1. Spirit Fanfics >
  2. Lucy, feia mas bela. >
  3. A entrevista.

História Lucy, feia mas bela. - Capítulo 2


Escrita por:


Notas do Autor


Oi gente boa noite!
Me desculpe se não estou passando as emoções dos personagens.

Capítulo 2 - A entrevista.


Fanfic / Fanfiction Lucy, feia mas bela. - Capítulo 2 - A entrevista.

No dia seguinte Lucy estava toda feliz por causa da entrevista.

Lucy: Moça, onde fica a agência dragon company?

Mulher: Fica ali na esquina.

Lucy: Obrigada.

Lucy estava alegre. Dava pra ver sua áurea de positividade. Ela subiu até o setor pessoal e se sentou junto com umas três candidatas. Ela observava as meninas e tinha uma vestida de maneira inapropriada. Passado a prova , já na sala de espera.

Carol: Então minhas queridas as provas escritas já foram corrigidas. As duas que eu chamar venham comigo.... Ana Júlia e Lucy Heartfilia.

Já na sala do gestor

Lucy: Bom... Eu sou formada em administração, mestrado em economia, tenho MBA e falo inglês , francês , espanhol e italiano.

Carol: Já a Júlia , vendo aqui no curriculum dela. Ela tem o 2º grau completo.

Gestor 1: Caramba 2º grau completo - falou babando pela Júlia.

Carol: E foi a vencedora do concurso miss piscina do clube panorama.

Júlia : E foi um concurso super disputado , mais eu venci sem probrema. - falou cruzando as pernas e os gestores ficaram babando.

Gestor 1: Claro que venceu - falou e o gestor 2 concordou.

Lucy: Já eu venci o concurso de matemát - foi interrompida por Carol.

Carol: Lucy já vi que. Você é muito expressadinha.

Lucy:  Eu tento - disse rindo.

Carol:  Mas a outra venceu. - falou toda alegre.

Lucy: Quem ? A miss piscina?

Carol: Exatamente.

Julia : Estou emocionada. - falou abraçando a Carol.

Gestor 2: Questão de justiça né?  - disse ao gestor 1.

Gestor 1: Põe justiça viu.

Carol:  A Júlia aqui tem exatamente o perfil que nós estamos procurando.

Lucy : Mas ela nem sabe... - foi interrompida de novo.

Carol: O cargo já foi ocupado. Eu preciso repetir?.

Lucy saiu triste da sala e os funcionários ficaram falando da sua aparência.

Já em casa

Sr. Bruno: Oi filha. Como foi ?

Lucy: Não conseguir de novo.

Sr. Bruno: Puxa vida , mas não fica assim filha

Lucy:  Mas é difícil não ficar de outro jeito né pai?

Sr. Bruno: Mais isso ainda vai mudaram dia, tenha certeza disso.

Lucy: Será pai?

Sr. Bruno: Claro. Agora tira essa tristeza e coloca um sorriso no rosto.

Lucy:  Mas não consigo , fico arrasada toda vez é isso.

Sr. Bruno: Chega. Não desanima não.  Agora tenho uma surpresa pra voce.

Lucy: O que pai?

Sr. Bruno: Transformei um filme antigo em DVD .

Os dois sentaram e assistiram a um vídeo onde seu pai canta uma música pra ela.

Lucy: Ah pai o senhor tem que gravar.

Sr. Bruno: Quem dera filha.

Lucy:  Pelo menos registar né.

Sr. Bruno: Registar pra quê?  Quem vai roubar o samba.

Lucy: Ah só pra garantir.

A noite do mesmo dia

Lucy : O Max pode até sonhar em morar em Copacabana , mas pra mim o melhor lugar pra morar é aqui não é?

Vivi: Eu também acho mana. Aqui é tão animado.

Lucy:  Oh se é. Quando me casar com o Gajeel  eu quero morar aqui ,não aqui em casa. Mas aqui entende.

Vivi: sim eu tendi mana.

Na casa da noiva do Natsu.

Laura: Minha filha quando vão decidir a data do casamento?

Lisanna: Não sei mãe e não quero ficar cobrando, ainda mais quando ele tá assim.

Laura: Assim como ?

Lisanna: Assim, numa das crises que ele costuma ter. De querer ficar sozinho, de vez em quando.

Laura: Sabe o que eu acho disso né.

Lisanna: Ah não mãe , não me vem com suas paranoias.

Lucy on

Lucy:  Oi pai como foi a sua apresent... - vendo que seu pai não tava bem.

Lucy: O que foi - preocupada.

Vivi: Que cara é essa pai - também preocupada.

Sr. Bruno: Vocês não sabem de onde estou vindo?

Lucy/ Vivi: De onde pai?

Sr. Bruno: Do hospital.

Lucy/ Vivi: Do hospital?

Lucy: Conta o que aconteceu pai , para o senhor ir para o hospital?

Vivi: Vai pai conta logo , que aflição. Conta logo.

Sr. Bruno: Calma.. Calma eu vou contar.......

Vivi: O que ? O Gajeel roubou seu samba é isso? - ele só assentiu. Ah se esse desgraçado aparecer na minha frente. Não sei o que faço. Ou melhor sei sim eu MATO ELE.

Sr. Bruno: Na hora fiquei tão nervoso , por isso passei mal e fui parar no hospital.

Lucy: O senhor está se sentindo melhor agora?

Sr. Bruno: Agora tô melhor. Foi só um susto.

Nesse momento o telefone toca.

Lucy: Alô?

Sr. Bruno: Como a gente se engana com as pessoas .

Vivi: É... Pai hoje mesmo a Lucy tava falando em casar com esse desgraçado.

Sr. Bruno: Quem é, no telefone?

Lucy: Pode deixar, obrigada.

Lucy: Era um funcionário da agência. Disse que o senhor esqueceu o violão.

Sr. Bruno: Ah meu violão. Vou lá buscar- disse meio tonto.

Lucy: Não pai, o senhor vai descansar. Amanhã eu vou buscar , OK

Sr. Bruno: OK filha







Continua.....


Notas Finais


Até a próxima.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...