1. Spirit Fanfics >
  2. Luv (Jensoo) >
  3. Dezesseis

História Luv (Jensoo) - Capítulo 16


Escrita por:


Capítulo 16 - Dezesseis


Kim Jisoo

Eu andava de mãos dadas com Mary, que não parava de reclamar sobre suas "amigas", me dizendo que elas estavam a deixando chateada por não deixar que a mesma saísse como principalmente no desfile.

"Você pode cala a boca?" Perguntei me virando pra mesma.

"Jisoo, estou tentando falar da minha --" Jisoo a interrompeu.

"Não aja como se eu estivesse interessada, você sabe". Mary rapidamente abaixou a cabeça e continuou andando do meu lado.

De longe eu vi nossos pais conversando, suspirei pesadamente caminhando até lá com Mary.

"Senhor Saotome." Me curvei.

"Jisoo, que prazer vê-la novamente. Achei que só aconteceria no casamento." Ele riu, mas eu sentir a indireta.

"Eu e Mary estamos preparando tudo, não é amor?" Eu sorrir pra mesma que afirmou.

"Já faz 5 meses de noivado." O pai dela pareceu incomodado.

"Me desculpe senhor, só estou tentando dá o melhor para sua filha, um casamento digno." Apertei a mão de Mary.

"Sim papai, Jisoo é extremamente romântica é sensível. Gostaríamos que você esperasse, por mais que eu esteja ansiosa para isso tanto quanto vocês." O pai dela pareceu contente com o que foi falado.

Ele nos chamou para sentar, assim fizemos. Mary e seu pai falavam sobre sua carreira e meu pai apenas dava elogios a Mary, eu apenas observava.

"Sua mãe está ansiosa para o casamento, já está pensando em netos." Eu quase engasguei com minha própria saliva.

"Oh papai, eu e Jisoo não pensamos nisso agora." Eu afirmei com a cabeça.

Eu dei a desculpa de que teria que voltar para casa pois já teria que ir para casa. Já que o hospital não poderia se deixado assim. Os dois me elogiaram e Mary me deu um beijo antes de eu me retirar.

Assim que cheguei, peguei minhas malas que já estavam feitas e sair para ver Donghan sentado falando com minha irmã. Ele se levantou assim que me viu.

"Já estamos indo?" Afirmei.

"Já me despedir de todos, vem cá Jiyoon." Minha irmã me abraçou e se afastou.

"Iria sem me dizer tchau?" Me virei vendo Yuqi.

Abracei a mesma, pedindo que ela cuidasse de Jiyoon. Ela afirmou e assim eu sair com Donghan.

"Me desculpe dizer, mas sua noiva é irritante." Donghan disse assim que entramos no meu jatinho.

"E eu não sei." Falei. "Mas o que ela fez dessa vez?".

"Ela não parava de me perguntar se você estava falando com alguém, ela desconfia que você a traí." Eu suspirei me deitando na poltrona.

Eu fazia, mas ela nunca desconfiaria. Até porque, no nosso noivado eu nunca demonstrei, mas já havia me deitado com muitas mulheres.

"Ela é louca." Ele sorriu se deitando também.

Jennie Kim

"Você viu aquilo?" Miyeon chegou próxima de mim com um sorriso, apontando para Sowon.

"Sim, ela é muito boa."

Eu estava impressionada. As novatas estavam treinando conosco e elas eram realmente muito boas, não me surpreende que a própria diretora tenha as convidado para a escola e o time.

"Eu tô saíndo okay? Já bati minhas quatro horas de treino." Miyeon disse saindo.

"Que? Você tá aqui desde as três?" Ela afirmou. "Porque não me disse?".

"Ah, eu vim com a Shuhua, desculpa." Eu afirmei.

Ela saiu. E eu voltei a me exercitar.

"Ei Jennie, Yoongi te procura." Acenei com a cabeça para a Nayeon.

Resolvi ir até ele, a gente acabou não se vendo desde sábado. Já fazia três dias. Não que eu estivesse muito afim disso, mas eu não tinha muita escolha.

"Amor, eu tava atrás de você." Ele me puxou para um beijo. "Vamos lá em casa?"

Eu confirmei com a cabeça sendo puxado pela mão por ele.Fomos até a casa dele em silêncio, eu não sabia porquê, mas me sentia nervosa e com medo.

"Ei, vamos." Ele me chamou, então eu notei que já estávamos na porta da casa dele.

Desci do carro indo atrás dele, sentir suas mãos irem para minha cintura, sentir um arrepio me fazendo suspirar.

Assim que entramos ele já me empurrou me fazendo dá passos para trás.

"Yoongi, calma." Falei o vendo tirar a camiseta.

Ele não falou nada, apenas agarrou meu pescoço começando a deixar marcas, sentir minha garganta trancar ao sentir sua mão subindo minha saia.

"Vira." Fiz o que ele mandou logo encostando na parede.

Ele abaixou minha calcinha levantando minha saia, sentir ele entrar em mim e tampar minha boca com a mão.

"Hum-mm-..mm." Sentir as lágrimas descerem no rosto quando ele me penetrava com força.

"Qual a porra do seu problema?" Ele disse me empurrando e se afastando.

Encarei ele sem saber o que falar. Ele se virou pra mim vendo que eu chorava.

"Você nunca foi assim Jennie, que porra é essa?" Estremeci ao ver ele se aproximar.

Ele agarrou meu braço me fazendo ficar de pé, não tive chance de me mover, logo sentir as mãos dele envolverem minha cintura fazendo nossos corpos colados.

"Você não serve mais nem pra isso." Ele cuspiu as palavras me empurrando. "Com quem você está brincando? Se cansou de mim?".

"Yoon-ngi.." Gaguejei o vendo agarrar meu pescoço.

"Sua vadia, você acha que pode me descartar assim? EM?" Ele apertou meu pescoço logo me soltando, mas dando um tapa forte no meu rosto.

Sentir minha bochecha arder e um corte ser feito, pelo anel que ele usava.

"Você não vai me usar e me descartar assim, Jennie. Antes disso você morre." Ele disse andando até a escada. "Some daqui até que eu precise de novo."

Me levantei procurando minha roupa, me vestir enquanto chorava, eu não tinha pra onde ir. Jisoo chegaria apenas amanhã e Irene não gostaria de ver isso. Resolvi ficar em algum lugar até ter notícias de Jisoo, eu iria me abriga lá.


Notas Finais


Tô lutando!!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...