1. Spirit Fanfics >
  2. Lua Negra- Camren >
  3. Capítulo 29

História Lua Negra- Camren - Capítulo 29


Escrita por:


Capítulo 29 - Capítulo 29


Fanfic / Fanfiction Lua Negra- Camren - Capítulo 29 - Capítulo 29

Fui pensando no que ia dizer, fiquei uns dez minutos andando de um lado para outro lado da porta, até finalmente ter coragem de entrar, tinha quatro celas razoáveis ​​no tamanho, duas na direita e duas na esquerda, Lauren estava na última direita, estava sentada na cama quando exibia o rosto ao ver, estava com roupas pretas, eu perguntei se tinha sido Dinah que recebi a ela, respirei fundo sentindo meu coração pular frenético.

Oi! - Disse devagar, mas ela só me mostra, seus olhos são vacilantes entre meus olhos e a chave em minha mão.

- O que está acontecendo lá fora? - Perguntar por causa do problema de música que começou a tocar, sua voz estava mais rouca que o normal, provavelmente por não falar muito.

- Um cerimonial!

- E o que é isso? - Ela quis saber, seu olhar ainda era duro.

- Você quer sair? Eu te explico lá fora! - Ela franziu o cenho. - Mani deixou e está cheio de gente lá e lobos novos esperando um motivo para sair por aí correndo! - Fiz gesto de correr com as mãos.

- Devo admitir que já recebi convites melhores! - Me descreve descrente.

- Tipo nosso primeiro encontro? - Sorri tentando demonstrar uma confiança que não tinha mais.

- Bom ... lá não tinha lobos ... - Ela parou de pensar. - Além de você!

- Vai querer sair?

- Porque não né? - Ela se criou e ficou de frente para uma nota.

Abri a cela e dei passagem para ela, que saiu devagar mantendo seus olhos nos meus.

- Me desculpe por estar aí! - Disse me sentindo culpada, ela respirou fundo.

- Então, vai me dizer o que é esse cerimonial?

Claro! - Assinar e fazer um gesto para ela andar, tentar o máximo não invadir o espaço pessoal dela, sair do celeiro. - O cerimonial é como uma formatura sabe? Quando os jovens se tornam lobos e treinados um pouco.

- E é motivo de festa? - Ela perguntou interessada.

- Sim, é como se fosse uma honra servir nosso povo ... como um status sabe?

Entendo!

Ela olha para tudo, seus olhos verdes curiosos para os sons tocando, uma mesa de comida, uma fogueira, como luzes.

- O que achou? - perguntei.

- Não sou muito fã de festas e formaturas de lobos, então não sei como comparar! - Disse me fazendo rir aliviada por ela pelo menos estar conversando comigo.

- Eu sei que não devo abusar, mas ... porque agora você está falando comigo? - Tive que perguntar.

- Você está certo, não deve abusar! - Ela me disse olhando. - Mas ... eu passei um bom tempo tentando conversar com meus carcereiros sabe? Acho que eles têm um voto de silêncio, porque tirando o garoto loiro ... Troy eu acho! - Eu balancei a cabeça positivamente. - Tirando ele, ninguém mais conversa comigo e sabe como é horrível não conversar com ninguém? Eu estava enlouquecendo.

- Me desculpa!

- Camila para se desculpar se você não vai fazer nada para mudar isso ok? - Ela disse, mas não parecia uma crítica, era mais um pedido.

- Tudo bem Lolo! - Sorri nervosa ao perceber o que ela chamou.

- Você abusa! - Ela revira os olhos e quase pula jurar que vi um sorriso querendo brincar nos seus lábios.

Algumas pessoas passam por mim e cumprimentam, Milika cumprimentam sorridente Lauren, ficam felizes que alguém fez isso porque talvez apenas por uma noite ela esquecesse que era uma prisão e eu era seu algoz.

- Eu estou liberado para comer também ou é só para vocês? - Ela perguntou para uma mesa de comida.

- Claro, pode sim! - Eu acompanhei até lá, ela deu uma captura no que estava na mesa e depois me mostrou. - Acho que vai gostar bastante desse! - Apontei uma pequena torta de castanhas e especiarias.

- Posso confiar em você? - Eu encarou.

- Eu menti sobre uma pizza? - perguntei de bom humor.

- Não! - Ela pegou uma tortinha e colocou uma boca, esperou ansiosa sua reação, ela me encarou e revirou os olhos. - Isso é muito bom! - Disse de boca cheia me fazendo rir.

Estar ali com ela, mesmo nas primeiras condições de uso que meu coração estava cheio novamente, era como se fosse o dia da minha consagração, sua boca estava suja do lado, erguida à mão para limpar mas parei no meio, como se pedisse usar para toca-la, ela concorda e eu passei ou polegar aonde estava sujo.

- Pareço criança comendo! - Ela comentou.

- Todo mundo parece comer isso!

- Qual o nome? Ela quis saber.

- Não faço ideia! - Disse e ela riu, uma senhora passou por nós. - Com licença Beth, qual o nome dessa torta?

Bakaeri! - Ela disse sorrindo.

- Obrigada! - Agradeci e ela se afastou. - Isso é um típico bakaeri!

Claro! - Ela balançou a cabeça positivamente pegando outro e colocando na boca.

Derrick chamou todos, que fez uma roda da névoa, fez sinal para Lauren se aproximar, ele chamou os consagrados para perto, era para todos os meninos e quatro meninas, falou sobre o dever de quem não podia ou não sabia, falou sobre nossos ancestrais e todo o fardo que carrega para chegar onde, sobre o que é uma benção dada para os corações mais puros, já que cuidamos sem ser visto, protegidos sem esperar trocar e servimos por amor ao que é, ele está fazendo um risco vermelho embaixo dos olhos de uma outra extremidade em cada jovem ali.

Eu virei e Dinah estava do outro lado de Lauren, sorriu pra mim.

- Agora é a hora da dança do Lobo, você pode fazer o seu para dançar! - Derrick disse causar uma barulheira tremendo por causa disso.

Se uma menina convidou outro e achou fofo, Troy foi até Normani e recebeu a mão e ela pareceu surpresa, mas pegou a mão dele, olhei para Dinah com vontade de rir, Troy não teve chances com Mani nem se nasceu de novo, mas uma cara que Dinah fez foi impagável, olhei para frente e Shawn sorriu em minha direção, olhei para Lauren e ela parecia não ter percebido até chegar perto de estender a mão dele.

- Eu admito uma honra? - Ele perguntou com um sorriso sincero, eu consenti e peguei sua mão e ele me levou até onde estavam como outras duplas, não antes de eu ouvir uma música para Lauren que parecia não ligar. - Será que você ainda se lembra de como Camila?

- Acho que quileute nenhum esquece!

- Eu acho que você se esqueceu! - Eu provocou.

- Como esqueci meus dentes no seu pescoço novato? - Sorri provocando de volta.

Afiada! - Ele se surpreendeu.

Uma música começou a ecoar, eu me lembrava bem dos passos, eu crescia vendo e sonhando com o que seria eu dançar, acho que toda criança quileute dançava aquela música sozinha em casa, eu tinha sorte do meu pai, que dançava comigo animadamente aos olhos superprotetores da minha mãe, não tinha muito a ver com lobos na dança, era ritmada e ambos deviam fazer movimentos parecidos, ora à mão direita dele vinha de encontro com a minha esquerda, ora suas pernas causam os mesmos passos, vi outros casais dançando, Normani parecia voar, outros riam tentando seguir os passos, era leve e engraçado, até ele me erguer e me lentidão por nenhum chão, por um milésimo de segundo eu pude ver meu pai me levantando e me pondo novamente no chão , dei dois passos para trás e como mãos estão Shawn me seguraram pela cintura.

- Está tudo bem? - Ele perguntou ao meu lado.

Sim! - Confirmei.

- Tem certeza? - Seus olhos eram preocupados, eu consentia e ele me rodava para longe, meus olhos tocavam de Lauren, verdes impassíveis e indecifráveis, e logo ele me puxava novamente para a música acabou. - Você não foi tão mal! - Ele sorriu.

- Fui melhor dançar do que você está treinando! - Dei os empregados implicantes.

- Quanta maldade cabe em uma pessoa tão pequena! - Brincou.

- Vocês foram ótimos! - Dinah disse se aproximando com Lauren do lado.

- Obrigado! - Shawn agradeceu.

- Ela estava radiante! - Ela disse olhando de longe Mani conversar com pessoas, era difícil ver morena morena como ela estava ao lado de Troy.

- Estava mesmo! Concordei.

- Sabe que hora é agora? - Shawn perguntou animado. - Hora de beber!

Preciso! - Dinah disse com propriedade.

- Duas! - Lauren soltou um suspiro longo e indecifrável. Eu posso? - Ela criou pra gente com dúvida.

- Não vejo porque não! - Dinah deu os ombros.

 


Notas Finais


volteeiii... vamos por partes. estou demorando pois meu smartphone resolveu dar problema... e o nosso no notebook ta velinho... até ontem não queria pegar, mas hoje fiz de tudo e consegui, com aulas suspensas, sem poder sair e fazer role com minha galera, tentarei postar quase todos os dias e editar. é isso e se cuidem em relação ao Coronavirus (COVID-19)
bejusss nenes... não esqueçam de comentar s2.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...