História Lupinus, Loves me? - Capítulo 3


Escrita por:

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS), Got7
Personagens BamBam, Jackson, JB, Jeon Jungkook (Jungkook), Jinyoung, Jung Hoseok (J-Hope), Kim Namjoon (RM), Kim Seokjin (Jin), Kim Taehyung (V), Mark, Min Yoongi (Suga), Park Jimin (Jimin), Personagens Originais, Youngjae, Yugyeom
Visualizações 211
Palavras 1.164
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Crossover, Drama (Tragédia), Fantasia, Ficção, Hentai, Luta, Magia, Mistério, Misticismo, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Sobrenatural, Suspense, Terror e Horror, Universo Alternativo, Violência
Avisos: Adultério, Álcool, Bissexualidade, Cross-dresser, Drogas, Gravidez Masculina (MPreg), Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Sexo, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Primeiro capítulo da nossa história enfim anunciando a nossa primeira aceita.

Espero que gostem, e nos vemos nas notas finais!

Boa leitura :)

Capítulo 3 - Chapter One: Returned


Fanfic / Fanfiction Lupinus, Loves me? - Capítulo 3 - Chapter One: Returned

" As nossas almas interligadas, me dizem para onde devo regressar..."


Lupinus, Loves Me?


                          [...]

     Lupinus Forest, South Korea.


Os olhos negros da garota vagavam em meio às árvores de tons verdes que passavam como um borrão pela janela do carro.

A música de ritmo calmo ecoava pelos seus ouvidos agora sendo transmitida por seu fone de ouvido.

E mais uma vez ela estava alí.

Mudando a direção da sua vida novamente.

Por que era tão difícil entender que ela não queria estar alí?

Por que era tão difícil entender que ela já era maior de idade e sabia cuidar do seu próprio nariz?

Por que era tão difícil entender?


Ela tinha amigos...


Tinha escolhas pra fazer...


Ela tinha uma Vida.


E agora tudo se foi.


Novamente...


                           ~*~


— Anda logo Hana! Você não pode ficar nesse carro pra sempre! A mãe da garota disse em alto e bom som chamando a atenção da mais nova que mantinha seus olhos fixos em qualquer ponto da floresta à sua frente.

Posso Tentar! Hana vorificou enquanto buffava retirando seus fones de ouvido.

E lá se havia ido sua chance de ter uma vida normal.

Busan era sua casa e não aquela cidade que mais parecia o meio do nada.


Ela se sentia estranha em relação à aquela cidade e sabia muito bem que aquela sensação não era boa.

Saiu do carro batendo a porta em seguida enquanto arrumava um pouco sua franja à cima dos olhos.


Eu ainda não sei como pude aceitar vir pra esse lugar! Hana ouviu a voz de seu irmão mais novo logo dando uma risada irônica em seguida.

Não foi você quem adorou a ideia de seu mudar Minhyuk? O mais novo encarou a morena enquanto dava de ombros buffando logo depois.

Se eu soubesse que a gente iria parar no meio da selva eu jamais teria aceitado. Hana revirou os olhos enquanto ajeitava sua mochila em seus ombros.

Tarde demais pra voltar atrás, maninho. Ela levantou as sobrancelhas enquanto dava um sorriso irritado se voltando para a casa a sua frente.

A casa era em torno grande. Possuía dois andares e era parecida como qualquer outra casa de campo.

A cor creme dava um ar calmo e elegante à casa que mesmo sem admitir, Hana havia gostado bastante.

Caminhou em direção à enorme construção enquanto subia a pequena escadaria de madeira.

Já deixei suas malas no quarto, querida.O Padrasto de Hana sorriu levemente enquanto passava pela mesma indo em direção ao carro.

Obrigada.


O mais velho assentiu enquanto se voltava para o porta malas do carro.


E mais uma vez lá estava ela.


Pronta para desfazer suas malas e iniciar uma nova vida denovo.


                          ~*~


Moon, vamos buscar lenha? Hana franziu o cenho ao ouvir a voz de seu irmão mais novo do outro lado da porta de seu quarto.

Ela caminhou até à porta de madeira enquanto mantinha o cenho franzido.

Ao abrir a porta deu de cara com Minhyuk e seu grande sorriso no rosto.


Porque não pede pro Minho? Hana perguntou se referindo ao seu outro meio-irmão.

Aish... Sabe como ele é, ele não busca nem um copo d'água! Minhyuk falou enquanto tentava convencer a mais velha à ir consigo.

Sei, e muito bem.Hana respondeu enquanto lembrava o quanto seu irmão era um folgado.

E então?...Minhyuk perguntou com um sorriso de esperança.

Aish...Hana revirou os olhos enquanto dava um leve sorriso. Seu irmão parecia a coisa mais fofa do mundo.Tudo bem, mas só porque eu não consigo dizer não pra você.

Tô esperando lá em baixo! Minhyuk disse após selar levemente os lábios na bochecha da irmã mais velha.


Eu mereço.


                             ~*~

Eu não consigo entender como você acredita nessas baboseiras que contam por aí Minhyuk.A mais velha disse enquanto caminhava ao lado do irmão em meio às árvores da floresta.

Acreditar eu não acredito.Minhyuk disse apontando para a mais velha.Mas prefiro prevenir do que remediar.

Ata, então tá me dizendo que existem animais selvagens pela floresta e que unicórnios são reais.Hana disse enquanto mantinha o sorriso debochado no rosto.

Você é impossível mesmo.O mais novo riu enquanto dava de ombros.Eu apenas falei o que me disseram, não disse que você tinha que acreditar.

Nossa, desde quando você ficou tão venenoso hein?! Hana perguntou para o irmão que riu da mais velha. Alí, pega aqueles gravetos.

Pega você.

Você que me chamou pra vir até essa floresta estranha e ainda acha que eu vou pegar gravetos? O mais novo assentiu.Me poupe Minhyuk por que você fala tanto do Minho sendo que você é tão pregui-



Estão falando desses gravetos? Uma voz levemente rouca ecoou pela floresta fazendo os irmãos quase pularem de susto.



Uma bela moça estava ao lado de uma árvore enquanto segurava vários gravetos grossos em seus ombros.

Os olhos extremamente azuis cinzentos cintilavam na direção dos dois irmãos à metros de sí.

Suas roupas eram justas marcando boa parte de suas curvas.

Não falam a minha língua? Me desculpe eu... A garota de fios castanhos falou tentando se aproximar.

Fique aonde está!  Hana disse enquanto engolia em seco. Por algum motivo a presença da mais alta fazia seu corpo hesitar.

Tudo bem...A mais alta deu um passo para trás enquanto deixava os gravetos pesados no chão.Ouvi vozes e resolvi ajudar.

Ninguém ajuda pessoas desconhecidas.Hana ditou se aproximando do irmão enquanto o afastava da garota de olhos cinzentos.


A garota riu anasalado enquanto colocava uma mecha dos fios castanhos atrás da orelha.


Bom, esse não é o meu nome mas, se quiser me chamar de ninguém fique à vontade.Ela deu um sorriso fechado.Eu sou uma das guardas florestais daqui.

Guardas florestais? Minhyuk perguntou enquanto saía de trás da irmã mais velha se dirigindo a garota a sua frente.

Sim. Precisamos proteger a floresta, Ela é extremamente preciosa.A garota sorriu para o rapaz a sua frente enquanto Hana à observava melhor.

Sua postura era ereta, seu perfume era um pouco mais forte do que o normal e ela transparecia confiança.

Ela parecia ser bem mais forte do que Hana não só fisicamente, mas também no seu modo de ser.


Á propósito, eu não me apresentei...A mais alta sorriu enquanto estendia a mão para a garota que agora se encontrava à sua frente.Sou Katherine, mas todos me chamam de Katy.

Hana observou a mão da garota à sua frente e depois encarou seus olhos.


O que ela tinha à perder?


Hana.


Ela sorriu levemente enquanto sentia seu corpo se remexer de uma forma estranha.


Ela sentia que aquela garota à sua frente era de algum modo familiar.


É um prazer conhecê-la, Hana.Katherine disse devagar enquanto observava a mais nova encarar suas íris claras.


Algo havia mudado depois desse toque.


E Hana não fazia idéia de como dois Lobos agora se encontravam embriagados pelo cheiro da garota que mesmo à quilómetros de distância era extremamente forte.


Encontrei.— Bambam e Seokjin disseram em uníssono enquanto sentiam seu lobo se remexer em meio ào seu interior.


Sua fêmea havia regressado.



Notas Finais


Meus parabéns à @Sversia! A criadora dessa linda personagem que é a Hana.

Você mereceu meu anjo.

Em breve, saí o próximo capítulo com a segunda aceita.

Antes de tudo, quero dizer que houveram alguns contratempos com algumas fichas.

Eu havia feito uma pergunta na finalização deixando claro que eu modificaria alguns tópicos se caso necessário.

Algumas fichas foram simplismente MARAVILHOSAS e eu não podia deixar essas fichas de fora.

Por isso, antes do dia destas fichas serem definitivamente aceitas eu entrarei em contato com a criadora da personagem para explicar o que eu modifiquei na ficha da mesma.

That is! Espero ver os comentários de vocês sobre o capítulo e ver suas opiniões.

Um beijo, e nos vemos no proximo capítulo <3


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...