1. Spirit Fanfics >
  2. Lute Por Mim -Jeon Jungkook >
  3. Oito

História Lute Por Mim -Jeon Jungkook - Capítulo 9


Escrita por:


Notas do Autor


Lembrando S/N é ALEMÃ

Capítulo 9 - Oito


Fanfic / Fanfiction Lute Por Mim -Jeon Jungkook - Capítulo 9 - Oito

A última luta por Jungkook vencida colocaria ele na disputa para um lugar entre os três primeiros no ranking mundial de UFC e essa idéia o deixava colérico de expectativas, ansiedade e também novas perspectivas. Afinal ele seria reconhecido no mundo da luta e, conseqüentemente, seu cachê para algum evento com o tema esporte, artmarcial ou luta seria mais alto.

Em comemoração a esse grande feito, Kwon resolveu fazer uma festa no hotel onde os empresários e responsáveis pelo treinamento do próximo adversário de Jungkook. S/N estava animada com essa idéia ao contrário de seu namorado, ele apenas queria ficar em casa aproveitando a companhia que um da para o outro.

No dia da festa S/N ainda tinha esperança da presença de seu namorado na festa em seu nome, já que não fazia sentido ele não aparecer.

- Por favor amor vamos, o Kwon nunca fez isso antes. - S/N fala segurando o braço de Jungkook e o balançando levemente. - Por mim. - Ela fez o apelo com um olhar de criança quando quer algo.

- Ah gatinha, eu estou cansado. - Ele diz colocando a mão no braço dela. - E também eu provavelmente não vou me sentir confortável.

- Amor. - S/N olha o intensamente como última esperança.

- Gatinha. - Ele corresponde da mesma forma.

- Tá bom. - Revira os olhos. - Mas eu vou. - Ela diz convicta.

- Tudo bem, confio em você. - Ele beija o topo da cabeça de S/N entrelaçado os dedos dele em seus fios, ela aproveita o momento e apoia sua cabeça no peito dele e escuta seus batimentos cardíacos. - Eu gosto disso sabia? Desses momentos que ficamos assim. Vai pra festa e aproveita por mim tá bom?

Ela apenas movimentou a cabeça se soltou do abraço e caminhou para o quarto. Enquanto se arrumava S/N pensava em quem estaria na festa, suas amigas iriam com certeza e ficariam fazendo perguntas sobre os motivos da falta de vontade do namorado dela, afinal ele sempre ia comemorar com ela todas suas conquistas profissionais e pessoais.

A noite chegou e enquanto Jungkook mexia no celular S/N terminava de se arrumar para ir a festa. O vestido era preto com um decote grande na parte de trás, todo detalhado com um tecido brilhoso, cintura marcada e curto. Ela estava linda e sabia disso, também sabia que seu namorado iria ficar admirado com o vestido e talvez com isso ele decidisse ir com ela.

Quando ela desceu com seu salto em mãos Jungkook parou para olhar como ela estava, quando olhou para costas dela ele apenas mordeu os lábios. O olhar dele apenas acompanhava qualquer mínimo movimento de sua amada, estava hipnotizado com tamanha beleza e sensualidade que vinha de forma tão natural para ela. Eu tenho sorte. É, eu tenho.

Em frente a porta de saída, saltos calçados, vestido arrumado, ela respirou fundo e olhou para trás ganhando um sorriso dizendo silenciosamente para ela se divertir. Abriu a porta e saiu, mas não estava acostumada a sair sozinha sem Jungkook para esse tipo de evento, para baladas com suas amigas talvez, sem ele para uma festa, teoricamente devido a quem organizou a festa, da empresa a deixava preocupada. Ignorando seus pensamentos ela focou em se divertir, como seu namorado havia pedido. Afinal, o que pode dar errado? Eu só vou estar sem ele

A festa estava encantadora, o salão em tons de dourado deixava tudo com uma aparência mais fina e com clima de realeza. E de fato a empresa de Kwon tinha um reinado no mundo das lutas desde a entrada de Jungkook, que continha um histórico baixo de derrotas.

- S/N Mallmann, quanto tempo! - Katharina, ex amiga de infância de S/N estava na festa. Mas ela falou que nunca viria para cá. O que ela faz aqui?

Katharina Meyer, de fato faz um tempo. - Ela caminha em direção a jovem e se cumprimentam com um aperto de mão. - Como vai?

- Vou bem, e você? O que faz aqui na festa? - Katharina sempre fora curiosa e interesseira e isso ocasionou o fim da relação entre elas, mas possivelmente com o passar do tempo ela mudara esse traço ruim de sua personalidade.

- Estou representando a meu namorado e a mim também. - S/N respondeu. - Ele estava se sentindo cansado e bem, a festa é para ele, não achei certo minha falta de presença assim como a dele, poderia deixar a imagem dele mal.

- Entendo, podíamos marcar um dia de se encontrar, possivelmente vou morar aqui, fui chamada para ser modelo.

- Claro, vai ser bom ter alguém que me conhece desde criança por perto, mas se me permite eu tenho que ir atrás de minhas amigas e também de Kwon, tchau. - S/N não se sentia confortável perto dela e isso ela procurava deixar de maneira clara e explícita.

Ela começou sua busca por suas amigas as encontrando no bar do salão. Bebendo com elas, S/N perdeu a noção de tempo e também um pouco de sua inibição. Kwon também se juntou a elas após algum tempo.

- Que tal levarmos essa festa para a casa de Kwon? - Fora dito e todos concordaram. Entrando em seus carros com motorista, táxis e alguns foram andando para recuperar levemente a sobriedade.

A música alta na grande cobertura era alta e animada, todos se divertiam, bebiam, dançavam e até davam alguns flertes. Todos animados e devido a mudança, com certeza isso passaria na televisão na noite seguinte, e S/N estava tão animada com suas amigas que esquecera de responder Jungkook e atender suas ligações.

- Senhor Kwon. Muito obrigada por isso. - Ela diz abraçando-o.

- Não precisa agradecer, vem fica aqui comigo. - E assim ela fez.

Jungkook já estava preocupado, S/N nunca deixava de responder ou atender alguma de suas ligações ou mensagens. Eram quase 3:00 a.m e ela ainda não voltara para casa. O que está acontecendo? Onde você está S/N?

Mais uma mensagem enviada, visualizada e não respondida. E se eu ligar para ela de novo?

- Atende, atende, atende. - Talvez dessa vez ela atendesse, mas logo cairá na caixa postal.

- Aqui é S/N Mallmann, estou ocupada com meu namorado ou em algum evento com ele, deixe seu recado. - A voz robótica dela falou.

Quando o barulho de gravação tocou, a porta foi aberta, ela estava trancada e ela era a única além dele que tinha as chaves. Desesperado Jungkook sai da cozinha e vai para sala vendo S/N completamente bêbada.

- Oi meu amor. - A voz vacilante dela demonstrava que não era o melhor momento para conversar.

- Oi, vem cá, eu vou cuidar de você. - Ele disse caminhando em direção à ela e fazendo com que ela se apoiasse nele.

Com JungKook ajudando ela a tomar banho com muita dificuldade, já que bêbada S/N se tornava impossível com investidas para uma noite de sexo. Deitados ambos foram dormir, ou melhor, S/N adormeceu, Jungkook ainda matutava uma razão para ela agir de forma não convencional. O que aconteceu? Por favor, que ela não tenha feito nada que nos prejudique


Notas Finais


Espero que tenha gostado.
Até breve


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...