1. Spirit Fanfics >
  2. Luz Na Escuridão - (AHDS Vol.1) >
  3. A Carta De Sol Para Jimin

História Luz Na Escuridão - (AHDS Vol.1) - Capítulo 13


Escrita por:


Notas do Autor


Oiii vim um pouquinho mais tarde hoje kkkkk
Espero que gostem! Eu simplesmente amei escrever esse capítulo! Espero que gostem de ler!
Boa leitura Caramelosss!!❤️❤️

Capítulo 13 - A Carta De Sol Para Jimin


Fanfic / Fanfiction Luz Na Escuridão - (AHDS Vol.1) - Capítulo 13 - A Carta De Sol Para Jimin



   Faz uma semana que resgatamos a London.

   Faz uma semana que a London virou a melhor amiga da Stella e da Brooke.

    Faz uma semana que o meu amor pela Stella aumentou muito.

    Faz uma semana que a Stella se afastou de mim.

    Não sei o que aconteceu, nem se aconteceu alguma coisa, talvez ela tenha apenas se cansado da minha companhia.

    Ela não fica mais sozinha comigo, e faz tudo para os outros não deixarem ela ficar sozinha comigo, ela recusa meus convites, e não me deixa aproximar para perguntar o que houve.

     Depois de três dias nisso, não a procurei mais, ficamos juntos entre amigos, mas nunca mais sozinhos, nunca mais como casal.

     Eu não a perturbei mais, daria tempo a ela, às vezes ela estava confusa.


Maria: Jimin? - ela pergunta por mim adentrando o quarto.

Jimin: Oi Maria. Precisa de alguma coisa?

Maria: Na verdade, nunca mais vi a Stella aqui.

Jimin: Ah... isso.

Maria: Vocês brigaram antes mesmo de começar a namorar?

Jimin: Para ser sincero com você... eu não sei. Não faço a menor ideia do que aconteceu.

Maria: E por que você não falou com ela?

Jimin: Acho que ela precisa de espaço.

     Maria revirou os olhos.

Maria: Vocês adolescentes complicam tudo, credo.

    Eu ri.

Maria: Ah! Já ia me esquecendo... antes da sua mãe viajar... quando ela... ela... - assenti abaixando a cabeça - ela me entregou isso, me disse para não contar para ninguém, e te entregar caso ela não voltasse. E... acho que você tem direito de ter isso.

     Avancei na carta com a maior educação que consegui. 

     Fiquei olhando o envelope, minha mãe tinha tocado ali, ela tinha escrito uma carta para mim, e pensei que todas as lembranças dela tinham sido perdidas.

Jimin: Obrigado Maria. - eu disse sorrindo.

Maria: Vou te deixar sozinho. Grite se precisar de alguma coisa.

     Eu assenti e esperei-a sair. 

     Assim que a porta fechou, olhei o lacre, ele exalava um doce aroma de jasmim, o favorito da minha mãe, virei o envelope mas não tinha escrito nada atrás, respirei fundo.

    Não sei se estava preparado para ler isso. Mas eu tinha que ler. 

     Rasguei o lacre e abri, tirei uma folha de papal dobrada, a desdobrei e comecei a ler.

  

     Oi meu amor, 

    Se você está lendo essa carta, significa que eu não voltei, não tenho palavras para pedir desculpas por ter te deixado sozinho com seu pai, ele é um homem difícil, você sabe disso. 

     Ainda bem que eu ouvi a minha intuição e não te trouxe comigo, se eu não voltei, significa que minha missão deu errado. Espero que me perdoe.

     Filho, há tantas coisas que eu gostaria de lhe falar, que eu queria ter tempo para te ensinar, você e eu sempre nos comunicamos com o mínimo de fala, e quero que saiba, você foi, e sempre será, a pessoa que eu mais amei na vida, o maior tesouro que eu tive.

      Se você está mal, ou deprimindo porque não voltei, não se preocupe, eu sempre estarei com você, nunca vou abandoná-lo, eu te amo demais para isso.

      Querido, eu sempre soube que você sempre foi apegado a mim, e temo que a minha partida poderia te arranjar problemas, e sei que você não conta com seu pai, e nem deve.

      Você é bom demais para esse mundo Jimin, é bom demais para ver que o problema não é você. E quero que depois de ler essa carta entenda algumas coisas e corra atrás do que quer.

     Não se cale, não se feche para o mundo, ele está cheio de coisas e pessoas maravilhosas, aproveite, se divirta, ame, quebre a cara, e ame de novo.

      Foi no momento que te escrevo essas linhas é que percebi que a vida é muito mais do que nosso próprio mundo, eu e você sempre tivemos e sempre teremos uma conexão única, e nosso próprio mundo, mas deixe outras pessoas entrarem.

       Sei que você se sente culpado por nunca ter me dito "eu te amo" e saiba, que eu não me importo, sempre soube que você me amava, dizer essas três palavrinhas não é fácil para você, e eu entendo,cada um tem seu jeito de amar, e esse era o seu.

     Corra atrás do que quer Jimin, ou de quem quer, não deixe a vida levar para longe as pessoas que ama, traga-as de volta, é você que faz seu destino, escolha com quem quer estar, e vá atras.

     Se a vida te fechar as portas, você arrombe elas, pule pela janela, ou faça um buraco na parede, mas nunca, nunca deixe de lutar.

     Lute por mim, lute por você e pela sua felicidade. Lute até seu último suspiro.

     Depois abra os olhos e enxergue além do que se pode ver.

      Conte comigo até depois da morte, e quando precisar, me encontre no espaço entre nós, onde os dois mundos se encontram, lembre-se que eu te amo, meu filho.

      Olhe para dentro Jimin, e lembre-se de quem você é.

          Da sua mãe com mais amor do que poderia caber em mim, Sol. 

               

     Eu não tenho certeza em que momento comecei a chorar, minha mãe sabia mesmo falar comigo, e... e mais nada... não tem mais o que dizer... como ela sabia o que se passava comigo... o jeito que ela me falava... eu sabia o que fazer.

      Obrigado mãe. Você realmente é o Sol da minha vida. 

      De repente meu celular zuniu e pulei de susto.

  

Brooke: Taehyung e eu estamos aqui do lado de fora da sua casa, queremos te explicar por que a Stella se afastou de você. Pode vir conversar?


    Desço as escadas em uma velocidade que teria provocado um ataque cardíaco na Maria, e abri a porta, abracei Brooke, e depois Taehyung.

Jimin: Por que vieram me contar? Vocês sabem? Por que não me disseram antes??

Brooke: Desculpa Jimin, a Stella me fez prometer que não te contaria, mas eu não consigo ver vocês dois sofrendo. 

Taehyung: Ela me contou o que aconteceu faz exatamente 5min. - Tae disse parecendo chateado.

Brooke: Desculpe Taetae... eu não podia.

Jimin: Enfim qual é o motivo?

    Brooke hesitou.

Brooke: Na noite que resgatamos a London, Jack foi falar com ela.

Jimin: Por isso ela falou de um jeito estranho comigo...

Brooke: Provavelmente, depois disso, ele foi na casa dela, conversou com a mãe dela, e a mãe dela pediu para ela fazer sala para ele, ela se sentou no sofá o mais longe que pôde, mas ele se aproximou e ficou fazendo graça, lembrando-a daquela noite, passando a mão na perna dela, e disse que se não se afastasse de você, ele iria fazer aquilo com ela de novo.

Jimin: Eu não sei explicar o tamanho da raiva que eu estou sentindo nesse momento, por isso ela se afastou de mim...

       Brooke assentiu.

Brooke: Desculpa não ter dito antes... mas ela tinha me feito prometer.

Jimin: Não tem problema Brooke, eu entendo, obrigado por terem vindo, agora eu sei exatamente o que fazer.

Taehyung: O que?


        "Corra atrás do que quer Jimin, ou de quem quer, não deixe a vida levar para longe as pessoas que ama"

         "Quando eu pedi passagem e ela cedeu eu me vi no meio do beijo mais lindo, doce e singelo do mundo."

        "Esse cara não vai chegar perto de você. Eu te prometo. Não vai te acontecer nada, eu não vou deixar."

        "Obrigado por ter ido falar comigo aquela noite, por mesmo depois de eu ter sido chato com você, você não desistiu de mim."

      "Eu sou louco por ela, Maria..."


Taehyung: Jimin? - ele perguntou balançando a mão na minha frente.

Jimin: Vocês vão ver... é o momento perfeito, meu pai vai viajar a trabalho. 

Brooke: Jimin acho que você não está falando coisa com coisa não...

Jimin: Você me ajuda Brooke?? - eu pergunto pegando-a pelos ombros.

Brooke: Ajudo mas... o que é que eu tenho que fazer?

Jimin: Garanta que a Stella não tenha nada para fazer amanhã. 

   Brooke me olhou como se eu fosse um doido.

Taehyung: Pretende trazê-la?

Jimin: Sim.

Taehyung: Acha mesmo que ela vai vir?

      Eu não tinha pensado nisso...

Taehyung: Deixa comigo. 

Jimin: Obrigado amigo - eu disse o abraçando - e obrigado você, minha nova amiga - Brooke sorriu e eu a abracei.

Brooke: Imagina meu futuro cunhadinho! - eu ri.

Jimin: acho melhor eu entrar, tenho que preparar a surpresa. 

Taehyung: Vai lá - ele disse sorrindo passando o braço por detrás do ombro da Brooke e se virou para ir. - qualquer coisa liga hein?

     Eu assenti sorrindo e voltei para dentro. E comecei a preparar a surpresa.

    Ela não perde por esperar.



Notas Finais


A Fanfic do Jhope tá criada, vão lá olhar a sinopse para ver se é do gosto de vocês!

Link: https://www.spiritfanfiction.com/historia/my-sunflower-20079147

O trailer de "My SunFlower" sai hoje às 19:00.
Beijosssss amo vcsss!!!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...