso? Neném é algo que te preocupa? Quer contar pra mim? Quer desabafar? - e o Alfa lançava pergunta atrás de pergunta, e até esquecia de tomar fôlego. 

 

_ Tsk. Eu estou bem Pai- Levi estalou a língua no céu da boca e revirou os olhos e antes que Mike voltasse ao ataque de perguntas, decidiu mudar de assunto- Erwin, qual é o assunto que você tem para tratar comigo?- mirou seus olhos cinzentos para o loiro que ainda se divertia com a cena. 

 

_ Oh certo - o mais alto decidiu ajudar o moreno a mudar de assunto - É sobre os novos recrutas- teve a atenção de Mike e continuou - São amigos do Eren, e você ficou responsável em buscar os pirralhos - Terminou com um sorriso, mas Levi sabia que esse sorriso era de quem estava se divertindo por ele ser a "Babá" dos novos recrutas. 

 

_ Putain, j'aime être une baby-sitter - pronunciou o Ackerman com desgosto e um revirar de olhos. 

 

Ambos os Pais alfas sorriram, pois sabiam que o Alfa baixinho estava xingando em francês. 

-------\\\\\\--------

Flashback On  _

 ​Você é um ômega Eren - a beta disse após entregar os papéis dos exames para o adolescente.  

_ ​O-oque disse?- o moreno gagueja em espanto e aperta os papéis em suas mãos- Hanji-san que tipo de brincadeira é essa? Eu sou um ômega?- disse franzindo o cenho.  

_ ​Eu não estou brincando Erenzinho- a mulher responde com um sorriso alegre, o que não foi retribuído pelo o mesmo- ​Eu vou explicar melhor, só me escute primeiro, entendeu? - disse de modo sério, e pediu ao mesmo para sentar em uma cadeira à sua frente. 

 _ ​Entendi, eu vou ouvir tudo o que tem para me dizer- o jovem sentou na cadeira e aguardou a explicação.  

_ ​Há 1 semana atrás você entrou no cio. – a beta caminhou até um quadro com pesquisas e depois mirou seus olhos castanhos ao jovem à sua frente._ O​ cio é o período de fertilidade mais propícia para ômegas engravidarem, o cio ômega ocorre a cada 2 meses e duram 4 dias,onde irá desejar ter relações sexuais. - o adolescente corou. _ ​O primeiro cio ocorre dos 12 aos 18 anos de idade e… você está com 20 anos agora.....​está entendendo tudo Erenzinho​? - disse ao ver o rapaz inquieto e desviar os olhos.  

_ ​É-é, eu acho que sim. - coçou a nuca envergonhado e com as bochechas coradas.  

_ ​Ooown, ele tá todo coradinho. - disse gargalhando.  

_ ​Hanji-san, pare de rir de mim.- o rosto do jovem estava vermelho de vergonha e com um bico nos lábios, o que só deixou a cena adorável na visão da Beta.  

_ ​Tá bom, Tá bom.. parei. - disse se recuperando da crise de risos. _ ​Eu vou explicar de forma mais clara.- a mulher olhou fixamente nos olhos esmeraldas. _ ​Cios são períodos completamente tensos, o alfa só fica satisfeito quando fode um ômega e vice-versa.- O esmeraldino só faltou se engasgar com a própria saliva e a morena sorriu maliciosa._ Geralmente, mesmo numa relação os dois precisam foder diversas vezes e…- Eren colou suas mãos na boca da morena.  

_ ​Ok, já entendi. - o adolescente só queria um buraco para enfiar sua cabeça.. "​​ Céus, essa mulher não tem freios na língua?" Como pode dizer tamanhas sandices​? ​ pensou enquanto a mesma continuava resmungando.

Flashback Off

---------\\\\\\\--------

A conversa que Eren tivera com Hanji ​a alguns dias ainda ecoava pela cabeça do ômega, que tentava ao máximo se concentrar na tarefa de tirar a poeira dos móveis e caso não fizesse seu trabalho direito certamente Levi o faria limpar de novo. O moreno não conseguia entender por qual motivo o seu capitão tinha tamanha obsessão por limpeza, quem sabe um dia ele o questione sobre esse fato,​mas​ agora ele teria que fazer seu trabalho ou não teria tempo para seu treinamento na parte ​da​ tarde.

O Jaeger demorou mais do que gostaria em sua função de limpeza, podendo apenas fazer seus exercícios e seu treinamento de combate no fim da tarde, e como se não bastasse seu infortúnio, o moreno havia se descoberto ômega a poucos dias e ainda não tinha total controle sobre seu odor e isso estava o ​deixando​ irritado, a medida que passava pelos corredores do castelo, e até mesmo os campos, seu aroma doce chamava a atenção dos alfas, que o olhavam luxuriosos e alguns até falavam uma besteira ou outra,ele teria que aprender a controlar seus feromônios ou acabaria socando algum alfa abusado.

 Afastando os pensamentos o rapaz volta toda sua atenção ao treino pesado que se dedicava,seus movimentos estavam mais ágeis e precisos e isso ajudaria em sua forma de titã  caso ele entrasse em combate. A noite estava prestes a cair e Eren se encontrava sem camisa ensopada de ​suor devido ao seu treinamento puxado​, nesse momento o rapaz ​encontrava-se praticando alguns golpes de chute e socos em um dos bonecos acolchoado que ficavam na pequena área de treinamento perto dos estábulos,​ a concentração do jovem era tamanha que nem percebeu os novos membros da tropa se aproximarem junto Auruo que os guiava como se fosse o próprio capitão Levi. 

Os novos membros da  mal haviam avistado os estábulos quando um forte cheiro de chocolate e baunilha invadiu suas narinas entorpecendo do grupo.

_ Ai Ai ,esse odor forte, eu espero que aquele titanzinho não esteja entrando no cio de novo- Auruo disse debochado ao grupo que olhava intrigado a procura do dono daquele cheiro maravilhoso, o homem se aproximou dos estábulos junto ao grupo podendo ​enfim ver o ​Jaeger ali treinando arduamente, a visão ​à​ sua frente era sem duvidas magnífica, o corpo moreno molhado pelo suor, que escorria pelo abdômen definido de Eren ,o olhar concentrado no boneco de treino com alguns de seus fios castanhos grudados ​em sua face,aquele ômega era lindo e se tivesse a chance ele o pegaria.

_ Ei,velhinho, o que você quis dizer com titanzinho no cio? - a pergunta veio de Jean que descia de seu cavalo junto aos outros e foi em direção a Auruo, sua feição era um mix de curiosidade e raiva.

_tsc! To falando daquele ômega titã ali. – o homem apontou para Eren que treinava a poucos metros deles. _ Ei! Eren. – o alfa gritou chamando a atenção do rapaz que parou seu treino dando alguns passos em direção ao Bossard. _ Seu odor está muito forte, não está entrando no cio novamente?está?... Se quiser, posso dar um jeito em você nesse cio. – Auruo sorriu malicioso ao Jaeger.

_Como se atreve a falar essa besteira para o meu namorado?- questionou Jean cerrando os dentes em fúria para o homem ​á​ sua frente que apenas ​lhe sorriu​ debochado.

_Seu Namorado? Não diga besteiras Jean! Eu nunca fui, e nunca serei seu!- o Esmeraldino cuspiu as palavras com certa ​acidez​ sustentando um olhar de nojo e raiva para o Kirstein. _ Eu não preciso que ninguém ‘’dê um jeito em mim ‘’ Auruo.

_Não seja abusado Jaeger! Você é apenas uma arma da tropa de exploração, e isso significa que você irá servir a tropa de todas as formas que quisermos, somos o seu dono Titanzinho!- o Bossard falou em puro deboche e iria continuar a falar se não tivesse mordido sua língua no exato momento.

_Eu vou te matar seu velhote por falar assim com Eren!- os feromônios de Jean já se faziam presente em ameaça ao outro alfa.

_Não preciso que me defenda seu idiota! O fato de eu ser um ômega não fará de mim a putinha de vocês,está muito enganado se pensa que pode me subjugar pela minha condição.- A discussão estava tomando proporções grandes e  inibindo a chegada de um certo alguém ao local,que

observava a cena atentamente . 

_Se tem tempo para falar besteiras Auruo,certamente terá tempo para alimentar todos os cavalos da tropa!- A voz calmamente sexy de Levi se fez presente no local, o que chamou a atenção de todos ali, após dizer suas palavras de ordem, o capitão se retirou seguindo para o laboratório de Hanji.

_ Já que vai alimentar os cavalos Auruo,comece pelo Jean! – essas foram as últimas palavras do moreno antes que ele se retirasse também seguindo para dentro do castelo rumo a sala de banhos.

---------\\\\\\\\\------------

Durante o banho Eren não conseguia parar de pensar nas palavras de Hanji, o moreno se espantou quando a beta lhe contou em detalhes sobre seu comportamento depravado e fora de si durante o cio,o ômega ainda podia ouvir os risos altos da cientista enquanto lhe contava como o mesmo atacava sem pudor o capitão.

Eren se afundou ainda mais na banheira tentando conter o forte rubor em seu rosto, ao que parece, ele teve que ser ‘’dopado’’ durante todo o período de cio se mantendo a base de chá extremamente forte ,feito com uma erva chamada valeriana, de acordo com a beta, também foi submetido a várias doses diárias de uma vacina tranquilizante feito da mesma erva e foi desenvolvido pela própria mulher.

A explicação para tudo isso ​deu-se que ele era um espécime rara, um ‘’ômega Lúpus’’ Eren não sabia muito sobre essa condição, porém, assim que tivesse um tempo ele iria estudar mais sobre isso,de acordo com Hanji os feromônios dele durante o cio se intensificou de tal maneira que chamou a atenção de todos os alfas no castelo, e até fora dele,isso gerou uma confusão das grandes entre os alfas que tentavam se controlar para não avançar sobre ele, e os ômegas e betas que temiam que o moreno nesse estado mais primitivo viesse a se transformar em titã e devora-se a todos.

Eren sabia que além de ter que lidar com o fato de ser um titã,agora, teria que lidar com seu lado ômega,e para seu azar um ômega lúpus o qual ele nada sabia. O esmeraldino terminou seu banho e com certa preguiça se retirou da banheira pegando uma toalha pendurada na cadeira ali, o moreno se secou com cuidado e logo tratou de vestir sua cueca de algodão na cor vermelha, uma calça de moletom preta levemente frouxa na parte superior, e mais justas nas pernas , as laterais superiores eram compostas por dois bolsos não muito fundos e uma camisa com corte em V na cor cinza ,que ficava colada no seu corpo avantajado.Devidamente limpo e vestido, o castanho se retirou da sala de banho e seguiu para a sala de jantar onde iria enfim rever seus amigos. 

-----------\\\\\\\\\\\---------------------

Moblit estava nervoso, suas mãos suavam e seu coração estava acelerado,seus olhos âmbar percorriam com certa preocupação todos ​a mesa​ de jantar. Alguns eram seus amigos a uma longa data e outros tinham acabado de chegar ​a tropa​, o castanho tinha planejado essa noite havia​ um tempo, mesmo com o imprevisto de ter novos membros junto a celebração, ele não voltaria atrás no que havia planejado para esse dia, hoje era aniversário de sua namorada Hanji e ele estava tão aflito quanto na noite em que tivera coragem de se declarar para a beta e lhe pedir em namoro.

 O casal já estava unido ​há 5 anos​,tempo o suficiente para dar um passo ​a​ frente em sua relação, e o jovem alfa não teria oportunidade melhor de fazer isso no aniversário de 30 anos de sua amada,hoje definitivamente Moblit ia pedir a beta em casamento dando a ela o que seria, o melhor presente de aniversário,assim ele esperava. 

Todos já estavam ​á mesa​, com exceção da aniversariante, Petra conversava com Auruo, Eren conversava animado com os amigos que havia reencontrado exceto por um dos membros do grupo que hora ou outra soltava piadinhas, ou se aproveitava para passar a mão no ômega titã que se enfurecia com tal atitude, e ali começando mais uma discussão entre os dois que só tinha fim quando um dos companheiros do ômega intervém, e na ponta da mesa encontrava-se Levi que apenas observava a cena, com sua expressão imparcial costumeira, embora, quando o jovem inconveniente de cabelos bicolor passava a mão nas coxas de Eren, Moblit pôde notar, por alguns poucos segundos, a feição do capitão se fechar em fúria, " ​talvez seja apenas a minha imaginação"​ pensou o Alfa.

_​Ora,Ora​ já estão todos aqui – a voz animada da beta ecoou pela sala de jantar, fazendo todos olharem em sua direção

 

_Feliz aniversário Hanji – falaram todos em uníssono, alguns apenas resmungaram por não saber o nome da mulher. A cientista sorriu em agradecimento e logo tratou de sentar em uma cadeira ao lado se seu namorado, o jantar foi servido, o local ficou animado devido aos novos membros do grupo , que deram mais vida aquele castelo. Quando todos já haviam desfrutado da comida e bebida,Moblit ergue-se de seu assento com um copo em um das mãos e na outra um talher ele bateu com calma no objeto junto a um pigarrear para chamar a atenção de todos , demorou um pouco até o barulho se findar, todos ali olhavam curiosos para o alfa em pé.

 

_B-Bom.... – começou com um leve gaguejar. _ Nem todos aqui me conhecem e muito menos a minha namorada Hanji.- ele apontou para a beta ,que observava curiosa ​á cena.​ _ Hanji Zoe, desde que comecei a trabalhar como seu assistente, eu me apaixonei por você e suas maluquices, você é a mulher mais inteligente,doce,corajosa e louca que eu conheço...eu tenho o prazer de desfrutar de sua companhia,eu nunca imaginei que uma mulher incrível como você pudesse se encantar por um simples assistente como eu, mas você não é como as outras mulheres,tu és especial de todas as formas e  para mim já não basta mais viver apenas como seu namorado. – o castanho afastou a cadeira e se ajoelhou perante a beta ali sentada que o encarava com os olhos marejados e um sorriso bobo em seus lábios cor de pêssego. – quero envolver seu corpo em meus braços nas noites frias para lhe aquecer,quero sentir seu cheiro de ervas doces após o banho...sentir os doces beijos de seus lábios por todos os dias de minha vida. – Nesse momento ele segurou delicadamente a mão de sua amada em um dos seus palmares enquanto o outro foi até o bolso de seu uniforme trazendo junto consigo um pequeno anel dourado. _ Hanji Zoe você aceita casar comigo?. – a Beta gritou de euforia se jogando em cima de seu agora noivo, o derrubando ao chão com seu corpo sobre o dele, a cientista lhe beijava toda a face enquanto falava várias vezes ‘’sim,eu aceito’’ todos  parabenizaram o casal ,e depois que a mulher se acalmou do pequeno surto, o grupo comemorou com um brinde de vinho,

exceto Levi que não compartilhava pelo gosto de bebidas alcoólicas. 

-----------////////------------

 

A comemoração não se demorou muito, pois, no dia seguinte todos tinham suas obrigações e os novatos seria guiados pelos veteranos para suas novas funções dentro da tropa. Depois da louça do jantar lavada e o local devidamente organizado, os novos recrutas foram alojados em seus novos aposentos no castelo que era divido de acordo com a condição de cada um, a ala dos Alfas,ômegas e betas, tendo apenas algumas exceções que era o casal Hanji e Moblit que dormiam juntos e Eren que dormia sob vigia no porão.

  _ Acho que já está na hora de ir para o meu ​calabouço​. – falou o ômega fazendo aspas na palavra ‘’calabouço’’ em tom de brincadeira; Eren então se despediu de seus amigos,pois o capitão lhe aguardava para o levar ao porão. 

_ Calabouço?. – Mikasa exclamou com os olhos apavorados.

_ É...eu durmo no porão com correntes nos pulsos - o ômega pronunciou sem importar-se de verdade com o fato,já seus amigos o encaravam com surpresa ,e Jean apenas ouvia a conversa ao longe tramando em sua mente como poderia usar dessa condição a seu favor. 

_ Eren, como você pôde aceitar isso? Não és um animal para dormir acorrentado.- Armin indagou dirigindo um olhar aflito para o amigo,e antes que o esmeraldino pudesse responder, Levi se aproximou dizendo a todos para irem dormir recebendo  em troca um olhar fuzilador de Mikasa ,que ​a contragosto ​, deixou que o moreno levasse seu irmão adotivo rumo ao porão.

 

--------------\\\\\\\\\----------------- 

 

Como se não bastasse o fato de ter Jean a lhe infernizar a vida, agora, Eren tinha que lidar com o silêncio constrangedor que havia se instalado entre ele e Levi. O caminho até o porão pareceu mais extenso que o normal, causando ao Jaeger uma tortura interna devido às lembranças que lhe atormentavam, forçando o mais novo recordar de como havia agido com Levi durante o seu cio.

 

Essas lembranças faziam o moreno rubrar em vergonha e suas mãos suarem em nervosismo, estar na presença do alfa estava se tornando uma tarefa difícil, pois, sempre que olhava para o Ackerman sua mente seguia direto para o fato que ele atacou de forma íntima e sexual o capitão. Depois do que pareceram horas, finalmente os rapazes alcançaram o porão, Eren se adiantou sentando-se ao centro da cama,e ali esperou que o alfa viesse prender seus pulsos ​ás​ correntes.

 

 _Oe pirralho – Levi chamou a atenção do garoto que estava com a cabeça baixa. _ Está tudo bem com você?- perguntou após ter a atenção do mesmo.

 

_Gostaria de poder dizer que sim -  o moreno suspirou desanimado e continuou a narrativa. _Tive um dia longo... - disse simplista desviando o olhar do chão para fitar o alfa ​à sua frente, no momento em que suas orbes verdes se encontraram com os azuis acinzentados do Ackerman, o ômega não pode deixar de sentir um aquecer em seu rosto.

 

_Tem algo ou alguém incomodando você? - apesar da curiosidade, o alfa soube esconder a verdadeira intenção ao perguntar. _ Não precisa ter medo de mim, saiba que o que puder fazer por ti..eu o farei - os olhos azuis acinzentados do Ackerman estavam vidrados nos olhos verdes do Jaeger...a voz rouca e sexy de Levi fez com que o jovem ficasse hipnotizado. Levi nem percebeu, mas automaticamente sua mão direita alcançou a bochecha corada de Eren e dedilhou seus dedos pálidos fazendo um carinho ali...o alfa não sabia explicar,mas, ao perceber a tristeza do ômega,seu lobo se remexeu inquieto e raivoso em seu interior.

 

_ É só o idiota do Jean..- a voz do moreno saiu um pouco manhosa devido ao afago que recebia de Levi,o Titã fechou os olhos devagar apreciando os toques suaves em sua pele morena. _ Não tenho medo de você Heichou.... - o ômega abriu os olhos para encarar o rosto próximo ao seu,e assim que o fez, sentiu um leve comichão em seu baixo ventre. O ato fez o Jaeger desviar seu olhar para que o capitão não visse o vermelhar em suas bochechas, e, mais uma vez sua mente trouxe à tona outra lembrança dos atos inconscientes que tivera. _​H- Heichou...​- sua voz falhou um pouco mas o titã juntou toda sua coragem, fitando novamente o rosto do alfa,ele precisava tirar aquele peso de si. _ Desculpe meu comportamento para contigo durante meu cio.....Os instintos falaram mais altos que a razão,mas....- o moreno fez uma pausa para tomar um pouco de ar. _ Assim como controlando cada vez melhor o meu titã de ataque, irei controlar meus instintos junto as ervas de Hanji-san,esse incidente não irá mais acontecer. - Ômega disse firme e acreditando em cada palavra que havia dita,mal sabia o Jaeger que essa tarefa de controlar o cio será falha,ainda mais se tratando de estar na presença de um alfa lúpus.

 

Após perceber o seu ato e notar o constrangimento do garoto, Levi cessou o carinho, a contragosto do seu lobo, e pediu desculpa pelo o ato repentino.

 

_ É, só foi por causa do cio.. não irá mais acontecer - disse de forma triste, mas o adolescente não percebeu esse detalhe._ Quanto ao Jean, se ele ou qualquer outra pessoa estiver incomodando você, é só me avisar .. Boa noite Eren... - caminhou para fora da cela, e ao sentar na cadeira em frente à mesma retirou de seu bolso um livro, e assim, Eren soube que a partir dali não haveria mais nada do que conversar. Mas o garoto sabia que o capitão só sairia dali, após o ômega adormecer.


Notas Finais


Amores estão gostando dessa historia? deixe sua opinião ai nos comentários. Beijinhos e até o próximo capitulo!

PS: a frase que Levi em francês '' Putain, j'aime être une baby-sitter '' que traduzido de uma forma mais ''bruta'' fica assim: ''Porra, eu amo ser babá ''.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...