História Lúpus - ABO - Capítulo 13


Escrita por:

Postado
Categorias Camila Cabello, Dinah Jane, Fifth Harmony, Lauren Jauregui, Normani
Personagens Camila Cabello, Lauren Jauregui
Tags Camila G!p, Camila Gip, Camren, Camren G!p
Visualizações 461
Palavras 929
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Comédia, Crossover, Drama (Tragédia), Esporte, Famí­lia, Fantasia, Festa, Ficção, Ficção Adolescente, LGBT, Luta, Romance e Novela, Universo Alternativo, Yaoi (Gay), Yuri (Lésbica)
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Estupro, Heterossexualidade, Homossexualidade, Incesto, Insinuação de sexo, Intersexualidade (G!P), Linguagem Imprópria, Sexo, Transsexualidade, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 13 - 13


Dinah estacionou o carro em frente a casa dos Cabello e desceu do automóvel vendo todos fazerem o mesmo. Cameron seguiu para dentro da casa e logo alcançou as escadas indo para o seu quarto. Retirou a camisa que tinha algumas manchas de sangue e entrou no banheiro para que pudesse tomar um banho.

Lauren estava sentada na cama do moreno enquanto Normani estava em uma poltrona e Dinah havia descido para pegar um pouco de gelo. A morena puxou o celular no bolso da calça e discou os números de sua mãe, teria que contar a ela.

- Hey querida... Está chegando?

- Mamãe, eu... não posso ir hoje. - murmurou escutando o suspiro alto da sua mãe.

- Laur... assim fica difícil para que Sinu possa manter o seu emprego.

- Aconteceu um problema com o Cam. - mordeu o lábio nervosa - Chris e ele brigaram novamente no colégio e... - suspirou - Dessa vez o Cam se machucou um pouco.

- Meu Deus... - suspirou - Vou ter que conversar com o seu pai,  temos que fazer algo.. Seu irmão passou dos limites, não só com o Cameron, mas com você também.

As duas conversaram por mais alguns minutos e logo a ômega desligou o aparelho vendo as amigas à sua frente. Cameron saiu do banheiro com uma toalha enrolada em sua cintura e caminhou para o closet colocando uma calça de moletom e uma camisa branca. Assim que o mesmo deitou-se, Lauren tomou o seu rosto entre as mãos e analisou os machucados que continha. O lábio tinha um corte na parte superior, o supercílio estava cortado e o olho esquerdo estava levemente roxo, suspirou passando a ponta dos dedos no machucado e viu Dinah se aproximar estendendo o gelo que havia pego na cozinha. O alfa repousou a mão sobre a coxa da companheira e fechou os olhos ao ver o gelo se aproximar de sua pele.

- Melhor Mani e eu irmos, vamos deixar vocês dois conversarem... - a loira falou vendo a namorada se levantar.

- Pega o meu carro. - o moreno disse ainda de olhos fechados.

- Tudo bem, o devolvo amanhã. - disse pegando as chaves que havia colocado sobre o criado mudo - Melhoras, Cam.

A porta foi fechada e Cameron abriu os olhos tirando o saco de gelo do rosto e puxando Lauren para o seu peito depositando um beijo em sua cabeça.

- Fiquei com medo quando senti o seu cheiro misturado com sangue. - confessou a menor.

- Estou bem, pequena. - murmurou - Eu só... não consegui aguentar as provocações dele. Provavelmente vou receber uma suspensão amanhã. - deu de ombros.

- E-eu falei o que aconteceu para a minha mãe. - suspirou olhando para os castanhos de Cameron - Ela disse que o meu pai vai mandá-lo para Cuba, nossos avós moram lá e... que ele já estava pensando em fazer isso desde quando ele tentou... - mordeu o lábio olhando para o moreno.

- O que acha de sairmos no final de semana?  - perguntou mudando de assunto - Podemos ir à praia no sábado durante o dia com as meninas e fazermos outra coisa só nós dois durante a noite.

- Sabe que isso depende dos meus pais, não é?

- Mas o sim deles depende de você. - sorriu.

- Eu aceito. - depositou um beijo rápido nos lábios do alfa.

O moreno suspirou virando-se na cama e a abraçou pela cintura colando os seus corpos. Respirou fundo sentindo o cheiro adocicado e fechou os olhos caindo em um sono profundo junto com a sua ômega.

Sinu abriu a porta do quarto notando o cheiro forte dos dois misturados e olhou para a cama encontrando o filho abraçado a lúpus. Sorriu e se aproximou um pouco notando o rosto do alfa machucado, não estava tão feio, mas ainda sim era o seu filho que tinha se machucado. Saiu do quarto encontrando o marido na cozinha e suspirou abraçando o homem.

Um pouco mais tarde os dois acordaram no quarto de Cameron e tomaram um banho rápido - separadamente - vestindo roupas confortáveis. Desceram para a cozinha e encontraram os pais do alfa lúpus sentados em uma conversa.

- Vou levar Lauren para casa. - avisou pegando as chaves do carro do pai.

A ômega abriu a porta da casa e escutou uma discussão entre o seu irmão e os seus pais.

- Cale a boca Christopher. - Mike gritou - Você vai para Cuba ainda essa semana e não se discute mais isso nessa casa.

- Isso tudo é culpa de vocês. - Chris gritou ao vê-los se aproximar - Culpa deste alfa maldito que resolveu aparecer nas nossas vidas. - apontou para Cameron - Vocês dois vão pagar caro por isso. - falou com a voz de alfa.

Cameron levou as mãos até os ouvidos de Lauren.

A morena tinha lágrimas nos cantos dos olhos e a cabeça apoiada no peito do maior, aquela voz a machucava.

- Suba, Christopher. - Michael mandou fazendo o garoto bufar e subir as escadas apressado.

- Posso te pedir um favor, Cameron? - Clara perguntou ao fundo vendo o moreno a olhar - Leve Lauren com você hoje, tenho medo do que Chris poderá fazer.

A ômega menor olhou para o homem e viu o mesmo assentindo para sua mãe. Clara a levou até o seu quarto para que pudesse arrumar uma mochila para que ela pudesse passar a noite fora.

- Me desculpe por tudo isso. - Mike pediu envergonhado.

 



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...