História Lullaby - Capítulo 5


Escrita por:

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS), IU, TWICE
Personagens Jeon Jungkook (Jungkook), Kim Taehyung (V), Lee Ji-eun "IU", Min Yoongi (Suga), Personagens Originais, Sana
Tags Bebê, Bts, Fluffy, Gravidez, Iukookie, Jieun, Jungkook, Romance, Sana, Taehyung, Taesana, Twice, Yoongi
Visualizações 40
Palavras 929
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Aventura, Comédia, Crossover, Drama (Tragédia), Ecchi, Famí­lia, Fluffy, Mistério, Romance e Novela, Saga, Suspense, Universo Alternativo
Avisos: Álcool, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Oi amores, aqui estou novamente, bem, espero que estejam se divertindo tanto quanto eu com "LULLABY", hihihi, leiam devagar para não deixar nada passar, e...não se esqueçam de comentar ^^.

Capítulo 5 - Capítulo V


Fanfic / Fanfiction Lullaby - Capítulo 5 - Capítulo V

Ultimamente Jieun vinha evitando muito Jungkook. E obviamente o alfa percebia isso, vezes já indagara pela falta de energia que antigamente sua esposa tinha, por todo esse distanciamento, e também por sempre que estarem juntos, ela estar praticamente no mundo da lua.

—Jieun? Jieun meu amor, aish, outra vez isso? O que você anda comendo para estar vomitando tanto?— Jungkook indaga no mesmo momento em que entrara no banheiro e avistara a morena perto do vaso, enquanto vomitava o que há pouco jantara.

Jungkook se aproxima preocupado, ficando de joelhos perto dela e com uma mão junta seus cabelos formando um rabo de cavalo, e com a outra toca levemente seu peito fazendo uma massagem ali.

—Eu...estou bem. Não precisa se preocupar comigo.— Jieun murmura.

Jungkook franze o cenho em confusão e um misto de raiva.

—Como assim não me preocupar com você? Jieun, eu sou a ultima pessoa para quem você deve dizer isso. Não me preocupar? Não me preocupar? Serio? Há dias que vomita e olha que estou quase para te levar no médico. Amor...me diz...me diz o que está acontecendo...— Jungkook já estava sem paciência, as coisas se passavam com a mais nova, e a mesma sendo sua esposa o deixava de fora de algo que ele deveria saber. —Por favor.— exclama cansado.

Jieun se levanta e abaixa a tampa,  em seguida dando a descarga.

—Kookie, quantas vezes vou ter que te dizer? É só um mal estar comum, tenho certeza que se eu continuar tomando antibióticos, melhoro rapidinho.— Exclama parando em frente a pia. Liga a torneira e leva a mão em concha enchendo-a de agua e bebendo um pouco. Bochecha. Desliga a torneira, voltando-se para o hyung. O mesmo se encontrava com uma "carinha de bolacha", Jungkook estava bravo, ele sabia que o que Jieun tinha não era apenas aquilo, e ele odiava que ela mentisse para si.

—Amor...— Ela exclama manhosa, caminhando em direção a ele.

—Jieun...você se lembra de quando casamos?— Jungkook Indaga.

Como poderia esquecer? Ela vestia um lindo vestido de noiva branco sem mangas. O matrimonio havia sido em uma área aberta, protegida apenas por uma tenda branca.

O caminho até o "altar" passando pelos convidados, aos quais eram amigos de trabalho, familiares, parentes. Havia sido o melhor dia de sua vida, chorara tanto, e não era de tristeza, pela primeira vez não era por esse motivo, mas sim de alegria, bem, um pouco também de nervosismo e ansiedade.

—Como eu poderia me esquecer?— exclama se aproximando e ficando em frente ao mais velho.

—Lembra das promessas? Você me prometeu que não mentiria para mim. Então vou perguntar novamente. Você está me evitando, por estar doente? Ou melhor, está realmente doente?— Jungkook indaga serio, olhando bem no fundo dos olhos de Jieun.

Ela pisca algumas vezes, terminando por soltar um leve suspiro dos lábios.

—Jungkook...você confia em mim?— indaga.

—De olhos fechados.— ele responde.

Jieun sorri abaixando o olhar para os próprios pés.

Volta a erguer o rosto, mordendo de leve os lábios. Ergue as mãos, depositando-as nas bochechas do moreno.

—Então confia em mim quando digo que te amo mais do que tudo. Muito, muito mesmo. Eu te amo muito Jeon Jungkook, e não sei qual vai ser a sua reação ao ouvir o que tenho a dizer, mas tenha certeza que essa é uma coisa que você saberá por bem ou por mal. Não sei se você vai gostar de saber disso, mas eu...não gostei. Essa noticia que recebi recentemente me deixou muito deprimida, e por favor, peço novamente que entenda...eu estou apenas...tentando engolir isso. Aish...ultimamente tenho estado tão cansada e...— seus olhos lacrimejam. —Eu amo fazer o que eu faço na Gucci. Amo ter você só para mim.— funga. —Não estou preparada...ainda sou muito nova, temos tantas coisas que planejamos...—

Jungkook apóia as mãos na cintura de Jieun, encarando-a preocupado.

—Amor você está começando a me preocupar. Você...não está com uma doença terminal...está?— O alfa indaga temeroso. —Jieun...me diz...é isso?—

Ela balança a cabeça em negativa, deslizando as mãos por seu pescoço, e rodeando os braços ali. Abraçando-o.

—Não. Eu não estou doente.— choraminga. —Jungkook, me desculpe por tudo...isso.— funga. —Eu não estou fazendo de proposito, apenas...estou pensando e...pensando.—

—Então me diz o que você tanto pensa...Jieun, eu consigo sentir seus sentimentos, mas não ler seus pensamentos. Se você não me disser o que está passando, como poderei te ajudar?— indaga retribuindo o abraço.

—Só confia em mim. Quando eu estiver preparada, prometo que te digo o que está acontecendo, mas antes quero que faça uma coisa.— Jieun exclama se afastando do abraço para encara-lo diretamente nos olhos.

—E o que seria?— Jungkook indaga.

A lúpus engole em seco. Iria propor uma coisa ao marido, bem, não sabia se ele aceitaria. Mas se fosse dar a noticia da gravidez, então que fosse logo para todos que conhecia.

—Quero uma festa casual, sem motivo algum, apenas para juntar a familia e alguns amigos para revermo-nos. Quero também que ela tenha entorno de uns...duzentos convidados.— Jieun exclama.

—Jieun, você tem consciência do que está falando? Uma festa?— Jungkook indaga.

—Para esse domingo.— Jieun exclama como se estivesse dando um ponto final.

—Não.— Jungkook exclama.

—Um jantar com todos os nossos familiares, no domingo. Nesse dia eu vou dizer não só para você, mas para todos. Estou cansada que fiquem falando de mim pelas minhas costas. Então eu vou falar para todos e quero ver quem vai continuar sorrindo de mim enquanto eu não estiver presente.—

Nesse dia, mesmo a contra gosto a respeito da má notícia para si sobre o bebê, calaria a boca de todas as pessoas que falaram mal dela por conta de todas as coisas que acreditavam ser impossiveis para sua raça. E uma delas era engravidar.


Notas Finais


^•-•^ bye bye.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...