História Mà lady dangereuse - Capítulo 33


Escrita por: ~

Postado
Categorias Miraculous: Tales of Ladybug & Cat Noir (Miraculous Ladybug)
Personagens Adrien Agreste (Cat Noir), Alya, Chloé Bourgeois, Félix, Gabriel Agreste, Hawk Moth, Marinette Dupain-Cheng (Ladybug), Nathanaël, Nino, Personagens Originais, Plagg, Sabine Cheng, Tikki, Tom Dupain
Tags Ladynoir, Miraculous, Romance, Sangue, Vampiro
Visualizações 150
Palavras 896
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Drama (Tragédia), Ecchi, Hentai, Luta, Mistério, Misticismo, Romance e Novela, Sobrenatural, Suspense, Universo Alternativo
Avisos: Adultério, Álcool, Estupro, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


FOI EM MENOS DE UM MES KSKSKS! Espero que gostem!

Capítulo 33 - A queda de uma pilastra, nova realidade


Fanfic / Fanfiction Mà lady dangereuse - Capítulo 33 - A queda de uma pilastra, nova realidade

Marinette caiu no chão, fraca e quase inerte, Adrien a colocou no colo, percebendo algo que não havia o agradado nada... A azulada estava com uma coloração mais pálida que o normal... E suas presas... Suas presas não estavam mais ali, e sim dentes de uma pessoa normal. Seus cabelos azulados, agora grisalho, a cada segundo parecia que envelhecia anos.

- M-my lady...- A mesma abriu os olhos, enxergava embaçado, mas mesmo assim...

- Chaton... Sei que o que eu vou te pedir vai ser impossível... Mas cuida do Louis para mim... Acho que... Vou passar dessa para...- Deu uma risada fraca, já com os olhos marejados.- Eu não queria contar... Mas estava vindo mesmo mais dois gatinhos... Gêmeos...- O gato ouvia cada palavra com atenção e principalmente dor de ouvi-las. Um beijo, ele a beijou com sofreguidão, e ela fechou os olhos e mais nenhum movimento vindo dela havia mais. Ela se foi.

Ele se transformou em Chat, fechou os olhos que ainda escorriam lágrimas de sofrimento... E de ódio.

- Cataclysm!

☆ ☆ ☆ ☆ ☆ ☆ ☆ ☆

(Adrien ON)

Eu estava la... Naquele lugar sombrio, chamado purgatório, e lá estava os dois. Marinette no colo de meu irmão... Lord.

A raiva era notável em meus olhos, e o semblante de Lord era parcialmente feliz. Aquilo me irritava mais que tudo.

Eu corri até ele que havia sumido, ele estava brincando comigo como todas as vezes.

- CHEGA!- Gritei grossamente, e quando vi, toda a névoa ou seja lá o que for, se abaixou. Vi Lord entrando naquela mansão, eu estava cansado! Cansado de tudo o que havia acontecido! Com apenas vinte anos! Eu morri! Desde os quatorze anos eu estava nessa luta! E tudo pelo amor! E se nós morremos por amor... Podemos ser salvas pelo ódio.

Senti em minhas mãos o cataclismo! Eu sequei aquela mansão escrota! Que logo que prestei atenção, era a minha casa... Ou melhor, minha antiga casa. Mansão Agreste. Vi ela se despedaçar inteira, e no meio dos destroços la estava os dois, eu dei um soco na cara de Lord, destruindo todo aquele mundo, ou dimensão.

Ele me olhou com um olhar mortal, revelando sua face demoníaca, onde eu apenas dei uma cabeçada forte.

(Adrien OFF)

- De todas as pegadinhas que você fez comigo... Eu aprendi uma coisa! Foda-se tudo! Foda-se minha vida! Foda-se você!- Lord o chutou para longe e o mesmo deslizou para trás, Lord riu cinicamente, os cabelos agora brancos estavam por cima dos olhos, ele os tirou e falou.

- Uau! Parece que meu irmãozinho está zangado.- Lord riu, Adrien suspirou e apenas andou até ele.

- Eu estou muito puto, mas como todas as vezes que tive medo de você... Eu aprendi outra coisa.- Adrien segurou Lord e o beijou, um beijo fora de contesto, Lord arregalou os olhos e o empurrou.

- C-como?

- Lord...- Foi a vez de Adrien rir, o loiro o empurrou, socando a cara de Lord que estava todo ensanguentado.- A minha energia vital é apenas minha! E eu a tomei se volta.- Chutava Lord que estava se defendendo, porém cada vez mais fraco, por culpa de Adrien, seus sentimentos eram puros, e seu ódio e amor misturados o tiravam não apenas a força vital do próprio Adrien, mas como de Lord também.- Acabou para você, demônio.

- Não negue! Você também é um! Maninho. Eu sempre estarei com você.- Lord virou pó, e Adrien estava preso naquele mundo.

Correu até Marinette que estava deitada em uma cama de lençóis cor de vinho.

- My Lady!!!- A balançou, a mesma não reagia. Uma mão tocou o ombro de Adrien que se virou rapidamente.

- Ela não irá acordar... Adrien.

- Quem é você? E por que ela não vai acordar? Já não estamos mortos?

- Na verdade... Essa é a Marinette e eu sou Bridgett, sou o espírito que vivia em harmonia com o espírito de Marinette. Eu posso... Ajudar vocês... A ficarem juntos! Em troca de sua alma de vampiro, eu posso traze-los de volta a vida! Mas não se lembrarão de nada sobre seus irmãos, ou desse lugar, ou de seu filho, nem ao menos de que um dia foram vampiros... Aceita?

- Eu...- Olhou para o chão... "por Marinette..."- Aceito.

☆ ☆ ☆ ☆ ☆ ☆ ☆ ☆ ☆

Algum tempo depois...

- Amor?

- Sim?- Respondeu Ladybug com um sorriso.

- Eu estava pensando em umas coisas...

- Hum... O que?- Perguntou agora olhando a vista.

- Percebeu que algo não faz sentido? Eu não lembro de nada... Tipo... Dos meus 14 anos até agora...

-... Pensando bem... Eu também não...- Ambos se olharam.- Chat... O que aconteceu?

- Me pergunto a mesma coisa... E Hawk Moth nunca mais atacou... Nunca mais vimos Alya e Nino...

- Acho que os kwamis devem saber... Não acha? Não custa perguntar a eles!- Falou a azulada com um semblante um tanto sério...

- Custa... Custa uma caixa de camembert.- Ambos riram.

☆ ☆ ☆ ☆ ☆ ☆ ☆ ☆ ☆

Após voltarem para sua casa, Ladybug se destransformou e correu para o banheiro, dando tempo apenas de chegar até o vaso sanitário e vomitar.

- ... My Lady? Tudo bem? O que aconteceu?

-... Eu não sei... Eu não estava sentindo isso antes... Estava?

- Ok... Quando terminar... Vamos falar com os kwamis...

  - O-ok...- Falou ela mal.


Notas Finais


E ai? Gostaram? Querem que eu continue?

Enfim! Agora está no final! * - *


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...