História Luz na escuridão - Kakasaku - Capítulo 17


Escrita por:

Postado
Categorias Naruto
Personagens Hinata Hyuuga, Jiraiya, Kakashi Hatake, Karin, Naruto Uzumaki, Orochimaru, Personagens Originais, Sakumo Hatake, Sakura Haruno, Sasuke Uchiha, Shikamaru Nara, Temari, Tsunade Senju, Yamato
Visualizações 76
Palavras 1.686
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Drama (Tragédia), Ecchi, Fantasia, Hentai, Luta, Violência

Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Espero que gostem e se divirtam

Capítulo 17 - Prioridades.


Fanfic / Fanfiction Luz na escuridão - Kakasaku - Capítulo 17 - Prioridades.

Sakura:

            Pela primeira vez em muito tempo dormi feito um bebê, sem sonhos e sem acordar nenhuma vez durante a noite. A claridade começou a incomodar um pouco. Virei de lado pra dormir mais um pouco quando eu sinto alguma coisa. Abro os olhos lentamente e me deparo com Kakashi-sensei dormindo ao meu lado sem camisa.

          O sol batia em seus cabelos dando um brilho sutil, parecia tão relaxado. Estava de costas pra mim, minha visão eram suas costas musculosas coberta de cicatrizes, segurei o impulso de passar a mão nelas... Até que minha ficha caiu.

AI MEU DEUS! Eu dormi com meu Sensei?! Com o coração acelerado e a respiração descompassada tentei me lembrar da noite anterior.

 

   - Acho que o dia mais feliz começou meio triste. Foi o dia em que escutamos as batidas do coração do bebê e a medica pensou que fossemos uma família. Eu nunca imaginei que poderia ter uma e só a idéia me encheu da mais pura felicidade. – Não cabia em mim de tantos sentimentos diante daquela revelação. - E o seu?

            - O meu? – Pensei bem e tinha plena certeza. – O dia que eu acordei em uma banheira e vi você tentando me dar banho sem ser invasivo. Era você de verdade e não um sonho, desde então todos os dias eu agradeço por ter me salvado.

Kakashi levantou do meu colo, ficou a poucos centímetros de mim. Um sensação estranha foi tomando conta do meu corpo, ele se aproximou e me beijou. Um beijo gentil e suave na bochecha. Sorriu, deitou ao meu lado. Nunca o vi tão relaxado.

- Você nunca tira essa máscara? – Fo uma pergunta retórica.

- Quem sabe um dia eu tire... – e dormiu.

Eu estava tão cansada e confortável que acabei dormindo ali mesmo.

Certo Sakura, você sabe que não aconteceu nada. Uma ultima checada não faz mal, faz? Levantei a coberta e dei uma espiada. Os dois vestidos, ótimo.  Kakashi se virou e ficou de frente pra mim, era tão sereno, tão bonito. Fiquei tentada a tirar aquela maldita mascara cirúrgica, mas não quero invadir ainda mais o espaço dele. Tudo tem seu tempo.

Estava tão confortável e aconchegante que voltei a dormir. Dessa vez sonhei, algo com mascaras, sorvetes e kakashi.

 

Kakashi:

 

Estava muito quente, o suor cobria meu corpo. Estava sufocado. Calor, muito quente. Então acordo em um emaranhado de pernas, braços e uma cabeleira rosa. Sakura estava agarrada em mim como um bebe koala fica em sua mãe.

Seu perfume suave me deixou embriagado. Como era doce o seu cheiro. Sua pele tão macia... Ok, preciso levantar antes que ela acorde e tomar um banho bem gelado. Tentei me mexer e ela apertou o abraço ainda mais. Meu Deus como ela é forte. Tenho que pensar em um jeito de sair daqui antes que ela quebre minhas costelas.

Com muito cuidado e em total silencio consegui me soltar daquela armadilha de fofura e dor. Peguei a toalha e fui tomar meu banho.

A água fria descendo pelo meu corpo fez com que eu conseguisse raciocinar. Ontem a noite eu contei meus maiores segredos a Sakura, abaixei totalmente a minha guarda. E, o mais importante, quase beijei a minha ex aluna. Fechei os olhos e lembrei daquele momento, nossos lábios tão próximos e nossos corações tão entregues.

- Merda, vou ter que ficar mais um tempo aqui.

Após uns quinze minutos sai do banho e quando eu fui pegar a toalha vi que havia pego a toalha de rosto. Ah que ótimo, vou ter que me vestir molhado mesmo.. De repente um barulho na porta e ela se abre.

-AAAAAAAH! KAKASHI-SENSEI!- Sakura abriu a porta com uma vontade que não deu tempo de gritar que tinha gente. No reflexo peguei a toalha e cobri o que estava exposto demais. – Pelo amor de Deus Kakashi! Por que está cobrindo o rosto e não o.. quer dizer, todo o resto? - Ela estava igual a um tomate, gaguejando e gesticulando para “todo o resto”.

- Prioridades Sakura. Por que ainda está aqui?

- Tem razão. Desculpa. – Disse saindo e fechando a porta.

 Por que não a convidou pra tomar um banho com você?

 O que diabos eu to pensando? Acho que preciso de ajuda. Minha vida ta uma bagunça.

.

.

.

.

.

Depois de me vestir adequadamente fui para cozinha preparar o café da manhã. Chegando lá vejo a mesa posta, torradas, ovos mexidos e um cheiro maravilhoso de café fresco. Sakura estava de costas, parecia nervosa.

- Er.. Sakura. – Ela deu um pulo. Estava vermelha. – Me desculpa por mais cedo. Eu deveria ter trancado a porta, é que nunca dividi meu quarto com ninguém antes.

Ela ficou muda, de envergonhada foi pra curiosa depois voltou pro tom tomate cereja. Parecia pensar no que iria dizer com muito cuidado. Isso me deixou muito nervoso. Será que ontem passei do limite? Será que ela está pensando em ir embora?

- Me desculpa, a culpa foi minha. Eu deveria ter batido na porta antes e não deveria ter dormido lá e tirado sua privacidade assim. – Me pareceu um pouquinho triste no final da frase.

- Não me entenda mal, mas nunca dormi tão bem quanto essa noite e eu acho que você também não.

- Não ta se achando não? – Agora estava claramente irritada. Ela ficava linda assim.

- Na verdade não, você que disse isso enquanto me esmagava. – Não agüentei e comecei a ri. Era incrível como aquela mulher conseguiu mudar minha vida. – Me desculpe, fui muito rude.

- Ta Tudo bem, acho que desisti de ficar com vergonha. Afinal acabei de ver meu antigo sensei nu, e por algum motivo ela achou que o mais importante era cobrir o rosto. – Senti minhas bochechas queimarem e como conseqüência ela gargalhou.

Conversamos e tomamos café da manhã em meio a risadas e piadas toscas. Até que ela parou, me analisou por uns segundos e disse:

- Kakashi, posso te fazer uma pergunta bem intima? – Era o quê?

- Claro que pode.

- Bem.. eu nunca te vi com uma namorada, você sempre foi bem reservado e hoje disse que nunca dividiu seu quarto com ninguém... – Ela mexia no cabelo desesperadamente e evitava me olhar. – Você já? Quer dizer.., já fez.. é..

- Sexo?- então fiz a única coisa que qualquer um faria nesse momento: ri.

- Ei! Não precisa debochar de mim assim. Foi uma dúvida ué. – Ela estava muito chateada.

- Me desculpa. É que você me pegou desprevenido.- Tão fofa. – E respondendo a sua pergunta Sakura, já. Só nunca estive em um relacionamento. Sexo casual e só. Não sou de passar a noite. – Não até agora.

- E elas viram seu rosto? – Ela estava com ciúmes?

- Sim. – Seu olhar ficou triste. – Mas logo se esqueciam dos detalhes, como se estivesse com a imagem embaçada.

- Por que? Qual o problema de mostrar o seu rosto?

- Sinceramente eu não sei. Comecei a usar essa máscara ainda criança. Meu pai disse que era necessário para proteger minha identidade, já que ele era um ninja famoso. Então eu fiquei com ela. Acho que só meus pais já me viram sem a máscara. -  Ela me encarava, parecia chateada e triste. Uma idéia me surge. – Sakura, só minha família pode ver meu rosto e segunda aquela médica nós somos uma família certo?

Ela fez que sim com a cabeça. Era isso, já contei todos os meus traumas e minha alegrias, esse era só mais um detalhes. Lentamente tirei o tecido que cobria metade da minha face.

 

 

Sakura:

            Seu rosto era perfeito. Como de um Deus grego, seus traços retos e definidos. Seus lábios levemente rosados e um pinta próxima a eles. Tão sensual, tão perfeito.

-Uau. – Foi o que consegui dizer. Inconscientemente juntei esse rosto perfeito com o resto que vi hoje mais cedo. – Uau.

- Sakura? – Ele estava sem graça, suas bochechas coradas o deixava ainda mais bonito.

- Alguém já te disse o quanto você é lindo? – Puta que pariu alguém cala a minha boca.

- HAHAHAHA. Obrigado e já. – Parou de sorrir e me olhou sério. – Você sabe o que isso significa não é?

- Que você é um metido exibicionista?

- Não sua bobinha. – Ele tocou meu queixo e uma corrente elétrica passou pelo meu corpo inteiro. – Isso significa que pra mim, independente da sua decisão sobre essa criança, somos uma família.

Isso me fez lembrar que hoje era o dia da consulta.Terminamos nosso café e fui me arrumar.

Enquanto caminhávamos em direção ao hospital encontramos Hinata e Hanabi fazendo compras e tive uma idéia brilhante.

- Oi Hinata! Tudo bem Hanabi? – As duas eram muito parecidas a não ser pelo jeito. Hinata era tímida e doce enquanto Hanabi era um furacão.

- Sakura! Oi kakashi- sensei. O que fazem por aqui?- Hinata nos olhava meio desconfiada.

- Sakura tem uma consulta com a Shizune hoje. – Kakashi olhava pra Hanabi, sinalizando para tomarmos cuidado pra não falar demais.

- Sakura está doente? – Perguntou Hanabi sem entender nada.

- Hanabi toma aqui, vai tomar um sorvete que já já te encontro. – A menina ficou tão contente que não fez mais perguntas. Saiu saltitando.

Caminhamos um tempo, os três em silencio. Quando chegamos a entrada do hospital comecei a por meu plano em ação.

- Kakashi você poderia me esperar aqui? Gostaria de ir acompanhada da Hinata. Se não houver problema é claro. – Ele pareceu um pouco chateado e ela surpresa.

- Sem problemas. Vou estar sentado naquele banco ali esperando.- Falou sem emoção alguma.

Quando já estava distante, puxei Hinata pra dentro do lugar. Ela era minha amiga e a única que sabia da minha situação. Como esperado ela não fez nenhuma pergunta, entramos na sala da shizune e nos sentamos.

- Bom dia Sakura, Hinata. – Pegou uma ficha na gaveta e voltou a me olhar. – Então, já sabe o que vamos fazer?

- Foi muito difícil decidir, meus sentimentos são conflitantes e sinceramente não sei se estou preparada para ser mãe. Esses últimos dias foram muito conturbados e surpreendentemente bons e é por isso que eu decidi que...


Notas Finais


Prioridades meus queridos...
O que será que Sakura decidiu?
Que plano é esse que envolve a Hinata?
E o mais importante, quais seriam as outras prioridades do Kakashi?


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...