1. Spirit Fanfics >
  2. Lucifer's cradle >
  3. Aurora

História Lucifer's cradle - Capítulo 33


Escrita por: John_W

Notas do Autor


Você achou que a série tinha acabado, mas era eu, o roteirista 😄👍

Já era pra ter saído capítulo de bloodthirsty parasite, porém eu havia mandado o capítulo do BP, pro LC, daí quando eu vi aquilo, eu apaguei. Agora estou refazendo, amanhã talvez saia um capítulo de BP, e se o capítulo for curto, eu lanço uma nova possível história no mesmo dia
Aproposito, eu zerei O Hitman 1, Yakuza 0 e 1, e zombie army. Então a nova série possa ter algo haver com isso, quem sabe
Aproposito, estou pensando em fazer uma história tipo dead by daylight, o que vocês acham? Ainda estou pensando em usar os personagens do dbd, e fazer um teste, ou criar meus próprios e fazer algo semelhante

Capítulo 33 - Aurora


10 anos após o último capítulo

Quintal da casa de Johnny

- Dessa vez eu prometo que eu te levo pro inferno - disse abaddon

- Tente o seu melhor então, eu te matarei antes - disse Johnny

Abaddon pega sua espada e vai em direção a Johnny, Johnny se defende do ataque com sua katana

- DESSA VEZ EU GANHAREI! - disse abaddon

Abaddon chuta Johnny pra longe, a katana de Johnny é jogada pra cima quando Johnny é chutado

- MORRA, HUMANO! - gritou abaddon

Diversos portais aparecem em volta de Johnny

- Boa tentativa, porém você se esqueceu do meu poder - disse johnny

Diversos tiros de lazer saem dos portais e vão na direção de Johnny, Johnny desaparece

- Que? Você não arremesou sua arma, como você... Esperai, quando eu te chutei, você... - disse abaddon

Johnny aparece encima de abaddon enquanto segura sua katana

- Essa será a última vez que você se esquecera de algo, MORRA! - disse johnny

Johnny tenta cortar abaddon, abaddon se defende com sua espada

- KILLER QUEEN! - disse Johnny

- GOLDEN EXPERIENCE! - disse abaddon

O poder de Johnny e abaddon se colidem, a colisão faz tudo perto explodir

[Pra quem se lembra de Naruto, sabem aquela cena famosa do pain devastando tudo na aldeia da folha? Então]

Uma mulher chega perto dos dois

- Hey vocês dois, vocês destruíram a terra novamente, já é a vigésima terceira vez que vocês fazem isso - disse a mulher

- *Ofegante* Foi mal senhora William, a gente se empolgou no treinou... Denovo - disse abaddon

- Haha, nos fazemos isso sempre, temos que parar de destruir esse local - disse Johnny

- Pfff, se não pudéssemos destruir, eu não faria isso - disse abaddon

Abaddon estala os dedos, e o local volta ao normal

- Humpf, ainda bem que moramos isolados das pessoas - disse a mulher

- Fala isso para os nossos vizinhos - disse johnny

- *suspira* Aproposito, por que vocês treinam? O Aby já é o rei do inferno, e você é o receptáculo dele, você tem mais da metade do poder dele, que tipo de ameaça poderosa é essa? - disse a mulher

Johnny se levanta do chão e sua katana some

- Na verdade, nem nos sabemos, é como se fosse um presentimento - disse johnny

- Nós apenas sentimos que um ser poderoso vai aparecer - disse abaddon

- Você mesmo disse que treinava antes de ser um demônio, mesmo os anjos não tendo permissão pra lutarem entre si - disse a mulher

- Não lutamos entre nós, era treino. Luta é o que eu e o Johnny fazemos, treino é algo sem... Tantas explosões - disse abaddon

- Vocês dois são mesmo difíceis, de qualquer forma, a comida está pronta, então se possível não me matem denovo, vocês se lembram do que aconteceu quando vocês não puderam devolver a comida, não é? - disse a mulher

- Calma, não precisa ameaçar também, eu tô indo. Você vai vir também, Aby? - disse johnny

- Não, se eu não voltar pro inferno, a cerberus me mata, e eu não tô afim de ter que reconstruir o núcleo do mundo novamente. Porém valeu pela luta - disse abaddon

Abaddon desaparece

- Heh, quem diria que você perdeu o medo do Aby, no início você tinha medo dele, agora você chama ele no diminutivo igual a mim, você mudou mesmo, né Alice? - disse johnny

- Eu já tentei separar vocês dois, porém como isso é impossível eu tive que aceita-lo... Eu fui forçada, eu não gosto dele - disse Alice

- Eu tenho que te lembrar de que uma das vantagens do rei do inferno, e saber se algo mente? E como eu tenho metade dele... - disse Johnny

- Tá bom, tá bom, eu... Acho ele legal... Eu só não gosto de ser ressuscitada toda semana - disse Alice

- Heh, eu te avisei que você iria ter que aguentar o abaddon se quisesse morar comigo, a escolha foi sua - disse johnny

- Não precisa jogar na cara também né. Bem, entre logo, a comida está esfriando - disse Alice

- Claro, vai na frente, eu tenho que ver uma coisa - disse johnny

Alice vai em direção a sua casa

- (Que sensação estranha é essa?) - pensou johnny

Ana corre na direção de Johnny, ela para na frente dele

- Eu... *ofegante* finalmente te achei - Ana

[Por 1 fio eu não escrevi o nome errado e acabei com o plot]

- Eu já disse que eu não vou reviver seu amigo - disse Johnny

- A Isabela, irmão, a Isabela... *Ofegante* perai, eu corri pra Caraí - disse Ana

- ... Quem é Isabela? - disse Johnny

-... COMO ASSIM QUEM É ISABELA SEU TAPADO!? - disse Ana

- Irmã, eu te disse pra não fumar o cachimbo dos índios, olha aí você agora - disse Johnny

- Para de brincar, me fala aonde a Isabela está - disse Ana

- Eu te juro que eu não conheço nenhuma Isabela, e como você sabe, se eu mentir sabendo, meu corpo e o do abaddon queima de dentro pra fora, e como você consegue ver, eu estou vivaço - disse Johnny

- Você... Não se lembra da Isabela? - disse Ana

- Num faço nem ideia - disse Johnny

- Irmão, depois da batalha contra a irmã do lúcifer, satan. Quem foi que te curou? James não tem habilidades de cura, Thomas nem consegue tocar numa faca sem se tremer, Cross não tava aqui, e Dylan tava com a asmodeus. Então quem te salvou? - disse Ana

- Eu também não sei, eu já perguntei pro pessoal e eles falaram que também não sabem, é algo estranho até - disse Johnny

-... E no inferno? Lúcifer ia te acertar um poder, e algo te protegeu, o que era aquilo? - disse Ana

- Não faço a mínima ideia, eu só lembro que algo entrou na frente do ataque - disse johnny

- Foi a Isabela, eu me lembro, você tem que confiar em mim, lembre-se  - disse Ana

- Olha, eu realmente não sei se foi essa tal de Isabela, porém se foi, agradeça a ela por mim - disse johnny

- Aí é que está... Ela sumiu de tudo, e todos se esqueceram dela, é por isso que eu estou aqui... - disse Ana

- Por que eu presinto um pedido impossível? - disse johnny

Ana pega na mão de johnny e leva a mão dele a frente dela

- Eu quero... Não, eu desejo que você, o receptáculo do rei do inferno, traga a Isabela de volta a vida - disse Ana

- Irmã, eu já disse, aparentemente essa tal Isabela desapareceu, talvez tenha sido um stand ini... Digo, um poder de algum inimigo. E nós nos esquecemos completamente dela. Eu acredito em você - disse johnny

- Ótimo, então nós temos que achar algum jeito de achar ela... Você não tinha um demônio que voltava no tempo? Traga ele aqui, rápido, rápido, rápido - disse Ana dando pequeno saltos

- *Suspira* ele não é meu demônio, ele é o co-lider do inferno... Não que você precise saber disso... Bem, b... - disse johnny

Belial aparece do lado de johnny

- Fale, mestre - disse belial

- ... Que rápido, bem, se possível, você poderia voltar no tempo, e mostrar a minha batalha contra o lúcifer? Mais especificamente, na hora que ele tenta me cortar - disse johnny

- Claro, quer ir pra lá, ou que eu apenas mostre? - disse belial

- Apenas mostre - disse johnny

Um quadrado (tv) aparece na frente de Johnny, Ana vai para o lado de johnny e continua segurando a mão dele. Uma mesa aparece na frente de Johnny, e duas cadeiras atrás dele. Johnny e Ana se sentam, e o quadrado fica encima da mesa

- Eu ia reportar isso para o Aby, porém eu não sabia se valia apena, só não sabia que mais alguém sabia - disse belial

["Google: Lucifer's cradle"]

A frente do quadrado mostra a cena da luta

(Tela do quadrado:

Inferno, 10 anos atrás

Johnny segurando 15483L4 nós braços

- Você não consegue me deixar morrer, né? - disse johnny

- Você me salvou a anos atrás, não é? Apenas... Sobreviva - disse 15483L4

A cena pausa)

- Como vocês podem ver, o corpo dela ou dele está preto, desfigurado e quase impossível de se identificar - disse belial

- Volte um pouco, e da zoom perto de mim - disse johnny

(Tela do quadrado

- CORTE DE AURA! - gritou lúcifer

Lúcifer corta o ar a sua frente, sai um arco íris aonde a lâmina passou, o arco íris aumenta de tamanho e vai violentamente pra frente. Ele vai tão rápido que levanta a poeira do chão

- *suspira* Foi bom enquanto durou, não é? Ao menos, eu pude me divertir bastante. Obrigado por se junta a essa jornada comigo, corpo. Sem você, eu não conseguiria - disse Johnny

Isabela entra na frente de johnny

- Nesse caso, se divirta mais, você tem muito pela frente ainda - disse 15483L4

- Q-que? H-hey, saia daí, se você fizer isso, você será morta, seu corpo será partido - disse Johnny

- Não seja bobo, você ainda tem família, e uma vida pela frente... Afinal... Se não fosse por você, eu ainda estaria naquele local, você... Você me salvou, arigato, johnny - disse Isabela

[Lembrem-se dessas duas palavras do final, e sim, colocar o nome dela agora foi por um motivo]

O corpo de 15483L4 é acertado pelo arco íris e seu corpo começa a mudar várias vezes, ele então começa a desaparecer

A cena é pausada)

- Então foi assim que ela desapareceu - disse belial

- Tá, porém como nos esquecemos dela? - disse Johnny

- Um dos poderes da raio de aurora, espada de lúcifer, é poder apagar a pessoa do mundo, e bani-lo para o limbo, um local que nem o próprio abaddon consegue acessar facilmente. Ninguém nunca saiu do limbo - disse belial

- Então da próxima vez começa por isso daí meu patrão, tu deu mó showzinho - disse Johnny

- Então... Como resgatamos ela? - disse Ana

- Isso é impossível, ninguém nunca saiu do limbo, lá é um local horrível aonde várias criaturas que o próprio pai descartou, então ela já deve estar morta - disse belial

Johnny solta a mão de Ana, Johnny encosta a cabeça na mesa

- Qual é, deve ter um jeito - disse Ana

- Tem, porém é impossível sair de lá. Entrar é fácil, sair é difícil - disse belial

- Eu... Eu preciso salva-la, custe o que custar, eu preciso - disse ana

Johnny da um soco na mesa e vai andando pra sua casa

- ... O que houve com ele? - disse ana

- Ele se lembrou da garota, e se culpa por ter se esquecido dela... Na minha opinião, ele fez um baita milagre - disse belial

- Hm? Por que você acha isso? - disse Ana

- A garota morreu nós braços dele, era pra ela ter evaporado, e ele ter se esquecido do por que estar naquela posição. Porém ele continuou se lembrando, ficou com raiva e graças a isso ele derrotou o Luci... Mas eu não o culpo, ele realmente deve estar com raiva - disse belial

- *Suspira* eu vou lá falar com ele, se você encontrar um jeito de sair de lá, me avise - disse Ana

- Duvido que eu farei isso - disse belial


Notas Finais


Agora... Se vocês me dão licença... Eu tenho uma Horizon pra pegar no Apex, um cachorro louco no Yakuza 0, e level 20 em Miami no Hitman. ENERGÉTICO, EU ESCOLHO VOCÊ!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...