História Lumax: um amor por acaso - Capítulo 45


Escrita por:


Notas do Autor


Oii sumidos!!!

Capítulo 45 - Capítulo 45


Já havia se passado uma semana desde a minha pichação com lucas. Tudo estava indo perfeitamente bem oque me dava um grande desconforto, o lado ruim de ter anciendade sem ser a anciendade em si, é achar que tudo vai dar errado a cada minuto em que se passa, gerando uma grande desconfiança de tudo que acontece.

Afasto esses pensamentos ruins para conseguir me concentrar nos planejamos da festa de Eleven. O aniversário dela é sexta que vem, seus pais concordaram em a mesma fazer uma social incluindo muitas bebidas, e todos os alunos possíveis da nossa escola. E uma ecessao para Amber, já que lucas ficou de castigo na última vez que ela foi e ele não a levou de volta para casa.

Sim meu namorado virou babá de prima.

Susie- oque você acha Max? -pergunto a tirando do mundo da lua.

Max- desculpa não escutei, sobre oque vocês estavam falando mesmo?

Susie- de você e Amber ficarem encarregadas das músicas que irão tocar na social?

Engulo em seco, mais aceito pelo único motivo de não estragar nem criar confusão nos preparativos para a festa da minha melhor amiga, e de Susie não saber stoda e toda história entre eu e Amber.

Apesar dela Eleven e eu termos nos nortanados de uns tempos pra cá, inseparáveis.

Max- por mim, tudo bem! Acho que consigo fazer isso - minto.

Susie- ótimo! Então... os meninos ficam encarregados das bebidas e comidas, eu da decoração da festa e etc, e você e Amber das músicas que tocaram. -falo eos mesmo me encaram concordando em seguida.

Abro o notebook e começo a listar algumas das músicas favoritas de Eleven, para tocar na social.

Amber- consegui um pendrive! Já achou alguma música que preste? - pergunto intediada.

Max- você não tem noção de quantas! - falo sem olhar para a mesma.

Continuo selecionando e baixando as músicas, até Amber puchar o notebook da minha mão para baixar sua música favorita.

Max- Ã com licença? O aniversário não é seu pra você baixar sua música favorita. - falo com raiva puchando o notebook de suas mãos.

Amber- não enche Max! É só uma música. -falo puchando novamente o notebook.

Pucho o notebook com força de suas mãos, mas a mesma a solta me fazendo cair com tudo e quebrar o mesmo em pedacinhos no Chão.

Max- OLHA OQUE VOCÊ FEZ! - falo com raiva, pegando oque sobrou do notebook no chão.

Amber- você que puchou o notebook da minha mão, só por causa de uma música idiota.

Meu sangue ferve, estou a um passo de acabar com a raça dessa garota quando todos veem ao nosso encontro apartando nossa confusão.

Dustin- MEU NOTEBOOK! -grito ao ver o mesmo despedaçado no chão.

Amber- agradece a sua amiguinha, que não sabe se controlar! Essa garota é uma bomba prestes a explodir. -falo revirando os olhos para a mesma.

Lucas- CALA A POHA DA BOCA AMBER!

Eleven vem até mim com um olhar de pena e compreensão, mais a única coisa que eu quero fazer no momento é ir pra casa e desabar na minha cama.

Eleven- amiga - Max me imterrompe.

Max- tá tudo bem! -falo passando pela mesma e saindo porta a fora.

Corro para casa sentindo meus olhos lacrimejaram, sinto passos se aproximarem cada vez mais de min, mais não olho para trás apenas ando mais rápido.

- MAX!

Essa voz, não me é familiar.

Sinto meu braço ser puchado, fazendo meu corpo virar automaticamente para encarar a pessoa.

Noah- está tudo bem? Porque você está chorando?

Max- não foi nada Noah! -tento me soltar mas o mesmo pucha meu braço de volta.

Noah- olha eu sei que agente não é amigo e pá... mas eu queria muito te pedir desculpas por tudo de verdade.

Olho no fundo de seus olhos azulados, e vejo que o mesmo está sendo sincero com suas palavras.

Max- eu te descupo, mais agora de verdade eu preciso ir.

Noah- tábom, até sexta na festa da Eleven! - falo soltando seu braço para que a mesma vá.

Max- até.

Volto a caminhar e em menos de 6minutos, já estou em minha casa. E pela minha sorte Billy estava lá pronto para seu interrogatório de sempre.

Billy- posso saber aonde você estava senhorita maxine? -pergunto me aproximando da mesma, que me olhava intediada.

Max- não enche vai Billy! - falo com lágrimas nos olhos, passando pelo mesmo que me impede de ir pro quarto.

Meu deus! Tiraram o dia pra segurar meu braço hoje!

Billy- porquê você tá chorando? Oque fizeram pra você?

Max- E desde quando você se importa? - Falo passando pelo mesmo que desta vez não me impede.

Bato a porta atrás de mim, e deito na cama desabando em lágrimas.

As palavras de Amber martelavam em minha cabeça, me fazendo chorar mais e mais.

Pov's Eleven. 

Susie estava me segurando para eu não descontar toda a minha raiva, encima daquela garota falsa que estava impedido lucas de ir atrás de Max.

Eleven- JA CHEGA! - falo inrritada pela discussão desnecessária que eles estavam fazendo.

Susie- A Max está magoada, transtornada! Vamos dar um tempo pra ela - falo e todos me olham como se eu estivesse falado uma coisa anormal.

- TEMPO? -fala eleven e lucas juntos.

Lucas- E...se ela fazer alguma coisa? -pergunto passando a mão pelos cabelos desesperado.

Olho para o mesmo com uma sombrancelha arqueada, desacreditada no que ele acaba de dizer.

Eleven- Não fode lucas! A Max não é assim.

Lucas- oque você quer que eu pense então?

Mike- tá meu,vamos dar mais um tempo pra ela espairecer um pouco, depois agente vai lá na casa dela ver como ela tá.

Dustin- é por enquanto vamos ver os preparativos da social!

Eleven- vocês podem ver se quiserem, mais eu não vou planejar festa sabendo que a minha amiga está mal! -falo e subo rapidamente as escadas para o andar de cima.

Continua....


Notas Finais


Topam montar um mutirão pra gente estorar a Amber no box?Porque eu super topo🤗


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...