História Loving a monster - Capítulo 1


Escrita por:

Postado
Categorias Histórias Originais
Personagens Personagens Originais
Tags Criaturas Mitologicas, Deamon, Demônio, Fantasma, Hentai, Mitologia Grega, Romance, Xleitor, Xreader
Visualizações 7
Palavras 856
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Fantasia, Ficção, Ficção Científica, Fluffy, Harem, Hentai, LGBT, Magia, Orange, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Sobrenatural, Yuri (Lésbica)
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Canibalismo, Heterossexualidade, Homossexualidade, Incesto, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Pansexualidade, Sadomasoquismo, Sexo, Transsexualidade, Violência
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas do Autor


Heya!

(S/n) - Seu nome
(C/c) - Cor do cabelo

Capítulo 1 - Tritão a beira mar - Parte. 1


Fanfic / Fanfiction Loving a monster - Capítulo 1 - Tritão a beira mar - Parte. 1

Loving a Monster

Tritão a beira mar - Parte. 1

_______________________________________






Você suspirou alegremente com a brisa leve e o tempo ligeiramente frio. Seus cabelos (C/c) não paravam no lugar, se mechendo conforme o vento.

Você tinha vindo junto a seus pais para a praia no meio do ano, aproveitando juntos a eles as férias. Tudo relacionado a praia parecia ser maravilhoso, o tempo não só estava como ainda é bom, mesmo a noite. Todos da família estavam se divertido, e haviam poucas pessoas na praia durante a semana, o que dava a vocês certa privacidade.

No entanto, tal sossêgo parecia ser mexido quando ao andar sem rumo pela areia você ouviu barulhos estranhos, como chiados desesperados.

- O que será...? - Hesitante, você passou a andar até a fonte do barulho com uma lanterna em mãos, temendo o que poderia ser que fazia esse som estranho.

Subindo por entre algumas rochas no canto da praia, você iluminou os arredores, ofegando ao ver que, na verdade, por detrás das rochas havia uma "bacia", e aparentemente a água dentro dela estava rasa e o mais estranho era que uma figura incomum que se remexia abaixo de uma pedra, agonizada. 

- Oh meu deus! - Você gritou, chamando a atenção da criatura, que ao te ver chiou ainda mais desesperadamente. Percebendo a figura humanoide que tal ser possuía você se pos a descer as rochas tão bem quanto pode, quase caindo na água rasa, que mal atingia o meio de suas pernas. - Acalme-se, eu irei te ajudar! - Você se aproximou, e quanto mais perto chegava, sua lanterna iluminava melhor a figura, e mais assustador ela ficava.

Aquilo certamente não era um humano, por mais próximo que chegasse.

Escamas azuladas cobriam os braços do homem-peixe, e seus dedos azuis, revestidos em escamas, possuíam uma fina pele no meio deles, interligando um ao outro. No lugar de suas orelhas haviam espécies de barbatanas, assim como nos cotovelos. Você reconheceu aquilo como sendo um Tritão, tão mencionado em livros, historias ou filmes.

Paralisada, você continuou no lugar, imóvel. Isso deixou o tritão ainda mais assustado, fazendo-o se remexer no lugar e logo após soltar um som agudo, banhado em agonia. Isso lhe trouxe de volta a realidade, ou não, visto a situação. 


        Seres assim não deveriam existir, e se não, o que estava a sua frente? 


- Ei, se acalme! - Você deixou a lanterna cair no chão e correu até o tritão, abaixando-se um pouco para ver melhor a cauda dele, que estava a pouco de ser esmagada por uma pedra consideravelmente grande. Quanto mais ele se mexia, pior parecia ficar. - Ei garoto, acalme-se! Você so esta se machucando, eu vou ajudar! Eu sou amiga! - Você exclamou apontando para si, o que pareceu causar curiosidade no homem-peixe, que cessou os protestos e apenas te observou, assustado. - Vou tentar retirar essa pedra daí... - Você murmurou suavemente, fazendo o tritão clicar a lingua em um som semelha a um chiado, curioso com seu novo tom de voz. - Pode doer...

Confuso, o tritão inclinou levemente a cabeça, observando você empurrar a pedra com toda sua força. Quando você conseguiu mover a rocha, ela rolou torpemente, tirando um grito agudo do Tritão que imediatamente se sentou na água acariciando sua longa cauda.

Querendo conforta-lo, você colocou uma mão nos cabelos molhados e azuis escuro do homem-peixe, fazendo-o olhar para você tristemente. Os olhos azuis dele brilhavam no que você juraria ser lágrimas, e isso quebrou seu coração.

No momento, o fato dele ser uma criatura mitológica e, ainda assim, estar aqui, a sua frente, passara completamente despercebido.

- Esta escuro, não posso ver direito, mas me parece que se machucou mesmo... - Você murmurou calmamente, acariciando os cabelos úmidos do homem a sua frente antes de parar sua mão, olhando para a cauda onde as escamas caíram e haviam ralados feitos pela pedra. Sua atenção se voltou para o tritão quando sentiu as mãos escamosas dele se colocarem acima da sua em curiosidade, instigando você a acaricia-lo novamente.

Assim como você estava curiosa sobre ele, embora assustado, ele estava curioso sobre você, e ter suas mãos macias fornecendo carinho a ele era algo novo, no qual ele apreciou.

- O que fazer com você, ein? - Você sorriu fracamente, recebendo um assovio curioso em troca.

Olhando para trás, mesmo no escuro, onde apenas a lua e as estrelas iluminavam, você era capaz de ver rochas a uma certa distância de onde você e o tritão estavam. Rochas demais para que você o carregasse, assim como, mesmo se o fizesse, ele certamente seria incapaz de nadar entre elas com a cauda machucada.

Suspirando, você olhou para ele com pesar, sorrindo torpemente.

- Ei, acho que vai ser complicado sair daqui ate a maré subir um pouco... O que acha de eu te dar um nome ate lá? - Você sugeriu, embora ele não pudesse te entender. O jovem tritão apenas inclinou a cabeça, choramingando confusamente. - Eu sou (S/n). - Você apontou para si enquanto dizia seu nome, tentando dialogar com ele. 


Afinal, aparentemente você cuidaria dele por um tempo. 




Notas Finais


Só para explicar, isso vai ser basicamente um complô de Oneshots com seres místicos, sobrenaturais, de lendas e coisa e tal, e claro, se houver algo em específico que queiram ver, é so pedir! ^^

Também avisando, Fluffy (fofo), Hentai, Gore, tudo liberado, então alguns capítulos vão ter temas um pouco assustadores e.e


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...