História Loving you - Capítulo 1


Escrita por:

Postado
Categorias Loona
Personagens Chuu, GoWon, Olivia Hye, ViVi, Yves
Tags Chuu, Chuuves, Gowon, Hyejoo, Hyewon, Loona, Yves
Visualizações 74
Palavras 3.414
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ficção, LGBT, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Yuri (Lésbica)
Avisos: Bissexualidade, Homossexualidade
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


oi gente, essa é minha primeira oneshot do loona, espero que vocês gostem, chuuves é o meu casal preferido então a primeira oneshot tinha que ser delas...boa leitura, qualquer erro corrijo depois.

Capítulo 1 - So much noise in one heart - capítulo único


     Jiwoo corria pela rua feliz como sempre ficava quando estava indo ao encontro de yves, elas tinham combinado de ir ao cinema juntas, era uma sexta-feira à noite e elas sempre saiam juntas, chegou até a entrada do cinema e esperou por uns minutos até sooyoung aparecer linda como sempre, com jeans e camiseta, ela era linda de todo jeito. 

— oi yves 

— oi jiwoo

— você está linda 

— obrigada - yves corou com o elogio, chuu a elogiava sempre mas ela não sabia como reagir a isso

— então o que vamos ver? 

— você escolhe 

— eu sempre escolho

— eu não me importo 

— tá bem 

 

    Foram até a bilheteria e sooyoung pegou dois ingressos para um filme de terror que estava em cartaz, ela gostava muito de filmes desse gênero, jiwoo até gostava mas tinha medo da maioria e os que via sempre assistia com alguém por perto para poder ter um apoio.

 

   Compraram pipoca, refrigerante, doces e chocolates e foram andando para a sala, jiwoo andava atrás de yves nervosa, sempre ficava assim quando ia ao cinema sozinha com a mais velha, achava que cinema era muito lugar de casalzinho e sempre quis beijar numa sala dessa, sempre quis saber se os lábios de yves tinham gosto de maçã, que era a sua fruta preferida mas bem, a pessoa que ela queria beijar sabia que ela queria e não se importava nem um pouco com isso, às vezes era difícil conviver com yves sendo apaixonada por ela, era complicado. 

— tá tudo bem?

— tá - chuu respondeu colocando um monte de pipoca na boca 

— eu amo demais a protagonista desse filme, ela já fez outros filmes de terror muito irados, eu realmente não tenho nenhum pouco de medo desses filmes, são muito legais

— uhum - jiwoo continuava a comer pra não precisar falar e só ouvir a voz de sooyoung, não era vergonha de falar nem nada, ela só gostava de ouvir a voz de sooyoung, ela tinha uma voz tão linda e ficava tão linda animada falando sobre algo que gostava...

 

    A cada cena de susto, chuu gritava e escondia sua cabeça no ombro de yves, a mais velha sorria, jiwoo era muito fofa, pena que ela só via chuu como amiga, estendeu a mão para jiwoo que segurou forte, a mais nova sentia seu coração descompassado, estar ali de mãos dadas com yves era tão bom. 

 

   O filme terminou e elas foram andando em silêncio pelas ruas em direção à estação de trem, chuu não morava no bairro e tinha que pegar um trem pra ir pra casa e nesse dia pediu pra yves lhe acompanhar até a estação porquê estava um pouco assustada com o filme, um pouco significava muito. 

— obrigada por vir até aqui comigo

— por nada, nos falamos depois

— hum...boa noite yves 

— boa noite jiwoo

 

  Se despediram com um abraço rápido e jiwoo entrou na estação de trem, enquanto o trem não chegava observou pelo vidro yves indo embora, ela andava devagar, depois de dar alguns passos uma menina a parou e elas começaram a conversar animadas, jiwoo sentiu seu coraçãozinho apertar, ela estava com ciúmes.

 

    Jiwoo observava tudo atentamente, notou a mão da garota nas costas de yves e alguns segundos depois viu que a garota a beijou, jiwoo estava vendo a garota que mais amava beijar outra pessoa, ela nunca pensou que se sentiria tão mal vendo sooyoung com outra pessoa, estava em mil pedacinhos...ela já sentia lágrimas descerem pelo seu rosto, enxugou o rosto rápido e foi até o trem, ela era não idiota por pensar que um dia yves sentiria algo por ela, ela só estava se iludindo, como sempre fez. 

 

    Chegou em casa e viu que tinha recebido uma mensagem de yves perguntando se ela tinha chegado bem, não respondeu, estava triste demais para isso, deitou na cama e começou a pensar no que fazer e decidiu que ia esquecer yves de vez e para isso o melhor era se afastar por um tempo, ia sair com suas outras amigas e esquecer que sooyoung existia, só assim ela ia conseguir. 

 

    Acordou de manhã, olhou o celular e tinham outras cinco mensagens de uma sooyoung preocupada, decidiu responder mas só para não ter que falar mais.

 

(conversa)

— eu estou bem. 

— por que não me respondeu ontem? fiquei preocupada 

— por nada, estou ocupada agora, vou sair

— então tá

   

   Jiwoo largou o celular e começou a chorar como um bebê de novo, o seu coração doía, era muito difícil lidar com todo aquele sentimento dentro dela, a semana passou lentamente, yves mandava mensagem e jiwoo ignorava tudo, sooyoung não fazia ideia de porquê jiwoo a estava ignorando dessa maneira, elas eram grandes amigas e ela sabia o que jiwoo sentia por ela, isso tornava ainda mais estranho esse afastamento. 

 

    Sooyoung se sentia triste, estava com saudades de jiwoo, ela era tão divertida, estava sempre por perto pra anima-la e sempre fazia tudo por ela, percebeu o quanto se importava com chuu mas não conseguia falar com ela, estava meio desesperada, não sabia o que estava sentindo nesses últimos dias...resolveu sair de casa um pouco pra colocar as ideias em ordem e ligou para sua melhor amiga hyejoo encontra-la no café perto de sua casa, hyejoo chegou no café depois de alguns minutos e sentou na frente dela. 

— oi yves, tudo bem? 

— oi hye...estou e você? 

— eu to bem mas você não me parece bem, o que aconteceu?

— nada 

— fala a verdade 

— tá...aconteceu uma coisa 

— conta 

— a jiwoo não tá falando mais comigo 

— ué, por que? 

— eu sei lá, ela simplesmente começou a fingir que eu não existo, não atende minhas ligações e nem responde as 

minhas mensagens 

— você já tentou ir na casa dela?

— não, eu não vou fazer esse papel de trouxa 

— mas ela é uma grande amiga sua e você sabe do crush dela por você...ela deve tá triste também 

— mas por que ela se afastaria assim? 

— você fez alguma coisa?

— eu não fiz nada 

— quando foi a última vez que vocês se viram? 

— sexta fomos ao cinema juntas e eu até levei ela até o trem, não dei motivo pra ela se chatear

— depois que você deixou ela no trem, você lembra o que fez?

— sim...eu tava saindo da estação e encontrei a vivi, aquela menina da minha rua que é afim de mim, ela é legal e tudo mais mas não gosto dela...você acredita que ela me beijou? assim do nada, eu fiquei sem reação e retribui mas depois disso expliquei pra ela eu não a via desse jeito nem nada

— será que a jiwoo viu? 

— caralho, eu não tinha pensado nisso

— foi por isso então 

— mas nós não temos nada hyejoo, não tem porque ela ficar assim

— mas ela é apaixonada por você, pode ter pensado que devia se afastar pra não sofrer mais, ainda mais quando viu você com a vivi, pode ter pensado que vocês estavam juntas 

— eu não sei o que pensar...mas sinto falta dela, sinto muita falta

— tem certeza que só vê ela como amiga sooyoung?

— agora não tenho mais certeza de nada, eu só sei que não queria me afastar dela e você sabe que eu não sou de me apaixonar, eu nunca me apaixonei...

— mas mesmo assim você deveria repensar a ideia de ir na casa dela, vocês precisam conversar 

— ai, vou pensar sobre isso - yves falou voltando sua atenção para o seu capuccino.

— aquela ali não é a jiwoo com a minha namorada? pera, eu nem sabia que a gowon tava por aqui hoje...GOWON!!! - hyejoo gritou chamando a atenção da loira e da ruiva que passavam na rua, gowon sorriu correndo em direção à namorada e jiwoo estava indo na mesma direção quando percebeu yves na mesma mesa que hyejoo, baixou a cabeça e virou de costas tentando não ser notada.

— JIWOO!! - sooyoung gritou irritada chamando a atenção da menor e de todos no café, jiwoo não podia simplesmente fingir que ela não estava ali, mas a ruiva continuou a ignorando fazendo yves levantar e ir até ela, chaewon e hyejoo só observavam tudo em silêncio, não sabiam o que fazer.

— olha pra mim 

— ...

— por favor 

— o que foi? 

— por que está me ignorando? 

— não preciso me explicar pra você 

— mas eu não sei o que tá acontecendo com você 

— você não se importa mesmo - jiwoo se virou pronta pra ir embora, mas yves segurou em seu braço.

— espera...eu me importo chuu

— agora você me chama pelo apelido? 

— por que está sendo tão fria? 

— porque é assim que você é comigo, olha eu só cansei de correr atrás de você, de ser fofa, eu já te disse o que eu sentia e você não sente o mesmo então me deixa em paz, eu cansei de me humilhar e de sofrer por você...amar você dói e eu to cansada disso

— ... - yves abriu a boca pra falar mas não conseguiu dizer uma só palavra. 

— eu vou embora chae

— eu vou com você espera...xau bebê 

— xau amor - hyejoo e chaewon se despediram e a loira correu atrás de chuu. 

 

   Jiwoo sentia as lágrimas caírem pelo seu rosto, chaewon a abraçava tentando a consolar mas não adiantava, jiwoo estava sofrendo muito por se afastar de sooyoung e por brigar com ela, estava tão mal que sentia seu coração doer.

— chuu por favor, se acalma

— me desculpa, eu não consigo parar de chorar 

— tá tudo bem...vamos parar aqui, não quero pegar o trem com você nesse estado 

— ela não gosta de mim...eu sei que não preciso dela mas eu só quero ela...só ela importa...isso dói tanto

— vai passar meu anjo, você vai encontrar alguém que sente o mesmo, fica calma 

— me abraça - jiwoo pediu e gowon a abraçou forte enquanto ela chorava como uma criança em seu peito.

  

   Sooyoung continuava em silêncio olhando pro nada, ela não acreditava que tinha ouvido todas aquelas palavras duras da doce jiwoo, hyejoo a olhava assustada, não sabia o que fazer.

— yves? 

— hum 

— você tá bem? 

— você acredita que a jiwoo me disse tudo aquilo? nem parecia a jiwoo que eu conheço 

— ela tá magoada

— mas eu não fiz nada 

— claro que fez...você partiu o coração dela

— mas nunca foi minha intenção 

— ai meu deus, você tá chorando? não chora por favor, me desculpa - hyejoo a olhou desesperada quando percebeu lágrimas caírem dos seus olhos.

— não é sua culpa, eu só não sei o que estou sentindo

— vai ficar tudo bem, você vai ver 

— acho que vou pra casa

— quer que eu te acompanhe? 

— não, eu to bem, obrigada por me ouvir

— por nada, me liga qualquer coisa 

— tá bem 

 

   Sooyoung andou devagar até em casa, estava sem animação nenhuma pra nada, deitou na cama e passou horas pensando no que deveria fazer, ela sentia falta da jiwoo fofa que conhecia, começou a pensar no dia em que jiwoo cuidou dela enquanto ela estava doente.

 

(lembrança)

— você não precisa fazer isso jiwoo

— mas eu não posso te deixar sozinha 

— eu to bem 

— você tá péssima, olha a sua cara 

— hey!!!!

— mas continua linda...deixa eu ver se você tá com febre 

— ... - yves olhava jiwoo a observar atentamente e tocar em seu rosto 

— ai você tá muito quente, onde estão os seus remédios?

— nesse armário aí...não precisa fazer isso por mim jiwoo 

— mas eu quero...fica quietinha que eu vou cuidar de você - jiwoo falou lhe dando um beijinho na bochecha e indo até o armário que a mais alta tinha apontado, sooyoung sorriu, jiwoo era uma boa amiga. 

 

   Sooyoung começou a chorar de novo, ela sentia tanta falta de jiwoo e tava tão mal por ter afastado ela e ter feito ela se sentir mal assim, mas o que ela deveria ter feito? não conseguiu dormir aquela noite e na manhã seguinte não conseguiu ir pra faculdade, a sua cabeça não parava, começou a mexer em seu celular e tinham tantas fotos dela com jiwoo e de jiwoo sozinha que sentiu ainda mais saudades, a mais nova tinha mania de tirar selcas em seu celular. 

 

   Jiwoo dormiu na casa de gowon naquela noite, precisava de apoio, conversou com a gowon e descobriu que yves não estava com a garota que beijou aquele dia mas mesmo assim continuava a se sentir horrível, porque apesar de sooyoung não gostar de outra garota, ela não gostava dela...comeu brigadeiro com a melhor amiga enquanto assistiam animações da disney, depois dormiu de mãos dadas com chaewon, acordou um pouco melhor e foi pra faculdade com ela, seria um longo dia e jiwoo tinha decidido que não ia desistir tão rápido de tentar esquecer sooyoung mas sabia que seria difícil, lembrou de quando um dia aí sooyoung tinha sido fofa com ela. 

 

(lembrança)

— ai - kim tropeçou nós próprios pés enquantos elas andavam na rua e machucou o joelho 

— meu deus jiwoo você é muito desastrada cara...ta tudo bem? 

— tá sim...ai não tá - tentou levantar mas doeu muito então ela sentou no chão 

— eu tenho um curativo aqui pera...prontinho - yves colocou o curativo  no seu joelho e chuu sorriu toda boba 

— obrigada 

— sobe aqui - yves se abaixou de costas pra ela subir 

— não precisa 

— shhhhh - jiwoo subiu nas costas da morena que a carregou até em casa. 

 

    Jiwoo começou a chorar de novo, foi em um desses momentos de fofura de sooyoung que ela acabou de apaixonando por ela e criando muitas esperanças...yves só tinha raros momentos sendo atenciosa e fofa mas mesmo assim jiwoo se apaixonou e não sabe porquê. 

 

    Mais uma semana se passou sem elas terem nenhum outro contato, jiwoo já se sentia bem melhor, estava focando nas aulas e até que tinha se saído bem no trabalho da semana, parece que estudar tem efeito mesmo...estava andando da faculdade até a estação de trem com seus fones de ouvido quando viu sooyoung passar por ela, a morena nem a notou, estava olhando pro chão, não parecia bem, jiwoo quase falou com ela mas se repreendeu mentalmente por isso, não é assim que ela iria conseguir esquecê-la, então só seguiu em frente. 

 

    Depois de mais uma semana sem falar com jiwoo, sooyoung se sentia cada dia pior, estava com tanta saudade da ruivinha, pensou tanto esses dias em jiwoo que percebeu que sentia por ela algo a mais que só amizade e estava tão mal por não ter notado isso antes, agora jiwoo não queria mais ver ela, sooyoung não sabia como chegar nela e dizer o que sentia porquê não sabia se jiwoo ainda sentia o mesmo por ela.

 

     Sooyoung estava indo pra casa de hyejoo aquela tarde, estava decidida a contar a ela o que sentia por jiwoo e pedir ajuda da melhor amiga para conquistar a ruivinha, precisava de apoio. 

— cheguei 

— finalmente, achei que tinha se perdido no caminho

— não enche - yves resmungou se jogando no sofá de hyejoo 

— então, o que você queria me falar? 

— eu descobri uma coisa

— o que? 

— eu gosto da jiwoo

— EU SABIAAAA

— não grita 

— cara, por que você não descobriu isso antes de toda essa confusão? 

— eu não tenho como decidir isso né, eu nunca notei que eu era apaixonada por ela também, nunca achei que eu me apaixonaria um dia 

— APAIXONADA, VOCÊ FALOU APAIXONADA SOOYOUNG

— ai...eu sei...e eu vim aqui porque preciso de ajuda 

— pra que? 

— pra conquistar ela 

— chocada 

— para de coisa e me ajuda a bolar um plano 

 

    Jiwoo tinha acabado de chegar em casa e estava muito mexida por ter visto sooyoung na rua, ela sentia seu coração acelerado e se repreendia mentalmente por isso, ligou para chaewon pra desabafar.

 

(ligação)

— oi chae

— oi chuu 

— eu vi a sooyoung hoje 

— a...vocês se falaram? 

— não, ela não me viu 

— que bad 

— é...

— você tá bem? 

— não 

— quer que eu vá aí? 

— não precisa, eu vou só tomar um banho e dormir, vai ficar tudo bem 

— tá bem, qualquer coisa me liga que corro para aí 

— obrigada por tudo 

— não precisa agradecer anjinho

— boa noite

— boa, durma bem

 

  Kim desligou e sentiu as lágrimas rolarem no seu rosto mais uma vez, a saudade de sooyoung a estava matando mas ela não falava nada disso pra não preocupar chaewon, a amiga já ouviu demais os problemas dela, resolveu apenas tentar dormir. 

 

    A ruiva acordou assustada com alguém batendo em sua porta, quem chegaria na sua casa a meia-noite? estava assustada e com medo de abrir a porta.

— QUEM É? - gritou do lado de dentro de casa 

— sou eu  - kim reconheceu a voz na hora, era sooyoung mas o que ela fazia na sua casa a essa hora? 

— o que você quer? 

— você pode abrir pra eu falar cara a cara? 

— me desculpa - abriu a porta dando passagem pra sooyoung, percebeu que estava só com a camiseta do pijama e tentou cobrir um pouco mais as pernas mas não adiantou, yves observava ela atentamente e riu das bochechas coradas da mais baixa.

— então...

— eu não sei como começar, eu pensei muito no que ia fazer mas parece que não adiantou...assim que te vi esqueci tudo 

— o que? 

— chuu...

— jiwoo pra você 

— jiwoo...eu sinto sua falta 

— ...

— eu sinto muito a sua falta 

— não... - jiwoo deu um passo pra trás, não queria que yves chegasse perto dela porque aí ela ia esquecer que estava chateada.

— jiwoo, não foge de mim...eu...eu gosto de você, eu gosto mesmo de você, eu não tinha percebido isso até ficar tanto tempo longe, eu não consigo ficar longe de você...eu sinto tanta falta de te ver sorrir, de te abraçar, de ouvir sua voz, das suas piadas sem graça, da sua risada fofa...do jeito que seus olhos brilham quando você me olha...de tudo em você  

— ... - jiwoo já sentia suas lágrimas molharem seu rosto. 

— eu estou apaixonada por você jiwoo, e eu sinto muito que eu só tenha percebido isso agora, eu te amo e não é só como amiga...por favor fala alguma coisa...chuu...

— eu...eu não acredito que você está me dizendo tudo isso 

— é a verdade...não chora...

— eu sofri tanto por você sooyoung, eu passei noites chorando por sua causa...

— eu sinto muito de verdade...eu queria ter percebido o que sinto antes 

— eu ainda não terminei...mas apesar de tudo eu ainda amo você, eu amo muito você yves, como nunca amei ninguém - jiwoo viu yves abrir o maior sorriso que ela já deu, a mais alta se aproximou dela puxando o rosto de kim com as duas mãos e iniciando um beijo.

 

    A ruiva levou suas mãos até a cintura de yves segurando forte ali, o coração dela só faltava saltar do peito, ela não esperava que um dia fosse beijar aqueles lindos lábios de yves, a gosto dela era tão bom, tão doce, como uma maçã, do jeito que ela imaginava. 

 

    Se separaram ofegantes e iniciaram mais um beijo dessa vez chuu colocou as mãos ao redor do pescoço de yves que a segurou pela cintura a empurrando até a mesa, a sentando em cima.

— tá frio - jiwoo resmungou, a mesa era de metal e a ruiva não estava com nada por baixo, só a calcinha. 

— vai passar - yves falou se colocando entre as pernas da ruiva e iniciando mais um beijo, aquele mínimo contato fez todo o corpo de chuu esquentar, sooyoung realmente mexia muito com ela, se separaram sem fôlego e a morena começou a beijar o pescoço de jiwoo fazendo a mesma se arrepiar mais a cada beijo, suspirou alto quando yves lhe deu uma mordidinha ali, nem acreditava que tudo aquilo estava acontecendo, deram mais alguns beijos intensos, não queriam se soltar, mas aí sooyoung se lembrou do que tinha preparado pra jiwoo.

— eu trouxe uma coisa pra você - sooyoung falou separando os seus labios e indo até a sua bolsa, chuu suspirou, não queria soltar a morena.

— não precisava trazer nada pra mim

— precisava sim...não tem como fazer um pedido sem anel 

— o que? 

— kim jiwoo, você quer namorar comigo? - se ajoelhou na frente da ruiva que não conseguia conter seu sorriso, pulou da mesa agarrando o pescoço de sooyoung e a abraçando forte.

— é tudo que eu mais quero yves...tudo que eu sempre quis

— me da sua mão...- jiwoo esticou sua mão e sooyoung colocou o anel em seu dedo, elas sorriram como nunca antes. 

— eu te amo 

— eu te amo

 

   As atuais namoradas se beijaram mais muitas vezes e dormiram juntas aquela noite, aproveitando o calor do corpo uma da outra e aquele sentimento que transbordava para todos os lados do pequeno apartamento.


Notas Finais


obrigada por lerem loving you, comentem o que acharam...


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...