1. Spirit Fanfics >
  2. Mad Man >
  3. Motivo

História Mad Man - Capítulo 7


Escrita por:


Capítulo 7 - Motivo




             " Ele pode pensar que sou

            estranha mas eu não consigo

            evitar, me apaixonei por ele. "



Passei a aula inteira preocupada com Sasuke, ele nem sequer abriu seu caderno para copiar nada, só ficou sentando daquele jeito a aula toda. Ele parecia cansado e as vezes se mexia mas não olhava pra mim e todos da sala perceberam seus machucados, uns cochichavam e outros só o olhava com pena ou desgosto. Eu não sabia se ele estava sentindo dor ou não mas estava muito preocupada. 

Eu tinha esquecido de seu obento então só trouxe o meu é me culpei por aquilo. Quando as aulas passaram e o sinal tocou, ele pegou sua mochila e saiu apressado, tanto que até o perdi de vista. Hinata também tinha visto seu estado e ficou preocupada também... pobre Sasuke, o que estava acontecendo com ele? Algum problema na rua? Ou em casa? Eu não sabia. 

Eu e Hinata procuramos ele por todo o colégio e depois de um tempo encontramos ele sentado de baixo daquela árvore. Com a cabeça baixa ele parecia pensar e estar longe, decidi só eu ir até ele para tentar ajudá-lo e Hinata só ficou longe observando. Me aproximei e ele estava com fome e por isso não ouviu eu me aproximar, me sentei e ele me olhou por um segundo e depois suspirou cansado tirando os fones. 

- Que porra você quer aqui, Sakura? - Perguntou irritado 

-  Sasuke, o que está acontecendo com você? Por que está machucado de novo?  - Ele nada respondeu  -  Me responde, agora! Eu sou sua amiga e quero saber o que está acontecendo com você! 

- Você não é porra nenhuma minha! - Gritou bravo  -  E não é da sua conta o que se passa na merda da minha vida! Sai daqui, Sakura. 

-  Eu vou, mas me conta o que está acontecendo, uma hora você vai morrer de tão machucado que vai estar!  - Pedi E mais uma vez ele não falou nada, só ficou com aquela cara de irritado  -  Sasuke, você está conectado com alguma gangue? Ou arranja briga na rua? 

- Vai embora, Sakura. Eu quero ficar sozinho, por favor... - Pediu com a cabeça abaixada 

-  Sasuke, eu só vou embora se você me contar o que está acontecendo, eu deixo você em paz depois. Se você não me contar eu vou até o diretor falar que tem algo de errado acontecendo com sua vida.

-  NÃO! - Gritou desesperando e eu fiquei confuaa  -  Por favor, nao fala nada... 

-Então me conta quem está te machucando! 

Ele nada falou. Sasuke parecia nervoso e não parava de suar frio, ele nao tirava a mao de seu pulso ate eu notar algo estranho. Ele estava com uma blusa de frio mas ela estava suja com algo vemtelhor. Sem pedir e puxei a manga prs cima rápido o bastante para Sasuke não me impedir. Foi rápido mas eu pude ver sua pele queimada e sangrando, ele se afastou e puxou a manga para baixo. 

Mas o que era aquilo... por que ele estava daquele jeito? Quem fez isso? A minha vontade era de abraca-lo mas também queria correr até o diretor e contar tudo aquilo para ele. Sasuke me olhou com uma cara assustada e eu me levantei, por consequência ele segurou meu braço impedindo que eu saísse de onde estava. 

-  É o meu pai... meu pai que faz isso...  -  Falou com os olhos cheios de lágrimas  - Não conte isso pra ninguem, eu só vou piorar... 


Ver ele naquele estado me deixou com o coração doido mas com uma mente confusa, como um pai faz isso com um filho? E por que ele faz isso com Sasuke? 

-  Sasuke, por que seu pai faz isso? Você sabe que é errado, não sabe? -  Perguntei e ele começou a chorar 

Me sentei e Sasuke fez o mesmo encostando sua cabeça em meu peito enquanto abraçava minhas costas, ele chorava e eu sentia sua lágrimas me molhando, minha garganta se fechou e tudo que eu consegui fazer foi acariciar a cabeça dele até se acalmar. Depois de um tempo ele ficou quieto e conseguiu ficar calmo e então se afastou de mim limpando os olhos. 

-  O seu pai vai acabar te matando uma hora, Sasuke... você tem que fazer algo, não pode viver assim. - Falei e ele riu ironicamente 

- É...? O que eu vou fazer? Eu sou de maior, moro num bairro de merda e ninguém quer me dar emprego, como acha que eu conseguiria me sustentar? E o meu pai? Ele seria preso mas solto no final, eu ficaria pior sem ele. Pelo menos ele me alimenta e eu tenho um teto onde ficar.   -  Falou suspirando alto  

-  Isso não é verdade, minha mãe pode te ajudar. Você não pode continuar lá, para o seu próprio bem. -  Falei preocupada 

- Sakura, não se preocupe. Eu não sou uma menina, consigo aguentar uns socos do meu pai bêbado.  - Falou sorrindo no final e eu neguei com a cabeça 

Aquilo era errado. 

- Eu... Eu posso ir na sua casa hoje? - Pediu triste, fiquei surpresa com aquele pedido, eu trabalharia mas não me importo dele na minha casa  -  Eu sei que você trabalha mas, eu só preciso dormir um pouco, sei lá. Não consigo fazer isso na minha casa. 

Fiquei triste por aquele pedido e por isso deixei ele ir, no final da aula ele me acompanharia até em casa. Estava preocupada com sua situação, como um pai pode bater no próprio filho e até queima-lo? Ok, isso é estranho e muito difícil e Sasuke precisa de algum jeito sair dessa. Passei o intervalo inteiro tentando conforta-lo de alguma forma.  

O sinal tocou e nos levantamos de lá, Hinata ainda me esperava e eu dei uma olhada de tipo "Não fala nada" e ela entendeu. Mas últimas aulas ele copiou um pouco do dever e Naruto não tinha aparecido na sala, bom pra Hinata que não teria que encara-lo. Assim que o sinal tocou nós catamos nossas coisas, Hinata iria embora de carro e por isso não nos acompanhou. 

Nós dois fomos o caminho inteiro em silêncio, mas acho que não era preciso falar nada. Eu estava seriamente pensando em faltar o trabalho para ficar com Sasuke mas não sabia se era uma boa ideia pra mim, se minha mãe soubesse ela com certeza me mataria. 

- Com licença... - Sasuke falou entrando e eu sorri 

Sorte que a casa estava arrumada. Ele tirou a mochila e eu peguei e o chamei até meu quarto. Entramos e coloquei sua mochila perto do armário onde não atrapalharia e coloquei a minha também. 

-  Sasuke, eu vou buscar um kit de primeiros socorros, fique a vontade. - Falei e ele assentiu se sentando na cama 

Fui até a cozinha e peguei o kit em cima da geladeira, lá tinha tudo que eu precisava para cuidar de Sasuke. Quando entrei no meu quarto vi ele em pé olhando algumas fotos minha quando criança com minha mãe e tossi tentando chamar sua atenção e ele ficou todo constrangido. 

- Ah, desculpa ficar bisbilhotando... suas fotos são bonitas. - Falou e eu sorri 

Foi então que me aproximei dele e sentir um fedor, não era bom, ele fedia a suor e sangue e isso embrulho meu estômago por um segundo. Ele notou minha cara e ficou confuso. 

- Sasuke, você precisa de um banho. - Falei e ele negou com a cabeça


                        •••


Depois de um bom tempo tentando convence-lo de tomar banho ele aceitou, mas especificamente eu ajudaria no banho. Ele demorou para deixar mas eu garanti que não tinha problema e que ele poderia ficar na banheira de calção, Sasuke é um rapaz muito tímido e demorou mas no fim eu consegui fazer ele aceitar. Como na minha casa só tinha calcinhas e nenhuma cueca eu falei para ele molhar o calcao e eu daria alguma bermuda velha minha. 

-  Isso é constrangedor... - Ele falou enquanto eu esfregava suas costas e eu ri 

Não era só o rosto e braço dele que estavam ruins e sim o corpo todo, seu corte, as costas estavam muito roxas e eu tinha cuidado para não machuca-lo mais ainda. As coxas dele e o abdômen também estavam péssimos, com o corpo dele quase nu ali eu percebi como ele era magro... aquilo machucavam meu coração. 

Lavei seu cabelo pois estava precisando e tomei cuidado com seus braços machucados. Por fim peguei uma toalha e o ajudei a se secar, fui até meu guarda roupas e peguei uma calça moletom minha que ficava muito grande em mim, e não, não era de bichinhos, era normal, da cor cinza. 

Peguei uma camiseta velha minha também e como a cueca de Sasuke já estava no banheiro eu só joguei aquelas roupas lá e ele agradeceu. 2 minutos depois ele saiu já vestido, aquelas roupas nem pareciam minhas, serviram bem nele. 

-Obrigada, Sakura. Eu estava precisando desse banho, eu acho... - Falou agradecendo e se sentou ao meu lado na cama 

- Tudo bem, deixa eu cuidar das suas feridas agora. 

Peguei a caixinha e comecei, passei pomada em seus roxos e e coloquei gaze com esparadrapo em alguns machucados do rosto que precisavam. Em sua queimadura eu passei um líquido antisséptico e cicatrizante e os curativos. Também dei um comprimido para dor e ele tomou sem contestar. 

- Você deve estar cansado né... - Ele assentiu  -  Bom, vamos comer alguma coisa e eu arruma a cama para você. 

Ele estava quieto demais, provavelmente estava triste com sua propria vida. Descemos e eu preparei dois sanduíches e como tinha suco de limão que minha mãe tinha feito, ele comeu, na verdade ele comeu dois sanduíches e uma maçã, depois pareceu satisfeito. Voltamos para meu quarto e eu arrumei um colchão para mim no chão e a cama para Sasuke, queria que ele estivesse o mais confortável possível. 

- Sakura, não, eu posso ficar no chão. A cama é sua, você que tem que deitar nele! - Ele falou tentando me impedir 

- Sasuke, eu gosto de dormir no chão, você está machucado, quero que fique na cama. -  Falei 

Ele continuou a insistir mas no final ele ficou com a minha cama. Eu não iria trabalhar e minha mãe não chegaria tão cedo, por isso não me preocupei. Mesmo que eu estivesse no chão e não pudesse ver ele, sabia que estava chorando. Escutava suas cunhadas e me senti triste por isso mas não fiz nada, era melhor ele ficar um pouco sozinho. 

Depois de alguns segundos eu acabei adormecendo. 


Notas Finais


E está aí o pq dos machucados do nosso Sasuke, espero que tenham gostado

Favoritem e comentem se quiserem ❤


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...