História Mad World 2. (Riverdale) - Capítulo 6


Escrita por:

Postado
Categorias Elle Fanning, One Direction, Riverdale
Personagens Antoinette "Toni" Topaz, Cheryl Blossom, Elizabeth "Betty" Cooper, Elle Fanning, Forsythe Pendleton "Jughead" Jones III, Harry Styles, Kevin Keller, Louis Tomlinson, Personagens Originais, Sierra McCoy, Veronica "Ronnie" Lodge, Zayn Malik
Tags Riverdale
Visualizações 27
Palavras 1.245
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Comédia, Drama (Tragédia), Famí­lia, Festa, LGBT, Luta, Mistério, Musical (Songfic), Violência
Avisos: Adultério, Álcool, Bissexualidade, Drogas, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 6 - Barraca do beijo.


Fanfic / Fanfiction Mad World 2. (Riverdale) - Capítulo 6 - Barraca do beijo.

Depois que o ensaio acabou, eu fui pra casa com os meninos.

Harry:— Aurora, posso te perguntar uma coisa? — Ele pergunta sério e eu já estranho. Era difícil ver aquela seriedade estampada no rosto do Stiles.

— Claro. — O respondi caminhando do seu lado, saindo do estacionamento do prédio e começando a subir as escadas. — O que foi? 

Harry:— Não é certeza, mas se a Beatrice quiser passar um tempo no apartamento, com a gente, ela pode? — Ele me olha ainda sério.

— Que tipo de pergunta é essa doido? Claro que pode! Nosso apartamento é que nem coração de mãe, sempre cabe mais um. — Falei rindo fraco.

Harry:— To ligado. — Ele também ri.

— Mas... Ela está bem? — Perguntei o olhando. — Hoje ela só ficou ouvindo música, aí eu pensei que ela queria ficar mais na dela e não incomodei.

Harry:— É... Ela vai ficar bem, só está passando por alguns problemas, coisas dela sabe. — Ele fala coçando a nuca.

— Ah entendi... Que bom que ela dividiu isso com você então e que estão se dando bem. — Falei sorrindo e logo chegamos no apartamento.

Harry:— Zayn, seu apressado! Nem espera a gente. — Fala vendo o mesmo no sofá.

Zayn:— Hoje é a próxima etapa, hoje é o último dia do Hot dog aqui e vamos ter que falar as regras. — Ele fala memorizando.

— Estão realmente determinados em. — Falei amolando os mesmos. — Vão se sair bem meninos. — Falei sorrindo e logo segui para o meu quarto, me troquei e passei novamente pela sala.

Zayn:— Onde você vai? — Ele pergunta ainda no sofá.

— Na oficina dos Mospheraturan. — Falei e logo acenei para eles. — Tchau Hot dog. — Fiz um breve carinho no mesmo, já que ele iria embora. 

Saí do apartamento deixando os dois lá com o cachorro, Katie e Louis ainda não estavam em casa.

{•••} 

— Alec? — Vejo o mesmo deitado encima de uma moto, usando óculos escuros.

Ele finge que estava roncando.

— Nossa, super me convenceu que está dormindo em. — Falei rindo e ele também ri.

Alec:— Chega mais. — Ele me chama, enquanto se ajeitava encima da moto. 

— Toma. — Entreguei uma sacola do Pop's para ele.

Alec:— MilkShake? — Ele me olha sorrindo.

— Pode ser besta, mas... — Me sentei do seu lado, me apoiando na moto. — Eu já vi em um filme, que quando melhores amigos brigam, se ele te der um sorvete, você deve perdoar ele.

Alec:— Hum... Barraca do beijo, né? — Ele me olha ainda sorrindo. — Seu favorito? 

— É... Um dos meus favoritos. — Retribui o sorriso.

Alec:— Certo, mas com sorvete ou sem sorvete você já estava perdoada. Eu estava mais bravo é com o Chris, chateado sabe... Você só quis checar tudo antes, por isso acabou nem me falando nada, mas eu entendi o seu lado e... Valeu pelo MilkShake, tava precisando mesmo de algo para me refrescar. — Ele fala todo sorridente, pegando o MilkShake.

— Sabia que ia entender, é bom ter você de volta! — O abracei.

Alec:— Deu tempo de sentir a minha falta? — Ele pergunta rindo fraco retribuindo.

— Lógico! Você é o Alec, por isso não sabe como é ficar sem um Alec e acredite... Não é bom ficar sem um Alec. — Falei um olhando e ele fica rindo. — O que? 

Alec:— Foi engraçado. — Ele toma mais um pouco do MilkShake. — E eu também senti a sua falta.

Sorri como resposta.

— Cadê o seu pai? — Olhei envolta.

Alec:— Saiu para comprar algumas peças que estão faltando. — Ele fala apontando para um carro.

— Hum... Entendi, e o Brutus? Faz tempo que não brinco com ele sabe. — Me levantei.

Alec:— Lá dentro, vai lá. — Ele aponta.

— Tá bom, tchau. — Caminhei para dentro da sua casa, mas logo voltei.

Alec:— Já foi? Tão rápido assim? — Ele fala rindo.

— Não, nem fui ainda. É que... — Me sentei novamente do seu lado.

Alec:— Aprontou né? 

— Eu não vim sozinha, tinha mais uma pessoa querendo falar com você, não fica bravo, te amo e ele também trouxe sorvete, se resolvam e fui. — Saí rapidinho dali ao ver Chris se aproximando.

Alec:— Aí meu Deus, eu devia ter imaginado... — Ouço o mesmo falar e quando o olho ele fez sinal de negação com a cabeça.

Entrei e passei a mão em Brutus. Um Pitt bull que era bem dócil e fofo. Assim que saí da área da casa do Alec, vi ele e Chris sorrindo, torcia para eles realmente estarem fazendo as pazes, quando Alec olhou pra mim, acenei e segui andando pela calçada. 

Andava distraída até ver Penny e o Senhor Alcântara juntos. Mas ela estava disfarçada, usando uma peruca, escondendo seu cabelo loiro. Eles já terem tido um caso no passado, tornava estranho a aproximação repentina deles.


Enquanto isso, outro casal se acertava.

Alec:— Então entrou na onda da Aurora? — Fala rindo com outro milkshake.

Chris:— É... Eu aderi a ideia. — Ele diz sorrindo.

Alec:— É... Você também sumiu. — Fala o olhando.

Chris:— Alec, você é o único na minha vida. O que você me falou aquele dia, pode ter certeza que é recíproco. — Fala olhando nos olhos do mesmo. — Eu sumi, porque estava tentando resolver as coisas com o Hugo, ele não aceitou o nosso término e sempre faz de tudo para atrapalhar a minha vida, ele acha que eu pertenço á ele, por já ter ajudado os meus pais com dinheiro, como se ele tivesse me comprado ou feito uma troca com eles. — Suspira. — Mas nós não temos nada.

Alec:— Nossa, ele precisa urgentemente de um choque de realidade, comprar alguém é crise, a escravidão já acabou, não sei como ainda existe pessoas com esse pensamento. — Fala fazendo sinal de negação com a cabeça.

Chris:— Concordo, o mais difícil é lidar com pessoas assim. — Fala olhando para um ponto fixo.

Alec:— Batalhas não são tão ruins quando se tem alguém do lado. — Fala pegando na mão de Chris. — Eu acredito em você. — Fala sorrindo e Chris se aproxima o beijando.

Naquela parte da cidade, o clima estava bom, de reconciliações, mas em outras partes como a mansão dos Chermont... Só havia desconfiança.

Louise:— Oi princesas. — Sorri falando com as filhas após chegar em casa.

Rebecca:— Mamãe! — Saí do colo da irmã e corre até a mesma e a abraça. Rebecca era a irmã mais nova de Beverly, a baixinha tinha apenas 5 anos.

Louise:— Oi meu amor. — Retribui o abraço.

Beverly:— Rebecca, vai brincar lá fora agora. — Fala sorrindo. — Eu já estou indo.

Rebecca:— Tá bom irmã. — Saí correndo pela mansão.

Louise:— Algo de errado Beverly? — Pergunta olhando para a mesma.

Beverly:— Não sei... Tem algo de errado mamãe? Algo que queira me contar? — Pergunta se aproximando.

Louise:— Tipo? — Questiona não entendendo o rumo daquela conversa ou apenas fingindo.

Beverly:— Não sei, me fala você. — A olha séria.

Louise:— Não tem nada de errado, eu apenas estou vendo outros lados da vida, mas do mesmo jeito que você faz coisas e prefere guardar só pra você, eu também prefiro. — Fala sorrindo passando do lado da filha que fica ainda mais desconfiada.





Notas Finais


Até o próximo❤


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...