1. Spirit Fanfics >
  2. Lugar Improvável >
  3. Cap 7

História Lugar Improvável - Capítulo 8


Escrita por:


Capítulo 8 - Cap 7


•°Izzy•°

- Izzy - escuto a voz de Simon me chamar do corredor.

- Entra - mando me sentando ao lado de Alec.

- O que houve? - Ele pergunta se aproximando - você me mandou uma mensagem dizendo que precisávamos conversar - ele sorri de modo nervoso.

- Bem Simon, eu não sei como te dizer isso - mexo em meus cabelos nervosa.

- Com as palavras - ele diz de forma calma e divertida.

- Eu quero um tempo - falo de uma vez olhando em seus olhos castanhos.

- O que? - Ele pergunta me olhando de forma assustadora - por causa daquele moleque - ele fala de forma irritada

- Não o Peter não tem nada a ver com isso - minha voz soa firme apesar da mentira - estou fazendo isso por mim, para ver o que me faz bem - explico desviando o olhar.

- Você vai se arrepender - sinto sua mão em meu pulso com força - vai voltar correndo pra mim - ele me joga com força para trás e se retira do quarto a toda velocidade.

- Você está bem? - Alec pergunta se levantando tocando em meu cabelo.

- Estou, só preciso de um tempo sozinha - falo baixo - o dia foi cheio - peço me deitando.

- Você ainda não jantou - ele comenta me olhando profundamente.

- Não estou com fome - falo lhe dando um sorriso fraco.

- Agora são 19 horas, se você não comer até às 21 eu vou chamar o Peter - ele ameaça se retirando.

- Tudo bem - sussurro de forma calma.

Ele se retira do quarto, enquanto me aconchego sobre os cobertores, logo meu celular toca em cima da escrivaninha, em uma mensagem:

Peter: Como você está?


Sorrio ao avistar a mensagem do mesmo


Me: Um pouco melhor


Peter: Que bom, amanhã estou aí para te mimar


Me: Estou mesmo precisando


Peter: O que houve?


Me: Te explico amanhã


Peter: Tudo bem, descanse um pouco


Me: Pode deixar


Apago a tela do celular ainda com um leve sorriso no rosto me arrumando na cama, me lembro dos momentos em que passei com Simon ali, agarrada nele e meus olhos se enchem novamente de lágrimas, as deixo cair em meu travesseiro fechando os olhos.


[...]


Acordo com alguém batendo em minha janela, abro os olhos notando que passa das 3 e meia da manhã, abro a cortina vendo Peter parado me olhando com um leve sorriso, ele estava pendurado no parabeito como se não fosse nada, abro rapidamente a janela:


- Seu maluco o que veio fazer aqui? - Resmungo o puxando para dentro, se Simon o visse aqui seria letal.


- Alec me mandou mensagem dizendo que você não tinha comido - ele parece preocupado - então o relaxei e mandei ele dormir, porém não consegui tirar isso da cabeça - ele deixa a cabeça pender para a esquerda como um cachorrinho levando bronca.


- Entendo - me sento calmamente sobre a cama.


Peter perde o seu olhar pelo cômodo durante alguns minutos provavelmente incomodado com a bagunça já que o seu era perfeitamente organizado:


- Bonito quarto - ele comenta vindo em minha direção que é quando eu noto uma cesta de piquenique em seu braço - se quiser eu posso ir embora - ele se oferece quando eu bocejo levemente.


- Primeiro vamos comer - peço ao sentir meu estômago roncar.


- Tudo bem - ele dá uma leve risada.


- Eu sou alérgica a pólen - conto quando ele começa alguma coisa em relação a um piquenique.


- A gente podia fazer aqui - ele se prontifica - tirarmos algumas roupas daqui - ele aponta para o chão - eu posso fazer algumas estrelas usando magia e jantamos - ele oferece com um sorriso de lado.


- Tudo bem - concordo rapidamente.


Me levanto pego algumas das roupas e as tiro jogando dentro do closet rapidamente, vejo Peter arrancar um belo tecido azul marinho e cobrir o chão com cuidado, ele tira os sapatos sociais se concentrando, logo uma sombra dourado cobre suas mãos, ele as ergue e logo o teto de meu quarto está repleto de estrelas, todas próximas o suficiente para que eu possa distinguir suas cores, formavam constelações familiares e tinham um brilho inexplicável:


- Você vem? - Ele me desperta de meus pensamentos.


- Claro, só um minuto - por algum motivo que desconheço, corro para o banheiro escovando os dentes rapidamente e penteando meus cabelos negros com calma, logo voltando tendo uma surpresa ainda maior.


Ele havia acendido algumas velas leves sobre a toalha, colocado alguns doces e comidas, o mesmo estava jogado ao lado de algumas almofadas que ele havia pego em minha cama e estava com as costas apoiada na cama e a cabeça levemente jogada para trás, sua camisa estava com alguns botões apertos e as mangas dobradas até a cima do cotovelo:


- Izzy - escuto a voz levemente rouca me chamar.


- Desculpe - o olho envergonhada me sentando ao seu lado.


- O que conversamos? - Ele puxa o meu queixo para cima me fazendo olhar em seus olhos verdes.


- Que eu não preciso pedir desculpas por tudo - digo baixo sentindo seu toque em meus cabelos.


Ele se estica pegando algumas frutas e estendendo para mim, pego um morango o levando aos lábios, ele se estica pegando um pedaço de uma torta salgada que estava um pouco a nossa frente, ele se apoia de leve na cama, eu me estico pego um pedaço de um bolo de chocolate:


- Eu amo chocolate - comento.


- Eu também mas me deixa muito elétrico - ele ri de leve.


E assim passamos o tempo, comendo algumas besteiras que o mesmo havia feito aquela hora da madrugada por estar preocupado comigo, conversando sobre os assuntos mais aleatórios possíveis, quando da mais ou menos 4 da manhã ele guarda as coisas, abre a janela para ir embora e se despede com um beijo na testa antes de sair, logo meu celular apita novamente


Pet: Eu gostei muito de passar um tempo com você hoje, irei chegar um pouco mais tarde Boa Noite Izzy!!Descanse Bem!!
😘😘


Sorrio de leve com a mensagem, pendendo a cabeça para o lado, continuo em silêncio pensando no dono de olhos verdes e assim acabo adormecendo.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...