História Lucky Couple (Imagine Taeyong - NCT) - Capítulo 12


Escrita por:

Postado
Categorias Neo Culture Technology (NCT)
Personagens Jaehyun, Jungwoo, Lucas, Personagens Originais, Taeyong, Ten, Yuta
Tags Imagine, Nct, Romance, Taeyong
Visualizações 132
Palavras 1.826
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Comédia, Crossover, Drama (Tragédia), LGBT, Romance e Novela, Shonen-Ai, Shoujo (Romântico), Yaoi (Gay)
Avisos: Bissexualidade, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Olha eu aqui dps de séculos sem postar nd kk

Peço desculpas por demorar praticamente um mês! Nas últimas semanas, eu estive mt ocupada em relação aos estudos (ainda estou), então n tinha mt tempo para escrever o capítulo(sim, é essa a desculpa). Mas enfim o importante é q tá aí o capítulo kk

Nesse capítulo novamente vai ter um pequeno foco em uma personagem (sim a Ahri).

Mas enfim! Estou enrolando demais, então tenham uma boa leitura!

Capítulo 12 - Quem é...?


P.O.V S/N - ON


Depois da festa, parecia que havia mudado muita coisa mesmo não parecendo, ou deve ser eu mesma que tô estranhando isso. Após eu e Taeyong ficarmos trocando beijos um ao outro (foi a melhor coisa que já havia acontecido), ficamos o resto da festa juntos trocando carícias como se fossemos um casal. E é disso que eu estou em dúvida... Eu tô namorando ele??? Sei que ele acabou se declarando pra mim e eu também, só que nada que não seja um pedido de namoro. Ok, talvez eu esteja exagerando um pouco e apressando demais as coisas, só me pergunto se esse amor é de namoro ou de uma amizade bem íntima. E também resolvemos guardar nossa relação em segredo enquanto estivermos no campus, seria uma catástrofe se aquelas doidas descobrirem que eu beijei ele. 


É bizarro como a gente se tornou amigos tão próximos em tão pouco tempo, e já estamos tão íntimos, nunca imaginaria que chegaria a gostar dele tão rápido assim...


Meus pensamentos são interrompidos pelo som de mensagem do meu celular.


"Ei S/N, vc vai vir hoje, né?"

Taeyong


"Claro q vou Tae"

Eu


"Q bom ^^
Pelo menos eu vou poder ver vc 
Já sinto sua falta <3"

Taeyong


Meu Deus ele tão fofo, acho que a minha cara tá como de um tomate!


– Hummmm... – Me assusto com a presença repentina de Ahri, me fazendo quase pular da cadeira. – Quando é que vai ser o casamento? 


– Para com isso Ahri! – A olho. – Não tem nada de mais, quando vai insistir nisso?


– Olha, você que decidiu contar isso pra mim, então você não deveria ficar incomodada com isso. – Ela dá de ombros. – E também você resolveu contar sobre aquele sonho que você foi a--


– Ok, ok, ok! Vamos sair logo de uma vez! – Interrompo ela e pego as minhas coisas já preparada pra ir.


(...)


– Ei meninas! Como foi a festa? – Diz Ten acenando pra nós.


– Foi bem divertida. – Sorrio enquanto olhava para Ahri. – Você ainda tá puta com o que aconteceu na festa? – Pergunto me referindo ao jogo. 


– Um pouco, mas depois do que você me contou, não estou tão puta assim. – Ela dá um leve sorriso.


– Onde está o Taeyong? – Pergunto olhando para os lados. – Preciso conversar com ele...


– Hmm... Sobre o que? – Diz Ten olhando de forma maliciosa. Céus, meus amigos não conseguem levar a sério!


– Ele não vai demorar pra vir. – Responde Jaehyun. – Ele foi até o carro porque esqueceu de algo.


Não demora muito para que Taeyong chegasse no grupo. Todos direcionaram seus olhos nele. 


– Taeyong! – Vou até ele e pego na sua mão. – Nós podemos conversar, a sós?


– Claro. – Responde sorrindo, me controlo pra não ter um leve surto após aquele sorriso maravilhoso. Retribuo o sorrindo e saio da sala com ele o levando para algum lugar.


– Olha eles, não tem como eles serem apenas amigos! – Ouço alguns sussurros vindo dos alunos no corredor. O rumor de que eu tô ficando com o Taeyong está cada vez sendo mais comentado do que nunca. Não quero nem imaginar aquelas gurias quando souberem disso.


Chegamos perto do estacionamento do campus, como estava fechado o local então acredito que não apareça algum indivíduo por aqui e também não falta muito para que o sinal tocasse.


– Você queria falar sobre o que? – Pergunta Taeyong enquanto me olhava. 


– Você não contou nada pra ninguém sobre o que aconteceu na festa, contou?


– Não, nem pros garotos. – Aquilo me deixou um pouco aliviada, mas ainda estou preocupada se alguém descobrir. – Olha, se nós tomarmos cuidado, vão ser apenas rumores, não precisa se preocupar com isso.


– Eu sei, é que você tem um reputação muito grande e eu nem chego perto disso. Se isso for vazado, pode prejudicar muito sua reputação. – Na verdade quem vai se ferrar mais sou eu, mas não quero ver ele sofrendo por isso. – Vamos manter isso ainda em segredo enquanto estivermos aqui, vamos tentar sermos normais. – Coloco as minha mãos no seu rosto, olhando fixamente para os seus.


Taeyong apenas sorriu e me abraçou, o que me deixou surpresa com a sua reação.


– Você não deveria ficar assim por minha causa. Nosso segredo estará bem guardado, vamos tomar bastante cuidado. – Suas palavras, apesarem de serem poucas me fez sentir mais confortável e aliviada. Taeyong é mais do que um garoto popular e misterioso, mesmo não conhecendo muito sobre ele já me sinto bem próxima dele.


Nossa conversa foi interrompida pelo som do sinal da aula que dava pra ouvir até fora do campus.


– É melhor irmos... – Decido sair e entrar logo pra sala, mas Taeyong pega no meu pulso me impedindo de ir. – Tae, a gente vai se atrasar!


– Só desta vez. – Ele olha ao redor. – Tenho certeza que ninguém irá vir nessa hora, isso é bom.


– Bom? O que a gente vai fazer aqui então? – Olho pra ele esperando alguma resposta e o mesmo ri soprando. 


– Sabe, eu estava com saudades...  


– Saudades? – Olho para ele confusa. – De que exatamente? – Taeyong apenas sorriu e se aproximou seu rosto do meu.


– Estava com saudades desses seus lábios. – Ele aproxima mais o rosto do meu e eu apenas fecho os olhos já sabendo o que era. Apesar de não querer aquilo por conta de estarmos em um lugar não muito discreto, acabei me cedendo e deixando aquilo me levar. Estava realmente sentindo falta daquele seus lábios, poderia ficar horas, pouco me importava se alguém nos visse. Nós nos afastamos depois de um longo beijo para tomarmos fôlego. – É tão bom estar com você, eu te amo muito. – Aquelas palavras sinceras faziam meu coração bater mais rápido do que o normal e me sentir a pessoa mais especial pra ele.


– Também te amo. – Sorrio e selo meus lábios nos dele. 


(...)

P.O.V S/N - OFF


P.O.V - Ahri


A hora do almoço finalmente chegou, eu e S/N marcamos pra almoçar no refeitório. Chegando lá já encontro ela já sentada em uma mesa, caraca, ela chegou mais cedo do que eu, algo de errado não está certo. Vou até ela e sento.


– Você sempre costuma demorar um pouco pra chegar quando marcamos pra almoçarmos aqui. – Pergunto para ela. – Deixa eu adivinhar, você matou a aula.


– Como sabe? – Pergunta surpresa, haha, você nem disfarçar sabe.


– Eu não vi você saindo da sala, muito menos o Taeyong. – Bato levemente na mesa e fingindo como se estivesse numa sala de interrogatório. – O que vocês estavam fazendo? Tavam se pegando loucamente?


– Ahri! Não fala alto! – Ela desesperadamente faz sinais de silêncio.


– Você que tá falando alto, guria! – Me levanto da cadeira e me aproximo dela quase subindo na mesa. – Enfim, desembucha, o que vocês tavam fazendo enquanto matavam a aula?


– A gente só deu uma volta no campus... – Diz engolindo seco.


– Isso não me convenceu nem um pouco.


– É sério, a gente só deu uma volta no campus, nada de mais. 


– Safada.


– Oxi? 


– Deve ter rolado algo à mais que isso, mas ok, vou considerar. – Me afasto dela e me sento suspirando alto.


– Olá de novo! – Avistamos o Lucas, Jungwoo e Ten vindo em nossa direção. – Que tal almoçarmos com vocês?


– Claro. – Me levanto e vou até eles. – Precisamos conversar sobre algo sério... – Sussurro apoiando meu braço no ombro de Ten, já que ele é o único que não é o poste do grupo.


– Sobre o casal de sorte? – Jungwoo sussurra.


– Isso! – Resolvemos fazer um círculo em volta para conversarmos. – Os dois mataram a aula. Sabe o que isso significa? 


– Que eles se pegaram? – Pergunta Lucas.


– Sim! Quer dizer, ela não disse isso, mas claramente eles fizeram mais do que um passeio. 


– Tá, mas é daí? – Pergunta Ten não muito surpreso.


– Como assim "e daí"? Significa que eles são um casal perfeito! – Falo baixo enquanto bagunço o cabelo do menor. – E tô vendo que esses dois vão ficar se enrolando até nunca, então precisamos acionar o plano logo!


– Sabe que ninguém pode saber disso, né? – Sussurra Ten.


– Lógico que sei, agora bora fingir que nada aconteceu porque o Taeyong tá vindo. – Nós nos afastamos e nos sentamos na mesa ao vermos a aproximação do Lee acompanhado com o Jaehyun.


– O que diabos vocês estavam falando? – Pergunta S/N.


– Algo que não é da sua conta. – Mentira tem haver com ela. 


– Nossa...


P.O.V Ahri - OFF


(...)


P.O.V S/N - ON


Os meninos estavam bem estranhos, Ahri mais ainda, durante o almoço eles sentavam longe de mim e de Taeyong e ficavam cochichando entre si, concluí que meus amigos as vezes são idiotas, mas gosto de conviver com eles. E o que carvalhos eles estavam falando enquanto estavam em círculo? Alguma macumbaria? Era só o que me faltava a Ahri ter contado o que eu contei pra ela. 


As aulas finalmente acabaram, adoraria estar na minha cama, mas não, eu preciso trabalhar... Eu só espero que eu não me enlouqueça por tanto trabalho e estudos.


– Ei, você vai pra lanchonete, não? – Pergunta Jungwoo acompanhado por Lucas e Ten.


– Oh sim, vocês vão? – Respondo.


– Claro. – Responde Lucas. – Nós resolvemos conversar sobre um trabalho de grupo lá. – Diz envolvendo seus braços nos ombros da Ahri e do Jungwoo e em seguida cochicha no ouvido deles sobre algo que não conseguia entender, eles sorriram. 


– Beleza, então vamos te fazer "companhia" no seu trabalho! – Diz Ahri animada. – E eu espero não ver a cara daquele idiota. – Ela muda sua expressão e bufa.


— Enfim, vamos logo! Não quero me atrasar.


Todos entraram no carro e fomos em rumo à lanchonete.


– Quando é que vocês precisam entregar esse trabalho? – Pergunto olhando para os meninos que estavam sentados nos bancos traseiros.


– Semana que vem. – Responde Jungwoo. – A gente achou que não seria uma má ideia discutirmos sobre no lugar onde você trabalha.


– Mas o Ten não faz o mesmo curso que vocês.


– Eu só tô fazendo companhia, e também porque estou com fome.


– Você sempre anda faminto! – Exclama Lucas.


– Olha quem fala! – Diz Ahri revirando os olhos e ri. – Enfim, chegamos! – Diz estacionando o carro na frente da lanchonete. 


– Mas já? – Diz Jungwoo surpreso.


– Claro, não é tão longe. – Respondo, saio do carro e os outros fazem o mesmo. Se todos nós entramos na lanchonete juntos, vou me sentir naqueles filmes de gangsters. – Eu espero que vocês não causem um caos.


– Não, imagina. – Responde Lucas. Sorte que vou ficar maior parte do tempo na cozinha e não ver meus amigos passando vergonha. Vou em direção à porta e entro, como sempre está bem movimentado, ainda mais nessa hora. Vejo o Yuta na mesa de atendimento atendendo, eu espero que Ahri não mate ele, e coincidentemente ele está atendendo o Taeyong, o Jaehyun e... Uma garota? E ela está entre o Taeyong e Jaehyun, e está agarrada no braço do Tae... 


– Ô S/N? 'Cê tá bem? Dê um sinal de vida! – Pergunta Lucas não entendendo a minha reação. Eu só ignorei a pergunta dele e a única coisa que vinha na minha cabeça era... 


Quem é essa vagabunda?


P.O.V S/N - OFF


Notas Finais


Eu estive pensando em fazer um capítulo especial mostrando o passado do Taeyong, tipo, antes dele entrar na faculdade e antes de conhecer a S/N e talvez mostrar sua primeira paixão dele (n a primeira paixão dele n foi a S/N). Mas queria saber se vcs gostariam desse capítulo especial (espero q n ignorem essa nota TT_TT). Caso vcs queiram, eu vou postar porém n será previsto quando eu irei postar e irei postar como se fosse algo aleatório (q nem aquele capítulo hot q geral se iludiu bonito), ou seja, a qualquer momento eu posso postar esse capítulo (por exemplo: postar esse capítulo especial dps do capítulo 15 ou 20 ou 30). Eu n sei se vcs entenderam, mas resumindo eu vou postar esse capítulo especial caso vcs queiram. Kkk (krl fiz um puta texto só pra falar disso, legal)

Mas então, será q essa tal garota pode atrapalhar o relacionamento do nosso casalzinho? Ou Taeyong tá dando chifres na S/N (apesar de n estarem "namorando")? E será q a nossa trupe NCT irá iniciar esse plano??? Veremos isso no próximo capítulo! (eu espero mesmo q eu n demore pra lançar o próximo)


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...