História Luna opostos - Capítulo 2


Escrita por:

Postado
Categorias One Piece
Personagens Monkey D. Luffy, Nami
Visualizações 87
Palavras 808
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Drama (Tragédia), Famí­lia, Ficção Adolescente, Romance e Novela, Saga, Shoujo (Romântico)

Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Estou reescrevendo a história mudando várias coisas, espero que continuem gostando.

Capítulo 2 - À Surra


Luffy pov.

Estava tomando café já com o uniforme, até que era confortável. Estava com a minha mochila do meu lado, gostaria de estar com a determinação de ontem, mas...  falar é sempre mais fácil, como eu posso voltar a ser feliz sabendo que minha família foi toda morta em um acidente ? Digo eu sei que eu deveria superar, afinal foi um acidente, poderia acontecer com qualquer um, mas não sei explicar tem algo naquilo que não parece coisidencia. Bem é melhor sair logo antes que perca o horário, junto com a caixa dizia que eu tinha que sempre chegar na hora se não poderia perder a bolsa. Por sorte o colégio era perto e então fui a pé. Ainda bem que meu vô não está aqui, se no telefone ele ficou meia hora falando no telefone me parabenizando, dizendo que eu sou o orgulho da família. Acho que ele tá tentando me animar já que terapeutas não deram certo. Após alguns minutos andando finalmente chego no endereço do colégio  era muito grande tinha pelos menos 5 andares, em cima havia o nome do colégio Laftel em um letreiro. Meio...  não sei digamos grande demais. Entrei no portão da frente tinha que falar com o diretor, quando entrei no colégio havia um corredor, nos corredor havia um salão gigante com uma placa escrito refeitório, pude ver que havia alguns alunos já ali conversando, então pude ver uma sala no fim do corredor escrito diretoria, imagino que lá que o diretor está, vou até lá e já percebo que alguns alguns alunos me observam e quanto ando. Consegui escutar alguém falando "quem é ele é aluno novo?" bem chego na Porto e bato ouço um  "entre" quando entro vejo um homem de vestes brancas de físico forte mesmo com a idade avançada diria que ele teria no mínimo uns 60 anos.

Quem é você ?. ele perguntou

Sou Monkey D Luffy senhor. 

A!  Olá senhor Luffy sou Sengoku o diretor dessa escola.

 Ele me estende a mão e o comprimento. 

Fico feliz que tenha conseguido a bolsa e ainda tirou a nota máxima, coisa que ninguém conseguiu, será muito bom  ter um aluno prodígio como você em nossa escola, aquelas prova era de um nível muito avançado. 

Bem... Não vou mentir eu fiquei bem surpreso com a minha nota. 

Humildade é bom garoto, mas na dosagem correta. Bem.. Espero que tenha uma excelente experiência aqui. 

Sim.. Obrigado senhor, prometo que não vou decepcionar. 

Sei que não vai, agora vá para a sala, a aula já vai começar sua turma é a 1a. 

Certo. 

Então saio da sala do diretor  e vou até a sala que ele disse, vejo que está vazia e sento no fundo, o sinal toca e os alunos chegam na sala algums ficam me olhando mas depois vão para seus lugares, até que senta uma garota de cabelo azul na minha frente, ela me olha com um sorriso. 

Oi tudo bem? Você é aluno novo não é? 

Sim... Meu nome é Luffy.  

Sou Vivi, prazer. 

Prazer. 

Então você estudava onde? 

No colégio Sabondy. 

Mas não é um colégio público? 

Sim, é que eu ganhei uma bolsa aqui. 

Uau parabéns. 

Obrigado. 

Mas cuidado, aqui o pessoal tem preconceito com bolsistas. 

Após o fim da aula estavam todos no refeitório comendo,  a Vivi me chamou para sentar com ela. Estávamos conversando quando veio um grupo até a mesa. Pareciam o clássico grupo de valentões de escola. Um deles disse. 

Veja só a esquisita azulada fez um amigo novo, deve ser isquisito  que nem ela!!! Há ha ha. 

O outro disse 

Olha a Azulada bizarra 


_Olha você até que tem um corpo bonito mesmo com o cabelo esquisito , por que não fazemos um acordo tranza com a gente e deixamos você em paz por um mês? 

V

Aquilo foi a gota d'água pra mim, por que estavam falando assim de uma garota tão simpática? Eu sabia que Vivi não tomaria uma atitude e eu teria que fazer. 

Deixe ela em paz. 

Eles olharam pra mim. 

Tá defendendo ela? Olha pra ela que cabelo esquisito é esse? 

É melhor que o seu. 

Pude ouvir muitos rindo do meu comentário. 

O que disse? 

Foi o que você ouviu. 

Certo novato, atrás da escola fim da aula. 

Então eles saíram de perto. 

Luffy, obrigada por me defender. 

amigo não é pra isso? 

Mas Luffy, eles são muitos fortes. 

Eu sou mais. 

Então o final da  aula chegou e boa parte da escola foi ver a briga. Todos esperavam a surra do novato. 

Então novato pronto para morrer? 

Luffy não diz nada. 

Então o valentão parte para dar um soco, mas quanto chega perto de Luffy ele para, todos ficam sem entender, o valentão cai no chão então mostra que  Luffy deu apenas um soco e já derrubou seu oponente surpreendendo a todos ao redor. 


 

 





Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...