História Madness Accepted - Capítulo 2


Escrita por: ~

Postado
Categorias Melanie Martinez
Personagens Melanie Martinez, Personagens Originais
Tags Alphabet Boy, Basic Bitch, Blue Boy, Cry Baby, Dollhouse, Mad Hatter
Visualizações 7
Palavras 1.316
Terminada Não
LIVRE PARA TODOS OS PÚBLICOS
Gêneros: Aventura, Drama (Tragédia), Fantasia, Mistério, Romance e Novela
Avisos: Álcool, Drogas, Linguagem Imprópria, Mutilação, Suicídio, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


• [💕] Olá gente! Tudo bom?

•=•=•=•

• [💘] Então cá estou eu com essa fanfic maravilhosa! (Ke)

• [🌷] Ah! Me desculpem pela demora pra atualiza-la...

•=•=•=•

• Mas então, vamos ler? 💕✨

Capítulo 2 - E-Eu fiz isso?!


Fanfic / Fanfiction Madness Accepted - Capítulo 2 - E-Eu fiz isso?!

Cry Baby | Sua casa...

Logo após que eu disse que aceitava minha loucura, minha vista ficou escura e antes mesmo de eu piscar eu estava em casa, meu despertador tocava e eu estava confusa, isso não pode ter sido só um sonho, pareceu tão... Real!

Após um tempo tentando entender o que havia acontecido, decido me levantar, vou ao meu banheiro e então faço minhas higienes diárias, porém, assim que olhei-me no espelho, vi que eu estava completamente diferente, meus cabelos estavam divididos, um lado dele estava cinza, enquanto o outro estava preto e meus olhos, estavam negros assim com o das Demon Eyes, o que pode ter acontecido comigo!?

Saí do meu banheiro assustada e então a primeira coisa que vejo é minha cama arrumada e com um vestido rosa e uma caixa logo acima dela. Curiosa, abro a caixa e dentro dela, lá estava a faca rosa... Afinal, aquilo não foi um sonho, bem, nem tudo.

Por algum motivo eu me sinto obrigada a vestir o vestido e guardar a faca comigo, porém assim que olho novamente para a caixa, ela havia desaparecido e eu tenho quase certeza de que ninguém a pegou...

— “Cry Baby? Que faz aqui? Ande! Vá já para escola!” — Diz mamãe e eu percebo que eu realmente estou atrasada!

— “Mãe! Você não percebeu nada de estranho em mim?” — Falo me referindo aos cabelos e olhos diferentes.

— “Você está maluca garota? Ande já!” — Hã? Como assim ela não percebeu? O que a de errado com ela? Ela só pode está bêbada de novo...

Saindo de casa...

Assim que terminei de me arrumar, saí de casa, eu estava me sentido muito estranha, acho que deve ser por causa do cabelo e dos olhos... Espero que os outros não percebam...

Assim que chego na escola, vejo que os portões não haviam sido abertos ainda, então me sento em um banco logo ao lado dele. Assim que olho para baixo vejo que há uma poça de água, ela refletia a minha imagem, que estava normal, eu achei estranho, até por que a dois minutos atrás eu tinha olhos negros e cabelos divididos e agora eles sumiram! O que será que está havendo? Porém assim que alguém pisa na água, a água fica agitada, então me refletindo do jeito diferente. Eu estava muito confusa, mas logo esqueço isso, devido ao sinal que acabava de ser tocado.

— “Ora, ora, ora, olha o que temos aqui garotas, uma bebê chorona!” — Dizia Beth Anne, a vadia da escola.

— “Olá Basic Bitch! Como anda todos os seus namorados?” — Digo e vejo que suas amigas querem rir, porém elas se seguram.

— “A-Ahrg... Eles vão bem e os seus? Ah é! Você não tem nem um...” — Suas amigas ficam logo supresas com sua resposta.

— “Eu não preciso disso, tenho coisas melhores para fazer, aliás, pelo menos eu não fico com eles só pra ganhar o status de puta da escola...” — Beth logo fica sem palavras e então revira o olhar evitando me olhar, enquanto suas amigas gargalhavam de sua cara.

— “Calem a boca! Deixem essa bebê sozinha!”

Logo depois dessa mini-discussão fomos todos para a sala de aula, porém assim que cheguei na sala eu vi que o chão estava extremamente limpo, dava até para ver meu reflexo, o que me fez ver que meu outro lado estava novamente aparente.

Eu logo me sentei na minha cadeira e então minha mochila deixei alí, peguei um pequeno espenho que eu tinha na minha mochila e então me vi, eu realmente estava com os olhos negros e com o cabelo dividido, não sei o que aconteceu, mas me deu uma extrema vontade de sair da sala de aula e fazer o que eu quisesse, porém eu me controlei, esperei até o final da aula...

Hora do intervalo...

Assim que o intervalo começou eu saí da sala, fui até o refeitório e então vi que a Beth Anne e suas amigas estavam lá, como elas sempre estão. Beth ria de mim por algum motivo, então por um momento ela se levantou e então veio em minha direção, eu via em seu olhar que não era para algo bom...

— “Hey Cry Baby! Então, eu fiquei pensando um pouco, durante a aula, sobre mais cedo, quando você me fez passar vergonha...” 

— “Tá, o que tem? Quer passar de novo? Eu já ti falei, eu não sou mais aquela garota inocente de antes... Eu já vi coisas que muita gente se recusaria ver...” — Digo me referindo a todos os momentos que passei com meu pai, todos horríveis, tipo, quando ele traiu mamãe ou até mesmo o dia da... Sua morte...

— “Não, eu não vou passar vergonha de novo, quem vai é você...” — Então, nesse momento, uma garota passou logo atrás dela e ela pegou um suco que estava na bandeja dela e então o jogou na minha cara. Aquilo me sujou por inteira, inclusive minha roupa! — “Ohwnn... Que peninha, acho que sujei sua roupa...”

Ela apenas se virou e então saiu do refeitório, eu fiquei com tanta raiva que não conseguia mais olhar na cara dela, eu cansei disso...

Eu saí do refeitório e então fui ao banheiro, lá eu lavei meu rosto e logo quando fui limpar meu vestido, vi que ele estava limpo! Não havia uma mancha... Então confusa, eu olhei em volta para ver se mais alguém havia visto aquilo, porém não havia ninguém, a não ser uma luz estranha que vinha de um lugar do banheiro, então sem pensar eu decidi ir atrás dessa luz, chegando lá vejo que havia uma caixa, assim que a abri vi a faca rosa novamente, porém, agora, junto a um bilhete, escrito com a seguinte frase:

Faça isso... Deixe sua loucura agir...

Confusa, eu decidi “deixar minha loucura agir”, eu respirei fundo e então me vi no espelho com olhos negros e cabelo dividido. Minha loucura tinha sido “ativada”...

Eu saí do banheiro e então sem olhar pra ninguém eu comecei a ir para atrás da escola, eu ouvia os outros falando: “Quem é ela?” ou “Que cabelo estranho!”, porém eu não sentia nada, então assim que eu cheguei atrás da escola vi que não havia ninguém, a não ser Beth Anne, que por algum motivo estava lá esperando alguém, provavelmente.

— “Hey! Cry Baby? É você? O que houve? Virou metade idosa? Hahaha” — Ela ria de mim...

Eu simplesmente a ignorei, ela continuou me ofendendo até que eu levantei a mão e então vi várias cinzas virem diretamente até minha mão, formando uma faca, Beth ficou em silêncio por um segundo...

— “C-Cry Baby, o q-que você está fazendo? S-Seguranças!” — Gritava ela...

Por um segundo eu finalmente recuperei minha sanidade e então percebi o que estava fazendo, porém, já era tarde, eu já estava fazendo o ato, era quase que obrigatório, então eu percebi que a roupa meio que me manipulava a faz aquilo... Então com um movimento suave e devagar Beth ficou em um silêncio imediato...

— “O-O quê?! E-Eu fiz isso?!” — Digo ao ver Beth caída no chão.

— “Quem é que estava gritan–...” — Diz um segurança assim que vê a cena. — “Parada garota! Mãos ao alto!”

— “N-Não foi eu! Foi a roupa!” — Dizia quase chorando.

Eu coloquei a mão para o alto e então minha faca virou cinzas novamente, o segurança assustado estava pronto para atirar, com sua arma elétrica, até que ele deixa sua arma caí no chão, eu via em seus olhos que ele não estava bem, então, ele caí de cara para o chão e então eu vejo uma ovelhinha muito fofa com uma faca em sua boca, assim que ela me viu ela se virou e então com pulos alegres saiu andando...

Eu estava em choque e completamente confusa! Não sabia o que havia acabado de acontecer, então corri para minha sala, peguei minha mochila e então saí correndo para a saída da escola...

— “Eu preciso falar sobre isso com as Demon Eyes!” 

Continua...


Notas Finais


• [💘] Obrigado por ler!

• [🍨] Espero que tenham gostado!

• [✨] Desculpe por qualquer erro...

• [💕] E não se esqueçam de deixar a sua opinião, tanto para melhorar a fic, quanto para me incentivar a continuar!

• [🍼] Redes Sociais!

- Instagram: @danposo_

- Twitter: @Danposo_

- Conta Oficial: @Danposo_

---- | | ----

I 💘 You


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...