História Lúcifer (Jikook, Kookmin) - Capítulo 71


Escrita por:

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens Jeon Jungkook (Jungkook), Jung Hoseok (J-Hope), Kim Namjoon (RM), Kim Seokjin (Jin), Kim Taehyung (V), Min Yoongi (Suga), Park Jimin (Jimin)
Tags Jeon Jungkook, Jung Hoseok, Kim Namjoon, Kim Seokjin, Kim Taehyung, Min Yoongi, Ofensas, Palavrões, Park Jimin
Visualizações 218
Palavras 2.006
Terminada Sim
LIVRE PARA TODOS OS PÚBLICOS
Gêneros: Ação, Aventura, Comédia, Drama (Tragédia), Famí­lia, Festa, Ficção, Ficção Adolescente, Fluffy, Lemon, LGBT, Luta, Mistério, Policial, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Sobrenatural, Suspense, Terror e Horror, Universo Alternativo, Violência, Yaoi (Gay)
Avisos: Adultério, Álcool, Bissexualidade, Drogas, Gravidez Masculina (MPreg), Heterossexualidade, Homossexualidade, Incesto, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Sexo, Spoilers, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Vi e respondi alguns comentários, algumas mensagens, e.. Vocês gostam de capítulos aleatórios?
Ok, mais um aleatório para vocês. Hihi💕

Ignorem os erros, ótima leitura. 💕

Capítulo 71 - Capítulo 71


Anteriormente..

- Você está uma tentação sem blusa. - Sorri, vendo Jeon soltar um risinho. Queria tirar esse clima pesado, Jungkook não merecia me ver de tal forma, não merecia aquilo tudo.

Agora..

•Jimin•

Jungkook: Por que nunca me contou sobre isso? - Pergunta após me soltar.

- Porque a história não faz sentido, ela não precisava fazer parte de tudo que vivemos. Entende? - Suspirei. - Eu não queria te ver com pena de mim, não queria que você me visse de uma forma diferente.

Jungkook: Eu não consigo te ver de outra forma além de ser como um garoto gentil, manhoso, fofo, lindo, sentimental e gostoso. - Safado.

- Jungkook! - Ri.

Jungkook: O que? - Ele solta um breve risinho. - Só estou falando o que vejo em você.

- Ok, então qual foi a sua primeira impressão minha? - Fiquei curioso.

Jungkook: Eu te achei estranho, até porque não é todo dia que um garoto me diz ser Lúcifer em uma praça abandonara. - Ele solta um riso. - Mas tirando isso, você era e é super atraente.

Jimin: Você achou Lúcifer atraente? Que errado, Jeon. Imagine se eu descobrisse, o que aconteceria? Poderia lhe machucar.

Jungkook: Eu sinto como se nunca tivesse sentido medo de você. - Nega com a cabeça e solta um risinho. - Eu já sabia sobre você, antes?

- Antes de eu surgir na praça? - Ele assente. - Você sabia que eu não era humano, mas não sabia o porque. - Fiquei sério ao lembrar.

Jungkook: O que foi?

- Uma vez você estava com Taehyung na rua, juntamente á mim. Taehyung quis.. - Não, eu não iria contar. - Após um acontecimento, você disse que sabia o que eu era e não tinha medo. Disse que não contaria a ninguém. - Olhei para baixo, lembrando do exato momento.

Jungkook: Eu falei isso para você, porque eu queria um favor. Certo? - Rapidamente o olhei.

- O que era? - Não se lembre Jungkook, não se lembre.

Jungkook: O Taehyung fez algo, mas eu não sei o que foi.

- Você está se lembrando. - Suspirei. - Você está se lembrando das coisas que não se referem à aquilo. - Ele apenas ficou quieto.

Ele vai descobrir o que aconteceu, ele vai lembrar do que eu fiz.

Jungkook: O que você fez? - Pergunta acariciando minha bochecha. - Você não quer me contar?

- Eu não posso te perder, Kookie. - Retirei sua mão. - Vai ser pior do que perder qualquer outra coisa, e eu não quero nem pensar em ficar longe de você.

Jungkook: Eu já disse que você não vai me perder, não importa o que você tenha feito. Lembra de quando eu te falei que passado era passado? Então, isso ainda se aplica.

- Algo que mudou seu futuro, não é algo que se esqueça só porque é passado.

Jungkook: Eu não preciso esquecer, só preciso que não haja segredos entre nós.

- Não tem segredos entre nós, não tem segredos que irão comprometer algo. - Bufei. - Eu não escondo nada de você, a não ser isso.

Jungkook: Então esconde.

- Mas é porque eu não quero te perder. - Me joguei para trás, assim me deitando na cama.

Jungkook: E eu já disse que você não vai me perder. - Se joga também.

- Mas você não sabe do que se trata, não sabe o que vai pensar. - Bufei.

Jungkook: Mas você não entende que eu não me importo. - Bufa também.

- Então se você não se importa, para de falar disso. - Me virei para ele. - Vamos aproveitar enquanto estamos assim.

Jungkook: Quer dizer o que?

- Você vai se enjoar de mim. - Sorri.

Jungkook: E tem como enjoar desse ser maravilhoso? - Ele sorri também. - Você é tão perfeitinho.

- Você é tão o amor da minha vida. - Ele se aproxima e sela nossos lábios, e calmamente se separa. - Eu te amo muito, sabia?

Jungkook: Eu também te amo, pequeno. - Dá vários selinhos em meus lábios.

- Você sabe que é muito importante para mim, não sabe?

Jungkook: Isso está parecendo uma despedida. - Ele ri fraco. - Não é uma despedida, é?

- Pretende ir embora?

Jungkook: Claro que não, está louco?

- Então não, não é uma despedida. - Sorri.

Jungkook: Ótimo, temos que dormir. - Neguei. - Você quer passar mal, Jiminnie?

- Não estou com sono.

Jungkook: Não tem problemas, prometo te fazer ganhar sono rapidinho. - Ele ri e se senta.

- Está tão cedo, por que quer dormir?

Jungkook: Cedo? - Ele ri e olha para mim. - São três horas da manhã.

- Está pretendendo dormir para ter paz? - Revirei os olhos. - Quer dormir para nos seus sonhos estar longe de mim?

Jungkook: Mas.. - O mesmo fica queito.

- Nem mesmo você sabe se defender.

Jungkook: Eu não falei isso. - Me levantei. - Eu só estou cansado, não quero me livrar de você.

- Eu sei, afinal, você me ama. - Soltei um risinho. - E eu amo muito você, por isso também vou dormir.

Jungkook: Se não quiser dormir, não precisa. - O mesmo se levanta e me abraça por trás.

- Já perdeu o sono, safado? - O mesmo distribui beijinhos por meu ombro, em forma de carícia.

Jungkook: Eu, safado? - Faz sons com a boca, indicando "não". - Que isso, amor. Não sou safado.

- Então vamos dormir. - Sorri e me virei para o mesmo. - Você já abusou o suficiente de mim ontem. - Fiz bico mas não aguentei e ri.

Jungkook: Você me provocou o dia inteiro, esperava o que? - Sem vergonha. - Fui totalmente delicado, algo que você não merecia.

- Nossa Jeon. - Revirei os olhos e fingi indignação.

Jungkook: Nossa é o caralho, Jimin. Você ficou sentando no meu colo, passando a mão por lugares íntimos, fazendo questão de passar sua bunda em meu membro á todo momento em que passava por mim. Só não esqueça que fazia isso na frente de nossos amigos, em locais que eu não podia fazer nada. - Ri ao lembrar da situação em que coloquei o mesmo. - Eu apenas me vinguei de uma forma totalmente gostosa.

- É, você é bom no que faz. - Ri e novamente me virei.

Assim, saí para fora do quarto.

Todos que me conhecem sabem que eu preciso beber água antes de dormir, se não preciso levantar no meio da madrugada e ir até a cozinha.

Jungkook me seguiu, gostava de acompanhar cada passo meu dentro daquela casa. Ou seja, a casa era minha e ele insistia em me acompanhar.

- Kookie, por que você sempre me acompanha? - O olhei.

Jungkook: Gosto da sua companhia, algum problema? - Fala adentrando a cozinha juntamente á mim.

- Sem problemas, também gosto de você por perto. Só não entendi o porquê. - Soltei um risinho, assim me direcionei ao balcão e peguei um copo. - É medo?

Jungkook: Medo de que? - O mesmo também pega um copo, e busca a jarra de água. - Eu estou na casa de Lúcifer, do que teria medo?

- Pensei que falasse não ter medo de mim só por querer morrer. Mesmo não querendo mais isso, continua não tendo medo? - Estranhei.

Jungkook: Nunca tive medo, não tem motivos em específico. - Bebe água juntamente á mim. - Acho que você é muito adorável, por isso nunca senti algo além de atração, amor, e essas coisas fofas aí. - Soltei um risinho.

- Não concordo com isso. - Larguei o copo na pia e saí andando, não demorou muito para que Jungkook fizesse o mesmo e voltasse a me seguir.

Resolvi eu mesmo desligar as luzes dos locais do primeiro andar, deixei apenas algumas luzes das escadas acesas.

Deixei Jungkook subir na frente, até porque ele não gostaria de ficar no escuro. E então, apaguei a luz do corredor em que ficava meu quarto.

Assim que adentrei o mesmo, Jungkook estava sentado na berada da cama apenas me observando.

Abri um pequeno sorriso e fui até o mesmo, depositei alguns selos em sua boca e me sentei ao seu lado.

Já havíamos feito nossas higienes, antes mesmo de tomarmos banho. Estávamos prontos para dormir, então era isso que faríamos.

Deitamos um ao lado do outro, e assim que apaguei a luz Jungkook me grudou.

Colocou uma de suas pernas em cima de mim e me abraçou, fazendo com que eu ficasse deitado de trás para si.

Encostou sua boca e nariz em meu pescoço, inalava o cheiro do perfume que havia alí.

Diz ele que não importa a hora, ama sentir meu cheiro. Até porque, os perfumes que uso são completamente suaves. Tem um cheiro sutil, um cheiro de bebê, completamente leve.

Prometo á vocês que não uso produtos de crianças, simplesmente compro os que mais se encaixam á mim na sessão adulta, na sessão masculina.

Após alguns minutinhos, não tão longos mas não tão curtos, acabei dormindo.

Jungkook provavelmente já teria dormido á um bom tempinho atrás, até porque ele estava cansado e sonolento, eu não.

•Já de manhã..•

Diversas vezes acordei e não senti Jungkook ao meu lado. Não entendi onde essa criatura foi parar, mas não iria me levantar para descobrir.

Eram apenas seis da manhã, qual o sentido de levantar tão cedo?

Assim que ele voltar, talvez pergunto se aconteceu algo. Mas agora não é momento para isso, agora é um ótimo momento para dormir.

Acabei pegando no sono novamente e acordei mais algumas vezes sem sentir Jungkook alí. Afinal, em que momento ele estáva alí? Apenas ontem, não é?

Fiquei me espreguiçando na cama, e ao notar que já eram oito horas da manhã, resolvi me sentar e tentar levantar.

Não estava afim de levantar, não ainda, mas meu namorado é prioridade no momento.

Jungkook: Desculpa, te acordei? - Fala ao abrir a porta do quarto, apenas pisquei diversas vezes para o mesmo.

Eu estava morrendo de sono, e Jungkook levantando cedo me fazendo acordar diversas vezes, não colaborou para que eu descansasse.

- Não, não acordou. - Me joguei de volta na cama vendo o mais velho soltar um risinho.

Jungkook: Acabou de acordar, não é?

- Por que você levantou tão cedo, Kookie? - Perguntei sonolento, ignorando totalmente sua pergunta.

Jungkook: Os garotos me ligaram, então para não te acordar fui até a sala e fiquei lá conversando com eles. - Se sentou na cama e ficou mexendo nos meus cabelos, me deixando com mais sono ainda.

- O que eles queriam?

Jungkook: Encomodar, óbvio. - Solta um risinho enfurecido. - Desde quando que eles ligam por algo sério? Sempre foi, e sempre será para perturbar.

- Eu continuo com sono. - Fiz bico. - Você não estava aqui, Gukkie.

Jungkook: Acordou por conta disso, pequeno? - Pergunta de uma maneira carinhosa, mas fiquei com uma grande vontade de socar aquela carinha linda dele.

- Sim Junggukie, você saiu, me abandonou. Achou que eu não notaria, mas acordei umas três vezes e não senti você aqui. - Falei manhoso e bravo ao mesmo tempo. - Da próxima vez, ignore as ligações deles.

Jungkook: Mas.. - O interrompi.

- Mas nada, anjo. - Enterrei a cara no travesseiro. - Deita, vamos dormir.

Jungkook: Está tarde, amor.

- Tarde? - O olhei com os olhos pequenos e inchados. - Se você não deitar agora, eu faço você desmaiar e finjo que você está dormindo. - O mesmo ri e se deita ao meu lado.

Jungkook: Amo seu jeito carinhoso. - Fala com irônia.

- Também amo, agora dorme.

Desta vez eu quem o abracei, Jungkook apenas riu e após isso tudo ficou em silêncio.

- Te amo. - Sussurrei.

Jungkook: Também amo você, amor. - O mesmo fala um pouquinho mais alto, porém ainda em um tom baixo.

Eu amo tanto esse garoto, afinal, quem diria que nesse momento eu estaria assim, agarrado nele?

Continua..


Notas Finais


Udhdjenfixbsu
Amo vocês, pequenos (as).

Bezinho no coração de vocês, meus anjos. 💕


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...