História Lucy- Uma garota para se amar! - Capítulo 8


Escrita por:

Postado
Categorias Fairy Tail
Personagens Lucy Heartfilia, Natsu Dragneel
Tags Drama, Romance
Visualizações 100
Palavras 1.236
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Aventura, Comédia, Festa, Ficção, Ficção Adolescente, Hentai, Romance e Novela, Suspense, Violência
Avisos: Adultério, Álcool, Estupro, Insinuação de sexo, Nudez, Sexo, Spoilers, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Tai como eu falei:)

Capítulo 8 - Mudanças de planos!


Fanfic / Fanfiction Lucy- Uma garota para se amar! - Capítulo 8 - Mudanças de planos!

****LUCY ON****

Me destanciei do rosado percebendo que ele queria ficar sozinho. Não sei porque ele ficou com siumes, na verdade estou com raiva da Cana aposto que Sting havia combinado com ela. Fui até Cana que estava bebendo e junto a ela estava Juvia, Levy e Erza.

-CANA? posso falar com você?

-Yo querida, mais já? Podia ter apeoveitado mais. Disse Cana

- Sobre isso que eu quero falar com você. Falei séria a ela.

-Oque que tá acontecendo aqui? Erza perguntou me olhando.

- Nada demais Erzita. Cana respondeu.

-É Nada demais, só a Cana que armor pra deixar eu a sós com Sting, que me atacou e me levou ao um quarto quase abusou de mim.-fiz bico- É NADA DEMAIS!!!. terminei. Logo atraimos olhares impersos.

-CANAA! Porque fez isso?

-Nossa Lucy, você ta parecendo uma criancinha quando apanha vai correndo contar pra mamãe. Cana falou com deboche.

"Calma Lucy calma, eu ia falar que ela parecia uma puta aocoolatra. Mais me controlei "

Erza- Chegaaa! Não quero brigas aqui, esquecem isso e vão se divertir.

-Affs. Murmurei baixo.

Depois da quele pequeno "mal intendido" a festa continuou, Eu estava junto com Natsu que já tinha parado de beber, claro como iria diriger bêbado?.

- Então você ficou mesmo com siumes de mim? Pergunte.

- Não é bem isso Lucy... Eu só... É. Ele se atrapalhou todo.

-deixa quieto Natsu. ajudei ele.

-já é bem tarde ou melhor cedo, você já quer ir embora?

-você que sabe. Respondi ele

-então vamos?

-aah Lucy, esteja acordada às 06h:30min pelo o menos tá?!

Eu e Natsu nós despedimos e fomos embora, eu não estava sóbria Mais acho que Natsu sim. Ele me deixou sozinha no apartamento dele e foi pra casa dos pais.

Era umas 04h00min eu estava ali,no quarto deitada, sem nem um pingo de sono apesar do cançaso, e morrendo de calor, tirei minha roupa e fiquei apenas de calcinha e sutiã.

Autora on****

Os primeiros raios solares batiam na janela do Rosado.

" aaah nossa é hora de ir buscar a loira". Natsu pensava coçando os olhos. Essa noite acho que não durmi nem uma hora direito affs.

Natsu tomou seu banho e colocou o uniforme. Alguns minutos depois saia sozinho da casa já que wendy não estava muito bem e faltaria. Fés o caminho até sua casa, estacionou o carro pegou sua chave e abriu o portão e depois a porta.

O rosado observou a sala e nada. "Cadê ela?" abriu a porta do quarto e pah. Lucy durmia serenamente toda desengonçada na cama, SÓ de calcinha e sutiã.

"meu Deus! Eu não sou um pervertido Calma Natsu é só uma mulher normal de calcinha e sutiã na sua cama, oque eu faço? Acordo ela? Ou não?"

Natsu ficou bravo ao perceber que loira ainda dormia mais seus olhos negaram a raiva após se maravilhas com o corpo de Lucy. "OK tenho que acorda-la." Natsu chegou perto da cama e sem incostar na mesma começou a chama-la.

-Lucy? Lucy?....

Nada

-Lucy? falou mais alto.-Lucy??? Nada.

" será possível isso affs não acorda." Natsu parou um pouco e ficou olhando Lucy viu como ela era linda, a luz estava media, nem claro nem escuro." ela é bem melhor sem roupa, nem parece que já teve filho".

-Lucy? Dessa vez Natsu encostou nos seus ombros e os sacudiu.

-ah? Oque?. Lucy acordava sonolenta coçou os olhos e encarou o rosado!

- Natsu?

-bom dia Lucy. Disse corado.- vamos estamos atrazados pra escola.

- ah? Escola?

" ela ainda não percebeu seu estado haja!" Natsu pensou.

-a propósito belas langeri! Segurou risos. Encarou as langeri beje da loira.

-Que? Lucy olhou pro seu corpo.

- NATSU!

- que foi? Não tenho Culpa.- E se arrume logo, Se não nós atrazaremos. Disse normal.

- Ta eu vou só tomar um banho se me der licença.

- a pode entrar no banheiro, e Cá entre nós eu não gosto de ficar sozinho muito tempo, então eu te espero aqui. Olhou pervertido e Lucy revirou os olhos, e foi para o banheiro que era no quarto e fechou a porta.

Lucy tomou um banho de gato e escovou os dentes fés gargarejo com um enchaguante bucal e pegou o roupão e saiu do banheiro e Natsu ainda estava lá bebendo água.

-dá um pouco de água? Lucy foi com as mãos em direção do rosado e ele entregou o copo que estava um pouco a cima da metade. Lucy se virou abriu o guarda roupa onde ela havia organizado suas roupas, deu um gole, enquanto caminhava descalso e com es pés molhados faltando alguns centímetros a loira escorregou.

- aaan! Natsu a segurou pelos braços e fazendo o resto da água molhar o uniforme.

-Lucy? Você está bem? Olhou nos olhos de Lucy.

-Desculpe, olha só eu te molhei todo. A loira falou enquanto colocava as maos no peito de Natsu que estava molhado, tentava reparar o erro.

-não se preucupe, tenho outras camisetas aqui. Natsu disse tirando sua camiseta de uniforme.

Lucy se perdeu em pensamentos ao olhar a maravilhosa barriga de Taquinho do mesmo...

-Lucy? Lucy? Está me ouvindo?!

-ah ah. A claro eu vou!

- louquinha. Natsu não entendeu.

Nata foi até o guarda roupas onde tinha algumas peças dele também e vestiu uma camiseta qualquer.

- quer sabe Lucy, mudanças de planos, eu tive uma ideia bem melhor. Não iremos a escola, não coloque seu uniforme.

- Que?

- só faça o que eu digo. Natsu disse autoritário.

Lucy pegou um shortimho jeans rasgado e um blusinha de manga listrada preta e branca e foi para o banheiro se vestiu e saiu. Pegou chinelo que um estava de baixo da cama e o outro perto do criado mudo, calçou, penteou o cabelo e jogou de lado, e de maquiagem passou somente rímel e um batom da cor da boca.

-vamos? Lucy olhou para o rosado que estava com a calça uniforme e uma blusa preta normal.

- vamos.

Lucy abriu a porta e os dois saíram.

Natsu e Lucy havia acabado de deixar a casa e Natsu puxava a loira pelo braço.

- Calma Natsu não vou fugir!

- perdão.

-tudo bem.

Lucy e Natsu já tinha caminhado a alguns metros quando entraram em uma rua um tanto deserta.

-dá até medo, essas arvores secas me assustam. Lucy se encolheu perto do rosado.

- hahaha. Não se preucupe está segura.

- agente não está mais na cidade né?

- sim, só estamos afastados. Digamos a área rural. Natsu respondeu.

Passaram mais uns cinco minutos de caminhada e os dois subiam um morro gramada onde não podiam ver o fim.

- estou cansada Natsu.

- estamos chegando Lucy.

Eles já estavam quase em cima do morro.

- vem cá Lucy. Natsu ficou atrás de Lucy e tapou os olhos dela com a mão.

- ah? oque está fazendo?

- nada demais caminhe para frente só.

Após alguns passos estavam no topo do morro.

- preparada?

- acho que sim.

Natsu tirou as mãos dos olhos da mesma.

Lucy se maravilhou com os enquantos da cidade de Magnólia, os prédios, torres, edifícios, os carros e movimentos, dava até de ver as pessoas caminhando lá de cima.

- eu venho aqui quando estou triste, cançado ou quando não sei oque fazer, aqui eu consigo pensar, lá tem muitos barulhos, aqui eu vejo mais não escuto, assim posso refletir melhor. natsu disse e terminou com um suspiro.

- É lindo! Disse Lucy com os olhos brilhando olhando para baixo.

- É só uma grande metrópole cheio de pessoas que nao tem tempo para si mesmo.- de noite é mais lindo mais pode ser perigoso sabe bichos e tals. O rosado olhou para Lucy.

-Mais é claro que isso não é tudo! Venha comigo. Puxou o braço de Lucy.

-ah?

Continua???


Notas Finais


:D até


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...