1. Spirit Fanfics >
  2. Lucifer's cradle >
  3. Inferno

História Lucifer's cradle - Capítulo 32


Escrita por: John_W

Notas do Autor


É hora de METER DETALHES!

Capítulo 32 - Inferno


Fanfic / Fanfiction Lucifer's cradle - Capítulo 32 - Inferno

Johnny on:

Inferno, escritório de lúcifer

Lúcifer está sentado em sua cadeira, apoiando seu rosto na sua própria mão, Johnny está sentado a frente de lúcifer

[Para fins de visão, lúcifer está sentado igual a Monika no final "apenas Monika"]

- E então, Johnny, você está satisfeito? Você me matou... porém você morreu no processo, o que te dá um final ótimo, você vingou sua amada, e vai viver com ela... Isso é claro se não fosse por um fator - disse lúcifer

Lúcifer se levanta da cadeira e se senta na mesa, ficando de frente a johnny

- Eu continuo sendo lúcifer, o rei do inferno, o demônio imortal... E com isso, eu posso voltar para o campo de batalha, ao menos que alguém me perfure com uma arma celestial... E você meu caro, me matou com o poder destrutivo de abaddon, já que sejamos sinceros, aquele seu poder era o do abaddon, né? Você roubou o poder dele pra me matar, porém você apenas destruiu o inferno. Você é patético - disse lúcifer

Johnny vai para trás com a cadeira, lucifer se levanta da mesa, se aproxima de Johnny, e começa a falar no ouvido dele

- Sabe, eu posso mudar isso, eu posso rescrever a história - disse lúcifer

Lúcifer se afasta de Johnny, lúcifer abre uma gaveta da sua mesa

- Eu posso trazer sua amada de volta, eu posso te ressuscitar - disse lúcifer

Lúcifer pega um livro e o coloca encima da mesa

[Pra quem assistiu Sabrina, é o livro da besta]

- Eu estou sem poderes, então teremos que fazer a moda antiga, então eu te explicarei as regras. Eu sou lúcifer, o diabo, e ter esse título tem uma vantagem. Meu poder se chama "juramento", ele me permite dar o que a pessoa quer... Porem em troca, eu ganho a alma da pessoa. Eu posso reviver sua amada e te reviver, e em troca, você me da sua alma... Sua alma vale por três, então eu só quero a sua. eai, temos um acordo? - disse lúcifer

Abaddon on:

Inferno, campo de batalha

- Hey, nem pense em fazer isso! - disse abaddon

Abaddon começa a tirar os escombros de cima de cerberus

- cerberus, acorda, não é hora de dormir, anda, por favor... (Eu poderia ter empedido o Johnny, por que eu não o empedi?) - disse abaddon

Abaddon segura cerberus em seus braços

Belial se aproxima de abaddon

- Engraçado né? Nós fomos os únicos que não fomos atingidos pelo impulso do soco do humano, e olha só que irônico, aquele poder desativa os poderes dos anjos e demônios, então deveríamos estar morrendo, igual a cerberus e o restante - disse belial

- Se ele não tivesse agido por impulso... A cerberus estaria viva, porém... Ele se matou no processo, e matou lúcifer - disse abaddon chorando

- Sabe, alguns dizem que não existem conhecidencias, e isso se aplica justamente aqui - disse belial

Belial perfura o peito de cerberus com sua mão

- Tudo aqui foi planejado, pare pra pensar, por que justamente o demônio do abismo e o demônio da escuridão estão com poderes? - disse belial

Começa a sair uma luz de dentro do peito de cerberus

- Pense abaddon, pense. O que ele fez não foi impulsivo, foi planejado. Ele sabia que iria matar a todos por perto, porém se ele acordasse o demônio que controla a escuridão, e que antigamente controlava a luz, ele poderia salvar a todos, e quem morreria seria lúcifer - disse belial

Belial tira a mão de dentro do peito de cerberus

- Porém existe outra coisa, eu não conseguiria achar e curar todos a tempo, o que quer dizer que precisaríamos de um demônio que controla o tempo para ser rápido, e que consegue sentir a presença das pessoas, ou saber exatamente sua localização. E é aí aonde você entra - disse belial

- Mas... Não dará tempo, já está tudo destruído, nós acordamos tarde demais, o coração deles não vão voltar a andar a tempo - disse abaddon

- Deixe isso comigo. ache eles, abaddon - disse belial

Abaddon coloca o corpo de cerberus no chão

[Oh Yeah]

- Za warudo, tomare toki o - disse abaddon

O tempo para

- *Inspira* Essas armas foram feitas por Deus, porém.... Eu ainda as usarei, por mais que eu tenha prometido nunca mais usá-las, eu preciso delas agora. Spawn - disse abaddon

Dois laços saem das costas de abaddon e vão para a frente dele

- A quanto tempo... Eu preciso que vocês vasculhem o inferno todo, eu preciso que vocês achem todos, todos mesmo, demônio, anjo, condenado, succubus. Tudo, eu quero que vocês os tragam para mim - disse abaddon

Saem mais laços das costas de abaddon, todos eles vão para diversos locais

- (Essa Habilidade exige muito de mim, é a primeira vez que eu a usarei em grande escala, por tanto tempo... Eu tô fodido) - pensou abaddon

Johnny on:

Escritório de lúcifer

- É só assinar seu nome - disse lúcifer

Johnny se levanta e fica de frente com o livro, uma caneta vermelha aparece na mão de johnny

- Você apenas precisa colocar seu nome, e tudo voltará ao normal - disse lúcifer

Johnny escreve no livro: Johnny William Swmiths.

[Se fala simitis, com o S puxado, e o "Simi" rápido. Swmiths]

Johnny coloca a caneta na mesa e o livro se fecha

- *Inspira* adoro esse cheiro de nova alma - disse lucifer

Diversas correntes saem da parede e perfuram o peito de johnny, as correntes se prendem AO coraçãO de johnny

[Olha o português]

- Você está vivo, e a sua amada está viva... No inferno. Eu não especifiquei como ela ficaria viva, e nem aonde. Agora você morrerá por sua idiotice. Obrigado pela sua alma, adeus, humano - disse lúcifer

As correntes saem do peito de johnny, porém elas não tiram nada dele. Johnny coloca suas mãos no bolso

[Giorno, o piano por favor]

- ... Como você está vivo? Isso... Não é possível - disse lucifer

Lúcifer abre o livro rapidamente, ele vê o nome de Johnny lá

- Você... O que você fez? Aquele nome é real, então por que... Por que sua alma não acabou de morrer? - disse lucifer

- Seu poder é a corrente da alma, ela te permite absorver qualquer alma, desde que a corrente roube a alma do coração do inimigo... Porém apenas se a pessoa assinar o nome dela no livro, ou fazer um pacto. como você estava sem poderes demoníacos, você decidiu usar sua arma demoníaca que não gasta mana, porém ela é completamente inútil contra mim - disse Johnny

Johnny tira a mão do bolso, johnny está segurando uma bala. Johnny impulsiona a bala com o dedo, a bala acerta o peito de lúcifer

- Por que você... Não morre? - disse lucifer

Lúcifer se senta em uma parede enquanto para o sangramento com a mão

- Durante meu nascimento, meus pais me deram outro nome, pois sabiam que esse momento chegaria. E quando chegasse, eu teria que te dar o nome falso, o nome que todos me chamam. Johnny William Swmiths, esse nome é de uma pessoa que aceitou se sacrificar por mim. E funcionou muito bem, já que agora você está morrendo - disse johnny

Johnny se aproxima de lúcifer

- Por que... Eu estou morrendo? Isso é apenas uma bala normal, eu deveria estar te extrangulando por mentir pra mim - disse lúcifer

- Simples, isso dentro de você é a minha arma celestial, kira Queen, e como eu sou um anjo e demônio, ela tem... Vantagens, e uma delas é se transformar em qualquer coisa, eu a transformei em uma bala para te acertar no coração e te matar - disse Johnny

Johnny se agacha na frente de lúcifer

- Afinal... Quem ou o que é você? - disse lucifer

- Eu sou o seu pior pesadelo - disse Johnny

A bala sai de dentro de lúcifer e vai na direção de Johnny, a bala vira uma katana

- Em nome do pai, do filho, e do espírito santo... - disse Johnny

Johnny passa sua espada pelos ombros de lúcifer enquanto Johnny fala

- Arriverderci - disse Johnny

Johnny corta a cabeça de lúcifer. Johnny guarda a katana no coldre

- Auf Wiedersehen, Dämon - disse Johnny

Inferno, campo de batalha

Diversas estão deitadas no chão, belial está usando uma luz em cada uma delas

- Parabéns abaddon, você conseguiu - disse belial

Abaddon está no chão deitado de bruços

- Sim, porém isso exigiu muito de mim, eu não irei levantar tão cedo - disse abaddon

Abaddon olha para o chão e vê uma sombra andando em sua direção

- Cerberus? Você acordou? - disse abaddon

A sombra arremesa uma coisa na direção de abaddon, um coração azul cai na frente de abaddon

- QUE!? - disse belial surpreso

- I... Isso é... - disse abaddon

- Isto é o que faz a pessoa governar inferno, um coração azul, que irônico - disse Johnny

- Então se você me deu isso, quer dizer que o outro... - disse abaddon

- Morto, lúcifer está morto. Agora você é o governante - disse johnny

- Johnny... - disse abaddon

Abaddon toca no coração e o absorve. Abaddon se levanta do chão

- Obrigado Johnny - disse abaddon

- Não me agradeça, eu quase destruí o inferno e matei a todos, então acho que agora estamos quites - disse johnny

- Sim... Nossa jornada foi longa, porém nós finalmente conseguimos - disse abaddon

Abaddon bate o pé no chão, todos que estavam no chão se levantam e se curvam

- SENHORAS E SENHORES, DEMÔNIOS E SUCCUBUS. HOJE O LIDER DE VOCÊS MUDOU. EU, ABADDON, O DEMÔNIO DO ABISMO, COMANDO ESSE LOCAL AGORA, QUALQUER COISA CONTRA, FALE AGORA, OU CALE-SE PARA SEMPRE! - disse abaddon

Silêncio

- Pois bem, se preparem para uma nova era - disse abaddon

Todos os demônios andam até a cidade

- Nós vemos por aí, Aby - disse Johnny

- Hey, aonde você vai? - disse abaddon

- Eu preciso voltar para minha família, e devolver minha irmã... Não quero que eles fiquem preocupados - disse Johnny

- (Mesmo ele podendo governar ao meu lado, mesmo ele sendo cinquenta porcento governante... Ele não desejou nada... Johnny, por que com tantos poderes na mão, você continua preferindo a simplicidade?) - pensou Abaddon

Johnny vai até o corpo de Ana, e a coloca em suas costas

- Simbora dorminhoca, valeu por não acorda ela - disse johnny

- (... Espera, eu mandei todos acordarem, sem exceção, por que ela continuou dormindo?... Eu sinto o batimento cardíaco dela, será que... Heh, ele protegeu ela da minha magia, ele realmente é uma caixa de surpresa) - pensou cerberus

- Adeus pessoal, até mais - disse Johnny

- (Foi uma jornada longa, porém divertida... Espero que nos tenhamos mais aventuras como essa... Jonathan) - pensou abaddon



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...