História Loving Is Hard - Capítulo 2


Escrita por: e Mell_Mellanye

Postado
Categorias Blackpink, Histórias Originais, Pentagon (PTG), Stray Kids, TWICE
Personagens Bang Chan, Dahyun, E'Dawn, Han Ji-sung, Hong-seok, Hui, Hwang Hyun-jin, Jennie, Jeongyeon, Jin-ho, Jisoo, Kim Seung-min, Kim Woo-jin, Kino, Lee Felix, Lee Min-ho, Lisa, Mina, Momo, Nayeon, Personagens Originais, Rosé, Sana, Seo Chang-bin, Shin-won, Tzuyu, Woo-seok, Yan An, Yang Jeong-in, Yeo One, Yuto
Visualizações 5
Palavras 698
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Comédia, Drama (Tragédia), Ficção, Ficção Adolescente, LGBT, Mistério, Romance e Novela, Yaoi (Gay)
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Estupro, Heterossexualidade, Homossexualidade, Incesto, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Suicídio, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 2 - Two


Fanfic / Fanfiction Loving Is Hard - Capítulo 2 - Two

Depois de tudo que aconteceu, uma das melhores coisas que aconteceu, foi a Nayeon aceitar namorar comigo, eu fiquei com muito medo de a perder naquela ponte no início do ano, mas eu cheguei a tempo de salva-la. Depois disso ela comprou um apartamento e tivemos mais privacidade para fazermos o que quisessemos e fizemos, como fizemos...

Nos últimos dias Nayeon não tem estado muito bem, geralmente falta ou sai mais cedo por não se sentir bem, tem tido muitas tonturas até em casa quando estava relaxando e isso me preocupa muito. Ela também sai do colégio e vai direto para o trabalho, acho que ela deveria dar uma descansada, passar mal no trabalho deve ser ainda pior.

Assim que sai da aula fui direto para sua casa a qual eu também tinha uma chave para quando eu quisesse entrar, isso foi ideia dela, disse que nunca teria algo a esconder de mim.

– Oi, amor! – Entrei no apartamento a vendo rir jogada no sofá.

– Oi, meu lindo! – Ela se sentou rápido de mais e novamente a tontura veio a atormentar.

– Tudo bem, Nay? – Me ajoelhei em sua frente segurando suas mãos preocupado.

– Está sim... – Ela sorriu tentando mostrar estar bem e me sentei ao seu lado.

– Eu vou viajar... hoje a noite... – Ela sentou em meu colo então passei meus braços por sua cintura. – Por 5 dias...

– Vou ficar 5 dias sem você?!?! Aaah! Eu não vou aguentar, bebê... – Nay tombou a cabeça para o lado como uma criança, era uma cena extremamente fofa.

– Você aguenta sim, vai passar rapidinho, volto na segunda e depois podemos sair. – Sorri e lhe dei um selinho como se fosse uma promessa, e seria.

– Pode ser... 

Aproveitamos mais um pouco da presença um do outro até que eu fui embora a contra gosto, eu realmente precisava ir naquela viagem.

Eu acabei voltando mais cedo pelo último evento em Busan ter sido cancelado e decidi fazer uma surpresa para Nayeon no domingo. Fui até seu apartamento, abri a porta com muito cuidado e me deparei com a cena dela abraçando outro garoto e logo depois ele secar as lágrimas dela.

Por que ela estava chorando..?

Ela olhou para mim e sorriu começando a apresentar o garoto, mas logo a interrompi.

– Oi, amor! Esse é o Felix... – Me aproximei furioso, ela esperou eu ir viajar para chamar o garoto ali.

– Você esperou eu viajar para chamar esse garoto aqui?!?! – Disse exatamente o que eu pensava.

– Claro que não, ele é só um... – Cortei ela mais uma vez, já imaginava o que ela diria.

– Sinceramente, não quero ouvir suas desculpas, Nayeon, fica aí com o seu "amigo". – Fiz aspas com os dedos. – Acabou tudo... – Sai daquele lugar.

– Mas... – Escutei antes de bater a porta e me encostar no elevador deixando as lágrimas rolarem a solta, eu não podia acreditar no que havia acontecido, ela me traiu..?

Peguei meu celular e liguei para Jinho explicando tudo que acabou de acontecer e fomos para um parque longe dali.

– Eu não posso acreditar... – Falei encarando o nada.

– Eu não acredito que você terminou com ela sem deixar ela dar explicações! Pelo que você descreveu esse tal de Felix ele parece o...

– O cara que roubou minha namorada? – O cortei, não estava com muita paciência hoje. – Eu devia ter socado aquele rostinho.

– Se você fizesse isso o Chan iria te bater! – O olhei sem entender o que ele estava dizendo. – Felix é o namorado do líder do time de basquete, parabéns, você terminou com a sua namorada por causa de um amigo gay!

– Como..? – Eu paralisei, fui tão idiota assim de não a ouvir?

Depois dia Nayeon me evitava pelo colégio, mudou para a sala do novo amigo e começou a andar com ele e o grupinho de garotos, 9 garotos e 1 menina, isso não era bom, mas eu não podia fazer nada, eu que fui trouxa de não a deixar se explicar. Depois de uns dias se tornaram 10 meninos e 1 menina. O garoto novo andava sempre abraçado com Nayeon, acho que ela seguiu a vida e eu tentei, fiquei com uma das gêmeas Lee, não era a mesma coisa, eu sentia falta da minha pequena.




Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...