1. Spirit Fanfics >
  2. Lung - Supercorp >
  3. Josie

História Lung - Supercorp - Capítulo 3


Escrita por:


Capítulo 3 - Josie


Kara voltou para a CatCo depois da conversa com a Lena. Ela se sentou com o notebook aberto enquanto pensava no que iria escrever sobre Lena, Kara sentia muito vontade de escrever apenas coisas ruins, mas sabia que Grant não iria aceitar o artigo e ela poderia ser demitida por causa disso. 

Tudo que Kara menos queria era ser demitida por causa da ex-esposa, Lena já estragou parte da vida dela, ela não queria que ela estragasse mais. Após alguns minutos encarando a tela do computador, ela pegou o celular, olhou se algumas das meninas tinham mandado mensagem antes de mandar uma mensagem para a Alex avisando que Lena estava na cidade. 

Depois de quinze anos fora da cidade, Lena estava de volta querendo ver as filhas novamente e querendo tirar o resto da paciência que a Kara tinha. Ela tinha levado uma das filhas delas, nunca deu notícias se estava bem, se elas estavam bem, se a Lizzie cresceu de forma saudável ou se a mesma sabe se controlar quando a lua cheia chega, se ela é realmente um lobisomem.

Kara passava algumas noites em claro apenas pensando na filha. Josie era a que mais notava quando a mãe passava noites em claro, ela escutava a sua mãe chorando e resolvia levantar para saber o que estava acontecendo.

Kara nunca comentou sobre a Josie ter uma irmã gêmea, a morena se culpa pela outra mãe ter ido embora e se culparia mais se soubesse que tem uma irmã gêmea que foi embora junto da mãe. Lori pouco sabia sobre a mãe, as mais velhas apenas falavam que Lori foi consequência de uma noite bêbada da Kara e que ela não precisa se preocupar com a sua outra família.

Davina não se importava com a outra mãe, amava Kara demais para querer saber da sua outra família ou ir atrás da pessoa que abandonou eles quando mais precisavam. Josie sempre desviava a atenção das irmãs quando ambas começam a falar de Lena e deixava Kara desconfortável, Josie sempre falava que nunca deixaria Lena se aproximar das irmãs caso voltasse para a cidade.

- Como assim ela voltou? – Peggy puxou uma cadeira para se sentar ao lado da loira. Peggy era policial também, mas não estava na escola como a Alex.

- Ela resolveu que queria conhecer as filhas depois de quinze anos. Eu queria mandar ela tomar no... Mas resolvi apenas sair de lá – Kara esfregou a mão na testa enquanto encarava a tela do computador - Ela vai atrás das minhas filhas, estou sentindo e não sei o que pode acontecer depois.

- Você pode ficar relaxada, Josie manda Lena tomar no cú, Davina ignora e a Lena nem sabe da existência da Lori – Peggy tranquilizou a outra mulher, que se ajeitou na cadeira enquanto pegava o celular na mão novamente, a Josie tinha mandado uma foto das três sentadas em uma mesa do refeitório e depois uma mensagem avisando que tudo estava bem com elas.

- Elas estão bem – Kara mostrou a foto para a amiga - E me fala, como vai a investigação dos assassinatos? – Ela colocou as mãos em cima da mesa.

Enquanto elas estava falando sobre o caso, Josie e as irmãs estão comendo, mas cada uma em uma mesa diferente e com seus respectivos amigos. Josie estava conversando com MG e Penélope sobre os novatos, na verdade, eles estavam conversando enquanto Josie estava verificando as irmãs com o seu olhar para ter certeza que estava comendo e não se metendo em encrencas

- Oi – A morena parou de olhar para as irmãs quando alguém se sentou com eles, era os três novatos. MG tinha chamado eles pra se sentarem com eles no almoço e a morena apenas percebeu por causa do sorriso animado dele, MG sempre foi muito amigável e por isso era muito conhecido na escola.

- Desculpem minha amiga mal educada aqui, ela é a Josie – MG apresentou a morena que apenas deu um sorriso sem mostrar os dentes antes de voltar a olhar para a Lori, que conversava com os amigos que pararam na mesma escola que ela. Davina e Josie, apesarem de implicar com Lori, protegem ela de qualquer coisa, o que às vezes irrita a Danvers mais nova.

- Eu sou Hope, essa é a Lizzie e aquele é o Landon – A garota ruiva explicou, apontando para cada um e os mesmos acenaram com a cabeça. Josie olhou para os sinais que os três davam, os sorrisos, a sensação que eles davam na morena, para ela tinha algo de errado com os três novatos.

Esses três vão trazer encrenca para a cidade...

[...]

17:40

Lena apreciava a vista da sua antiga cidade, lembrando do tempo que corria pelas ruas para chegar a tempo para seu trabalho. Lembrava do chefe, que sempre fazia questão de a colocar para baixo quando podia, agora ela está no topo do mundo, com uma empresa multibilionária e que está espalhada no mundo inteiro. L-Corp foi o sonho que a híbrida conseguiu realizar.

- Você não está pulando de felicidade, então... – Samantha Arias entrou na sala da morena, que continuou olhando para a janela da sua sala.

- Deu errado. Eu imaginava que isso poderia acontecer – Lena suspirou e se virou para a outra mulher, empurrando a cadeira para mais perto da mesa, Lena encarou uma foto em cima da mesma - Ela mandou eu ficar longe das nossas filhas e depois foi embora – Ela explicou e olhou para a Samantha.

- O que você esperava encontrar aqui? Flores? Uma festa de boas vindas ou suas filhas a esperando de braços abertos? – Samantha sentou em uma das cadeiras em frente a mesa da morena - Foram quinze anos, é justificável as ações da Kara em relação a você chegar perto das meninas – Lena balançou a cabeça enquanto olhava para as próprias mãos - E o que você vai fazer?

18:00

Lena parou o carro na frente da lanchonete mais famosa da cidade, desligou o carro e caminhou para a porta do estabelecimento, pela hora, o local era menos movimentado, muitas vezes adolescentes faziam festas a partir das oito horas da noite no estacionamento do restaurante.

Ela se sentou em um dos bancos do balcão, colocando as mãos em cima do balcão e uma pessoa parou do outro lado do balcão. A empresária levantou a cabeça, encarando a garota que estava segurando uma jarra de café.

- Café? – A garota ofereceu e a mulher assentiu.

- Josie, certo? – Lena leu o nome da garota na roupa dela e ela assentiu - O que é a melhor coisa para comer nesse lugar? – Questionou a garota, que a olhou enquanto ponderava, mas depois ela sorriu.

- Muitas pessoas pedem o sanduíche – Josie respondeu para a mulher, que sorriu antes de concordar em pedir um sanduíche. Josie se afastou pra falar com o cozinheiro e a Lena a acompanhou com o olhar. Ela sabia que a Josie trabalhava naquele restaurante e resolveu se aproximar dela, sabendo que Kara poderia surtar quando descobrisse que Lena falou com a Josie.

Depois de alguns minutos, Josie voltou com o sanduíche da empresária que sorriu em agradecimento e colocou uma batata na boca.

- Então, Josie, o que te leva a trabalhar aqui? – Lena a perguntou.

- Estou tentando manter minha cabeça ocupada – Josie falou enquanto dá uma rápida olhada nas mesas que estavam ocupada pela maioria idosos, os mesmos estavam apenas tomando café enquanto liam jornal ou fofocando com os outros, Josie sabia de vida de todos apenas pela fofoca deles.

- Vou ser sincera com você, Josie – Lena atraiu a atenção da morena - Quero te convidar para fazer um estágio na minha empresa – Ela explicou e a Josie a olhou com uma sobrancelha arqueada - Olhei alguns projetos seus da feira de ciências e algumas me achou atenção, quero trabalhar neles com você e pode ter certeza que vou te pagar bem. Então, o que você me diz?



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...