História Lúcia e Edmundo: Um grande Segredo - Capítulo 5


Escrita por:

Postado
Categorias As Crônicas de Nárnia
Personagens Edmundo Pevensie, Lúcia Pevensie, Pedro Pevensie, Susana Pevensie
Tags Edlu, Nárnia
Visualizações 16
Palavras 642
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 14 ANOS
Gêneros: Ação, Fantasia, Ficção Adolescente, Romance e Novela
Avisos: Heterossexualidade
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Mais um capítulo para vocês, perdão a demora, mas aqui está! Boa Leitura!

Capítulo 5 - Eu te Amo!


Fanfic / Fanfiction Lúcia e Edmundo: Um grande Segredo - Capítulo 5 - Eu te Amo!

    Duas semanas depois, Edmundo não aguentava mais vê Lúcia ao lado de Sebastian, ele sempre oferecia lindas flores e presentes maravilhosos para a rainha destemida e isso o deixava furioso, pois ele estava apaixonado por sua “irmã” e sonhava com ela todas as noites. Lúcia gostava muito de Sebastian, mas estava muito confusa, pois quando beijou Edmundo ela sentiu algo diferente, algo bom na qual nunca tinha sentido, ela tinha vontade de repetir o ocorrido, pensava nisso todos os dias e tentava encarar Edmundo, mas para ela era muito difícil, agora ela sabia que o amava. 

Lúcia estava em seu quarto penteando seu cabelo quando alguém bateu na porta.

- Lu posso entrar?

Lúcia reconheceu a voz de Edmundo.

- Pode – Disse Lúcia.

Edmundo entrou e avistou Lúcia com um lindo vestido azul e não conseguiu desviar o olhar, ele admirou seu rosto.

- Você está linda como sempre Lu – Disse Edmundo.

Lúcia ficou um pouco envergonhada, pois lembrou o quanto Edmundo a elogiava.

- Obrigada Edmundo – Disse Lúcia olhando para a janela.

- Edmundo?

- Sim, não é o seu nome? – Disse Lúcia rindo ao olhar para ele.

- Sim, é que eu estou acostumado a ouvir você me chamar de Ed.

- É só um nome – Disse Lúcia.

- Olha Lu, já faz duas semanas que você não fala comigo e eu percebi que você sempre tenta me evitar, por que?

- Por nada – Disse Lúcia olhando para a janela de novo.

- Não Lu, você está estranha, desde que nos.........beijamos você se afastou, eu sinto sua falta.

Lúcia tirou o olhar para a janela e colocou a atenção em Edmundo.

- Eu também sinto sua falta, das nossas conversas, dos abraços, de tudo, mas não posso negar que estou muita confusa, no mesmo dia que descobri que não tenho o mesmo sangue dos Pevensie, eu descobri que..........

- Que? – Edmundo perguntou.

Houve um silêncio por um momento, até que Lúcia saiu de perto da janela do quarto e foi em direção a Edmundo até ficar frente a frente com ele.

- Que eu......Te Amo.

Edmundo sorriu com oque acabou de ouvir, Lúcia se aproximou dele e o beijou, quando ficaram sem ar se afastaram. Ambos se olharam e sorriram.

- Eu também te amo - Disse Edmundo.

- Agora eu sei que devo ficar com você e nada pode impedir isso – disse Lúcia.

Eles se beijaram novamente e dessa vez mais intenso, aquele era o momento perfeito, até que a porta bateu e se separaram instantaneamente.

- Alteza, estão lhe esperando na sala do trono - disse um empregado.

- Claro, diga para esperar um momento, já estarei lá – disse Lúcia.

- Sim, alteza.

Lúcia olhou para Edmundo e ambos riram.

- Bem, eu preciso ir – disse Lúcia indo em direção a porta, mas Edmundo a puxou pelo braço.

- Espera!

- O que foi rei justo?

Edmundo logo a levou aos seus braços e a beijou.

- Te vejo no jantar – Disse Edmundo dando um sorriso e indo em direção a porta.

Edmundo foi para o seu quarto e deitou na cama com um sorriso enorme e começou a lembrar dos melhores momentos que teve com sua amada Lúcia.

 

FlashBack de Edmundo 

Lúcia e Edmundo estavam sentados num banco no jardim do castelo de Cair Parável vendo o pôr do sol.

- Ed?

- Sim, Lu.

- Promete que sempre vai está ao meu lado?

- Lúcia, eu sempre estarei com você, nunca irei te deixar.

Lúcia sorriu e colocou a cabeça no ombro de Edmundo.

- Eu te amo Ed!

- Eu te amo Lu!

E eles ficaram lá olhando para o sol que estava se pondo.

 

Edmundo sentiu algo bom ao lembrar disso, ele sabia que a muito tempo sentia algo a mais por Lúcia e agora ele sabia que ambos sentiam isso, amor.


Notas Finais


Bem, esse foi o capítulo, espero que tenham gostado! Beijos! E até o próximo capítulo.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...