1. Spirit Fanfics >
  2. Luna Nera - Interativa BTS >
  3. Oo:o2 ;; são bons três motivos, são três bons porquês.

História Luna Nera - Interativa BTS - Capítulo 2


Escrita por:


Capítulo 2 - Oo:o2 ;; são bons três motivos, são três bons porquês.


Fanfic / Fanfiction Luna Nera - Interativa BTS - Capítulo 2 - Oo:o2 ;; são bons três motivos, são três bons porquês.

 — Point of View Park Jimin, the               shadowhunter  — vilarejo vizinho.

Peguei a tocha enquanto assobiava me aproximando da fogueira onde aquela mulher estava, olhei para ela por um segundo abri um sorriso de canto para ela. Aquela mulher não era uma bruxa, mas eu tinha certeza que ela sabia quem era e nada é melhor do que uma ameaça. Eu não iria queima-lá, claro, somente se eu não perder a paciência.


— Então, estou esperando bruxa. —, disse estralando o dedo indicador da minha mão fazia.


— Eu não sou uma bruxa, por favor! —, ela disse, levantei as sobrancelhas e na minha face se desenhou um expressão de aceitação.


— Ok. —, aproximei a tocha dos galhos da fogueira quando ouvi alguém retrucar atrás de mim.


— Se você derrubar essa tocha, eu vou ficar muito puto da vida —, disse Min Yoongi se aproximando.


— Eu não ia derrubar, não sou desastrado —, revirei os olhos.


— Resolva isso logo antes que JungKook chegue, todos nós sabemos que se ele ver essa mulher amarrada aí, ele vai queima-lá de verdade —,  Yoongi  cruzou os braços fechando a cara.


— Ele não vai ver. —, disse Kai, ele nos encontrou por acaso enquanto transitava pelos vilarejos.


— Como você tem tanta certeza disso —, suspirou Yoongi em sinal de desaprovação.
Kai pegou um galho de árvore, andou e o tocou na ponta da tocha.


— Sério isso? —, Levantei uma sobrancelha. — vocês realmente gostam de chamar atenção.
— Sim. —, Kai abriu seus dedos deixando o galho cair no chão, oque fez a fogueira queimar.


Ah, eu não sou um monstro, se é isso que você está pensando. Alguém está nós observando e esse alguém vai tentar salvar a garota de alguma forma. O tempo fica frio e começou a ventar por aquela região, as nuvens tomarão uma cor cinza escura e gotas de águas começam a cair apagando o fogo da fogueira.


Nossa parte já estava feita, Jung Hoseok e Kim Taehyung resolveriam o resto.


— Point of View Kim Taehyung, the      shadowhunter — vilarejo vizinho.


Jung Hoseok segurou a garota que se escondia na floresta com os braços. Olhei para ela levantando as sobrancelhas enquanto via a mesma sendo amarrada em uma árvore.


— Quer rezar? —, Disse, ironizando a frase enquanto observava a garota sem nenhum medo nos olhos.


— Eu não preciso —, a mesma diz.


— Então, como São Sebastian, você vai morrer. Atravessada por flecha. —, falo levantando o arco e atirando na mulher.


A flecha acerta bem no seu coração e o atravessa. Jung Hoseok me olha entediado e isso em dá um pouco de raiva, rasgando a corda que a segurava na árvore, a mesma caiu de joelhos no chão.


— Você as vezes é tão sério, poderíamos ter arrancado a cabeça dela. —, Hoseok diz, apesar de que brincando, percebe que não foi engraçado.


— Vamos embora. Temos que chegar ao outro vilarejo amanhã de manhã. —, sai daquele lugar com Jung Hoseok  deixando o corpo lá.


— Point of View Jeon Jungkook, the    shadowhunter — vilarejo vizinho.


Eu odiava quando não participava das coisas e é exatamente isso que fizeram comigo, estava na igreja com Namjoon e Jin que esperavam a chegada dos outros.


— Sinceramente, onde estão aqueles idiotas!? —, falei gritando, eu estava furioso.


— Fale mais baixo, estamos em uma igreja e se Taehyung pegar você chamando ele de idiota, eu não vou separar vocês dois. —, falou Jin enquanto tirava a casca da maçã. 


Andava em círculos esperando pela chegada dos meninos para avançarmos para o próximo vilarejo. Levei a mão na nunca esperando que ficasse calmo, geralmente não grito ou me estresso assim, mas eu estava inquieto e provavelmente gripado.


Me sentei em um dos bancos observando o chão da igreja a espera de algum barulho ou algo que anunciaria a chegada deles, então respirei fundo e meus músculos que estava tensos melhoraram. Namjoon estava me observando esperando que eu quebrasse o silêncio daquele lugar.


— Me dê uma maçã —, falei para Namjoon que imediatamente me jogou uma.


— Eu realmente não entendo o porque de vocês não terem me deixado ir. —, falo para eles, morrendo a maçã que tinha em mãos.


— Você tá doente, de cabeça quente e impulsivo hoje, uma vez na vida você não poderia ir. —, disse Namjoon, após um silêncio breve.


— São três bons motivos —, falou Jin rindo. 



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...