1. Spirit Fanfics >
  2. Lucy , A irmã do Harry Potter >
  3. Ano 1 Capitulo 3 O embarque da plataforma nove e meia.

História Lucy , A irmã do Harry Potter - Capítulo 3


Escrita por:


Notas do Autor


Estão gostando?
Essa Fanficti, ficará disponível em outras plataformas digitais.

Capítulo 3 - Ano 1 Capitulo 3 O embarque da plataforma nove e meia.


Fanfic / Fanfiction Lucy , A irmã do Harry Potter - Capítulo 3 - Ano 1 Capitulo 3 O embarque da plataforma nove e meia.

Faltava um mês para embarcarmos em Hogwarts, eu não tinha mais contato com meu irmão desde lá. Só nos sonhos é claro. Até queria que ele passasse esse tempo com a gente, mas Hagrid e Lupin acharam que não seria uma boa ideia, afinal Lupin tinha trabalhos para fazer, então para mim não passar esse mês sozinha fiquei com Hagrid.

            A casa de Hagrid, no real era uma cabana, muito pequena nela havia apenas dois cômodos, uma sala (que era cozinha, quarto, sala.) E um banheiro. Não tinha muito luxo, mas eu me divertia com Roy.

-Nossa Roy você tem muita sorte.

-Porque?

-Você, meio que não precisa pegar trem, nem nada. Você nem precisa levar sua mala. Ou Melhor nem precisa dormir na escola, tipo se você esquecer um shampoo, você pode vir aqui e buscar.

-Não é bem assim que funciona. Eu tenho que dormir na escola, e levar minhas coisas, mas tenho essas vantagens sim, de como esquecer alguma coisa e vir aqui buscar.

-É o Tio Lupin terá que me enviar por coruja. Algumas vezes a gente viajava e eu sempre esquecia de algo. Algumas vezes ele ficava bravo comigo.

-Você gosta muito do Lupin, não é?

-Sim eu tenho um sentimento forte com ele, sabe ele cuidou de mim, pelo o que o meu irmão fala dos Dusley, eu amo morar com meu tio. Ele me dá tudo que preciso. Ele realmente é como um pai para mim.

            Mas a tarde, Lupin veio me buscar, ele queria que eu fosse pegar o expresso, para mim ir no mundo das trouxas, o mundo aonde minha mãe viveu.

            Enquanto isso nos Dusley, meu irmão estava ansioso para ir para Hogwarts, ele havia pedido ao nosso tio que não nós conhecia, para leva-lo a Londres. Ele não levaria, mas como Hagrid havia feito um rabo no Duda seu filho, eles deveriam leva-lo.

            Na noite anterior, eu estava arrumando minhas coisas e colocando minha aranha num aquário. Amanhã sairíamos cedo para pegar o expresso 11 horas. Mal consegui dormir de ansiedade. No dia seguinte era nove horas da manhã, quando ainda de pijama levantei da cama vesti minhas pantufas e fui até o quarto de Lupin.

-Tio, acorda!!

-Que horas são?

-São 9 horas.

-Nossa obrigada por me acordar Lucy.

Vesti meu uniforme de Hogwarts, peguei minha mala e minha aranha. Fomos até o Ministério da Magia, lá entremos numa cabine telefônica e chegamos a Londres. Uma quadra depois estava a estação de trem. Fomos até a Plataforma nove e meia e atravessamos a parede e chegamos no trem.

-Eu espero que Harry não se atrase!

-Ele é um menino inteligente Lucy, ele não vai atrasar! A proposito pegou tudo?

-Sim! Eu acho?

-Lucy! Pedi para conferir tudo antes da gente sair!

-Eu sei, mas acho que não esqueci de nada!

-Caso você esquecer, me mande uma coruja. Bem acho melhor você embarcar no trem!

-Sim! Até mais Tio!

-Até! E não se meta em confusão!

-Claro, pode deixar.

Peguei minhas coisas e escolhi minha cabine, e esperei meu irmão chegar. Quando o trem estava quase saindo vi ele chegando.

-Lucy.

-Harry!

Eu me levantei e o abracei. O menino ruivo estranhando o Harry ter uma irmã.

-Não sabia que Harry tem uma irmã! Até então todos achavam que você estava morta!

-È! Mas eu estou viva, eu sou Lucy Potter!

-Prazer Ronald Weasley. Mas se você está viva porque disseram que estava morta?

-Para me proteger do Lorde das trevas! Então vivi com meu tio afastada dos lugares. Ia muito para Hogwarts também.

-Então você conhece Hogwarts?

-Sim. Conheço.

- Que irado, mas você não tem nada a ver com Harry!

-É que puxei a minha mãe.

E assim estava fazendo novos amigos. Ronald era um menino Ruivo como eu. Ele era um Weasley, meu tio já havia falado sobre eles.

            O trem seguia viagem enquanto conversávamos, até que Ronny mostrou seu rato, o Perebas. Mostrei minha aranha a ele, mas não tinha dado um nome a ela. Nunca fui boa e nomes. No momento em que Ronny, ia fazer o feitiço apareceu uma menina de cabelos crespos.

-Olá vocês viram um sapo? Um menino chamado Neville o perdeu. Você vai fazer um feitiço? Essa eu quero ver!

-Sol, margaridas, amarelo maduro, muda para amarelo essa rato velho e burro

Ele agitou a varinha e nada aconteceu.

-Tem certeza que isso é feitiço?

-Foram meus irmãos que me ensinaram!

-Bem eu tentei fazer um simples em casa e bem não tive problemas, com isso. Por exemplo. Ela apontou a varinha para meu irmão. -Óculos reparum.

            Nesse instante os óculos de Harry Se ajeitaram.

Bem eu sou Hermione Granger e vocês quem são?

-Ronny Weasley

-Harry Potter

-Lucy Potter.

-Harry Potter! Nossa eu li tudo sobre você!

-Tem livros sobre mim?

-Sim fala sobre história dos Bruxos Modernas. Mas não falava que você tinha uma irmã, na verdade diziam que você estava é....

-Morta.! É eu sei, meus pais fizeram isso para me proteger do lorde das trevas. Mas não, eu estou viva e saudável.

-Sabe quem casa vocês querem ficar? Bem eu espero ficar na Grifinória, mas Corvinal não é tão mal assim. Bem vou voltar a procurar o sapo do Neville. E vocês dois deveriam colocar as vestes estamos quase chegando.

E a menina saiu.

-Espero que não fique na mesma casa que ela. Argumentou Ronny.

-Em que casa ficou sua família? Questionou Harry.

-A minha família inteira foi para Grifinória, acho que meus pais não se importariam se eu fosse para Corvinal, mas não gostariam que eu fosse para Sonserina.

-Eu não acho que Sonserina seja ruim. Sinceramente não ia ficar em ficar na Lufa Lufa.

-Ah Lucy, mas Lufa Lufa não é ruim! Acho que nunca ouve alguém mau que foi para Lufa Lufa. Já os Sonserinos....

-Não Sei Rony, meus pais eram da Grifinória...

-...eram? Perguntou Harry.

-Sim Harry, continuando, meu tio também foi Grifino, mas eu posso ser qualquer um menos Lufa Lufa, nada contra os Lufanos, mas só não aceito o jeito que eles pensam.

-E você pensa que Sonserina pensam certo?

-Eu acho sim, pelo menos eles são Determinados Ronny tem seus desejos e fazem meios de alcançar.

-Ah mais os Lufanos também têm desejos, mas eles não passam por cima dos outros para conseguir.

-Vai ver o desejo deles não é tão intenso.

-Você dá medo Lucy, tem certeza que seus pais são os mesmo que do Harry?

-Dizem que sim né. Mas calma Ronny, eu não passaria por cima dos meus amigos, só dos meus inimigos talvez.

-Quero morrer sendo seu amigo

-Com certeza Ronny.

Eu apertei a mão de Ronny.

-Aproposito irmã, você sabe fazer algum feitiço.

-Fiz alguns em casa e não tive problemas, mas tenho um pouco de medo da magia, as vezes ele escapa e faço estragos.

-Como assim? Disse Harry e Rony Juntos

-Eu não lembro muito bem, mas meu tio disse que ainda bebê uma certa vez, eu chorava muito, e quando o meu choro aumentou os vidros das casas estouraram. E acontecem quando eu fico muito alterada.

-Ualll. Meu acho que você vai para Sonserina.

-É talvez.

            A nossa conversa era muito entretida se divertíamos bastante, ainda mais que meu irmão havia comprados todos os doces, de uma mulher que havia passado vendendo doces.

-Ah então mana, o que seu padrinho faz exatamente?

-Ah ele é Auror. Ele sai por ai atrás e bruxo fora da lei.

-E os seus irmãos Ronny?

-Carlinhos está na Romênia estudando Dragões, e Gui está na África em um serviço para gringotes.

-Eu já li algumas coisas sobre Carlinhos Weasley, gostaria de o conhecer, ele sabe tudo sobre dragões, também adoro dragões, mas eu ainda queria um Pelúcio de estimação.

-Você já ouviu falar sobre meu irmão, Lucy?

-Claro que já Ronny, mas escuta, se um dia ele for visitar a família dele, você deve me mandar uma coruja imediatamente. Queria muito conhecer ele.

-Com certeza Lucy, quando eu for ver ele, eu te aviso.

Nesse instante três meninos entraram na cabine e um foi reconhecido.

-Olá então quer dizer que Potter está aqui!

-Sim estou.

-Esse é Crabbe e o outro é Goyle e meu nome é Draco Malfoy.

Ronny deu uma risadinha.

-Acha meu nome engraçado? Nem precisa dizer quem é. Cabelos ruivos, veste de segunda mão, você é um Weasley, uma família que tem mais filho do que pode sustentar.

 Harry Aqui você vai aprender que existe umas famílias melhores que as outras e estendeu a mão para o meu irmão

-Eu consigo bem ver qual é a melhor família Draco Malfoy

-Eu teria mais cuidado se fosse você, se continuar desse jeito vai acabar igual seus pais. Eles não tinham juízos.

Harry e Ronny se levantaram, eu ainda tentava manter a calma.

-Ah vai com a gente? Exclamou Draco junto com Crabbe e Goyle

-Saia daqui Malfoy! Exclamou Harry

-Mas não estamos com vontade não é garotos!

-Eu acho vocês irem embora! Não conhece a lenda dos gêmeos?

-Quem é você menina?

-Eu sou Lucy Potter! Prazer

-Você está mentindo!

-Olha meus documentos.

Eles olharam e depois olharam horrorizados para mim.

-Mas você morreu.

-Mas eu não disse que eu estou viva. Eu acompanho meu irmão até sua morte.

Nesse momento os Draco e seus amigos saíram correndo gritando.

Logo depois desse incidente faltava pouco para chegarmos em Hogwarts. Ajuntamos os doces e deixamos a malas no trem, e se ajuntamos a outros estudantes no corredor. O trem parou e todos desceram.

-Alunos do primeiro ano venham comigo! Olá Harry e Lucy

-Oi Hagrid. Dissemos juntos.

Junto com Hagrid estava Roy. Eu e Harry cumprimentamos, logo depois seguimos Hagrid por um caminho íngreme e logo depois ouve um barulho e uma estrada se abre até a margem de um lago.

-6 Pessoas por barco!

Eu, Harry, Ronny e Roy, fomos seguidos até o barco por Neville e Hermione.

-Todos acomodados? Então vamos.

Enquanto o Barco seguia, Ronny conhecia o Roy no qual se deram muito bem. Logo depois chegamos ao Subterrâneo do castelo, subimos escadas por dentro de uma rocha, passamos pela grama e chegamos na porta do castelo.

...

            Antes disso Hagrid havia encontrado trevo do Neville em um dos barcos.

...

Na porta do castelo estavam todos ansiosos para conhecer, eu também estava, mesmo que eu já conhecesse o castelo, hoje eu estava entrando como uma aluna.

 

 


Notas Finais


Estão gostando? Tem sugestões? Criticas construtivas? Fixa no comentários!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...