1. Spirit Fanfics >
  2. Lute! - Aruani, Eremika. >
  3. Aquele dia, dois anos atrás.

História Lute! - Aruani, Eremika. - Capítulo 2


Escrita por: Dunneli_Arlert

Notas do Autor


Meu deus que ansiedade, dá pra esperar não KKKKKKKKĶK

Bem, vou postar esse cap logo pq provavelmente não vou poder postar um amanhã, estou em semana de prova :P

Bem, continuamos com a saga de Armin e Mikasa e tudo que rolou pra eles chegarem a esse ponto de mega depressão que eles tão... muitas tretas estão por vir....

Enfim, aproveite e boa leitura!!

Shinzo wo sasageyo ✊❤

Capítulo 2 - Aquele dia, dois anos atrás.


Fevereiro, 11. [17:37] 31 dias antes da semifinal (Mikasa).

-Ei, Eren! - Armin avista seu melhor amigo e corre até ele. - Vamos buscar a Mikasa na academia da Hange?

- Vamos. Eu só achei que o babaca do Levi buscaria a gente de carro, mas pelo visto teremos que ir andando...

       Virando a esquina em sua preciosa Picape preta, presente de seu tio e lutador profissional Kenny Ackerman, surge Levi, em uma velocidade exagerada.

-Entrem ai seus panacas, nada de sujeira dentro do meu carro, eu lavei por dentro hoje. -Ele ordena e os rapazes entram no carro, seguindo em direção a academia da Hange.


...


     Ao perceberem que Levi acaba de adentrar o local, as meninas praticantes do boxe param para admira-lo, como sempre. O Ackerman era sobrinho de um lutador profissional e lindo de todos os jeitos, quem não pararia pra olhar?

-Meninas, foco no treino, vocês não vão ser lutadoras profissionais admirando o Levi. - Hange aproxima-se com seu jeito extrovertido.

- Onde está Mikasa, quatro olhos? - questiona Levi, mirando em seguida sua irmã dentro do ringue de treinamento junto de uma rival a altura, Annie Leonhardt, as melhores da academia estavam prestes a se enfrentar naquele momento.

      Todos param para observar o que vai acontecer, incluíndo Eren, Armin, Levi e Hange. Mikasa não percebe a presença de Eren no local, pois está virada de costas para o moreno, então avança com uma sequência de socos de direita e esquerda pra cima de Annie que consegue escapar. A loira é conhecida por ter pernas fortes enquanto Mikasa usa seus braços com maior facilidade. A Leonhardt chuta com a perna esquerda fazendo com que mikasa mude de canto , desviando o olhar para Eren e se distraindo por um instante, sendo prensada nas cordas por chutes em sequência da loira.

-Annie, pode parar! - Grita Hange, e as meninas se separam.

-Nossa, ela é incrível! -Armin observa boqueaberto, as habilidades da loira eram surpreendentes.

-É melhor nem chegar perto da Annie, Armin. Eu já fiz isso e me arrependi quando tomei um chute nas bolas. - Comenta o Yeager, fazendo cara de coitado, enquanto Mikasa o observa, calada.

-Cala a boca seu idiota, diferente de moleques como você, o Armin não está indo lá pra chamar ela de "machona" e apanhar por consequência disso.

-Eu... -Armin estava distraido com a loira, mal conseguia prestar atenção nas coisas ao seu redor.


É a Annie... ela é amiga do Bertholdt e do Reiner da outra turma, não é? Eu sempre a vi andando com eles, inclusive com a História e a Ymir...

-Oi, Annie... - Armin toma um leve vermelho nas bochechas enquanto tenta se aproximar da loira.

-Oi, o que você quer? Quer levar um chute no saco? - Annie o encara com desagrado.

-O que? N-não eu... só vim dizer que você foi incrível, Annie... A Mikasa me protege desde pequeno, Os Ackerman são muito fortes e mesmo assim você se igualou a força dela, não da pra acreditar que exista alguém tão forte quanto a Mikasa...

              Annie cora com o comentário de Armin e se deixa afundar em pensamentos, ninguém nunca a elogiou daquela forma antes. Estava acostumada com machona, valentona, bruta... o mais próximo de um elogio que já ouviu foi...

"Annie, foco, eu nao te criei pra isso!"

       A lembrança a faz fugir de seus pensamentos, ela ajeita as faixas enroladas nos pulsos e vai em direção ao vestiário, deixando todos para trás.

-Valeu...- ela diz antes de entrar no local.

-Armin, você gadeou lega- Ai! - Eren leva um soco na cabeça, cortesia de Levi.


...


        Logo, os três amigos retiram-se do local juntos, acompanhandos de Levi. O trio espera até que Levi destrave seu carro, e enquanto esperam, Eren puxa Armin e Mikasa para perto e os abraça.

-Ai, vocês sabem que eu amo vocês, né? -Ele comenta, fazendo com que Mikasa core e desvie o olhar.

-A gente também te ama, Eren, mas é melhor entrar-mos no carro antes que o Levi nos deixe pra trás. -Armin o responde com um sorriso sincero, mas não estava brincando, Levi era capaz disso.

-Aliás, Mikasa, como você consegu-a.iu entrar pra essas lutas ai? -Eren questiona. -Que eu saiba, isso começou mês passado e só podia entrar quem já tivesse 17 anos ou mais, mas você só fez 17 ontem... 

-O tio Kenny deu uma força, mas o resto é mérito da própria Mikasa. -Levi explica. -Em breve a minha irmã estará no UFC junto com as mais aclamadas da luta profissional.

...

      Todos estão no carro, prestes a darem patida quando avistam três figuras conhecidas correndo na direção do veiculo.

-Ei!! Dá uma carona pra gente, Levi! Vai, não custa nada! - Implora Connie, junto de Jean e Sasha, suados como porcos.

- Pra que a pressa? -Levi os questiona. Para pedir carona tão repentinamente, deviam ter algum compromisso.

-Ah, não é nada... -Connie tenta se explicar enquando entra no carro.

-Eu ainda não sei o que é esse "nada", e eu quero muito saber. - Jean adentra o veículo enquanto reclama.

-Relaxa, você vai saber. -Sasha é a ultima a entrar.

-Menina da batata, sem comer aqui dentro. - Levi a olha nos olhos friamente e a menina engole seco. - Você entendeu?

- T-ta bom! -Ela responde prontamente.

       Alguns minutos se passam, durante a viagem, Jean conseguiu mecher no radio do carro de Levi e pôr um rock aleatório, Eren, Sasha, Connie, Jean e Armin gritavam juntos ao vocalista enquanto Mikasa ria baixo com as mãos cobrindo a risada, Levi esboçava seu rosto irritando de sempre, ele podia pôr ordem no veículo mas decidiu deixar os adolescentes bagunçarem só desta vez, afinal, não era tão ruim assim. Eren se despede dos amigos e é o primeiro a descer do veiculo.

-Nós devia-mos ir na praia qualquer dia. - O Yeager sugere antes de entrar em casa.

-Acho uma ideia ótima. - Connie responde e Armin assente. Enfim, todos se despedem de Eren.

            Após Connie, Jean e Sasha deixarem o veículo em seus destinos, apenas Armin, Levi e Mikasa seguiram viagem.

-Ei, Armin. - Mikasa no banco de trás do carro põe a mão no braço do Arlert, que está sentado no banco do carona. - Vamos lá em casa, e Levi, quero conversar com vocês dois sobre uma coisa... uma coisa que já tá me incomodando a quase dois anos...


...


.....     

                     Porque isso sempre acontece?


      Sempre que o Eren aparece, as coisas ficam lentas, é quase como se a presença dele eliminasse a gravidade e me fizesse flutuar. Toda quinta-feira eu pratico, treino e me dedico a luta, mas sempre que o Eren aparece, sempre que aquelas esmeraldas verde-azuladas encontram qualquer atividade que eu esteja fazendo, eu me desequilibro, caio, erro um soco no saco de pancadas ou tomo uma sequencia no meio da cara.

Desde pequenos, Armin, Eren e eu sempre fomos unidos, Eren sempre se metia em confusão, Armin apanhava bastante por ser mais interessado em estudos e não gostar de conflitos, e eu sempre expulsava os problemas, foi assim que Levi me ensinou... eu sempre protegi Eren e ele cuidava para que Armin, seu querido irmão mais novo de consideração, não apanhasse.

Quando meus pais faleceram em um acidente, Levi ja tinha 18 anos e eu tinha 8, portanto ele tomou minha guarda e isso o afetou nos estudos. Por sorte, nosso tio Kenny nós ajudou por um tempo e agora, com 27 anos, Levi está finalizando sua faculdade de direito como sempre quis, além de ter um estágio no forum regional, que irá retomar em breve.

     Isto é o que sou, a minha história, mas dentre todos os dias da minha vida, lembro-me desse dia com frequência, não sei porque ele mexe tanto comigo... era um dia frio, tinha-mos 15 anos. Eren mais uma vez arrumando briga com os valentões da rua, Armin me avisou da situação e eu apareci para ajudar, como sempre...

 

Flashback: Agosto, sábado, 10. [18:27] - Dois anos atrás. 


-Aquela garota é a sobrinha do lutador? - Falou um dos dois garotos com quem Eren tentou arrumar briga.

-Ela é forte, mas eu ja saquei qual é a dela. - O garoto para na frente de Eren e o prensa contra a parede pelo pescoço. - E eu nem precisei pegar aquela sua amiga loira de porrada pra ele aparecer, qual era o nome dela mesmo? Armin?

-SOLTA O EREN! - Mikasa grita, cerrando os punhos.

-Você não tá vendo que foi ele quem veio comprar briga? Ele só ta aqui pra tentar provar que é mais forte do que você, e você sempre aparece quando esse garoto arruma problema. Ele é tão importante assim pra você, Mikasa?

O que?

-Mikasa! - Eren consegue chamar-la ao ver a amiga paralisada com o que acabou de ouvir. 

 

"Ele é tão importante assim pra você, Mikasa?"                 

-Reage Eren, a sua subordinada não tá muito afim de te salvar hoje. - O rapaz que prensa Eren na parede se vira para Mikasa. - Se você quer tanto assim que o seu namoradinho te foda, é bom você tirar ele dessa o quanto antes.

-NÃO DEIXA ELE FALAR ESSAS COISAS MIKASA, LUTE! ARREBENTA ELE!- Eren grita novamente.

                                                     "LUTE!"

      Mikasa se desprende de seus devaneios e corre em direção ao garoto, o chutando na barriga e depois o empurrando no chão, ela o prensa para que não se levante. O amigo do rapaz corre quando percebe o perigo da situação e Mikasa finalmente deixa o garoto que prensava no chão ir embora. Quando ele toma distância, Mikasa sente seu corpo ser atingido pelas goticulas de chuva gelada que caem na calçada.

Que frio...

 Com as mãos apertando os braços em uma tentativa de aquece-los, Mikasa divide-se entre o bem estar de Eren e aquela frase que escutou alguns minutos antes.

-Eren, você está...- Mikasa sentiu o cachecol sendo enrolado em seu pescoço por Eren, que apenas sorri gentilmente.

-Me desculpe por isso Mikasa, eu-

-Eren, ele machucou o seu pescoço...

-Não, tá tudo bem, você veio me buscar denovo... eu prometo não arrumar briga outra vez, já vi que não tenho que provar nada... principalmente porque isso tá começando a afetar você também. - Eren abraça Mikasa e ela se esquece da coisas que ouviu do valentão alguns minutos atrás. Ela se esquece de tudo, aquele abraço a fez ficar calma, como se nada além de Eren existisse. - Eu... sei que aqueles garotos são idiotas mas fui eu quem começou com isso, vou me desculpar com eles amanhã, o que você acha, Mikasa?

-Eu.. Uh... - As bochechas de Mikasa tomam uma coloração avermelhada, o abraço de Eren aquece seu corpo como um cobertor quentinho em um dia gelido.

                        Que sensação boa...

Flashback off...

             Mikasa se joga na cama, caindo sentada. Armin senta-se no puff cor de rosa do quarto da mais velha e Levi encosta-se na parede com os braços cruzados.

-A vontade mana, pode falar, o que ta rolando? - Levi olha para a mais nova, apreensivo.

-Olha, é sobre o Eren... eu não sei bem o que estou fazendo mas...- Mikasa respira fundo, juntando as mãos e olhando para baixo, ela pensa em todas as vezes em que esteve com Eren e o que sentia. -Eu sinto como se o Eren tivesse que ficar comigo o tempo inteiro, sinto que ele tem que ficar perto de mim, eu... quero... proteje-lo mesmo que não haja perigo! O que eu devo fazer? Eu...

-De tantas pessoas para se apaixonar, você teve que escolher justo o-

-ESCREVA UMA CARTA! - Armin se levanta do puff e abre os braços pela emoção. - Escreva o que sente e mande ao Eren! Eu leio livros de romance em que cartas de amor sempre são a melhor alternativa para se expressar, vai por mim, Mikasa!

-Eu...- Mikasa olha para o loiro e percebe seu ânimo, escrever uma carta é uma boa ideia... Ela só não sabia como começar. - Vou escrever uma carta! - Ela lança um olhar determinado para Armin e Levi sorri de canto.

-Não é como se eu gostasse daquele idiota, mas sei que posso dar uma boa surra nele caso ele tente magoar a minha irmã. - Levi vai em direção a porta. - Ajude ela a escrever a carta Armin, você é bom nisso. - O mais velho entre eles se retira do quarto da irmã, Mikasa muda a expressão novamente, parece confusa como um cachorrinho perdido.

-Ao julgar pela sua cara de bolacha eu diria que você não faz ideia de por onde começar, certo Mikasa? - O loiro acerta em cheio, Mikasa olha diretamente para ele, aguardando uma resposta. E de tantos romances que leu, Armin sabia exatamente o que fazer. - Vamos fazer assim: Tiramos esta semana para pensar e escrever.Na segunda-feira entregamos a carta pronta ao Eren, Ok?

-Certo! Por hoje pode deixar comigo, Armin! Vou fazer rascunhos do que quero na minha carta. - Mikasa tenta retomar a determinação mas sua atuação não passa despercebida por Armin, Ela se levanta ao ver os braços do loiro abertos, ele a abraça.

-Sei que não vai precisar de mim por enquanto, mas saiba que pode contar comigo pra tudo, Mikasa.- o loiro despede-se de Mikasa e em seguida de Levi, agora tendo o objetivo de ajudar Mikasa com a carta de Eren.

          Armin recusa a carona de Levi pois quer andar pela calçada e pensar, afinal, nem está tão tarde para que Levi pudesse se preocupar. O loiro lembra-se daquele rosto de porcelana que admirou mais cedo, as íris como dois diamantes azuis celeste e os fios claros presos indelicadamente em um coque.

-Eu não... consigo entender qual é a da Annie, porque ela insiste em ser tão rude...- Armin pensa alto, tentando decifrar a mais velha, mas logo lembra-se de Eren, questionando se ele realmente iria corresponder aos sentimentos de Mikasa, algo que ele irá descobrir em pouco mais de uma semana.

O Eren e a Mikasa...

 

Trabalharei nos meus proprios sentimentos mais tarde...


Notas Finais


Hmmmmmm as coisas estão indo bem demais e rápido demais... Sinto cheiro de muita treta vindo por ai 😼

📌Mapinha da fanfic, vou te ajudar a entender!

-Reiner, Annie, Ymir, História e Bertholdt são amigos a muitos anos, pois vieram da mesma escola no fundamental (era uma escola particular)

-Annie sempre anda com faixas nos braços, mesmo que não seja dia de treino/luta.

-É importante sempre ressaltar que é a semifinal da Mikasa porque, por ser uma semifinal, ainda vai ter a semifinal da pessoa que vai lutar a final com a Mikasa.

Obrigado por ler! ✊❤


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...