1. Spirit Fanfics >
  2. Lúcifer, Quer dizer Deus! - Vkook >
  3. Não posso nem transar em paz!

História Lúcifer, Quer dizer Deus! - Vkook - Capítulo 9


Escrita por:


Notas do Autor


Lá vai eu tentando dar de um hardcore e postar todo dia.
Se eu não postar por um dia podem me xingar, menos de sábado e domingo, já que eu durmo na casa de minha cunhada.

Capítulo 9 - Não posso nem transar em paz!


Já aviamos almoçado, Taehyung cozinhava bem, minha cabeça doía mas melhorava com a energia de hoseok e Jimin, Yoongi estava mais feliz do que nunca, Jimin e hoseok estavam o tratando com mais afeto, era muito bom ver meu amigo feliz. Nossa vida literalmente mudou, me encarregaria de agradecer a Taehyung depois.

-- Jungkook? - Tae me chama.

-- uhn sim? - sorrio fofo.

-- podemos conversar a sós?. - ele diz e eu assinto, me levanto e volto ao meu quarto. - oque é?

-- sendo claro eu vou enfiar sangue de demônio na tua guela, agente vai transar e você vai viver eba!! - ele diz dando palminhas.

-- oi como? Tá brincando com a minha cara Taehyung? - digo revirando os olhos.

-- olha aqui criança, o fim do mundo tá próximo e essa é a única forma de você e seu amigo yoongi viver, Meu pai vai sair matando todos os humanos dividindo novamente o universo entre demônios e anjos, sem humanos, sem animais, sem nada!, E provavelmente depois vai ter uma guerrinha aí entre eu e o Dragon. - Taehyung cruza os braços.

-- só eu e Yoongi vamos sobreviver?, E os outros? - digo cabisbaixo.

-- Jimin é um anjo caído, hoseok é um demônio, G-Dragon é lúcifer e eu sou Deus, oque resta é você, o yoongi e as duas garotas das calcinhas voadoras. 

-- não são só eles Taehyung!, Meus pais, minha família!. Todas as pessoas que eu um dia conheci irão morrer!. - digo mordendo o lábio inferior com força.

-- eles não morrerão.. morrerão entendeu? - Taehyung tenta fazer mímica- os corpos morrem, a alma não, todos são imortais, eles provavelmente irão para outro lugar. - Ele diz coçando a nuca.

-- e por que eu não posso continuar vivendo e ir para esse lugar? - cruzo os braços.

-- por que.. por que eu quero que você fique no céu comigo!, Já conversei com Jimin já está feito!, Não tente me contrariar. Sou seu criador! - tento apelar já ficando com raiva.

-- nessa merda de mundo você não é ninguém Taehyung!, Você é um humano!. - digo irritado.

Taehyung olha pra mim e meu cu tranca. tá ligado aquelas horas que você jura que nem um fio de cabelo passa?, Então eu acho que se eu soltar um peidinho eu estoro. Taehyung me olhava frio, mas no fundo daquele olhar, antes tão carinhoso, eu podia ver a pura raiva, vejo os mesmo fechar o punhos e eu dou um passo para trás. Fecho os olhos com medo de que possa apanhar mas sou surprendido com um abraço.

-- eu não posso te forçar a nada Jungkook, se estou te pedindo isso é por que quero que você fique ao meu lado, e não no futuro lugar que te aguarda. Por favor bebê, apenas me obedeça, será melhor para você. - Taehyung sussurrou próximo ao meu ouvido. 

-- mas.. mas Tae, eu vou sentir falta das pessoas.. - fasso ele olhar pra mim, enquanto eu tinha um bico nos lábios.

Fico sem jeito quando recebo um selinho do maior.

-- Jeongguk eu darei um jeito, você confia em mim não confia? - ele diz colocando o rosto em meu pescoço.

-- isso.. isso não vale, você tá querendo me comprar, você tá querendo que eu aceite... - digo baixo.

-- claro que eu quero. - ele começa a beijar meu pescoço. - eu ainda não provei desse corpinho amor, eu preciso resolver isso não é? - ele diz colocando a sua perna no meio das minhas, assim roçando seu joelho em meu membro, coberto apenas com o tecido fino do shorts que eu usava.

-- t-taehyungie.. hurrum.. p-precisa - digo manhoso.

-- então quer dizer que o casal nunca transou? - Me assusto e empurro Taehyung.

Tae olha para Jimin com cara de tédio.

-- sempre atrapalhando minhas fodas, Gabriel. - "Deus" revira os olhos.

-- olha que surpresa com o fogo no cu desse Deus viado aí, fico surpreso que ele nunca tenha transado com você Jeon - Jimin diz sorrindo de lado.

-- teria se você não tivesse me atrapalhado! - Taehyung diz emburrado.

A cada frase eu ficava cada vez mais corado, Eles não tinham vergonha nenhuma de falar sobre sexo no meio do corredor?.

- ae Jungkook seus pais chegaram, eles estão assustando lúcifer - Jimin diz soltando uma risada.

-- oque?! Meus pais?!, Achei que eles iam demorar! - jogo meu cabelo para trás nervoso - eles vão me matar pela bagunça!.

-- não parece não, seu pai estava atacando a comida do Taehyung, e sua mãe tava paparicando as meninas, achando que uma é sua namorada - Jimin diz se encostando na parede. 

-- droga elas vão falar para eles sobre o Taehyung! - digo sentindo meu nervosismo aumentar. 

-- fica tranquilo, Jimin com certeza resolveu isso - Taehyung diz olhando para o citado. 

Jimin da de ombros.

-- a cada palavra se referindo a sexualidade de Jungkook elas sentem uma cólica terrível - Jimin diz fazendo uma careta.

-- como você sabe se dói mesmo? - Digo encolhendo os ombros. 

-- antes de eu me tornar park Jimin, eu era Liz, aquela menininha da escola. - Jimin diz, Liz era uma das meninas mais populares da escola.

-- e oque isso tem a  ver? - trinco o maxilar.

-- Taehyung já fez uma brincadeira parecida com a garota. - Jimin diz olhando para Taehyung com raiva.

-- eu fiz a menina ficar com cólica por 4 semanas, o período que o Jimin habitou aquele corpo. - Taehyung dá uma risada.

-- que maldade tae.. deve doer, minha mãe reclama muito desses negócios - Digo com um biquinho.

-- culpe o Taehyung aí por essa dor existir. - Jimin diz e coloca uma mão no ouvido - Seus pais subindo Lisa é sua namorada de mentira.

-- pronto já não bastava um agora é dois. - reclamo.

-- Jungkook querido, por que não nos falou que seus amigos iam vir?, Agente podia ter ficado em um hotel - Minha mãe diz se aproximando.

Fico sem ter nada para dizer.

-- senhora Jeon!, Ouvi muitas palavras belas se referindo a senhora. - Taehyung, como o salvador da pátria, tenta fazer minha mãe mudar de assunto.

-- oh sério?, Jeon oque disse de mim a esse belo rapaz? - Minha mãe diz Sorrindo.

-- ah.. eu.. - tento falar alguma coisa.

-- Jeongguk tem muita admiração pela senhora, quero ser um criador como você quando for pai - Taehyung diz sorrindo quadrado.

-- oque ele tá fazendo? - Murmúrio para apenas Jimin escutar.

Jimin solta uma risada.

-- simples, tentando conquistar a sogra.

_.-•°_.-•°

Já estava de tarde, os meninos já estavam indo em bora, meu coração estava a mil, como pedir para os meus pais para Taehyung ficar em minha casa?. Nunca gostei de mentir para os meus pais, sempre gostei de ser o filho perfeito. Já estávamos jantando, Yoongi acabará de receber uma ligação de sua mãe para que o mesmo volte logo para casa, no momento ele e meu pai ponhavam a mesa enquanto eu estava com minha mãe na sala, Taehyung estava tomando um banho.

-- mãe?. - chamo pela mais velha. - desculpa por não te avisar de meus amigos..

-- tudo bem Jungkook!, Você sempre foi na sua meu anjo, achei que você não tivesse amigos, alem do Yoongi. Fiquei feliz, você sabe sua felicidade é a minha ! - Minha mãe sorri.

-- então.. sobre o Taehyung, ele não é daqui de Seoul , ele é de busan e veio aqui em Seoul para estudar aqui, os pais dele acabaram de sofrer um acidente e não sobreviveram sabe?. Eu já conhecia a muito tempo, conheci ele no jardim de infância!. Aí ele veio aqui pra estudar e arrumar um emprego, queria saber se ele pode ficar aqui por um tempo, apenas o suficiente para que ele possa morar sozinho. - tento inventar uma mentira, enquanto me esforçava para não desviar o meu olhar dos olhos de minha mãe.

-- ah.. Eu acho que sim, tentarei convencer seu pai. Que triste anjo, ele parecia tão feliz hoje, não acredito que ele tenha passado por uma dor dessas. - ela diz com dó. - amanhã mesmo iremos na sua escola, ele deve ter sua idade não é? - ela diz sorrindo leve - podemos fazer a matrícula na sua escola.

-- muito obrigado mãe! - sorrio largo abraçando a mais velha.

-- ok ok.. vamos comer!.

[...]

O jantar ocorreu serenamente, Avia avisado Taehyung e ele ficou feliz, arrumei uma desculpa qualquer para que eu e Taehyung dormimos no mesmo quarto. Minha mãe não ligou e aceitou, agora eu estava tomando um banho para depois ir deitar.

-- Jungkook? Posso tomar banho com você? - Taehyung diz entrando no banheiro e eu me assusto, me apressando para esconder minha intimidade. - oxi, qual a parte que fui eu que te criei você não entende? - Taehyung cruza os braços- fui eu que criei esse pau aí. 

-- Tae! Para tô ficando com vergonha! - escondo meu rosto com a outra mão, opito por virar de costas.

-- nossa que bunda Jeon - Taehyung Murmúria e eu fico mais corado ainda.

-- vai tomar banho ou não Kim?! - digo bravo.

-- ok ok senhor pauzão. - prendo a respiração ouvindo as roupas do Kim caírem pelo chão do banheiro, logo a porta do box sendo fechada atrás de mim. - quer ajuda para lhe ensaboar Jeon? - ele diz rouco perto de meu ouvido.

Assinto meio trêmulo, e Taehyung se aproxima mais para pegar o sabonete que estava a minha frente. Tão contato fez com que seu quadril se chocasse contra o meu, assim podendo sentir seu membro em minha bunda. Fecho os olhos e Taehyung solta uma risadinha.

O mais alto esfrega um pouco de sabonete na mão, assim que uma camada de espuma se formou alí ele começou a esfregar as mãos contra minhas costas, assim começando uma massagem lenta. Soltei um gemido deleitoso sentindo assim meus músculos relaxarem, fecho meus olhos em aprovação, não estava vendo o rosto de Kim, mas concerteza ele estava sorrindo.

-- t-tae.. mais forte.. - peço manhoso empurrando minhas costas contra as mãos de Taehyung.

-- mais forte amor?, Quer mais forte uhn? - Taehyung sussurra rente ao meu ouvido, fazendo assim meus pelos se arrepiarem.

Foi aí que eu senti o duplo sentido na fala.

-- q-quero tae.. - digo mordendo os lábios.

As mãos de Taehyung vão descendo pelas minhas costas chegando assim em minha cintura, fecho os olhos em espectativa. Taehyung abraça meu corpo por trás levando a mão a minha virilha. O silêncio reinou, a mão de Taehyung estava próxima ao meu membro, agora endurecido, meus lábios estavam sendo mastigados por mim mesmo, assim me contendo em pedir para que ele andasse logo.

Solto um gemido surpreso quando seu dedão começa a rodear minha glande.

-- shh.. quietinho boneca.. - ele diz enquanto beijava meu pescoço.

Tentava obedecer mais era quase impossível, Taehyung segurava meu membro firmemente enquanto seu dedão ainda precionava a minha glande.

-- porra bebê.. ele parece ser tão gostosinho.. Você gosta Gukkie? - Taehyung fala em um tom provocativo.

-- e-eu gos-

-- filho você tá aí ? - ouço a voz de minha mãe no quarto.

-- ah vai se ferrar toda vez que eu vou transar alguém me atrapalha! - Taehyung Murmúria irritado.

-- mas.. eu.. - Murmúrio choroso. - eu tô tomando banho mãe. - digo alto




Notas Finais


EU SEI MEU HOT É HORRÍVEL.
Sim vai ter muitas fodas empatadas
Sim eu vou colocar o Taehyung em uma escola
Sim eu vou fazer um hot dos Yoonseokmin
Sim eu vou começar a focar na transformação do Jungkook
E bem eu vou tentar fazer várias coisas a mais


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...